Buscar

25 outubro 2017

Pacoti receberá desfile da loja Galerie e Sapataria Bella

Modelo Camilli Furtado
Foto: Bruno Soares
A loja Galerie e Sapataria Bella, promoverá no próximo sábado (28), às 19h, na Praça Central da cidade de Pacoti, o lançamento da sua nova coleção de roupas e calçados.
Toda a população de população de Pacoti e do Maciço de Baturité, são convidados a vivenciar um momento especial.
Considerado a mais tradicional de Pacoti a “Galerie”, está localizada Rua Claudomiro Lopes, conta com espaços dedicados ao lazer e a moda. A informação do desfile da loja foi publicada através da modelo Camilli Furtado em suas redes sociais.

Informações pelo Whatsapp (85) 9 96952424 ou (85) 9 8904 5858 ou nas redes sociais da loja no Instagram: @galeriesuagaleriademodas

CONFIRA ALGUNS MODELOS

 



Estudante de Quixadá que contraiu doença na Guiné-Bissau retorna ao Ceará

O missionário Alex dos Santos Oliveira, 20 anos, que contraiu febre tifóide e sangramento digestivo na Guiné-Bissau, voltou ao Ceará. De acordo com familiares do estudante, ele voltou ao Brasil, no último domingo, 22, em um voo comercial acompanhado pelo irmão Hallef dos Santos Oliveira e um médico. O brasileiro está internado no Hospital São José de Doenças Infecciosas, em Fortaleza. 
Durante o voo, Alex chegou a se sentir mal, mas foi atendido pelo médico guineense que o acompanhava. A recomendação da equipe médica que cuidou do estudante no Hospital Pediátrico São José Em Bôr era de que ele viajasse em um avião com Unidade de Terapia Intensiva (UTI) móvel.
Ao desembarcar no Aeroporto Internacional Pinto Martins, Alex reencontrou familiares e surpreendeu a namorada Sara Vieira, que assim como o jovem, é estudante de Engenharia Civil, com pedido de noivado. Todas as passagens aéreas foram compradas com o dinheiro arrecadado em campanha nas redes sociais. "Muito obrigada por cada oração, cada mensagem de conforto, cada compartilhamento e cada contribuição", escreveu Sara em publicação no Facebook. 

Veja vídeo da chegada de Alex no Ceará:
 
Fonte: O POVO

Gasolina pode ser encontrada por R$ 3,67 em posto de combustível na Capital

Carros e motos fizeram fila para abastecer combustível em um posto da avenida Rogaciano Leite, nº 986, no bairro Salinas, em Fortaleza, na noite desta terça-feira, 24. É o que estabelecimento, da bandeira Shell, baixou R$ 0,14 centavos no preço da gasolina por litro desde essa segunda-feira, 23, conforme contou um funcionário do posto que preferiu não se identificar. Nesta noite, O POVO visitou três postos localizados em três bairros diferentes da Capital cearense e constatou que este da Rogaciano Leite foi o menor valor cobrado na bomba. Saiu de 3,81 e está sendo cobrado R$ 3,67/litro.
O cabeleireiro Edison Farias, 50 anos, que diariamente passa em sua moto ao lado do posto, diz sempre observar o preço dos combustíveis. “Quando passo, sempre olho para os valores. Sempre venho aqui porque sei que é o lugar que a gasolina é a mais baixa de Fortaleza”, contou, ao terminar de pagar no caixa com seu cartão de débito. A diferença no valor do combustível é sentida apesar dos dois aumentos no preço da gasolina realizados pela Petrobras na última semana.
Seguindo a baixa, outro estabelecimento, localizado na Bezerra de Menezes, bairro Monte Castelo, diminuiu o preço da gasolina. Mas lá, a diferença foi menor. O valor caiu nesta terça-feira em R$ 0,06 e o combustível estava sendo vendido por R$ 3,83.
O POVO também visitou posto de combustível que o valor da gasolina não baixou, localizado na avenida Antonio Sales com Vicente Leite, na Aldeota. O valor da gasolina continua R$ 3,89. “Continua a mesma coisa de antes. Não tem previsão de mudança não”, disse o funcionário do ponto que não quis identificar.

Eleitores de 12 cidades do Ceará têm até dia 31 para revisão do título

Título de eleitor; TRE; TSE; recadastramento biométrico; biometria (Foto: TSE/Divulgação)
Eleitores de 12 municípios cearenses têm até a próxima terça-feira (31) para revisar o título de cadastrar a biometria. O procedimento garante o direito de votar e exercer outras atividades e obter serviços públicos.
As cidades que encerram o prazo em 31 de outubro são Cascavel (56.782 eleitores), Pindoretama (18.254 eleitores), Russas (55.778 eleitores), Palhano (8.532 eleitores), São Gonçalo do Amarante (43.569 eleitores), Santa Quitéria (35.365 eleitores), Catunda (8.807 eleitores), Hidrolândia (16.674 eleitores), Guaraciaba do Norte (33.758 eleitores), Croatá (15.481 eleitores), Jaguaruana (28.244 eleitores) e Itaiçaba (6.918 eleitores).
De acordo com a coordenadora de administração do cadastro eleitoral, Lorena Belo, mesmo sendo a última semana de revisão, ainda há muitos eleitores que não realizaram a biometria. "Dentre esses municípios, o que mais preocupa o TRE [Tribunal Regional Eleitoral] é São Gonçalo do Amarante que já teve o período de revisão prorrogado uma vez e ainda não alcançou percentual de 70% do eleitorado revisado", disse.

Documentação
Os eleitores precisam dos seguintes documentos para tirar o título e realizar a coleta dos dados biométricos:
RG ou qualquer outro documento que comprove a nacionalidade brasileira (Ex: Carteira de Trabalho ou carteira emitida pelos órgãos criados por lei federal)
certificado de quitação com o serviço militar, para os brasileiros do sexo masculino, com idade entre 18 a 45 anos que for tirar o título pela primeira vez
comprovante de residência

Impedimentos
Quem não fizer o recadastramento terá o título cancelado. Os prejuízos para os eleitores em débito com a Justiça Eleitoral são os seguintes impedimentos:
Requerer passaporte ou carteira de identidade
Receber salário e benefícios sociais de entidades públicas ou assistidas pelo governo
Fazer parte de concorrência pública ou administrativa em qualquer instituição da União, dos estados, dos municípios ou do Distrito Federal
Solicitar empréstimos em qualquer banco ou estabelecimento de crédito subsidiado pelo governo
Inscrever-se em concursos públicos ou tomar posse de cargos públicos
Renovar matrícula em qualquer instituição de ensino pública ou fiscalizada pelo governo
Requerer qualquer documento que necessite da quitação eleitoral

Fonte: G1/CE

Projeto contempla 4 mil estudantes do ensino público do Ceará com carteiras de habilitação

Carteira de motorista (Foto: G1 )O governador do Ceará, Camilo Santana, anunciou a oferta de quatro mil carteiras de habilitação populares para estudantes do 3º ano da rede pública. A medida foi explicada na tarde desta terça-feira (24), durante transmissão ao vivo realizada pelo gestor por meio de redes sociais.
De acordo com Camilo, o desempenho escolar do estudante será considerado na distribuição do auxílio. Outros critérios devem ser divulgados em breve pela Secretaria da Educação (Seduc) e o Departamento Estadual de Trânsito (Detran/CE).
O benefício para que estudantes consigam aprender a dirigir pode ser estendido em até um ano após a conclusão do ensino médio, caso o aluno contemplado ainda não tenha atingido 18 anos, idade mínima para iniciar o processo de obtenção da autorização para dirigir. "O objetivo é fazer cada vez mais o Ceará um estado de destaque na educação", comentou o governador.

Fonte: G1/CE

STJ mantém prisão de oito vereadores de Itarema, no Ceará

Vereadores que não foram presos elegeram nova mesa diretora (Foto: Reprodução/TV Verdes Mares)Por maioria de votos, a Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) manteve decisão do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) que havia negado a revogação de prisões preventivas de sete vereadores da Câmara Municipal de Itarema, decretadas durante a Operação Fantasma, em 28 de junho deste ano. Para uma vereadora, mãe de filhos menores, foi concedida prisão domiciliar.
Investigações do Ministério Público Estadual do Ceará (MPCE) apontaram que 20 dos 39 funcionários da Câmara Municipal de Itarema eram "fantasmas", ou seja, recebiam salários sem trabalhar. Um dos servidores que possuía esse vínculo irregular com a casa legislativa é um vereador eleito em Amontada, a 47 quilômetros do município.
Os presos são suspeitos de estelionato, falsidade ideológica, falsificação de documento particular e peculato. Segundo denúncia do MPCE, os servidores fantasmas recebiam salários sem comparecer ao prédio do legislativo municipal para trabalhar. Outras pessoas contratadas eram obrigadas a repassar parte de seus salários para os vereadores investigados.
Oito vereadores tiveram a prisão preventiva decretada: João Vildes da Silveira (presidente da Câmara Municipal), João Gomes da Costa, Leandro Oliveira Couto, Magno César Gomes Vasconcelos, José Ubideci dos Santos Santana, José Everardo Marques Alves, Roberto Diniz Costa e Daniela Souza de Matos.

Fundamentação concreta
Nos recursos submetidos ao STJ, os vereadores alegavam não estarem presentes os requisitos autorizadores da prisão e que seu afastamento do cargo já seria medida apta a evitar possível reiteração delitiva.
O relator, ministro Nefi Cordeiro, não acolheu os argumentos. Segundo ele, as prisões tiveram fundamentação concreta, baseada na periculosidade dos acusados, nas denúncias de intimidação de testemunhas e de interferência na produção de provas.
“A jurisprudência desta corte superior é pacífica no sentido de que justifica a prisão preventiva o fato de o acusado integrar organização criminosa, em razão da garantia da ordem pública, quanto mais diante da complexidade dessa organização, evidenciada no número de integrantes (e/ou presença de diversas frentes de atuação; e/ou contatos no exterior) ou ainda grande poderio econômico ou político, considerando a vultuosidade dos valores desviados por agentes públicos”, concluiu.

Investigações
A investigação do esquema ilícito teve início após denúncias de uma pessoa que se sentiu prejudicada por não conseguir receber benefício previdenciário em razão de um suposto vínculo com a Câmara Municipal de Itarema, até então desconhecida por ela. A partir daí, o MPCE iniciou as investigações sobre as contratações.
A prisão dos vereadores se deu na segunda fase da "Operação Fantasma" em Itarema. A primeira ocorreu em abril deste ano, quando foi cumprido um mandado de busca e apreensão com o objetivo de investigar o suposto esquema de “servidores fantasmas” na gestão da Câmara Municipal.

Filhos de ex-prefeito
A 3ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) decidiu manter as prisões preventivas de dois filhos de ex-prefeito de Itarema, suspeitos de irregularidades na contratação de transporte escolar no município, distante 237 km de Fortaleza). O pedido de liberdade, votado na sessão desta terça-feira (24), teve como relator o desembargador José Tarcílio Souza da Silva.
Os dois foram denunciados pelo Ministério Público do Ceará (MPCE), por supostos crimes de organização criminosa, desvio de dinheiro público (peculato), dispensa ilegal e fraudes em licitações nos anos de 2013, 2014 e 2015. Eles tiveram a prisão decretada no dia 21 de julho deste ano, conforme decisão da juíza Kathleen Nicola Kilian, em respondência pela Comarca de Itarema.
Conforme o processo, um deles desempenhou a função de secretário de Administração e Finanças, e o outro exercia, de fato, a chefia do Executivo local, apesar de não possuir cargo no início da administração municipal, em 2013, quando o esquema teria sido montado.
Os dois estariam, de acordo com o MPCE, entre os principais responsáveis pela atuação da organização criminosa. As investigações fazem parte da “Operação Carroça”, que apurou esquema fraudulento, iniciado em 2013, de servidores públicos municipais e empresários para dispensar licitações destinadas à contratação de transporte escolar.

Fonte: G1/CE