Buscar

28 maio 2016

Jovem depõe e diz ser autor do vídeo de adolescente vítima de estupro coletivo no Rio

Raí de Souza, de 22 anos - que não entregava-se à lista de suspeitos, apresentou-se à Polícia Civil e afirmou ser o responsável pela gravação e divulgação, na internet, das imagens da adolescente que denunciou ter sido vítima de estupro coletivo no Rio de Janeiro (RJ).
"A versão dele aponta que ele  lmou. E que quando ele comenta que 'trinta passaram aqui', estava fazendo referência a um funk", disse o delegado Alessandro Thiers,da Delegacia de Repressão a Crimes de Informática (DRCI), ao portal G1, que apura o caso. 
O jovem ainda assumiu ter tido relações sexuais com ela, a rmou o delegado. Na última sexta, policiais foram até a casa para realizar períciia, que segundo o delegado é denominado como "abatedouro" [lugar usado para sexo], no Morro do Barão, na Zona Oeste do Rio.
Raí de Souza chegou acenando para os fotógrafos e sorrindo. Seu advogado, Claúdio Lúcio, negou que tenha ocorrido estupro. Raí compareceu à Polícia juntamente com o jogador de futebol Lucas Perdomo Duarte Santos, 20, que a adolescente afirma à polícia ser seu namorado e com quem teria saído na noite anterior ao ocorrido. 

Fonte: DN
 

Temer pode tirar 10,5 mi de famílias do Bolsa Família, diz fundação do PT

A Fundação Perseu Abramo, centro de estudos ligado ao PT, apresentou um estudo sobre os possíveis impactos das políticas sociais do governo do presidente interino Michel Temer (PMDB) no programa Bolsa Família, vitrine das gestões petistas.
Conduzido pelo presidente da fundação, o economista Marcio Pochmann, o estudo, divulgado na terça-feira (24), afirma que 10,5 milhões de famílias serão excluídas do Bolsa Família caso Temer leve adiante as propostas do programa "Travessia Social - Uma ponte para o futuro". 
"O Programa Bolsa Família, reconhecido e premiado nacional e internacionalmente, está atualmente sob o ataque mais pesado. Mesmo sendo responsável por manter próximo de 36 milhões de pessoas distantes da linha de pobreza e ter acumulado 3,1 milhões de famílias que se desvincularam voluntariamente do programa, constata-se que se o Plano Temer vier a ser implementado, a sua regressão será consolidada", diz o estudo. 
O documento da Perseu Abramo cita os trechos do programa elaborado pela fundação do PMDB, a Ulysses Guimarães, em que está destacado que a política social do governo Temer será focalizada nos 5% mais pobres da população brasileira. 
"Neste caso, segundo as informações oficiais do IBGE e disponibilizadas pela Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) de 2014, o contingente dos 5% mais pobres seria 3,4 milhões de famílias, equivalendo a cerca de 12,2 milhões", a￿＀rma o documento. 
Segundo o estudo apresentado por Pochmann, em abril deste ano, 13,9 milhões de famílias eram atendidas pelo Bolsa Família, "o que equivalia a cobertura de 97,3% dos pobres estimados pelas informações do IBGE 2014"
"Com a implementação possível do Plano Temer de atender 5% das famílias mais pobres (3.377.857 segundo a Pnad 2014), a cobertura média nacional da pobreza cairia para somente 23,7%"
De acordo com os dados da Perseu Abramo, com 39,3 milhões de pessoas deixariam de ser atendidas pelo programa. As famílias pobres das regiões Norte e Centro-Oeste deverão ser as mais afetadas. 
Pochmann afirma que, caso o política de Temer prospere, haverá "impactos na pobreza, na violência e na educação", mas pouco mudará o panorama econômico. "Hoje o país gasta cerca de 0,46% do PIB com o Bolsa Família. O que é custo baixo se comparar com outros países."

Fonte: DN 

BARBÁRIE II - Pai é preso por abusar de suas quatro filhas

Um homem foi preso na última quarta-feira (25) suspeito de abusar sexualmente de suas quatro  lhas. O crime aconteceu em Gravataí, na Grande Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. Segundo a Polícia Civil, as meninas têm entre 2 e 7 anos de idade. O homem, de 31 anos, tem antecedentes criminais por lesão. 
Uma perícia realizada na menina de 7 anos comprovou que ela foi estuprada. A polícia ainda aguarda o resultado dos exames das irmãs. Segundo investigações da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher de Gravataí, o pai das meninas mantinha relações sexuais com a filha. 
Um parente das crianças, em depoimento à polícia, disse que já suspeitava dos abusos pelo menos há dois anos e havia alertado a mãe das meninas, que ignorou o fato. A denúncia chegou ao conhecimento da polícia na semana passada, durante evento da Semana de Combate à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Diretoras e professoras da escola onde elas estudam confirmaram que já suspeitavam do caso.
As meninas foram retiradas de casa por policiais e promotores da Infância e Juventude. O homem foi levado ao Presídio Central da capital. 

Fonte: DN 

BARBÁRIE I - Jovem de 17 anos é violentada por 5 no Piauí

Foto Reprodução
Uma jovem de 17 anos foi drogada e estuprada por cinco homens no município de Bom Jesus, a 635 km ao sul de Teresina, na sexta-feira da semana passada. A vítima foi encontrada seminua e amordaçada com a própria roupa em uma construção no centro da cidade. O crime foi praticado por um jovem de 18 anos e quatro adolescentes, com idades entre 15 e 17 anos, que foram apreendidos. Ontem, o juiz de Bom Jesus, Heliomar Rios Ferreira, determinou a soltura dos quatro jovens. 
A garota foi socorrida e levada para o Hospital Regional de Bom Jesus, onde foi feito exame de corpo de delito. A vítima chegou a ficar em coma induzido durante a recuperação. 
Em depoimento à polícia, os adolescentes negam participação no estupro e confirmam que o jovem de 18 anos manteve relações sexuais com a menor. O rapaz de 18 anos confessou que teve relações sexuais, mas negou o uso de violência. Ele continua preso. 
De acordo com o delegado Aldely Fonteneli, o laudo pericial confirmou que houve estupro, mas falta a comprovação do envolvimento dos adolescentes. A polícia fez coleta de material genético e o resultado dos exames deve demorar um mês. 
A promotora Gabriela Almeida Santana disse que se surpreendeu com a normalidade com que os menores encararam o abuso praticado contra a jovem. “Como eles estão na mesma cela, a impressão é que eles combinaram depoimentos. Nenhum dos quatro esboçou arrependimento. Eles negam participação e se mostraram muito tranquilos, falam a mesma versão com riqueza de detalhes. Não acredito na versão”, disse.
Ela havia pedido a transferência dos quatro menores para o Centro de Internação Provisória, em Teresina. Eles estariam sofrendo ameaças. O juiz negou e determinou a soltura.
Há um ano, quatro adolescentes sofreram um estupro coletivo em Castelo do Piauí, 194 km ao norte de Teresina. As vítimas, que tinham entre 15 e 17 anos, foram espancadas, apedrejadas, estupradas, amarradas e jogadas de um penhasco de oito metros de altura. Uma delas, Danielly Rodrigues Feitosa, de 17 anos, morreu.

Fonte: DN