Buscar

09 janeiro 2017

Com R$ 40 milhões em dívida, cidade de Quixadá decreta calamidade

Prefeito Ilário Marques decreta estado de calamidade financeira em Quixadá  (Foto: Prefeitura de Quixadá/Divulgação)
A exemplo do que ocorreu com os estados do Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul, a cidade de Quixadá, no interior do Ceará, decretou estado de calamidade financeira. De acordo com o prefeito recém-empossado do município, Ilário Marques, Quixadá acumula dívidas de quase R$ 40 milhões, equivalente a 25% do orçamento anual da cidade de 85 mil habitantes.
"Fica decretada a situação de calamidade financeira no âmbito do Município de Quixadá em razão do crescente déficit financeiro decorrente do histórico crescimento de despesas para as quais as receitas originarias, derivadas e transferidas têm sido insuficientes dado o severo momento econômico mundial e nacional", registra o decreto assinado por Ilário Marques.
Quixadá é a primeira cidade do Ceará a decretar estado de calamidade financeira. O decreto do gestor municipal precisa ser reconhecido pela Assembleia Legislativa do Ceará, que está atualmente em recesso parlamentar.
Segundo Ilário Marques, em 2016, 60% do orçamento do município foi destinado ao pagamento do funcionalismo público, incluindo gastos com gratificações e horas extras, o que agravou a situação financeira da cidade.
Para Marques, o "excesso" de gastos com o setor foi uma "omissão das duas últimas gestões na arrecadação própria, estabelecendo uma situação financeira que tem provocado dificuldade no Município inclusive para efetuar pagamento dos servidores públicos". Outro fator que o gestor destaca no documento é a crise em âmbitos nacional e internacional.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário