Buscar

06 abril 2017

Homem segura filhos mortos nos braços após ataque químico na Síria

Homem sírio segura filhos mortos nos braços. Crianças estão cobertas por lençóis brancosO jornalisto Asaad Hanna registrou uma imagem que sintetiza a atual situação dos moradores da província síria de Idlib. A imagem mostra um pai segurando nos braços seus dois filhos mortos. A foto foi feita após o lançamento de armas químicas, nesta terça-feira, 4, que deixou 72 pessoas mortas e dezenas de feridos.
Dentre os mortos, estavam 20 familiares do homem identificado como Abdul Hamid Youssef, incluindo sua esposa e dois filhos. O casal de gêmeos se chamava Ahmed e Aiya. Na foto, os filhos, já mortos, aparecem cobertos por lençóis brancos.
Conforme O Globo, Youssef carregou os filhos até o carro antes de ir embora da zona de conflito. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), as pessoas da região chegaram a ser identificadas com sintomas de exposição a agentes neurotóxicos, tipo de gases não permitidos como armas de guerra. 
Socorristas relataram à imprensa local que as pessoas afetadas vomitavam, tinham desmaio e até asfixia. O médico Mizar Hassani disse ao noticiário norte-americano ABC News que as crianças não paravam de chorar e que as pessoas acordavam e descobriam abaladas o ocorrido.
"Quando as recebemos, elas choram. Nós lhes damos medicação e tratamento. E, quando acordam, choram. Eu não posso continuar", disse à ABC News. "Seus pais e mães morreram. O que vamos fazer por eles?", questiona.
A Síria nega envolvimento no ataque químico.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário