Buscar

20 janeiro 2017

Estudante de Pedra Branca tira nota mil na prova de redação do Enem

A paixão pela escrita é de longa data para Helário Neto, mas foi a partir da necessidade de notas satisfatórias na Redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) que o estudante passou a se dedicar com mais afinco. Natural de Pedra Branca, cidade a 268 km de Fortaleza, o aluno da rede pública estadual, de 17 anos, é um dos 77 do Brasil a fechar a prova de Redação.
“Eu sempre tive amor pela produção textual. O prazer de escrever iniciou ainda no Ensino Fundamental mas só comecei a treinar mesmo a partir do Ensino Médio”, explica. Foi após tentar o Enem outras duas vezes e garantir bons resultados que viu ressaltar em si a possibilidade de chegar à nota mil. E chegou. “Não acreditei. A página onde saiu o resultado estava travando e eu não conseguia ver o resultado”. A notícia boa veio pelos amigos. “Comemorei muito!”, conta.
Helário cursou todo o Ensino Médio na Escola Estadual de Educação Profissional Antônio Rodrigues de Oliveira e já foi campeão três vezes na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep). De acordo com ele, além das aulas que tinha na escola, assinou um curso online de redação em que enviava textos e os recebia corrigidos. “Foi decisivo porque, a partir disso, eu podia trabalhar meus erros”.
Para o jovem, a inspiração e apoio vieram da mãe, Elane Macêdo. “Sempre me motivou a estudar e confiou nas minhas decisões. Somos só nós dois. Ela é meu pai e minha mãe”, agradece.
Elane é auxiliar de enfermagem e possui uma loja na Cidade onde moram. Ela lembra emocionada o dia em que soube os resultados das provas do filho. “Eu estava fechando a loja quando ele veio me encontrar e disse que tinha tirado nota mil na redação. Eu chorei de alegria”, conta. A comerciante afirma que se sente feliz ao perceber o reconhecimento do filho. “Eu vejo o meu filho como a melhor realização na minha vida”, vibra.

Persistir

Helário Neto tem o sonho de cursar Medicina e dar uma vida melhor para a mãe. De acordo com ele, há diferença entre a realidade de escolas públicas e particulares mas persistir é o mais importante. “Apesar das dificuldades, não é algo de outro mundo conseguir uma nota muito boa. Depende do esforço, do foco. O primeiro passo é acreditar em si mesmo e seguir o caminho com firmeza”, conclui.

Fonte: O POVO

Nenhum comentário:

Postar um comentário