Buscar

17 novembro 2016

Uece abre inscrições para cursos de língua estrangeira

A Diretoria do Centro de Humanidades e a Coordenação do Núcleo de Línguas Estrangeiras Itaperi da Universidade Estadual do Ceará (Uece) anunciam edital para o teste de admissão dos cursos de inglês, Espanhol, Francês, Italiano, Japonês, Alemão e Latim para o Semestre 2017.1. As incrições vão até o dia 30 de novembro.

Os interessados devem se inscrever no site preenchendo o formulário. A taxa de inscrição é de R$ 45. Para participar do teste de seleção é necessário o candidato já ter concluído o ensino fundamental.

Serão ofertadas 925 vagas, sendo 475 para o curso de inglês, 100 para o de espanhol, 100 para o de francês, 50 para o de italiano, 100 para o de japonês, 50 para o de alemão e 50 para o de latim.

A prova de admissão será aplicada no próximo dia 7 de janeiro. O Teste de Admissão será  uma prova em nível de Ensino Fundamental II, de Língua Portuguesa e Atualidades, abrangendo Conhecimentos da Língua (Gramaticais e Ortográficos), Leitura e Compreensão de Textos com 20 (vinte) questões – 15 de Português e 05 de Atualidades.

Além da prova de admissão, também será realizado um teste de nível para os estudante que quiserem ingressar no curso de inglês sem precisar começar do ínicio. A avaliação ocorrerá no próximo dia 14 de janeiro.

Todos os cursos têm duração de seis semestres, três anos.
 
Inglês Teens

Também foi publicado o edital do curso de inglês teens, o curso de inglês voltado a pré-adolescentes de 12 e 13 anos. Diferente das demais modalidades, nesta os interessados não precisam realizar prova de admissão, basta realizar a inscrição até o dia 30 de novembro. Os alunos desta modalidade estão insetos da taxa de R$ 45. Após o ato de inscrição, os responsáveis dos estudantes devem fazer a matrícula no período de 5 a 9 de dezembro. O inglês teens também tem duração de seis semestres.
 
Português

O núcleo de línguas da Uece também realizará no mesmo dia, com o mesmo prazo de inscrição também, o teste de admissão para o curso de Português. Serão ofertadas 140 vagas para o curso. Diferentemente dos cursos de língua estrangeira, o curso tem duração de 4 a 5 semestes. Confira o edital.
 
Investimento

Os aprovados nos testes de admissão e os matriculados na modalidade inglês teen pagarão uma taxa de R$ 100 pela matrícula. Além da matrícula, o estudante também pagará R$ 200 pelo semestre, valor que pode ser divido em quatro parcelas de R$ 50. Os estudantes que optarem por pagar todos os valores à vista no ato da matrícula terão um desconto de R$ 50. Desta forma, o semestre completo mais a taxa de matrícula será no valor de R$ 250.

O material utilizado em todas as modalidades será um livro que o aluno deve pagar à parte. Os valores dos materiais ainda não foram divulgados pela instituição
 
Serviço
 
 
 
 
 
Maiores informações ligue 3101-9673
 
Redação O Povo Online

Estudantes de escolas públicas serão beneficiados com recursos de R$ 111,65 milhões

Resultado de imagem para EstudantesCerca de 20 milhões de alunos do ensino fundamental e 6,8 milhões do ensino médio serão beneficiados com recursos de R$ 111,65 milhões repassado ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), órgão do Ministério da Educação (MEC), para o Programa Nacional do Livro Didático (PNLD).
 De acordo com o ministro da Educação, Mendonça Filho, os recursos serão aplicados no pagamento de 144,76 milhões de livros e obras literárias, adquiridos através do programa e que serão distribuídos a escolas públicas de ensino fundamental e médio em 2017.
Estudantes e escolas de zonas urbanas receberão 137 milhões, a maior parte dos exemplares. As demais unidades (7,4 milhões) foram adquiridas para entrega nas zonas rurais e atender a 2,5 milhões de estudantes.
Com informações do MEC.

'Inaceitável', afirma Temer sobre invasão da Câmara

PlenarioBrasília - O presidente Michel Temer condenou nesta quarta-feira, 16, a invasão do plenário da Câmara por manifestantes. Segundo ele, ações como esta são “inaceitáveis”.
"Episódios como o de hoje são inaceitáveis e serão combatidos à luz da lei, em defesa da garantia de integridade de cada uma das instituições de Estado", afirmou em pronunciamento lido pelo porta-voz da Presidência, Alexande Parola.
Cerca de 50 manifestantes invadiram durante a tarde o plenário da Câmara dos Deputados defendendo o fim da corrupção, dos supersalários e intervenção militar no País. Houve tumulto, a sessão foi suspensa e o local fechado. "Em uma democracia, o valor a ser preservado é o do respeito à livre expressão e da busca de apoio pelo convencimento e pela argumentação", disse Temer.
A invasão do plenário da Câmara dos Deputados, nesta quarta-feira, deixou o governo em estado de alerta e apreensivo com os desdobramentos do episódio. Desde o feriado, o Gabinete de Segurança Institucional (GSI) foi informado de que manifestantes de grupos favoráveis à intervenção militar prometiam fazer arruaça em Brasília. Por precaução, a pista de ligação entre os palácios do Jaburu, residência atual do presidente Michel Temer, e do Alvorada foi fechada.
O acesso só foi liberado para receber os convidados de Temer para um jantar com senadores da base aliada, também nesta quarta-feira, no Alvorada. Mesmo assim, uma das pistas ficou bloqueada porque, na avenida presidencial, estudantes protestavam contra a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que limita os gastos públicos e a reforma do ensino médio.
O presidente também mostrou preocupação com o aumento dos protestos de servidores contra o pacote de ajuste proposto pelo governo do Rio, que terminaram em confronto com a Polícia Militar, diante da Assembleia Legislativa.
Embora no caso da invasão da Câmara o governo avalie que os atos foram organizados pela extrema direita, há no Palácio do Planalto o receio de que o clima de insatisfação acabe alimentando a volta de manifestações de rua contra Temer. Além disso, não se sabe como o mercado vai reagir à onda de protestos, que pode criar instabilidade no País no momento em que o governo tenta atrair investimentos.
Outro foco de inquietação no Planalto está nas universidades ocupadas. Grupos ameaçam tirar à força de lá os estudantes que são contra a reforma do ensino médio e a PEC do Teto. 
Para o líder do governo no Senado, Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP), a invasão do plenário da Câmara é o ápice de um processo que precisa ser detido. “Há universidades invadidas, há interrupção de ruas, avenidas e estradas e, agora, isso na Câmara. É um escárnio, um absurdo”, disse o senador. “Esse comportamento não se sustenta diante da ordem democrática.”
Fonte: ESTADÃO

Colisão entre caminhão e ambulância deixa três mortos em Quixelô

Um grave acidente entre um caminhão e uma ambulância, no distrito de Mulungu, no município de Quixelô, deixou três mortos com corpos carbonizados. Todos os óbitos registrados foram de passageiros que estavam na ambulância, pertencente a Prefeitura de Jucás. 
Apesar de os dois veículos terem  cado destruídos pelo fogo, o motorista do caminhão não sofreu ferimentos graves e passa bem. Este veículo estava carregado de colchões.
O fogo foi contido por uma guarnição da 1ª Sessão de Bombeiros, localizada em Iguatu, liderada pelo subtenente Lamonier César Fernandes.
De acordo com o motorista do caminhão Baú, de placas, HVU – 7136, inscrição de Fortaleza, Pablo Vasconcelos Borba, 39 anos, a ambulância que seguia no sentido Quixelô–Solonópole invadiu a pista contrária e ocorreu a colisão frontal. “Tentei desviar, mas foi muito rápido e acredito que as vítimas morreram na batida”, contou. “Em seguida, os dois carros começaram a pegar fogo”. 
Com informações de Honório Barbosa 

Fonte: DN

Suspeito de matar delegado é preso

Um dos suspeitos de participar do assalto que vitimou fatalmente o delegado da Polícia Civil Audizio Santiago foi preso, na tarde de quarta-feira, 16, no bairro Barra do Ceará. A apreensão foi realizada por equipes da Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas (DCTD) e da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco).
As investigações sobre o caso são realizadas pela DCTD, Draco e Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), onde o suspeito foi levado. A Polícia Civil continua as buscas para capturar a mulher que é apontada com cúmplice do crime e para localizar a arma utilizada.
O homem suspeito como autor da morte do delegado já havia sido preso quando era adolescente entre os anos de 2012 e 2014. Três vezes por roubo, um por tentativa de assalto, uma vez por tráfico de entorpecentes e outra por uso de drogas.

TCM FISCALIZA BEBERIBE, ITAREMA E PACAJUS

img_1942
Os municípios de Beberibe, Itarema e Pacajus estão sendo fiscalizados de hoje (16) até sexta-feira (18) pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM). A ação faz parte da operação especial do período de transição de governo.
Três equipes, que totalizam 22 servidores, especialistas nas áreas de Gestão, Pessoal e Engenharia, devem verificar questões que envolvem a continuidade de serviços públicos, endividamento, gastos com pessoal e com serviços de terceiros e contratações em período eleitoral.
A exemplo das fiscalizações já ocorridas, permanecerão sendo analisados os procedimentos adotados pelas administrações para assegurar a continuidade serviços públicos, cumprimento das leis e normas sobre responsabilidade fiscal, transição de governo, proteção do patrimônio, dentre outros aspectos.
Fonte: TCM CE

Renan marca votação de lei de abuso de autoridade

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), acelerou nesta quarta-feira, 16, a tramitação do projeto que modifica a lei de abuso de autoridade. De acordo com calendário negociado em reunião de líderes da Casa, a proposta será votada diretamente em plenário no dia 6 de dezembro.
O texto é de 2009 e foi desengavetado por Renan em meados de julho como resposta à autorização de uma ação de busca e apreensão nas dependências do Senado. A proposta prevê diferentes punições a ações policiais a e do Ministério Público.
Entidades ligadas ao Judiciário e ao Ministério Público acreditam que o projeto é uma ameaça à Operação Lava Jato, que tem o presidente do Senado como um dos investigados.
A estratégia de levar a proposta diretamente ao plenário da Casa foi tomada não apenas para acelerar a apreciação do projeto, mas também porque havia dúvidas sobre a aprovação na comissão especial. No colegiado, a maioria dos senadores é contrária ao texto e já evitaram sua votação em outra ocasião.
A ideia inicial era que o projeto fosse aprovado antes do recesso de julho, mas o plano de Renan esbarrou na resistência de muitos senadores, que acreditavam que, independentemente do mérito, não era adequado votar a proposta em meio a uma operação do porte da Lava Jato.
Na primeira reunião da comissão, os senadores contrários à proposta se uniram para impedir a votação do relatório apresentado por Romero Jucá (PMDB-RR). Eles conseguiram aprovar um pedido de vista e atrasar ainda mais a votação.
Líderes da base, incluindo o próprio líder do governo, Aloysio Nunes (PSDB-SP), se posicionaram contrariamente à votação do projeto. A bancada do PSDB, principal partido da base depois do PMDB, também se posiciona contra a proposta.
Para justificar a retirada da matéria da comissão e também se respaldar para a aprovação do projeto, Renan anunciou ainda duas sessões de debates. Já confirmaram presença o juiz Sérgio Moro, o ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes e o presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Claudio Lamachia.
Renan também tem minimizado o fato de muitos convidados já terem se posicionado contrariamente ao texto, como Moro. “Eu não acredito que ninguém em nenhum debate venha para o Congresso defender abuso de autoridade. A democracia é incompatível com abuso de autoridade”, afirmou o presidente do Senado, que defende a legalidade da proposta.
Requião
Renan também confirmou a indicação do senador Roberto Requião (PMDB-PR) para a relatoria da proposta. O senador é um dos poucos que defende abertamente a proposta. “O Requião tem todas as condições para relatar matérias complexas como essas. Ele, sem dúvida nenhuma vai prestar uma grande contribuição do ponto de vista da coragem, da seriedade, da isenção”, disse Renan.
Antes, ele havia criticado a falta de coragem de alguns de relatar o projeto. Jucá, relator anterior, abandonou a matéria alegando que irá assumir a liderança do governo.
As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.
Fonte: Ceará Agora

Novela continua: Justiça afasta Celso Crisóstomo da prefeitura de Canindé

A quarta-feira começou movimentada na cidade de Canindé. Pela manhã cerca de 300 agricultores ocuparam o prédio da Prefeitura Municipal após tomarem conhecimento que o Município não irá receber o seguro safra neste mês de novembro. 
Já por volta do meio dia a população foi pega de surpresa com a notícia que mais uma vez a Justiça da Comarca local determinou o afastamento do Prefeito Celso Crisóstomo por 60 dias. A decisão foi tomada para atender solicitação do Ministério Público do Estado do Ceará (MPE-CE), com base no relatório das fiscalizações do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) e da PROCAP (Procuradoria de Justiça dos Crimes contra a Administração Pública), realizadas nos dias 24, 25, 26 e 27 de outubro.
O relatório acusa o prefeito de improbidade administrativa. Os promotores Diego Barroso Medeiros Pinheiro Larissa Teixeira Salgado acusam também o secretário de finanças Arlindo Andrade. Entre as denúncias estão o não repasse de recursos de empréstimos consignados para as agências bancarias, obstrução durante a fiscalização do TCM, atraso dos repasses do IPMC, equipamentos não localizados no patrimônio, sucateamento dos veículos, vários medicamentos fora do prazo de validade, inúmeras irregularidade nos processos licitatórios, entre outras denúncias.
A decisão da 2ª Vara da Comarca de Canindé, atende um pedido de Medida Cautelar (liminar) impetrada pelo Ministério Público e tem data do dia 14 de Novembro.
O afastamento veio quando faltava apenas um mês e 15 dias para conclusão do mandato de prefeito, haja vista que Celso Crisóstomo não foi reeleito e concluiria sua gestão no dia 31 de Dezembro de 2016.
Durante seu governo, Crisóstomo enfrentou diversos afastamentos. Entre eles, uma cassação pela Câmara em 2015. Ele, no entanto, conseguiu anular os processos na Justiça e retornar ao cargo em outubro do ano passado. Com o novo afastamento o vice-prefeito Paulo Justa, assume o cargo de prefeito.
Fonte: Ceará Agora

Ex-governador Sérgio Cabral é preso no Rio

sergiocabralO ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, foi preso na Operação Calicute, ligada à Lava Jato, na manhã desta quinta-feira, no Leblon, zona sul da capital fluminense. Mais cedo, a PF (Polícia Federal) esteve no prédio do político. A ordem de prisão partiu do juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal do Rio de Janeiro.
Ele é suspeito de liderar um grupo que desviou cerca de R$ 225 milhões em contratos com diversas empreiteiras, sendo que R$ 30 milhões são referentes a obras tocadas pela Andrade Gutierrez e a Carioca Engenharia.
Segundo a PF, havia fortes indícios de cartelização de grandes obras executadas com recursos federais mediante o pagamento de propinas a agentes estatais, incluindo o ex-governador.

Agricultores de seis municípios cearenses são beneficiados com Garantia-Safra 2015/2016

Agricultores de seis municípios cearenses são beneficiados com Garantia-Safra 2015/2016Mais de 62 mil agricultores de 60 municípios do estado do Ceará, Minas Gerais e Pernambuco estão autorizados a receber o pagamento do Garantia-Safra. O seguro, referente à safra 2015/2016, será destinado para aqueles agricultores que aderiram ao programa e que tiveram perdas de, no mínimo, 50% da produção, devido à estiagem.
O pagamento do benefício, no valor de R$ 850 (dividido em cinco parcelas de R$170), é feito pelo Governo Federal, após os procedimentos de verificação de perdas, de responsabilidade da Sead. O Garantia-Safra é direcionado a agricultores que vivem na região Nordeste, do norte do estado de Minas Gerais, Vale do Mucuri, Vale do Jequitinhonha e norte do estado do Espírito Santo – área de atuação da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene).

Os recursos para pagamento aos agricultores são do Fundo Garantia-Safra, formado por contribuições do agricultor, do município, do estado e da União. As culturas cobertas são: feijão, arroz, mandioca, algodão, milho e/ou culturas definidas pelo Fundo Garantia-Safra.

Municípios contemplados:

No Ceará: Alto Santo, Aquiraz, Barro, Campos Sales, Itaitinga e Sobral.

Em Minas Gerais: Águas Vermelhas, Bocaiúva, Bonito de Minas, Capitão Enéas, Caraí, Cristália, Divisópolis, Francisco Dumont, Icaraí de Minas, Indaiabira, Itacambira, José Gonçalves de Minas, Josenópolis, Ladainha, Miravânia, Novo Cruzeiro, Padre Carvalho, São Romão, Senador Modestino Gonçalves, Vargem Grande do Rio Pardo e Veredinha.

Em Pernambuco: Araripina, Belém de São Francisco, Carnaubeira da Penha, Cedro, Flores, Floresta, Granito, Iguaraci, Ingazeira, Ipubi, Jatobá, Mirandiba, Moreilândia, Ouricuri, Parnamirim, Salgueiro, Santa Cruz, Santa Maria da Boa Vista, São José do Belmonte, Sertânia, Tabira, Tacaratu, Trindade, Triunfo, Tuparetama, Agrestina, Belo Jardim, Caruaru, Garanhuns, Jucati, Jupi, Paranatama e São Bento do Uma.

Fonte: Assessoria de imprensa do Ministério de Desemvolvimento Social
Fonte: CN7