Buscar

06 junho 2017

Alice Castelo é eleita Rainha das Flores 2017 em Aratuba

Vários atributos além da beleza são analisados na escolha da RAINHA DAS FLORES DE ARATUBA, uma tradição adormecida há décadas e somente resgatada em 2017.
Elegância, simpatia e boa comunicação são importantes, pois as majestades poderão representar a cidade de Aratuba em eventos temáticos regionais, estaduais e nacionais. A escolha da mais bela do concurso aconteceu no dia 27 de maio, no clube municipal.
Desde o início do concurso, as candidatas foram preparadas para enfrentar a disputa. Elas receberam orientações profissionais de saúde e beleza, enfrentaram horas de ensaios e de provas de vestidos.
A maratona valeu a pena, pois concorrentes presentearam a plateia com um furacão de beleza e simpatia. Nos bastidores DENILSON TERTO registrou todos os momentos através de suas lentes e eternizou o ressurgimento deste tradicional concurso em Aratuba.
Denilson conseguiu captar a leveza do sorriso das candidatas, a euforia da plateia, o nervosismo dos familiares e torcedores e a felicidade da eleita ao posto de RAINHA DAS FLORES e de todo o glamour que o título proporciona.

RESULTADO OFICIAL

Alice Castelo – Pindoba
1º LUGAR

Beatriz Oliveira - Joacy Pereira
2º LUGAR

Vitória Freitas - Maria Júlia
3º LUGAR

A promoção do concurso é da prefeitura de Aratuba, através da Secretaria de Cultura, Turismo e Meio Ambiente.
Com fotos e cobertura especial de Denilson Terto.
Para visualizar a galeria de imagens clique AQUI.

Divulgado resultado preliminar do processo seletivo simplificado da Secretaria de Saúde de Aratuba

Conforme determina o Edital nº 04/2017 e alterações posteriores, a Secretaria de Saúde de Aratuba divulgou nesta segunda-feira (05), o resultado preliminar do Processo Seletivo Simplificado para Contratação Temporária e de Excepcional Interesse Público e Constituição de Cadastro de Reserva de Serviços.
Os pedidos de recurso deverão ser entregues na sede da Secretaria de Saúde de acordo com o cronograma já estabelecido no edital.
O resultado final será divulgado no dia 16 de junho de 2017, em veículos de comunicação da Prefeitura de Aratuba.
A primeira etapa do Processo Seletivo Simplificado foi realizada mediante avaliação curricular. Os salários do descrito no certame chegam até R$ 10 mil.
Confira AQUI a lista do resultado preliminar.

Ceará: violência no trânsito tem impacto econômico de R$ 6,45 bilhões

Estudo da Escola Nacional de Seguros aponta que a violência no trânsito no Ceará resultou em um impacto econômico de R$ 6,45 bilhões, em 2016, ou 4,86% do Produto Interno Bruto (PIB). Essa é a perda da capacidade produtiva causada por acidentes que mataram 1752 pessoas e deixaram outras 4094 com invalidez permanente, conforme a pesquisa.
O valor corresponde ao que seria gerado pelo trabalho das vítimas caso não tivessem se acidentado. O cálculo é do professor Claudio Contador, diretor do Centro de Pesquisa e Economia do Seguro (CPES), da Escola Nacional de Seguros.
A pesquisa afirma que o Estado apresentou uma redução de 46% na perda do PIB, de 2015 para 2016. Segundo o estudo, o Ceará registra o maior percentual de perda do Nordeste, que tem média de 2,77% e perdas de R$ 23,98 bilhões. O fator que mede a perda da capacidade produtiva é chamado de Valor Estatístico da Vida (VEV), ou seja, o quanto cada brasileiro deixa de produzir anualmente em caso de morte ou invalidez.
Apesar do cenário com número de mortes elevado, classificado pelo professor Claudio Contador como "quadro de guerra", houve queda no número de vítimas de acidentes graves. Conforme o estudo, a redução está ligada ao aumento da fiscalização em alguns estados e a crise econômica, que reduziu as vendas de automóveis, tirando veículos de circulação no país.
“A violência no trânsito caiu de forma considerável, o que é um fato alentador. Ainda assim, o número de vítimas remete a um quadro de guerra. E a grande maioria concentra-se na faixa etária de 18 a 64 anos. Ou seja, pertence a um grupo em plena produção de riquezas para a sociedade”, analisa Claudio Contador.
De acordo com os dados da Escola Nacional de Seguros, São Paulo, Minas Gerais e Paraná lideram as estatísticas de perdas decorrentes dos acidentes de trânsito. O impacto econômico nesses estados foi de R$ 24,7 bilhões, R$ 15,7 bilhões e R$ 11 bilhões, respectivamente.

Fonte: O POVO