Buscar

12 abril 2017

Traumatismo craniano é 'provável' causa da morte de Débora Lohany, aponta laudo

Déborah Lohany desapareceu no Bairro Aerolândia, em Fortaleza (Foto: Arquivo Pessoal)O laudo pericial da garota Débora Lohany, achada morta em Fortaleza na sexta-feira (7), apontou traumatismo craniano como "provável causa da morte" da criança, de 4 anos de idade. Segundo a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), o laudo foi feito nos ossos e nas roupas da criança.
Débora Lohany chegou a ficar desaparecida por mais de uma semana, após ser levada da porta de casa. O suspeito ainda não foi identificado, e a polícia segue as investigações para tentar localizar o autor do assassinato.
A partir de evidências encontradas no corpo da vítima, os peritos concluíram que a morte da criança ocorreu entre 27 a 29 de março. Débora Lohany de Oliveira desapareceu na noite do dia 27 de março, próximo a casa onde morava com a mãe, no Bairro Aerolândia. Já o corpo, foi encontrado na em um terreno na Avenida Almirante Henrique Sabóia (Via Expressa).

Sepultamento
Após as perícias, o corpo de Débora foi liberado nesta terça-feira (11) e já foi sepultado pela família.
A Delegacia de Combate à Exploração da Criança e do Adolescente (Dececa), com apoio da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e do Departamento de Inteligência da Polícia Civil (DIP), realiza investigações no sentido de identificar e prender o responsável pelo crime.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário