Buscar

14 dezembro 2017

Prefeito de Paracuru, secretários e empresários são presos

Uma megaoperação realizada em parceria entre o Ministério Público Estadual e a Polícia Civil prendeu ontem, em Paracuru, o prefeito da cidade, José Ribamar Barroso Batista (PSDB), conhecido na região como “Ribeiro”, além dos dois filhos dele, Ranieri de Azevedo Batista e Joana D’arc Batista Carvalho — que chefiava o gabinete, além de três empresários, Ricardo Henrique Lemas, Alonso de Melo Feitosa, e Gabriel Ilário da Silva.
De acordo com o MP, foram realizadas na Operação Cascalho do Mar, além das prisões, conduções coercitivas, buscas e apreensões em Paracuru e nos municípios de Fortaleza, Tauá, Eusébio, Caucaia e Groaíras. Muitas das empresas investigadas também funcionavam nesses locais. Érica da Silva Brasil, secretária de governo, é uma das presas preventivamente.
Conforme informações preliminares, as principais investigações envolvem fraudes em licitações, associação criminosa e corrupção praticados por agentes públicos da Prefeitura e empresários. Valores que teriam sido desviados não foram divulgados.
O gestor do município e os filhos foram presos em Fortaleza. Ribeiro acabou sendo preso por porte ilegal de arma. Na residência do prefeito, foi encontrada quantia de R$ 20 mil. Na sede da Prefeitura, um homem foi preso em flagrante tentando destruir documentos. Presos foram encaminhados ao Centro de Triagem e Observação Criminológica, em Caucaia.
Pelo menos cinco secretários municipais, contadores e chefes de licitação foram conduzidos para prestar depoimento no Fórum Francisco Adalberto de Oliveira Barros Leal. Os agentes públicos deixaram o prédio após esclarecimentos sem dar entrevistas.

Nova gestão

Em entrevista exclusiva ao O POVO, o vice-prefeito, Eliabe do Tito (PR), adiantou que vai mudar toda a equipe de governo e rever os contratos firmados pelo então titular da gestão. Ele toma posse na manhã de hoje em uma sessão extraordinária na Câmara.
Rompido com “Ribeiro” desde junho deste ano, Eliabe alega que os filhos “mandavam no município”. “Foi um dos fatos que fez com que eu rompesse com ele. Ele (prefeito) me trocou por ela (filha)”, alegou.
“Ela, com muita sede de dinheiro, e aí aconteceu o que aconteceu.
Colocaram os pés pelas mãos e tá (sic) aí”, denunciou. O vice-prefeito afirmou ainda que “desde a posse ele nunca me incumbiu de nenhuma missão” e que delegou a gestão à filha presa ontem na operação do MP.

Paracuru

O clima nas ruas da cidade não sofreu grande mudança apesar de um dia de intensa movimentação nos prédios públicos. Sem se identificar, um dos moradores afirmou que ouvia falar em irregularidades praticadas pelo prefeito, mas não sabia de detalhes.
Em alguns bares da cidade, no entanto, as pessoas comentavam: “Eu já esperava que isso acontecesse”, disse um morador. Na casa do vice-prefeito um grupo de aliados de Eliabe o cumprimentava. “Parabéns, prefeito”, diziam. O clima no local era de “festa”. 

Fonte: O POVO

Nenhum comentário:

Postar um comentário