Buscar

03 fevereiro 2017

Prefeito de Quixadá, Ilário Marques, anula concurso público realizado por seu antecessor

Resultado de imagem para Ilário MarquesQuixadá. Menos de 24 horas após representantes do Ministério Público em Quixadá ajuizarem ação contra a prefeitura deste município, pela proibição da contratação de servidores aprovados em seleção simplificada, o atual gestor, Ilário Marques, anunciou a anulação do concurso público realizado em 2016 pelo seu antecessor, o ex-prefeito João Hudson Bezerra.
O Decreto de Ilário Marques, anulando o concurso público, foi divulgado no inicio da tarde desta quinta-feira (2). Dentre as considerações apresentadas pelo prefeito, está a falta de planejamento orçamentário, inclusive ferindo a Lei de Responsabilidade Fiscal, pois ultrapassa o limite de 54% com gastos de pessoal, e ainda os pareceres jurídicos da Procuradoria Geral do Município e do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM).
Alguns dos 754 candidatos aprovados no concurso mantiveram contato com o Diário Sertão Central, informando não haver ilegalidades para a sua anulação. “O nosso advogado, Leandro Teixeira, explicou que mesmo violando a Lei de Responsabilidade Fiscal o concurso foi realizado para acabar com os serviços prestados, motivo da folha de pagamento da prefeitura ser tão elevada” finalizou a candidata solicitando para não ter seu nome revelado.
A reportagem tentou manter contato com o Ministério Público de Quixadá. Até a publicação desta edição as ligações telefônicas não foram atendidas. Já o prefeito Ilário Marques, acompanhando o governador Camilo Santana, viajou no início da noite para São Paulo, ao encontro do ex-presidente Luiz Inácio Lula, para prestarem condolências pela morte da esposa Marisa Letícia e acompanharem o velório.

Fonte: DN

Nenhum comentário:

Postar um comentário