Buscar

27 maio 2016

Jovem vítima de estupro coletivo diz em rede social que “não dói o útero e sim a alma”

A jovem de 16 anos vítima de um estupro coletivo no Rio de Janeiro usou as redes sociais para fazer um desabafo e agradecer o apoio que vem recebendo. “Todas podemos um dia passa e por isso .. Não, não doi o útero e sim a alma por existirem pessoas cruéis sendo impunes !! Obrigada ao apoio (sic)”, escreveu a adolescente em sua página no Facebook.
Antes, ainda na noite da quinta-feira (26), ela já havia agradecido a solidariedade recebida e revelou que temia ser mal vista pelo episódio. “Venho comunicar que roubaram meu telefone e obrigada pelo apoio de todos. Realmente pensei que seria julgada mal”, disse. Segundo ela, 33 homens portando armas participaram do crime.
Quatro deles já tiveram o pedido de prisão feito pela Polícia. São eles Lucas Perdomo Duarte Santos (20 anos), com quem a jovem mantinha um relacionamento; Marcelo Miranda da Cruz Correa (18 anos); Michel Brazil da Silva (20 anos); e Raphael Assis Duarte Belo (41). A família da vítima diz que Lucas, a quem a adolescente conheceu na escola, teria premeditado o crime. 

Fonte: DN 

PALMÁCIA - Homem é encontrado morto com cadeado na boca

PALMÁCIA - Um homem foi encontrado morto dentro de sacos plásticos às margens da Rodovia CE- 065, próximo a localidade de Novo Basílio, em Palmácia, Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), na manhã desta sexta-feira (27). De acordo com a Polícia, ele estava com um cadeado preso aos lábios e ferimentos pelo corpo.
Segundo o perito Antoniel Silva, da Perícia Forense do Ceará (Pefoce), a vítima era do sexo masculino, com idade aproximada de 30 anos, apresentou diversas lesões feitas por faca e nos lábios havia um cadeado. A perícia constatou também que o homem foi projetado sob a cerca, ou seja, jogado à margem da estrada e trazido da Serra de Maranguape. O perito estipulou que o homem tenha sido morto de de seis a oito horas antes da descoberta do corpo.
Conforme a Polícia, os moradores da região reconheceram o corpo como sendo de um vizinho, identificado apenas como Raimundo. Os mesmos informaram que ele mora sozinho e estava sumido há dois dias. O homem possuía mais de 20 tatuagens por todo o corpo. 
Sobre o cadeado nos lábios de Raimundo, a Polícia e Perícia disseram que a finalidade dos autores do crime deve ser a de causar comoção e intimidar outras pessoas para o fato de não delatar criminosos à Polícia.
Fonte: DN