Buscar

03 março 2017

Acesso de alunos da rede pública do Ceará a universidades cresce 27%

Número de alunos da rede pública do Ceará aprovados no Enem cresce 27%, diz Seduc (Foto: Governo do Estado/Divulgação)O índice de aprovação dos alunos das escolas públicas estaduais do Ceará no ensino superior cresceu 27% entre os anos de 2015 e 2016, de acordo com balanço divulgado nesta quinta-feira (2) pelo governador do Ceará, Camilo Santana. De acordo com o governador, foram 12.737 estudantes com chance de ingressar no ensino superior; no ano anterior, foram 10.035 aprovações. 
Entre as aprovadas está a aluna indígena Antônia Silva Santos, de 17 anos, da etinia Kanindé, aprovada em 1º lugar em Museologia na Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.
Ainda conforme o Governo do Estado, 5.423 estudantes ingressaram em universidades públicas no ano passado. Em 2015, foram 4.502 alunos. A aprovação por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que usa como base as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), garantiu o ingresso de 3.693 alunos, em 2016. O resultado de 2015 mostra que 2.669 jovens obtiveram a mesma oportunidade.
Ainda sobre as universidades públicas, 1.730 estudantes entraram por meio de vestibulares realizados no ano passado.
Com relação à rede privada, 1.745 foram selecionados pelo Programa Universidade para Todos (Prouni), que também usa como base as notas do Enem para conceder bolsas de estudo integrais e parciais (de 50%) em cursos de graduação em instituições privadas. Outros 5.569 estudantes ingressarão em instituições particulares por meio de vestibulares.

Cursos mais procurados

Os cursos que dominaram as aprovações dos alunos nas instituições públicas e privadas foram Enfermagem (1.123), Administração (995), Fisioterapia (689), Pedagogia (588), Direito (569), Ciências Contábeis (554), Psicologia (482), Engenharia Civil (405), Matemática (381) e Nutrição (353).
A Secretaria da Educação do Ceará também verificou um aumento no ingresso dos estudantes em cursos com ampla concorrência nas universidades públicas. Em 2017, 25 estudantes vão cursar Medicina na Universidade Federal do Ceará (UFC). No ano passado, 10 haviam sido aprovados. Na UFC, o número de aprovados também cresceu em faculdades como Ciências da Computação (91), Engenharia da Computação (82), Engenharia Civil (61), Administração (63), Engenharia Elétrica (48) e Agronomia (48).

Fonte: G1/CE

Nenhum comentário:

Postar um comentário