Buscar

07 abril 2017

Oposição em Baturité quer anular votação do regime estatutário para servidores

Os vereadores de oposição na Câmara Municipal de Baturité vão entrar com ação na Justiça contra a aprovação do projeto que altera o regime de contratação de servidores municipais para estatutário, em vez do celetista.
Em uma sessão polêmica conduzida com ares antidemocráticos, o presidente da Casa, Renaldo Braga, negou direito à fala aos parlamentares de oposição e pôs o projeto do prefeito em votação por aclamação. Segundo vereadores contrários à medida, o regimento da Câmara obriga que a votação seja nominal.
Os oposicionistas ainda acusam Renaldo de negar pedidos de vista sobre o projeto. O presidente da Casa deixou a Câmara sob protestos da população, que o chamava de “covarde”.

Fonte: CN7

Nenhum comentário:

Postar um comentário