Buscar

16 outubro 2017

PF faz buscas no gabinete de deputado irmão de Geddel

Resultado de imagem para lucio vieira limaA Polícia Federal faz buscas na Câmara nesta segunda-feira, 16. O alvo é o gabinete do deputado Lucio Vieira Lima (PMDB-BA), irmão do ex-ministro Geddel Vieira Lima.
A ação ocorre por ordem do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF). O pedido é da Procuradoria-Geral da República, que investiga a ligação do parlamentar com os R$ 51 milhões - R$ 42.643.500,00 e US$ 2.688.000,00 - encontrados, no início de setembro, em um apartamento em Salvador na Operação Tesouro Perdido, desdobramento da Cui Bono?.
Geddel está preso na Papuda. Em 13 de setembro, o juiz Vallisney de Souza Oliveira, da 10.ª Vara Federal de Brasília, decidiu remeter ao Supremo a investigação sobre o ‘tesouro perdido’ de R$ 51 mi, atribuído ao ex-ministro. O magistrado alegou em sua decisão que ‘há sinais de provas que podem levar ao indiciamento’ do deputado Lúcio Vieira Lima.
Conforme a Constituição, congressistas têm foro por prerrogativa de função e só podem ser alvo de inquéritos criminais que tramitem na Corte.
No depoimento prestado à PF, o dono do apartamento situado em Salvador onde foram encontrados os R$ 51 milhões, Silvio Antônio Cabral da Silveira, disse que foi Lúcio quem pediu o imóvel emprestado e que o fez em nome da amizade com o parlamentar, embora não conhecesse Geddel.
Além disso, no local, foi encontrada uma fatura em nome de Marinalva Teixeira de Jesus, apontada como empregada doméstica do congressista.

Fonte: O POVO

TCE Ceará anuncia fiscalizações em Aracoiaba e Mombaça

Os municípios de Aracoiaba e Mombaça serão fiscalizados presencialmente pelo Tribunal de Contas do Estado do Ceará na próxima semana, no período de 16 a 20 de outubro. O anúncio foi feito durante o expediente pelo conselheiro Rholden Queiroz, que presidiu a sessão plenária desta terça-feira (10/10). 
As atividades dão continuidade à programação de inspeções estabelecida após a absorção das competências do extinto TCM, no final de agosto. As incursões nos municípios iniciaram no dia 25 de setembro e devem seguir até o final do ano. As primeiras cidades a receber equipes do TCE foram Fortaleza, Acaraú e Maracanaú. Na Capital, a auditoria segue até novembro. Nos dois outros municípios, a permanência foi até o dia 29/9. Russas e Jaguaribe receberam os auditores do Tribunal entre os dias 2 e 6 de outubro.
O planejamento da operação prevê a inclusão de 16 municípios no total, 11 selecionados com base em relatórios de análise preliminar - que indicam, a partir do estudo de dados e informações das gestões, situações mais vulneráveis a irregularidades - e cinco escolhidos através de sorteio aleatório, com o objetivo de conferir ainda mais variedade e impessoalidade às definições. A divulgação da agenda de auditorias é feita gradativamente, à medida que se aproximam as viagens.
As auditorias envolvem análise de orçamento, contabilidade, finanças e patrimônio, verificando, por exemplo, a comprovação da prestação de serviços, execução de obras públicas, despesas com pessoal e procedimentos de licitação. A ação pode gerar a abertura de processos, diante de indícios de irregularidades, bem como subsidiar a análise de prestações de contas municipais, com a coleta de documentos e informações.

Fonte: TCE/CE

13 outubro 2017

Bebê morre afogada em balde de água em Caucaia, na Grande Fortaleza

Resultado de imagem para balde com agua
Foto Internet - Ilustrativa
Uma criança de um ano e 11 meses morreu afogada em um balde com água nessa quarta-feira (11). As informações da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) é de que o caso aconteceu em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza.
A mãe levou a menina ao posto de saúde João Marcolino de Oliveira, localizado no Bairro Sítios Novos. Um médico do local tentou reanimar a criança, mas ela já estava sem vida.
A ocorrência foi registrada na Delegacia Metropolitana de Caucaia. A mãe afirmou que a bebê afogou-se em um balde que era utilizado para lavar roupas.

Fonte: G1 CE

11 outubro 2017

Karoline Ricarte é eleita Miss Baturité 2017

Estudante de 18 anos foi Eleita Miss Baturité no último sábado (07). Ela representará sua cidade no Miss Ceara Be Emotion em 2018.
Karoline Ricarte foi à vencedora do concurso Miss Baturité 2017, realizado na noite do último sábado (07), em evento realizado na AABB da própria cidade.
A nova Miss Baturité tem 18 anos e é estudante da Escola de Ensino Médio LICEU. Ela venceu outras candidatas e irá representar a cidade de Baturité no Miss Ceará Be Emotion 2018. Acumuladora de grande títulos a modelo em julho conquistou o título de Miss Maciço 2017, evento realizado em Aracoiaba.
A nova Miss Baturité, declarou que está feliz com o título atribui a conquista à sua dedicação. “Minha dedicação foi essencial em tudo que fiz”, declarou a estudante. A jovem revelou ainda que deseja participar de outros concursos e afirmar que o Miss Baturité lhe dar a chance de abrir portas.
A coroa e o título foram recebidos das mãos da Miss Baturité Monalisa Costa.


Prefeitura de Aracoiaba realiza cerimônia de lançamento do Selo Unicef 2017-2020

A Prefeitura de Aracoiaba, através das Secretarias de Assistência Social, Educação e Saúde, lançaram na manhã desta quarta-feira (11), a cerimônia de lançamento do Selo Unicef 2017-2020 no munícipio. O evento foi realizado no auditório da Secretaria de Educação e contou com a presença de diversas autoridades. A Secretaria da Assistência Social coordenou as ações com a parceria de várias Secretarias.
O prefeito Antônio Cláudio, enfatizou o compromisso de melhorar a qualidade de vida das crianças e dos adolescentes do Município com ações voltadas para bem estar social.
A Secretária da Assistência Social, Valdenia Silveira, disse que o “compromisso é com as crianças e os adolescentes de Aracoiaba. Queremos dar a elas o melhor possível e, isso só capaz com ações importantes em defesa do Selo. Vamos todos unidos nessa busca’’.
O Selo UNICEF Município Aprovado é um reconhecimento internacional que o município pode conquistar. A partir de um diagnóstico e de dados levantados pelo UNICEF, os municípios que se inscrevem passam a conhecer melhor sua realidade e as políticas voltadas para infância e adolescência.
O articulador Reury Queiroz lembrou o quanto é importante à sociedade está engajada nessa campanha. ‘’É uma conquista do povo, porque fortalece a cidadania e aumenta o poder de estima de toda a família’’.
A Ex-presidente da APDMCE (Associação Para o Desenvolvimento dos Municípios do Estado do Ceará), Jô Farias, conclamou a toda a sociedade civil e governamental e ao povo de Aracoiaba, para se engajarem na luta da conquista do Selo UNICEF Edição 2017-2020. Disse ainda que o Selo favorece a articulação entre os diversos setores e o entendimento do papel de cada área na promoção da proteção integral de crianças.
O evento contou com a presença do Prefeito de Aracoiaba, Antônio Cláudio, vereadores, secretários municipais, Ex-prefeito de Barreira Antônio Peixoto, Jô Farias Ex-presidente da APDMCE, Marcelha da APDMCE, escolas municipais, alunos, funcionários, imprensa, Conselheiros tutelares de Barreira, Carlos José e Ismael Victor, Lucia Gonzaga, ex-secretária de Assistência Social de Barreira, Fatima lima, Ex-secretária de educação de Barreira, membros do Conselho Municipal da Criança e do Adolescente (CMDCA), Conselho Tutelar, representantes de entidades governamentais e sociedade civil.

SELO UNICEF

O Selo UNICEF é uma iniciativa do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) para estimular os municípios a implementar políticas públicas para redução das desigualdades e garantir os   direitos das crianças e dos adolescentes previstos na Convenção sobre os Direitos da Criança e no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).
A metodologia do Selo inclui Ações Estratégicas (o que os municípios precisam realizar) e Indicadores de Impacto Social (os resultados que os municípios precisam melhorar) relacionados aos direitos à saúde, educação, proteção e participação social de crianças e adolescentes.
Os municípios são agrupados, dentro de seus Estados, considerando suas características demográficas e socioeconômicas. Durante cada edição do Selo, o UNICEF capacita gestores e técnicos das secretarias municipais e conselheiros de direitos e adolescentes para qualificar a elaboração e execução das políticas públicas e para estimular que elas continuem mesmo após o fim de cada edição.
São certificados os municípios que alcançam as pontuações mínimas tanto no eixo das Ações Estratégicas quanto no eixo dos Indicadores de Impacto Social, conforme estabelecido.

O sucesso do Selo UNICEF é resultado da parceria entre UNICEF e governos estaduais e municipais por meio da atuação integrada entre diferentes níveis de governo voltados às crianças e adolescentes.

10 outubro 2017

CBF confirma datas e horários das finais da Série C do Brasileiro entre Fortaleza x CSA

O Fortaleza decidirá nos dois próximos sábados, 14 e 21 de outubro, o título da Série C 2017 diante do CSA. O primeiro jogo ocorrerá às 19 horas, no Castelão, enquanto a partida de volta será às 18 horas (local)*, no Rei Pelé, em Maceió-AL.
A informação foi divulgada pelo gerente de Competições da Federação Cearense de Futebol (FCF), Júlio Manso, por meio das redes sociais.
Fortaleza e CSA são os finalistas da Terceirona após vencerem nas semifinais o Sampaio Corrêa e o São Bento. Nas quartas de final, o Tricolor bateu o Tupi, enquanto os alagoanos eliminaram o Tombense.
Na fase de grupo, o CSA terminou na segunda colocação do Grupo A, com 32 pontos conquistados, vencendo oito, empatando oito e perdendo duas. O Leão foi o terceiro do mesmo grupo, com 27 pontos. O Fortaleza chegou a sete vitórias, seis empates e cinco derrotas.

Jogos da final
Dia 14 - 19 horas
Fortaleza x CSA (Castelão)

Dia 21 - 18 horas (local)
CSA x Fortaleza (Rei Pelé)

*A partir deste domingo, 15, começa o horário de verão em 11 estados brasileiros até 18 de fevereiro de 2018. Como nenhuma cidade do Nordeste será afetada pela mudança, a partida no horário local de Maceió, às 18 horas, no dia 21 de outubro, equivale ao horário local na Capital cearense, por exemplo. Quem estiver no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul ou Distrito Federal assistirá ao jogo às 19 horas, horário de Brasília.

Fonte: O POVO

Estado é condenado a indenizar mãe de criança que foi morta com tiro de PM

O Estado do Ceará deverá pagar R$ 70 mil em indenização por danos morais para a mãe de uma criança que foi morta com tiro de arma de fogo disparado por policial militar. A decisão foi proferida nesta segunda-feira, 9, pela 1ª Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE).
Conforme o processo, em 25 de janeiro de 2012, a menina de oito anos saiu de casa para ir à casa da avó, no bairro Genibaú. No percurso foi atingida por um tiro de arma de fogo em plena via pública. De acordo com informações do Tribunal de Justiça do Ceará, o disparo foi efetuado por policial militar que estava de folga, mas ao saber que sua irmã teria sido vítima de assalto, resolveu sair em busca do assaltante.
Ao avistá-lo, passou a efetuar vários disparos contra o assaltante. Um deles atingiu a garota, que teve morte imediata. A mãe da menina ajuizou ação na Justiça contra o Estado requerendo indenização por danos morais. Argumentou que, após o ocorrido, a família sofreu grandes danos, inclusive, precisou passar por tratamento psicológico.
Na contestação, o ente público alegou que não pode responder por atos de seus agentes que não estejam no exercício da função. Para reformar a decisão, o Estado apelou (nº 0860766-53.2014.8.06.0001) ao TJCE, alegando os mesmos argumentos da contestação. Ao julgar o caso, a 1ª Câmara de Direito Público, no entanto, manteve a decisão de 1º Grau. O Tribunal de Justiça do Ceará não divulgou o nome do policial militar.

Lutador Rony Jason agride irmã em festa em Quixadá

Vídeo que circula nas redes sociais mostra o lutador quixadaense do Ultimate Fighting Championship (UFC), Rony Jason, agredindo a própria irmã em uma festa realizada no Hotel Vale das Pedras, em Quixadá, de sábado, 7, para domingo, 8. As imagens viralizaram no aplicativo de mensagens WhatsApp, chegando ao conhecimento da Polícia Civil, que passou a investigar o caso.
A informação foi confirmada pela delegada titular da Delegacia da Defesa da Mulher (DDM) de Quixadá, Janaína Siebra. Um inquérito policial será instaurado para apurar o caso. As partes envolvidas devem ser ouvidas nas próximas duas semanas.
A vítima não procurou a DDM para realizar um Boletim de Ocorrências (B.O.). "Como se trata de uma ação penal pública incondicionada, o inquérito será instaurado indepedente da vontade da vítima. Ocorreu uma lesão corporal dolosa no âmbito da Lei Maria da Penha", explicou a delegada Janaína.
O POVO Online não localizou o lutador Rony Jason. Até o momento o atleta não fez nenhuma declaração pública sobre o caso.

O POVO Online optou por não divulgar o vídeo.

Camilo anuncia concurso para professor da rede pública estadual

O governador do Ceará Camilo Santana anunciou, durante solenidade no Palácio da Abolição, nesta segunda-feira, 9, realização de novo concurso para professores da rede pública estadual em 2018. O Governo do Estado também divulgou liberação de R$ 20 milhões para reforma de escolas, estabilidade para servidores e gratificações voltadas à rede estadual de ensino. O Edital deve ser publicado em breve.
A Secretaria da Educação e a Secretaria de Planejamento e Gestão receberam autorização para elaborar formação de equipe, definição de vagas, dentre outros detalhes do exame seletivo.
Também estiveram presentes a vice-governadora Izolda Cela, o secretário da Educação, Idilvan Alencar, o secretário da Casa Civil, Nelson Martins, o deputado federal Leônidas Cristino, os deputados estaduais Sérgio Aguiar, Elmano de Freitas, educadores, lideranças municipais e sindicais.
De acordo com o governo, a estabilidade de 2.450 professores concursados, aprovados em exame de 2013, foi assinada. Camilo ainda sinalizou o pagamento da Gratificação de Desempenho das Escolas Profissionais 2016, além do encaminhamento do Projeto de Lei que cria o Prêmio Foco na Aprendizagem. A premiação será destinada aos professores de escolas que mais se destacam dentro da rede pública estadual.

Redação O POVO Online - Com informações do Governo do Estado 

Prefeitura de Aracoiaba disponibiliza curso gratuito em Gestão Pública; Inscrições Abertas!


O Governo Municipal de Aracoiaba, através da Secretaria da Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Turismo, em parceria com a Organização Barreira Amigos Solidários (OBAS), está ofertando 20 vagas para o Curso em Gestão Pública.
O curso será inteiramente gratuito para os participantes e fornecerá Certificado de Profissionalização mediante conclusão e assiduidade do aluno.
Os Interessados podem procurar a Secretaria da Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Turismo, localizada na sede da Prefeitura de Aracoiaba, no período de 10 à 11 de outubro, das 8 às 12h, munidos de seus documentos pessoais e cópias para a realização da inscrição. Os candidatos deverão ter idade entre 16 à 29 anos.

09 outubro 2017

Prefeitura de Aracoiaba disponibiliza curso gratuito em Atendimento Comercial; Inscrições Abertas


O Governo Municipal de Aracoiaba, através da Secretaria da Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Turismo, em parceria com a Organização Barreira Amigos Solidários (OBAS), está ofertando 45 vagas para o Curso em Atendimento Comercial.
O curso será inteiramente gratuito para os participantes e fornecerá Certificado de Profissionalização mediante conclusão e assiduidade do aluno.

Os Interessados podem procurar a Secretaria da Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Turismo, localizada na sede da Prefeitura de Aracoiaba, no período de 10 à 11 de outubro, das 8 às 12h, munidos de seus documentos pessoais e cópias para a realização da inscrição. Os candidatos deverão ter idade entre 16 à 29 anos.

Cobertura do pátio de uma escola desaba neste domingo em Sobral, no Norte do Ceará

Escola Antônio Custódio Azevedo  fica no Distrito de Aprazível (Foto: Mateus Ferreira)
Parte do teto de um escola desabou na manhã deste domingo (8), no Distrito de Aprazível, em Sobral, no Norte do Ceará. A estrutura que desabou, por volta das 8h30, foi a cobertura do pátio. É nesse espaço que as crianças e adolescentes brincam durante o intervalo das aulas. Como o local estava fechado, ninguém se feriu. A Escola Antônio Custódio Azevedo está em obras há pouco mais de um ano e atende crianças e adolescentes do infantil ao ensino fundamental II.
Em nota, a Secretaria de Educação de Sobral diz que estão sendo adotadas todas as medidas necessárias para avaliar os dados à estrutura. Uma vistoria técnica será realizada no local e os escombros já estão sendo retirados. A secretaria diz, ainda, que procedimentos administrativos serão realizados para apurar responsabilidades e que as aulas ocorrerão normalmente nesta segunda-feira (9).

Fonte: G1/CE

Duas crianças vítimas de ataque à creche em Janaúba recebem alta

Duas crianças que sobreviveram ao ataque a uma creche de Janaúba (MG) receberam alta médica neste domingo, 8. Os alunos Ludmila Cristine Ferreira Silva, de 6 anos, e Arthur Gabriel Soares, 4 anos, estavam internados desde quinta-feira (5) em hospitais de Montes Claros após sofrerem queimaduras provocadas por um vigia que trabalhava na creche Gente Inocente e que ateou fogo no local.
Ainda há 24 pessoas internadas em Janaúba, Montes Claros e Belo Horizonte.
Até o momento, foram registradas dez mortes, oito delas crianças. També morreram a professora Heley Abreu Batista, de 43 anos, que ajudou no resgate das crianças e o vigia que ateou fogo no local.
No fim da tarde, a Presidência da República anunciou que o presidente Michel Temer concedeu a Ordem Nacional do Mérito à professora Heley. A honraria será concedida em homenagem ao ato de heroísmo da professora, que não sobreviveu às queimaduras e morreu ao tentar salvar os alunos.

Tasso admite disputar Governo do Estado contra Camilo em 2018

Tasso pode disputar Governo do Estado pela quarta vez. (Foto: Aurélio Alves/Especial para O POVO)Eleito governador do Ceará em três oportunidades (1986, 1994 e 1998), o senador Tasso Jereissati (PSDB) admitiu a aliados, na última sexta-feira, 6, em reunião reservada, que pode mais uma vez disputar a eleição majoritária no ano que vem.
Descartada em outras oportunidades, a possibilidade do ex-governador concorrer pela quarta vez ao Executivo ocorre em meio à indecisão do senador Eunício Oliveira (PMDB) para o ano que vem.
Após movimentações de bastidores indicarem uma aproximação entre o peemedebista e o governador Camilo Santana (PT), a oposição acabou ficando acuada para a disputa contra o petista em 2018.
O encontro realizado no escritório do empresário, na Capital, reuniu diversos nomes da oposição, como os deputados federais Moses Rodrigues (PMDB), Genecias Noronha (SD), Domingos Neto (PSD) e Cabo Sabino (PR), além dos deputados estaduais Capitão Wagner (PR) e Carlos Matos (PSDB). O vice-prefeito de Maracanaú, Roberto Pessoa, também participou das conversas.
“Ele vinha mais resistente, mas agora já admite (a candidatura). Porque uma pessoa desse tamanho (político) não pode ficar sem ser candidato”, disse Genecias Noronha. Um “apelo” das lideranças para que ele desse uma “cota de sacrifício pelo Estado” acabou “sensibilizando” o senador, disse o deputado.
“(Tasso) é um nome capaz de tirar o Estado da situação caótica em que ele se encontra. Em nenhum momento ele rechaçou a possibilidade (de candidatura), ficou de analisar”, disse um dos pré-candidatos ao governo em 2018, Capitão Wagner (PR).
O POVO procurou a assessoria do senador Tasso Jereissati através do telefone celular e do WhatsApp, mas não houve retorno até o fechamento da página.


Oposição

O encontro, que envolveu os principais nomes da oposição no Estado, não teve a participação do senador Eunício Oliveira (PMDB), que estava em viagem oficial para a Rússia.
O senador ainda não se decidiu se vai sair na chapa do governador Camilo Santana (PT) ou pela oposição, que pode ser encabeçada por Tasso ou pelo deputado estadual Capitão Wagner (PR).
O POVO apurou que na reunião de sexta-feira, 6, o senador Tasso prometeu pressionar o presidente do Senado sobre definições para o ano que vem.
O objetivo do tucano é dar um prazo para Eunício Oliveira se decidir sobre quem vai apoiar para o Governo do Estado.

Fonte: O POVO

08 outubro 2017

Miss Popularidade Tacylla Serafim é destaque nas redes sociais

Eleita Miss Popularidade e Top 3 no Miss Baturité 2017, realizado na noite do último sábado (07), na AABB de Baturité, a modelo Tacylla Luzia Falcão Serafim de 20 anos, foi escolhida nas redes sociais através de enquete como MISS POPULARIDADE do concurso.
O concurso Miss e Mister Baturité, reuniu um expressivo público que acompanhou os desfiles.
Tacylla Falcão, tem 20 anos, ensino médio completo, natural de Baturité, conquistou a todos na noite de ontem. Com muito amor, carinho, garra, sorriso e humildade, a jovem modelo reuniu centenas de seguidores, além de uma forte campanha nas redes sociais, ao qual em duas enquetes a mesma se tornou Miss Popularidade.
Tacylla é exemplo de força de vontade, uma menina jovem, com um sonho que muitas têm, porém, a mesma sempre acreditou em si e no seu potencial. Elegante, bonita, olhar sereno, pele suave, ainda quase menina, ela é orgulho de sua cidade.

CURIOSIDADES DE TACYLLA

O que a fez querer se tornar uma Miss?
 “Eu sempre tive esse desejo. Ai quando me fizeram o convite para participar, vi que poderia realizá-lo”.
Quais são seus objetivos de vida?
“Atualmente, meus objetivos cursa uma faculdade e seguir a carreira que escolhi e dar um futuro melhor para minha família”.
Defina beleza?
 “Apesar de estar participando de um concurso de Miss, beleza para mim não é só um rosto e um corpo bonito. A beleza que mais importa está no interior de cada pessoa. Ser belo é ser simples, humilde e simpático”.

05 outubro 2017

Estudantes denunciam "curso fantasma" e reivindicam reembolso após seis meses sem aula

Procurar por especialização é o caminho de muitos estudantes que buscam qualificação para o mercado de trabalho. Nas áreas de Engenharia e Arquitetura não é diferente. Para alunos que se matricularam na empresa Desenvolvimento da Inteligência Humana (DIH), que vendia cursos de especialização nessas áreas, o investimento virou transtorno. Eles denunciam que estão há seis meses sem aula e que as tentativas de contato com a direção não foram atendidas.
É o caso do estudante de Engenharia Civil Marcelo Carvalho, de 24 anos. Ele afirma que optou pelo curso de "Custo e Orçamento de Obras" e foi incentivado pela empresa a contratar também o curso de "Gestão de Projetos com MS Project". O investimento total foi de R$ 800 pago à vista.
Ambos os cursos deveriam ter começado em fevereiro último, mas apenas o primeiro começou e com atraso de um mês. De acordo com Marcelo, apenas duas aulas foram realizadas. Alunos que compõem uma turma de seis pessoas informaram que as aulas posteriores foram canceladas por várias semanas. A suspensão era justificada por funcionários da DIH por motivos diversos como "falta de energia", "reforma", "manutenção" e até falta de professor.
"Eu tirei esse dinheiro do meu bolso e ficou pesado para mim. Imagino que seja difícil para outras pessoas que também se matricularam porque somos todos estudantes. Não houve compromisso da empresa", relata Marcelo. 
O jovem fez várias ligações para a diretora-executiva, Márcia Castelo Branco, desde o dia 18 de agosto deste ano, que foram gravadas por um celular. As gravações foram cedidas ao O POVO Online, mas não serão divulgadas para preservar as pessoas envolvidas no caso. 
No último dia 12, Marcelo conseguiu falar com a diretora-executiva da DIH, que deu o prazo de duas semanas para resolver a situação do estudante. Quando perguntada sobre a localização da empresa, ela desconversa e diz apenas que a escola está em fase de transição para ensino à distância. 
Márcia só retomou o contato com o estudante na última segunda-feira, 2, após a reportagem tentar contatá-la. Pelo WhatsApp, ela justificou ao aluno que a "reformulação" da empresa "dificultou a busca pelos arquivos". Ela afirma ainda que apenas presta serviço e que não teria autonomia para tomar decisões. Ao estudante, disse que a empresa deve "retomar as atividades no fim do ano". 
Marcelo Carvalho diz ter feito Boletim Eletrônico de Ocorrência contra a empresa na última segunda-feira. O POVO Online contatou a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), que ficou de responder nessa terça-feira, 3. 

"A empresa sumiu"

Nayara Almeida, uma das estudantes ouvidas, afirmou que já estudou na DIH anteriormente e não enfrentou problemas. "Na verdade, meu irmão passou por isso. Meus pais o matricularam em um curso que nunca aconteceu", conta. "Não chegamos a denunciar à Polícia porque tentamos negociar, mas enquanto estávamos sendo compreensivos, a empresa sumiu".
Pedro Holanda, de 22 anos, diz que chegou a ser avisado pela diretora que o curso de 20 horas/aula atrasaria por conta de feriados. "Depois disso não consegui falar com ela por um tempo. Foi a primeira vez que ela sumiu", relata. "Dois meses depois ela ligou falando de problemas familiares e que o responsável não conseguiria gerir a instituição. (Ela) me pediu para não ir atrás da devolução do dinheiro e que ofereceria complemento para as aulas". 
O estudante diz ainda que a gestora se recusou a enviar a oferta formalmente por escrito. Desde então, ele não conseguiu mais contatar a empresa.
Estudante de Engenharia Civil no Instituto Frederal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), Lívia Macêdo, de 24 anos, chegou a contatar um advogado sobre o caso, mas desistiu de levar à Justiça. "Fico chateada porque investi um valor e não tivemos aula. Senti o descaso da empresa", desabafa. Os estudantes que optaram por se matricular em apenas um curso pagaram R$ 450.

O que diz a direção

Procurada pelo O POVO Online, Márcia, que se identifica como administradora e  consultora de empresas, afirmou que "devido a questões internas, ficou acordado com os seis alunos" que o treinamento fosse adiado. "Percebemos que precisávamos de mais tempo e pedimos novamente um prazo para organizar as questões", afirma.
A gestora informou que decidiu aumentar a carga horária de 20 para 30 h/a, e que ao tentar remarcar as aulas, "a maioria dos alunos não poderia comparecer alegando que era época de prova". Ainda de acordo com ela, a empresa sugeriu que os contratantes retornassem o contato para remarcar as aulas ou trocar de curso.
"Nos comprometemos a dar outro treinamento que esteja ocorrendo independente do valor, dando o direito de ser transferido para terceiros", diz a diretora-executiva. "A empresa desde o mês passado está passando por um processo de regularização e mudança de endereço. A previsão para o término da estrutura é para o fim deste ano".


CCJ aprova demissão de servidor por 'insuficiência de desempenho'

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) aprovou nesta quarta-feira, 4, regras para a demissão de servidor público estável por "insuficiência de desempenho", aplicáveis a todos os Poderes, nos níveis federal, estadual e municipal. A regulamentação tem por base o substitutivo apresentado pelo relator, senador Lasier Martins (PSD-RS), a projeto de lei (PLS 116/2017 – Complementar) da senadora Maria do Carmo Alves (DEM-SE). A matéria ainda passará por três comissões, a começar pela Comissão de Assuntos Sociais (CAS).
Debate de quase duas horas antecedeu a votação, encerrada com nove votos favoráveis à proposta e quatro contrários. Pelo texto, o desempenho funcional dos servidores deverá ser apurado anualmente por uma comissão avaliadora e levar em conta, entre outros fatores, a produtividade e a qualidade do serviço. Deve ser garantido o direito ao contraditório e à ampla defesa.
No texto de Maria do Carmo, a responsabilidade pela avaliação de desempenho seria do chefe imediato de cada servidor. A justificar sua opção por transferir a tarefa a uma comissão, Lasier Martins afirmou que nem sempre o chefe imediato é um servidor estável, mas sim um comissionado sem vínculo efetivo com a administração pública.
O relator disse que também pesou na sua decisão temores de entidades representativas dos servidores, expostas em debate na CCJ. Para as entidades, não seria razoável deixar exclusivamente a cargo da chefia imediata uma avaliação que levar à exoneração de servidor estável. Segundo ele, foi citado o risco de uma decisão de tamanha gravidade ser determinada “por simpatias ou antipatias no ambiente de trabalho”.
Quanto à periodicidade das avaliações, Maria do Carmo havia sugerido elas ocorressem a cada seis meses. Ao justificar a opção por processos com periodicidade anual, Lasier afirmou que seis meses seria um intervalo de tempo “muito curto” para a realização das avaliações, gerando carga de atividades que nem todos órgãos públicos estariam aptos a cumprir com a necessária eficiência.Fatores de avaliação
De acordo com o substitutivo, a apuração do desempenho do funcionalismo deverá ser feita entre 1º de maio de um ano e 30 de abril do ano seguinte. Produtividade e qualidade serão os fatores avaliativos fixos, associados a outros cinco fatores variáveis, escolhidos em função das principais atividades exercidas pelo servidor no período. Estão listados, entre outros, “inovação, responsabilidade, capacidade de iniciativa, foco no usuário/cidadão”.
A ideia é que os fatores de avaliação fixos contribuam com até metade da nota final apurada. Os fatores variáveis deverão corresponder, cada um, a até 10% da nota. A depender da nota final, dentro de faixa de zero a dez, o desempenho funcional será conceituado dentro da seguinte escala: superação (S), igual ou superior a oito pontos; atendimento (A), igual ou superior a cinco e inferior a oito pontos; atendimento parcial (P), igual ou superior a três pontos e inferior a cinco pontos; não atendimento (N), inferior a três pontos.DemissãoA possibilidade de demissão estará configurada, segundo o substitutivo, quando o servidor público estável obtiver conceito N (não atendimento) nas duas últimas avaliações ou não alcançar o conceito P (atendimento parcial) na média tirada nas cinco últimas avaliações. Quem discordar do conceito atribuído ao seu desempenho funcional poderá pedir reconsideração ao setor de recurso humanos dentro de dez dias de sua divulgação. A resposta terá de ser dada no mesmo prazo.
Também caberá recurso da decisão que negar, total ou parcialmente, o pedido de reconsideração. Mas essa a possibilidade só será aberta ao servidor que tiver recebido conceito P ou N. O órgão de recursos humanos terá 15 dias, prorrogáveis por igual período, para decidir sobre o recurso.
Esgotadas todas essas etapas, o servidor estável ameaçado de demissão ainda terá prazo de 15 dias para apresentar suas alegações finais à autoridade máxima da instituição onde trabalha. O substitutivo deixa claro também que a insuficiência de desempenho relacionada a problemas de saúde e psicossociais poderá dar causa à demissão, mas apenas se a falta de colaboração do servidor no cumprimento das ações de melhoria de seu desempenho não decorrer exclusivamente dessas circunstâncias.Carreiras de Estado
O texto de Maria do Carmo estabelecia um processo de avaliação de desempenho diferente para servidores de carreiras exclusivas de Estado, como policiais, procuradores de órgãos de representação judicial, defensores públicos e auditores tributários. Essas categorias poderiam recorrer à autoridade máxima de controle de seu órgão caso houvesse indeferimento total ou parcial de recurso contra o resultado da avaliação. A exoneração por insuficiência de desempenho também dependeria de processo administrativo disciplinar específico.
Lasier Martins mudou a proposta com a justificativa de que poderia haver inconstitucionalidade na medida. Na reformulação desse dispositivo, ficou estipulado que a exoneração por insuficiência de desempenho de servidores vinculados a atividades exclusivas de Estado dependerá de processo administrativo específico, conduzido segundo os ritos do processo administrativo disciplinar.
Emendas - Onze emendas foram apresentadas ao projeto, mas Lasier acatou apenas duas, apresentadas pelo senador Humberto Costa (PT-PE), de modo parcial. Uma delas garante prioridade aos servidores avaliados com insuficiência de desempenho nos programas de capacitação e treinamento dos respectivos órgãos. A emenda também livraria o servidor nesta condição de ser penalizado com o conceito “P” (atendimento parcial) ou “N” (não atendimento) nas próximas avaliações caso seu órgão não fornecesse a reciclagem exigida. Esse parte da emenda, porém, não foi aproveitada.
Lasier aproveitou o ponto referente à necessidade de os órgãos priorizarem a oferta de programas de capacitação e treinamento aos servidores com insuficiência de desempenho. Entretanto, considerou “descabido” o bloqueio das avaliações posteriores de quem está nessa faixa, na hipótese de a reciclagem não ter sido ofertada.
A segunda emenda se refere ao processo de desligamento dos servidores que exercem atividades exclusivas de Estado. Nesse caso, ele adotou a proposta para que a exoneração por insuficiência de desempenho dependerá de processo administrativo específico, além de sugestão para deixar claro, como queria Humberto Costa, que a decisão final nesse caso competirá à autoridade máxima da instituição.
A base das alterações sugeridas por Humberto Costa foi o parecer do senador Romero Jucá (PMDB-RR) a projeto de lei da Câmara (PLC 43/1999- Complementar), de autoria do Executivo, que também disciplinava a perda de cargo público por insuficiência de desempenho do servidor estável. Esse projeto foi arquivado em 2007, sem que a Câmara dos Deputados se manifestasse sobre o substitutivo oferecido por Jucá e aprovado pelo Senado.
Eficiência - Ao defender sua proposta, Maria do Carmo disse que seu objetivo não é prejudicar os "servidores públicos dedicados", “que honram cotidianamente os vencimentos que percebem e são imprescindíveis para o cumprimento das atribuições estatais”. Disse ser necessário levar em conta que, quando não há a perda do cargo de um agente público negligente, sérias consequências derivam dessa omissão.
“A sociedade se sente lesada, porquanto desembolsa pesados tributos para o correto funcionamento da máquina pública que, por sua vez, não lhe retorna o investimento em bens e serviços. Além disso, a mensagem passada aos servidores responsáveis e que prestam bem o seu papel é de que não vale a pena o esforço, pois aquele funcionário que não trabalha e sobrecarrega os demais jamais será punido”, argumentou.
Lasier concordou com Maria do Carmo sobre a necessidade “premente” de regulamentação do processo de avaliação de desempenho do servidor público. Apesar de enxergar a estabilidade não só como um direito, mas também como uma garantia de que a atividade estatal será exercida com maior impessoalidade e profissionalismo, o relator na CCJ observou que esse instituto “não pode ser uma franquia para a adoção de posturas negligentes ou desidiosas pelo servidor”.
Rejeição - Durante a discussão, o senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) apresentou voto em separado pela rejeição. Justificou que sua divergência não se fundamentava na “defesa cega” de supostos privilégios dos servidores, esse um discurso de defensores do Estado mínimo e do desmonte das políticas públicas. Segundo ele, a proposta ainda motiva dúvidas tanto técnicas quando a respeito de seus objetivos.
— Há dúvidas razoáveis sobre seus fins políticos reais, direcionados, em alguma medida, a favorecer um expurgo arbitrário do serviço público, com vistas à redução do tamanho do Estado, numa perspectiva econômica ortodoxa, arcaica e, sobretudo, autoritária — sustentou.
Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), que pediu verificação de presença na votação, disse que o momento não é próprio, nem a forma do projeto serve para abrir um debate tão importante. Para ela, há o risco de se cometer inúmeras injustiças com os servidores. Lamentou que nove emendas suas tenham sido rejeitadas e a apontou hipótese de vício constitucional no projeto, pois iniciativas referentes a carreiras de servidores caberiam apenas ao Executivo.
"Meritocracia" - A senadora Ana Amélia (PP-RS) disse não associar o projeto com o fim da estabilidade, mas, sim, como defesa da “meritocracia”. Outros senadores, como Eduardo Braga (PMDB-AM), mesmo defendendo a proposta, disse que ainda há necessidade de aprimoramento, que podem ser feitos nas próximas comissões que analisarão a matéria.
O senador Armando Monteiro (PTB-PE) concordou com a tese de Braga de que o desempenho do servidor muitas vezes é prejudicado pela falta de condições de trabalho, mas disse que isso não é motivo que que não se façam avaliações de desempenho.
— É possível identificar às vezes, em precaríssimas condições materiais, servidores que se superam em meio a essas limitações e dão belos exemplos cotidianamente do seu compromisso e, verdadeiramente, daquilo que eles internalizam como sendo a sua missão — afirmou Monteiro.
A senadora Simone Tebet (PMDB-MS) votou a favor, mas também apontou a possibilidade de vício de constitucionalidade. No caso de leis complementares, que se aplicam a todos os poderes e entes federativos, ela afirmou que só é possível legislar em relação a normas gerais, e não específicas, como faz o projeto. A senadora chegou a defender o adiamento da votação para que o assunto fosse melhor estudado, mas observou que ajustes podem ainda ser feitos nas demais comissões.

Ficha Limpa atinge condenados antes de 2010, decide STF

Por 6 a 5, os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiram, nesta quarta-feira, 4, que a aplicação da inelegibilidade de políticos com base na Lei da Ficha Limpa vale para condenados antes de 2010, ano em que o texto foi aprovado e sancionado.
Os magistrados negaram recurso de um vereador de Nova Soure (BA) que foi condenado, nos autos de representação eleitoral, por abuso de poder econômico e compra de votos por fatos ocorridos em 2004, e ficou inelegível por três anos.
Nas eleições de 2008, concorreu e foi eleito para mais um mandato na Câmara de Vereadores de Nova Soure. No entanto, ao tentar disputar em 2012, seu registro foi indeferido porque a Lei da Ficha Limpa aumentou de três para oito anos o prazo de inelegibilidade.
Antes de 2010, a legislação vigente previa que políticos condenados perdessem os direitos por três anos. Com a Lei da Ficha Limpa, o prazo foi aumentado para oito anos.

TCE Ceará realiza monitoramento mensal de portais da transparência dos 184 municípios

Divulgada pelo Tribunal de Contas do Estado do Ceará a relação das Prefeituras e Câmaras municipais em situação irregular com a Lei da Transparência (Lei Complementar nº 131/2009). A Corte de Contas verificou que os portais de transparência de 11 prefeituras e 53 câmaras municipais estão em desacordo com a norma. A análise refere-se ao monitoramento realizado no mês de setembro. A descrição sobre cada município, dividido entre poder Executivo e Legislativo, está disponível no Portal institucional do TCE Ceará. 
O descumprimento dos prazos previstos impede, até que a situação seja regularizada, que o ente da Federação receba transferências voluntárias e contrate operações de crédito, exceto as destinadas ao refinanciamento do principal atualizado da dívida mobiliária.
No monitoramento realizado verifica-se o cumprimento de três indicadores: Gestão Fiscal (GF), Padrão Mínimo de Qualidade (PMQ) e Tempo Real (TR), os quais se baseiam na legislação. Em data não divulgada e aleatória, são visitados mensalmente os portais de transparência municipais para examinar o cumprimento dos indicadores.
O indicador GF contempla a divulgação em meios eletrônicos de acesso público dos planos, orçamentos e leis de diretrizes orçamentárias; as prestações de contas e o respectivo parecer prévio; do Relatório Resumido da Execução Orçamentária (RREO) e do Relatório de Gestão Fiscal (RGF). Nos portais do poder executivo municipal, constatou que 96,2% publicaram todos os documentos. Entre os portais do legislativo a divulgação foi menor, de 78,2%.
Com relação ao PMQ, todos os 368 portais apresentaram situação regular. Este índice diz respeito a requisitos das informações a serem disponibilizadas. Além de serem dados confiáveis, devem estar consolidados, e possibilitar o compartilhamento ou armazenamento pelos usuários.
Acerca do TR, verificou-se que portais de cinco prefeituras e 22 câmaras não divulgaram as informações conforme prazo estabelecido de 24 horas, a partir do registro contábil, para que as administrações disponibilizem informações das receitas e despesas públicas. 
Ofício com a relação das prefeituras em situação irregular será encaminhado pelo presidente do TCE Ceará, conselheiro Edilberto Pontes, ao Governador do Estado. Cópias serão enviadas à Controladoria-Geral do Estado e à Secretaria da Fazenda para conhecimento.

Fonte: TCE

03 outubro 2017

TSE anula acórdão que cassou mãe de Wesley Safadão em Aracoiaba

O ministro Herman Benjamin, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), decidiu anular acórdão do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) que cassou o diploma de Antônio Cláudio Pinheiro (PSDB) e Maria Valmira de Oliveira (PSDB), prefeito e vice-prefeita de Aracoiaba. Valmira, conhecida como Dona Bill, é mãe do cantor de forró Wesley Safadão.
Na decisão, Benjamin declarou nula a sessão do TRE que cassou, em janeiro deste ano, o diploma dos gestores. O julgamento, que manteve condenação dos réus pela 1ª instância por abuso de poder político e econômico, ocorreu sem a presença de todos os magistrados do Tribunal – ferindo quórum regimental.
Sem chegar a julgar o mérito da condenação em si, Benjamin ordenou que o TRE realize novo julgamento do caso, desta vez com a presença de todos os membros da Corte.  O “esvaziamento” da sessão de janeiro ocorreu porque o juiz Cássio Felipe Goes Pacheco se absteve de votar, alegando não ter acompanhado relatório e debates do julgamento.

Abuso de poder

Segundo o Ministério Público Federal, o prefeito e a vice-prefeita teriam praticado abuso de poder econômico em caso envolvendo doação de três ambulâncias à Prefeitura. A doação teria sido feita através de uma série de empresas, mas foi anunciada no Município – com direito a eventos e carros de som – como proveniente de recursos próprios de Dona Bill.
Na época, a desembargadora Nailde Pinheiro, relatora do caso no TRE-CE e hoje presidente da Corte, atestou real abuso de poder político e econômico no caso. “Houve sim o abuso com o aval do prefeito, com o objetivo de captar votos de eleitores, como restou comprovado, sem sombra de dúvidas, o inegável desequilíbrio decorrente dessa perniciosa ação”, disse.
A defesa dos gestores rejeita qualquer irregularidade. Segundo ela, doação não teve qualquer conotação eleitoral, sem qualquer menção a candidaturas ou números de legenda, sendo apenas uma ação “formal e regular” da Prefeitura.

Fonte: O POVO

25 setembro 2017

Servidores de Ipaumirim param atividades; prefeitura diz que pagamento será realizado 'se houver uma boa surpresa'

Ofício enviado pela Secretaria de Administração de Ipaumirim a servidores paralisados (Foto: Arquivo Pessoal)
Servidores públicos de Ipaumirim, município no Centro-Sul do Ceará, paralisaram as atividades desde o início desta semana, em protesto pelo atraso dos salários de agosto. Nesta quarta-feira (20), eles acamparam e dormiram na prefeitura do município. Em resposta à paralisação, a Secretaria Municipal de Administração de Ipaumirim enviou ofício afirmando que “se houver uma boa surpresa”, o pagamento integral dos profissionais será realizado.
De acordo com a servidora da saúde do município, Geísa Maria de Sousa, os salários do mês de agosto da maioria dos servidores da Educação, Saúde, Agricultura, e outras áreas, todos concursados efetivos, está atrasado. A administração do município justifica a situação alegando que o recurso enviado pelo Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) não é suficiente para garantir os vencimentos.
Em comunicado oficial, assinado pela titular da Secretaria de Administração, Jucieuma Gouveia Correia, ela afirma que não é possível garantir o pagamento de todos os servidores, já que “o recurso que entrará no dia 29/09/2017 é inferior à dívida total referente aos pagamentos”. “Lembramos que no dia 30 ainda há o compromisso com os 50% restantes das férias dos professores, o que sobrecarrega ainda mais a dívida do município. Assim, se houver uma boa surpresa, vindo recursos além de nossas expectativas, pagaremos de forma integral a todos que ainda não receberam”, diz o ofício.
Em nota enviada ao G1, a prefeitura disse que está tomando ''todas a providências para regularizar os pagamentos dos servidores dos quais já foram pagos aproximadamente 50% da Folha, assim como 50% do terço de férias dos professores em que está previsto o restante do pagamento para o próximo dia 30 ( sobre o terço de férias dos professores, 60% foi parcelado em 2 vezes e os 40% restantes da educação já foram pagos de forma integral)". A adminstração diz ainda que a atual gestão sofre muito com a crise financeira que atinge o país e que precisou arcar com os débitos da gestão passada.

Fonte: G1 CE

Universidade Estadual do Ceará inscreve para vestibular de cursos à distância

Universidade Estadual do Ceará seleciona para cursos de graduação à distância.  (Foto: Divulgação/Uece)A Universidade Estadual do Ceará (Uece) mantém abertas até o dia 8 de outubro as inscrições para o vestibular de cursos que serão ministrados à distância.
Os candidatos podem pleitear vagas nos cursos de licenciatura em ciências biológicas, computação, educação física, física, geografia, história, matemática e química. Todos os cursos são na modalidade à distância, promovidos pela Uece em convênio com a Universidade Aberta do Brasil (UAB).
Ao todo, são ofertadas 920 vagas distribuídas entre as oito graduações. Os cursos acontecem em 13 municípios-polo, sendo eles Beberibe, Brejo Santo, Camocim, Caucaia, Fortaleza, Itapipoca, Jaguaribe, Maracanaú, Mauriti, Meruoca, Orós, Quixeramobim e São Gonçalo do Amarante.
A prova acontece no dia 29 de outubro e será realizada nos respectivos municípios onde funcionarão os cursos. As inscrições podem ser feitas por meio do site da Comissão Executiva do Vestibular (Cev) da Uece.
Os cursos são todos gratuitos e os encontros presenciais acontecem, preferencialmente, nas noites de sexta-feira e aos sábados.

Fonte: G1 CE

Como no hino, Fortaleza é abraçado pela leal torcida em chegada após acesso

Fortaleza, torcida, carreata (Foto: Juscelino Filho)O Fortaleza foi abraçado. Como há oito anos não era. Como bem diz o hino do Leão, foi o abraço mais sincero que a leal massa azul, vermelha e branca poderia dar ao Tricolor de Aço. Uma multidão a se perder de vista. Milhares de vozes entoando em uníssono o hino tricolor. Ou a famosa música de Cassiano. Ou simplesmente fazendo barulho e estando lá. Marcando presença. Porque o importante era fazer a festa! Afinal, oito anos depois, está liberado comemorar sem hora para voltar para casa.
Não havia sol que os impedisse de estar lá. Não havia impedimento nenhum pra desmotivar os milhares de torcedores. Os lugares à sombra eram escassos, mas pouco importava. Logo na entrada do portão por onde sairia o caminhão do corpo de bombeiros levando o elenco, uma multidão em azul, vermelho e branco. Que não se calava em momento algum.
Na saída do caminhão, o sincero abraço. A massa cercou o plantel tricolor, e a festa seguiu firme até o estacionamento da Arena Castelão. O percurso foi vibrante e forte. Ao elenco combativo e aguerrido não se esperava menos. A festa pode até ter hora para acabar, mas a comemoração vai até 2018. Pode celebrar, torcedor! Como se amanhã já fosse segunda. E é.
Se liga só na quantidade de gente no aeroporto! (Foto: Juscelino Filho)

Torcida do Fortaleza vai em grande número ao aeroporto receber o time (Foto: Juscelino Filho)

Caminhão do Corpo de Bombeiros leva elenco tricolor para festa no Castelão (Foto: Juscelino Filho)

Fonte: G1 CE

21 setembro 2017

Homem estrangula mulher e se mata dois dias depois no CE; enteado de 7 anos estava na casa

Crime ocorreu em imóvel na Rua Água da Prata, no Bairro Sapiranga, em Fortaleza (Foto: Reprodução/TV Verdes Mares)A polícia investiga o caso de um homicídio seguido de suicídio ocorrido no Bairro Sapiranga, em Fortaleza. De acordo com as informações repassadas pela Secretaria de Segurança Pública e Cidadania (SSPDS), o homem de 31 anos estrangulou a companheira, de 36 anos, no domingo (18) e se matou por enforcamento na terça-feira (19).
Os corpos foram encontrados no fim da tarde desta quarta-feira (20) após o choro de um menino que estava na casa despertar a atenção dos vizinhos, que viram o corpo do marido na varanda e acionaram a polícia. A criança de sete anos - enteado do suspeito e filho da mulher assassinada -, estava dentro do imóvel, na Rua Água da Prata, no momento do crime.
A criança foi encaminhada para uma unidade de saúde pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e será acompanhada pelo Conselho Tutelar.

Fonte: G1 CE

Polícia prende quadrilha que tentou resgatar 'Alemão' de presídio no Ceará

Alemão, mentor do furto ao Banco Central (Foto: TV Verdes Mares/Reprodução)Uma quadrilha envolvida em roubos de cargas e ataques a bancos foi desarticulada pela polícia. Cinco pessoas foram presas. Os presos, segundo a polícia, fazem parte da quadrilha que tentou restagar Antônio Jussivan, o “Alemão”, que planejou e executou o furto milionário ao Banco Central, de um presídio na Grande Fortaleza.
O grupo criminoso, que financiava suas ações ilícitas com dinheiro oriundo de assaltos, foi preso na noite de terça-feira (19).
Os trabalhos de investigação desenvolvidos pela Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e Cargas (DRFVC) no sentido de elucidar casos de roubo de cargas no Ceará levaram os agentes de segurança ao paradeiro de um homem de 31 anos, que possuía dois mandados de prisão preventiva em aberto por roubo a banco e responde por homicídio doloso, roubo e porte ilegal de arma de fogo, e outro homem de 30 anos, que responde a uma contravenção penal.

Ataques contra bancos

Eles são apontados pela polícia como cabeças do grupo criminoso e, de acordo com os levantamentos policiais, se preparavam para cometer um delito contra um banco situado no município de Arneiroz, Sertão Central do Estado e também planejavam o duplo homicídio de dois desafetos, em Morada Nova. Eles e outras três pessoas foram capturados na operação policial, realizada na noite de ontem (19).
O primeiro a ser capturado foi um rapaz de 20 anos, que não possuía antecedentes criminais. Ele foi interceptado nas proximidades da comunidade conhecida como “Rosalina”, em Fortaleza, portando um revólver calibre 38. Dando continuidade às investigações, os policiais prenderam o restante do grupo. Dois homens e duas mulheres ambas sem antecedentes criminais. Eles foram localizados em um apartamento que fica no Icaraí, em Caucaia, Região Metropolitana de Fortaleza. Ao todo, com os infratores, os agentes de segurança apreenderam dois carros roubados e com emplacamento clonado, um revólver, quatro pistolas cal. ponto 40 (sendo uma pertencente à Polícia Militar de São Paulo), dois coletes balísticos, um artefato explosivo (que seria usado contra o banco) e munições de fuzil AK-47.

Resgate de Alemão

De acordo com o delegado Fernando Cavalcante, titular da DRFVC, os presos são suspeitos de cometerem roubos a banco e a carro-forte, além de subtraírem veículos e de serem suspeitos de ocorrências de homicídio. Eles também são suspeitos de envolvimento na tentativa de resgate do detento Francisco Jussivan Alves dos Santos, o “Alemão”, da Penitenciária Francisco Hélio Viana de Araújo, que fica em Pacatuba, no dia 8 de agosto deste ano. No celular de um deles, os policiais encontraram mensagens sobre o plano, que foi frustrado pela Polícia Militar, à época, e fotos de fuzis.
Um dos automóveis encontrados com eles foi roubado no Rio Grande do Norte. Um dos suspeitos presos ainda tentou enganar os policiais, apresentando identidade falsa, mas logo a farsa foi descoberta. Um quinto integrante do grupo, um homem de 24 anos, que responde por tráfico de drogas, homicídio e crime contra a administração pública, foi preso no último dia 12.

Roubo de cargas

O grupo criminoso, que financiava suas ações ilícitas com dinheiro oriundo de assaltos, foi desarticulado na noite de terça-feira (19). (Foto: SSPDS/Divulgação)
O delegado Fernando também explica que a quadrilha é suspeita de roubos de cargas de frango vivo, leite e eletrodoméstico, “utilizando o dinheiro advindo do crime para financiar outros delitos, comprar armas e subsidiar outros comparsas”, detalha. Os trabalhos investigativos sobre eles são realizados há três meses e, as apurações em relação ao envolvimento deles em ocorrências contra instituições financeiras serão continuados pela Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), responsável por apurar casos desta natureza.
Os levantamentos policiais indicam que as mulheres davam apoio logístico ao bando, enquanto os homens executavam as ações. Todos foram encaminhados a DRFVC e autuados em flagrante por associação criminosa, receptação qualificada, porte ilegal de arma de fogo de uso restrito, posse ilegal de arma de fogo e munição de uso restrito e na Lei das Organizações Criminosas. A DRFVC também segue com as investigações.

Fonte: G1 CE