Buscar

16 dezembro 2016

Vice-prefeito de Mulungu renuncia

O vice-prefeito de Mulungu (CE), José Vieira da Silva Netto, anunciou sua renúncia na manhã desta sexta-feira (16), em sua página oficial no Facebook. Ele citou que o governo municipal está esfacelado, vive uma situação lamentável e não quer ser responsabilizado em uma futura auditoria.

CONFIRA A NOTA NA ÍNTEGRA

Para quem não mim conhece meu nome José Vieira da Silva Netto, sou filho de Antonio Barbosa Vieira agricultor e hoje esta como vereador e Maria Ana Celia dos Santos Vieira agricultora, uma família de quatro irmãos qual tenho grande orgulho de fazer parte, venho de uma comunidade pobre onde principal fonte de renda é a agricultura, sai de casa muito novo em busca de melhoras, começando a trabalha cedo com 15 anos, tendo com uma base familiar de gente honesta e que nunca precisou derrubar ninguém pra chegar ate este momento de minha vida.
Hoje sou casado a 13 anos pai de linda menina, onde tento passar tudo que aprendi de meu pai para forma também uma cidadã, estou no ultimo semestre em bacharelado administração Pública na UNILAB, tenho empresas no ramo de calçados, empresas essas conquistado a base de muito suor e coragem e nunca precisei tirar gota do suor de ninguém ou agir de má fé para o próximo para montar esse pequeno patrimônio, tenho uma vida política dentro da mesma conduto onde passei quatro anos ajudando o município da maneira que meus recursos permitiam, onde fiz uma parceria com vereador Antonio Neto disponibilizando viagens a fortaleza com consultas, exames, cestas básicas e etc, falo isso não com soberba mais para dizer que essa cidade teve sim vice prefeito e amigo. Aos que mim conhece sabe do meu caráter e conduta durante esses quatros anos, hoje encerro minha vida politica de cabeça erguida e com a certeza de que 617 votos do vereador Antonio Neto que foi reeleito serão bem representados.
Segue abaixo minha decisão.
Em razão do ofício de nº 889/2016 oriundo do Poder Judiciário da Comarca de Mulungu/CE. Referente ao processo de nº 3987-41.2016.8.06.0131/0 – Ação Civil de Improbidade Administrativa que determinou o afastamento cautelar do Sr. Francisco Sávio Bezerra Uchoa do cargo de Prefeito do Município de Mulungu venho apresentar a seguinte manifestação.
De acordo com os ditames da legislação municipal, na qualidade de Vice-Prefeito estou me recusando a assumir a Prefeitura de Mulungu, condição que implica na perda do cargo em caráter irreversível e irrevogável.
No tocante a motivação que levou a minha renuncia imperioso mencionarmos:
01. A folha de pagamento ultrapassando os limites estabelecidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal LRF (73,27%), onde o Máximo permitido é de (54%).
02. Endividamento municipal junto a COELCE, CAGECE e TELEMAR;
03. Descumprimento do parcelamento de dívida junto ao INSS;
04. A receita corrente liquida não é suficiente para o pagamento da despesa corrente liquida;
05. Ausência de controle de gasto com combustível, etc.
Ante os motivos supracitados não me resta outra alternativa senão renunciar ao cargo de Vice-Prefeito. Assim, a reponsabilidade por assumir o cargo de Prefeito Municipal passa a ser do Presidente da Câmara em exercício, inclusive por força do artigo 83 da Lei Orgânica do Município de Mulungu.
Com votos de respeito e consideração e agradecimento aos amigos que desde o principio através de ligações e mensagens de apoio vem mim dando forças e coragem para seguir em frente.
Um abraço a todos, e que Deus abençoe ao próximo gestor para que ele tenha sabedoria para administrar Mulungu, trazendo esperança a essa gente acolhedora e trabalhadora que são os mulunguenses.
Mulungu – Ceará, 16 de dezembro de 2016.

JOSÉ VIEIRA DA SILVA NETTO

Cena de sexo de Bruna Marquezine volta a movimentar a internet

Bruna Marquezine voltou a ocupar os Trending Topics do Twitter por suas cenas picantes em "Nada Será Como Antes" (Globo). No capítulo desta semana, a atriz apareceu com os seios de fora em uma sequência de sexo.
Além da nudez, o fim trágico de sua personagem, a cantora Beatriz, chocou o público. Alerta spoiler: ela levou um tiro de Davi (Jesuíta Barbosa), que não suportou a ideia de perdê-la e, por ciúme, a matou. 
A atriz retuitou as postagens de duas seguidoras que se mostraram surpresas com o destino da personagem. "Cara essa cena final da Bruna Marquezine e Jesuíta revirou meu estômago. Tô chocada. Pensei que o final dela fosse outro. Ela sofreu tanto", disse uma delas.

Vida real

Apesar de estar mantendo a discrição sobre ter voltado ou não a namorar Neymar, Bruna Marquezine comentou recentemente antigos relacionamentos. 
Em entrevista ao canal de YouTube do apresentador Matheus Mazzafera, a atriz admitiu já ter se arrependido de ter ficado com alguém. Não revelou, no entanto, com que foi o encontro que não deu certo nem quando ocorreu. 
Em outro momento curioso do papo, ela afirmou que nunca ficou com ninguém durante um Carnaval. 
"Já ficou com dois no mesmo dia?", perguntou Mazzafera. 
"Não", respondeu a atriz. 
"Nem no Carnaval?", questionou o apresentador. 
"Não. Acho que eu nem fiquei com alguém no Carnaval", completou Marquezine. 

Fonte: DN

Facebook lança plano para combater notícias falsas

Imagem relacionadaO Facebook lançou uma plano para combater as notícias falsas que circulam pela rede social nesta quinta-feira (15). A notícia vem na sequência de várias acusações de que a disseminação das chamadas "fake news" interferiram no resultado das eleições norte-americanas.
A rede de Mark Zuckerberg irá limitar a difusão de notícias duvidosas através de marcações dos próprios usuários, os quais terão a opção de informar o site caso considerem que a notícia não seja verdadeira.
Ao mesmo tempo, o Facebook terá o auxílio de um software que individualizará as "fake news" para serem verificadas por jornalistas. As notícias falsas aparecerão, então, com um símbolo de "contestada após verificação de terceiros".
O sistema do site ainda modificará seu algoritmo para evitar que esse tipo de matéria se espalhe rapidamente entre os usuários e ainda questionará o internauta se ele tem certeza que quer ler a informação completa.
Na operação de de "fact checking", estão jornalistas de empresas como a "ABC News", "Politifact", "FactCheck" e "Snopes". Para ser considerada falsa, uma notícia terá que ser contestada por dois membros diferentes do grupo de analistas.

Ferroviário volta à primeira divisão do Cearense, e Guarany é rebaixado

Federação Cearense de Futebol, FCF (Foto: Juscelino Filho)O Ferroviário está na primeira divisão do Campeonato Cearense de 2017 e o Guarany de Sobral está rebaixado à segunda divisão no próximo estadual. O anúncio foi realizado na tarde desta quinta-feira (15), na Federação Cearense de Futebol (FCF). O clube sobralense deixou de apresentar documentação referente ao "Fair Play financeiro" que comprova regularidade fiscal. Com isso, o Tubarão da Barra que havia caído em 2014 para a Segundona, volta para a Série A do Cearense.
- O parecer é pelo descenso do Guarany de Sobral e acesso do Ferroviário. O Guarany foi rebaixado porque não cumpriu as normas exigidas pela Legislação Federal, pela Federação Cearense de Futebol e pelo Regulamento Geral das Competições, tanto o específico quanto o geral, da Série A. Não saiu a certidão fiscal (CND) positiva com efeito negativa. Só saiu dois dias depois, num momento, inclusive, em que o parecer já tinha sido elaborado e foi entregue aqui a Federação no final do expediente - explicou o diretor jurídico da FCF, Eugênio Vasques. 
Eugênio comentou ainda que todos os clubes da Série A, menos o Guarasol, apresentaram documentação no prazo. Também equipes das Série B e C do Campeonato Cearense tiveram a documentação apresentada. Assim, pela falta das certidões regularidade fiscal, o Cacique do Vale está fora da elite do Campeonato Cearense. 
Eugênio Vasques, Jurídico, FCF (Foto: Crisneive Silveira)- O e-mail corporativo recebeu dia 12 apenas comprovantes de pagamento, não mandaram a certidão. O Guarany não apresentou a documentação de forma alguma. Faltou o que é da exigência da lei de responsabilidade fiscal do futebol, o chamado "Fairplay financeiro", faltou apenas um documento, a certidão de regularidade fiscal. Ele foi apresentado apenas dia 14. Tivemos critério e muita observância pelo que foi enviado pelo Guarany e demais clubes. A Federação não tem interesse em rebaixar ninguém. A Federação não tem culpa pela desorganização e pelos problemas que passam por ali que não vêm de hoje - explicou Vasques.
Eugênio Vasques explica ainda que o "Fair Play financeiro" é algo diferente do Profut (Programa de Modernização da Gestão e de Responsabilidade Fiscal do Futebol Brasileiro).
- Profut é optativo. O que é exigido é o Fair Play financeiro (regularidade fiscal). São os documentos do Artigo 10 da Lei do Estatudo do Torcedor que foi alterado em 2015 pela lei que criou o Profut. O Profut é uma opção do clube. Não é uma opção do clube não apresentar os documentos. O clube que quiser participar de qualquer competição nacional tem que participar do Fair Play financeiro. O Profut é uma opção, é mais amplo. Mas os documentos, independente se o  clube está no profut ou não, precisam ser apresentados - explicou o diretor jurídico da Federação Cearense de Futebol.

Reviravolta: Ferroviário na Série A

Emanuel Lima, Ferroviário, Conselheiro (Foto: Crisneive Silveira)
Após dois anos, o Ferroviário volta a elite do futebol cearense. A equipe foi rebaixada em 2014, jogou a Segundona em 2015 e sonhava com o acesso em 2016. No entanto, amargou um terceiro lugar no estadual entre indas e vindas judiciais. Com o rebaixamento do Guarany de Sobral, o clube (que entregou toda a documentação necessária) ganhou o direito de subir de divisão, como próximo da lista na vaga de acesso.
- O Ferroviário já começou o trabalho de formação da equipe para a Série A. Mas a gente precisava dessa confirmação. Graças a Deus a justiça foi feita. Além dos trâmites legais, o Ferroviário é merecedor pelo que ele fez esse ano, uma belíssima campanha. As adversidades que o futebol cearense teve nos prejudicaram, mas isso é passado. Hoje a gente tá com o olhar para frente. Graças a Deus foi feita a justiça e o trabalho começou na montagem da equipe - disse Emanuel Garcia, secretário do conselho deliberativo do Ferroviário.
O Campeonato Cearense terá início em um mês. Em 15 de janeiro, Fortaleza, atual campeão, Ceará, Uniclinic, Guarani de Juazeiro, Alto Santo, Tiradentes, Maranguape, Itapipoca, Horizonte e Ferroviário começam a briga pelo título.

Fonte: GE

Ceará recebe 111 novos profissionais do 'Mais Médicos' em 69 municípios

Hospital Nossa Senhora das Graças reuniu o 50 transplantados de fígado com os médicos para comemorar a vida (Foto: Divulgação/ Hospital Nossa Senhora das Graças)O Ceará vai receber 111 profissionais para a reposição no programa Mais Médicos, que serão encaminhados para 69 municípios do estado. Até o fim de dezembro, 1.380 profissionais chegarão aos municípios para repor vagas do Programa em todo o país.
O anúncio foi feito, nesta quinta-feira (15), em Brasília (DF), pelo ministro da Saúde, Ricardo Barros, durante o encontro com um grupo de médicos, da cooperação com a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), que seguiu hoje para municípios do Nordeste.
Dos 1.380, mais de 500 profissionais estão em deslocamento nesta quinta-feira (15) para os municípios, onde atuarão nos próximos três anos e entre eles estão 89 dos 111 profissionais que ficarão no Ceará. Os demais serão encaminhados até o dia 21 dezembro. Antes de iniciar as atividades, os médicos participam de acolhimento e regularizam a documentação em Brasília (DF). Ao todo, os profissionais de Cuba vão repor vagas em 1.040 cidades.

Fonte: G1

Justiça afasta prefeitos e secretários de Martinópole e Mulungu, no Ceará

Imagem relacionada
A Justiça afastou nesta quinta-feira (15) o prefeito das cidades de Martinópole e Mulungu por suspeitas de superfaturamento e fraude em licitação. As decisões que afastaram os dois gestores foi determinada na segunda-feira (12) e divulgadas nesta quinta-feira (15). As duas decisões têm como base relatórios do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) que constataram as fraudes.
Em Mulungu, o prefeito Francisco Sávio Bezerra Uchoa e 11 secretários foram afastados temporariamente por "diversos" atos de improbidade administrativa: falta de gestão documental, dilapidação do patrimônio público, endividamento do município em desacordo com as regras da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), falta de controle das despesas públicas, diminuição ou ausência de serviços públicos essenciais (saúde e coleta de lixo).
A Justiça determinou também o bloqueio de 60% das verbas oriundas do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e do Imposto de Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) até o limite do valor da folha de pagamento, somente até que sejam pagas as despesas de pessoal.
“A inspeção realizada pelo TCM na administração pública de Mulungu desnudou graves irregularidades administrativas em todo o âmbito do Poder Executivo local. Tais condições, evidenciam que o Município caminha para a insolvência, não possuindo os recursos necessários para saldar suas obrigações financeiras perante fornecedores, concessionários de serviço público como Coelce, Cagece e Telemar e, principalmente, em relação a manutenção dos pagamentos dos servidores públicos municipais e da contribuição patronal perante o INSS”, argumentou o magistrado.

Fraude em Martinópole

Em Martinópole, "foram demonstradas diversas ilegalidades constatadas no município", entre elas irregularidades no fornecimento de combustível e superfaturamento de obras de reformas nas escolas do município.
Segundo o Ministério Público, Prefeitura de Martinópole estavam sendo abastecidos em dinheiro no posto de combustível Lopes Comércio de Combustível Ltda. EIRELE-EPP, sem qualquer procedimento licitatório ou forma de controle. A comissão de fiscalização do TCM com o MPCE, que esteve no local em novembro, averiguou que os veículos próprios e os locados são abastecidos com recursos municipais, a exemplo do automóvel que fica à disposição do prefeito.
Também houve irregularidades na contratação de empresa especializada para execução dos serviços de reforma de escolas. A empresa declarada vencedora de uma licitação com a proposta de R$ 518.701,77 para reforma de cinco escolas. A comissão de fiscalização constatou que, apesar do Município ter efetuado o pagamento integral do contrato, alguns serviços não tinham sido executados.
Procurado pelo G1, a prefeitura da cidade afirmaram que os servidores ligados ao prefeito afastado foram exonerados e os atuais não podem se manifestar em nome dele. Atualmente a cidade tem como gestor o vice-prefeito eleito, Jessé (PR).

Fonte: G1

Prefeita, vice-prefeito e vereadores eleitos em Aratuba são diplomados

A justiça eleitoral da 105ª zona, realizou nesta quarta-feira (14) a cerimônia de diplomação da prefeita, vice-prefeito e vereadores eleitos no pleito municipal 2016, em Aratuba. O evento aconteceu no auditório do Fórum de Capistrano.
Foram diplomados nove vereadores, suplentes, a prefeita eleita, Maria Auxiliadora Lima Batista (PR), e o vice-prefeito Carlos Alberto Menezes (PSD), que receberam o documento oficial. Os candidatos eleitos para quatro anos de mandato vão ocupar os cargos de prefeita, vice-prefeito e vereadores da câmara municipal.
De acordo com o TRE, a diplomação é o ato pelo qual a Justiça Eleitoral atesta que o candidato foi efetivamente eleito pelo povo e, por isso, está apto a tomar posse no cargo. A cerimônia acontece depois de terminado o pleito, apurados os votos e passado o prazo de questionamento da validade das candidaturas.
Em seu discurso de diplomação, a prefeita eleita afirmou que vai trabalhar de forma intensiva para cuidar de cada aratubense como uma mãe cuida de seus filhos. “Eu divido este diploma com todos vocês e garanto que no meu governo não haverá espaço para a corrupção”, finalizou.
"A cidade de Aratuba terá uma prefeita e um vice-prefeito atuante que vão lutar para resolver os problemas que atingem nosso município. Vamos manter uma relação sadia e com compromisso junto com os vereadores em favor do nosso povo", comentou Furinga.