Buscar

30 março 2016

Câmara de Vereadores empossa Cristiane Braga como prefeita de Baturité

Prefeita Cristiane BragaAconteceu na tarde desta quarta-feira (30), a posse da prefeita Cristiane Braga como prefeita de Baturité. Após sessão que afastou o agora ex-prefeito João Bosco Saraiva. A sessão extraordinária estava marcada inicialmente para as 10:00 da manhã no auditório da Câmara Municipal de Baturité, acontece que o ex-prefeito novamente, repetindo suas manobras de esconde-esconde, não foi encontrado pelo funcionário da Câmara de Baturité. Várias as tentativas em vão se sucederam. O vereador e presidente da CEI chegou a certo momento, anunciar na plenária que o ex-prefeito fora encontrado em sua própria casa, trancado. Mas quando o funcionário se dirigiu para entregar a notificação o mesmo não mas se encontrava no local.
As horas foram se passando e nada de encontrar o ex-prefeito. Como o município não pode esperar, os membros da CEI e a presidente da Câmara de vereadores a Irmã Edileuza juntamente com  o advogado da casa, pensando no bem comum, elaboraram um documento e protocolaram no Fórum de Baturité para que se pudesse dar posse a prefeita.
A abertura da sessão de posse se iniciou por volta de 13:30 iniciada pela presidente da casa. Logo em seguida da cerimonia de posse a agora prefeita empossada Cristiane Braga fez seu discurso. Em sua fala procurou passar tranquilidade, para os funcionários no que tange os pagamentos de seus salários, que não iria inventar nada, mais que faria uma gestão responsável respeitando os princípios básicos da boa administração.
IMG_1338“As pessoas não precisam se preocupar, até porque eu não sou amadora, eu tenho preparo para estar aqui, eu fui amadurecendo no carboreto da política. A cada desafio é mais um pouco de maturidade que a gente vai adquerido, então não temam não fiquem ansiosos, o momento é de esperança, o momento é boas expectativas. Eu estou aqui com essas palavras, tentando tranquilizar vocês, tentando transmitir essa esperança de que dias melhores virão. Eu não quero aqui fazer promessas mirabolantes, eu não sei o que eu vou encontrar ali, eu não sei como eu vou encontrar essa prefeitura. Eu não quero mentir pra vocês, sempre trabalhei olhando no olho e dizendo a verdade, mais uma coisa eu posso garantir pra vocês e pra esse monte de gente como testemunha, eu não quero ferir nenhum de vocês, eu não quero magoar e decepcionar nenhum de vocês. Eu quero chegar no dia 31 de dezembro de 2016 com o mesmo comportamento que eu assumi quando eu sai da prefeitura no dia 10 de junho de 2015. Indo para a missa, andando nos restaurantes, conversando com amigos na praça, entrando em uma padaria, em uma farmácia, ligando pra vocês, assumindo um comportamento normal. Eu sou uma cidadã de Baturité, respiro o mesmo ar que vocês respiram. então quando chegar o dia 31, eu quero assumir esta mesma postura”. Disse a prefeita. ” E peço a vocês, ajuda e oração porque eu quero trabalhar pra vocês pois eu quero servir ao povo de Baturité. Muita gente diz que noves meses é muito pouco, e eu respondo, em nove meses da pra fazer um menino, gerar um filho e da a luz a uma criança, o tempo sendo usado com sabedoria é possível sim, e volto a dizer minha missão e servir o povo de Baturité”. Concluiu a prefeita.
IMG_1349Outro momento importante a relatar, foi o discurso do vereador e presidente da CEI Nilton Guedes, em sua fala relatou momentos pitorescos das investigações, como por exemplo que notificaram o ex-prefeito seis vezes, que os advogados do investigado nunca foi encontrado, sempre quem assinava o recebimento dos documentos era o porteiro do prédio dos advogados. No final de sua fala o vereador se emocionou dizendo que esta seria sua ultima CPI que ele participaria, pois é muito trabalhosa. Disse que durante as investigações passou até mesmo por um procedimento cirúrgico, mas não abandonou as investigações dada a  grande importância desse trabalho para o município. Neste momento o vereador muito emocionado chora.
Câmara de VereadoresOutro discurso forte foi proferido pelo vereador Marcelo Cardoso, onde mostrou a seriedade das investigações e a certeza de seu voto a favor da cassação do prefeito. Seguindo as falas de Irmã Edileusa onde desmentiu o argumento do ex-prefeito ao amedrontar os funcionários com o atraso dos mesmos.
Passado este momento a prefeita Cristiane Braga segue para o palácio entre rios para tomar posse. Sempre muito aplaudida pelos cidadãos presentes
Desejamos sorte a prefeita Cristiane Braga que suas palavras sejam verdadeiramente aplicadas, nossa cidade merece.

Texto: Claudio Ramos/ Fotos Arystony Moura.
Fonte: TV Maciço

Prefeito de Baturité: de cassado a procurado

boscoO prefeito de Baturité João Bosco Pinto Saraiva, está sendo procurado para ser oficializado de sua cassação. Até o momento a vice-prefeita, Cristiane Braga (PT) e vereadores aguardam na Câmara municipal para a oficialização do trâmite.
Funcionalismo que aguardava pagamento para hoje estão todos apreensivos, pois Baturité está sem prefeito.
A Câmara Municipal de Baturité cassou, na noite da última segunda-feira, por 11 votos a 2, o mandato do prefeito Bosco Cigano. É a segunda vez que, por irregularidades administrativas e na aplicação de recursos públicos, Bosco é afastado da Prefeitura. Dessa vez, o motivo da cassação é a denúncia de má aplicação de dinheiro na construção de uma escola municipal Sanharão.
Com informações de Neto Rodrigues.
Fonte: Ceará Agora

Onde está o Prefeito afastado de Baturité?

g_igreja-matriz-de-n.sra.da-palma-em-baturite-fotomacilio-gomesO prefeito afastado de Baturité Bosco Saraiva ainda não foi encontrado para receber a notificação de seu afastamento. Com isso a presidente da Câmara de Vereadores não pode dar posse a vice-prefeita Cristiane Braga. Solenidade marcada para a manhã desta quarta-feira (30).
Bosco Cigano sequer apareceu na sessão que cassaria seu diploma de prefeito e nem enviou nenhum representante legal. Causa estranheza o acusado não querer se defender das acusações que lhe são imputadas.
Desde o começo das investigações os membros da CEI(Comissão Especial de Inquérito), vem encontrando enormes dificuldades para notificar o prefeito investigado, durante as intimações para comparecer as oitivas do processo. Na última semana o prefeito conseguiu uma liminar suspendendo a sessão de segunda-feira dia 14. Na semana seguinte após ter sido dado mais prazos para o mesmo se defender, a comissão de investigação, depois de várias tentativas não encontrou o prefeito para ser intimado para o encerramento da CEI, sendo este devidamente intimado na segunda feita dia 24-03 enquanto concedia entrevista em uma emissora da cidade.
Claramente se percebe que o Sr. Bosco Saraiva não queria que a CEI caminhasse.
Agora, mais uma vez ele repete o mesmo jogo, se esconde para não receber a intimação para que só assim a presidente do legislativo emposse a vice prefeita no cargo de prefeita do município. A presidente da Câmara de vereadores inclusive já publicou o resultado da CEI em jornais de grande circulação e no Diário oficial do Estado.
Com isso a cidade fica parada vitima de um capricho do senhor prefeito afastado. Nas emissoras de radio, o senhor prefeito faz o jogo de amedrontar os servidores, dizendo que haverá atraso dos pagamentos com sua saída. É preciso que a população saiba que com a posse da prefeita Cristiane Braga o pagamento da folha dos funcionários pode ser feito imediatamente através de ofício, não necessita esperar liberação de senha.
O que acontece mais uma vez é que, o prefeito afastado quer causar um tumulto na cidade se negando a aceitar o veredicto de um poder constituído legitimamente e que possui entre suas funções o direito de cassar o mandato do executivo caso haja razões plausíveis para tanto.
A pergunta do momento é : ONDE ESTAR O SENHOR BOSCO SARAIVA.
Equipe da TV Maciço.
Fonte: TV Maciço

Neto Rodrigues: Popularidade e prestigio indiscutível

Neto representa uma via de esperança para Mulungu

É assim como podemos descrever o Radialista Neto Rodrigues que hoje atua na maior rede de rádio do Ceará, a expresso Som Zoom Sat. Filho de família humilde que conseguiu lograr êxito no rádio ganhando admiração de muitos de colegas de profissão, renomados e principalmente de seus ouvintes, nas redes sociais aonde sempre vem divulgando com muita precisão suas informações ganhando credibilidade por estarem devidamente respaldadas com a verdade e isto tem o credenciado ao longo do tempo.
Hoje como cidadão Mulunguense tem contribuído bastante com sua cidade, já conhecido por realização de eventos no município vem conquistando seu espaço, seu último feito foi fazer de forma inédita uma promoção envolvendo todos os comerciantes de sua Cidade, ousado levou essa proposta a todos tendo uma aceitação surpreendente, realizando sorteios de prêmios para os consumidores do município, segundo ele o objetivo dessa ideia era unir o útil ao agradável beneficiar financeiramente a cidade deixando um pouco de receita no comercio local e estimular o consumidor. Mais de 10 mil cupons em apenas dois meses de promoção fizeram parte dessa ideia, vários consumidores foram premiados com fogão, geladeira, dentre outros prêmios sorteados no réveillon no show da virada também promovido por ele e os comerciantes.

POLÍTICA

Devido essas e outras incoativas idealizadoras sua simpatia e sempre atencioso a todos, Neto Rodrigues tem ganhado bastante visibilidade política sendo cogitado hoje como um nome forte para vereador um “um político” de fácil aceitação todos o conhecem ou já ouviram falar, mesmo sem ter mandato, seu nome é citado em pesquisas, sendo até cogitado por um empresário da cidade de Mulungu para concorrer há um patamar mais elevado na política local.

“Realmente tenho interesse de servir ainda mais a meu município, pois sei de minha capacidade, se me derem condições sem dúvida farei o bom papel vestindo a camisa do povo e lhes darei bastante orgulho, pois para que isso possa da certo precisamos unir forças e ver o que realmente seja bom para nossa sociedade mais justa tendo certeza que posso fazer muito mais” Relatou o nobre Mulunguense e Radialista Neto Rodrigues.

Dilma e Temer oferecem pastas ao PP

Dilma e TemerA presidente Dilma Rousseff e o vice-presidente Michel Temer travam nos bastidores uma disputa pelo apoio de partidos políticos para, respectivamente, barrar o impeachment ou colaborar com um eventual governo do peemedebista. A moeda de troca é a oferta de ministérios e comandos de estatais. O alvo principal é o PP, que se tornou a terceira maior bancada da Câmara durante a janela para troca de partidos dos deputados e hoje soma 49 votos.
A legenda ocupa hoje a pasta da Integração Nacional. Segundo um integrante da sigla que representa o PP nas negociações com o Planalto, outros dois ministérios serão definidos até sexta-feira, além da presidência da Caixa Econômica Federal, hoje sob comando do PT.
Já interlocutores de Temer ofereceram à legenda, em um eventual governo do atual vice-presidente, o Ministério das Cidades – que já foi do PP e hoje está com o PSD, além da manutenção da Integração.
Diante do assédio de Dilma e de Temer, o PP reúne-se nesta quarta-feira, 30, para tratar do apoio ao Planalto. Mas a tendência é de que não decida nada. O presidente nacional da sigla, senador Ciro Nogueira (PI), tem pedido cautela ao grupo que defende o rompimento com o governo. Na comissão do impeachment, 2 dos 5 representantes do PP já se manifestaram favoravelmente ao impedimento de Dilma.
Nos bastidores, integrantes do partido comentam que há várias demandas de cargos nos Estados que não foram atendidas pelo Planalto e ponderam que ainda não é possível apostar todas as fichas em um eventual governo Temer.
Os parlamentares temem que a gestão do vice seja encurtada pela cassação da chapa que venceu a disputa de 2014 pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Além disso, apontam o risco de a Operação Lava Jato chegar a Temer. Assim como PT e PMDB, o PP é um dos partidos que têm maior número de investigados pelo esquema de corrupção na Petrobras.
Bloco
O Planalto pediu que os partidos cortejados esperem até sexta-feira para tomar uma decisão definitiva sobre o desembarque. O governo quer articular a composição de um bloco que teria, além do PP, PR (40 deputados), PSD (31) e PRB (22), que recentemente anunciou sua saída da base governista, mas poderia retornar. Juntos, esses partidos têm 142 votos e formariam o maior bloco da Casa. Somados ao PT, garantiriam 200 votos a favor do governo, 28 a mais que o necessário para barrar o impeachment.
Representantes de PP, PR e PSD estiveram ontem no Planalto e evitaram apontar decisões definitivas. “O partido defende a manutenção no governo. A bancada está dividida”, disse o presidente do PSD, Guilherme Campos. “Os deputados têm demandas que se arrastam desde o ano passado.” Estima-se que mais de 80% da bancada do PSD hoje é favorável ao impeachment.
O governo tem conversado também com nanicos como PTN (13 deputados), PHS (7), PROS (5), PT do B (3), PSL (2) e PEN (2), que somam 32 votos. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.
Fonte: Estadão Conteúdo
Fonte: Ceará Agora

Acesso a Lula elevava 'preço' de lobista, diz Procuradoria

lulaO Ministério Público Federal (MPF) apresentou nessa terça-feira (29/03), alegações finais em ação penal sobre a suposta “compra” de medidas provisórias no governo federal, esquema investigado na Operação Zelotes, e pediu a condenação de 14 réus por organização criminosa, corrupção, lavagem de dinheiro e extorsão.
Na peça de 274 páginas, os procuradores da República no Distrito Federal sustentam que o principal lobista implicado no caso, Mauro Marcondes Machado, tinha “livre trânsito” com o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva e seu chefe de gabinete, Gilberto Carvalho, o que tornava mais alto o valor de seus serviços.
O MPF sustenta que um grupo de lobistas foi contratado por montadoras de veículos, especialmente a MMC Automotores (que fabrica veículos Mitsubishi), para conseguir a edição, pelo governo, e a aprovação, pelo Congresso, de duas medidas provisórias (471/2009 e 512/2010) que prorrogaram incentivos fiscais às fábricas instaladas no Norte, no Nordeste e no Centro-Oeste.
Para viabilizá-las, o grupo teria pago propina a agentes públicos. Graças ao acesso facilitado no governo, recebeu antecipadamente e interferiu no texto de uma das normas. O caso foi revelado pelo Estado em outubro do ano passado.
“A análise dos fatos engloba a existência de um grupo de pessoas que se relacionava de forma espúria com agentes do setor público e privado, envolvendo a edição e o posterior acompanhamento nas casas legislativas de atos normativos de especial interesse das empresas contratantes, em especial da MMC Automotores, que repassava valores utilizados para viabilizar a prática de atos de corrupção”, escreveram os procuradores da República Frederico Paiva e Hebert Reis Mesquita.
Nas alegações, o MPF sustenta que dois funcionários públicos – a ex-assessora da Casa Civil Lytha Spíndola e o ex-diretor de Comunicação do Senado Fernando Mesquita – receberam propina para facilitar a tramitação dos interesses das montadoras.
Eles ponderam que a atuação de políticos, entre eles Lula, está sendo aprofundada em inquérito ainda em curso. A investigação apura se pagamentos de R$ 2,5 milhões feitos por Mauro Marcondes ao empresário Luís Cláudio Lula da Silva, filho do ex-presidente têm relação com as MPs e a compra de caças suecos pelo governo.
Delação
A parte das alegações finais dedicada ao Lula é para explicar a importância de Mauro Marcondes no caso. A relação entre os dois remonta aos anos de 1980, quando um era líder sindical no ABC e o outro, executivo da Volkswagen.
O MPF juntou às alegações trechos da delação premiada do senador Delcídio Amaral (MS), desfiliado do PT, na qual sustenta que Lula pediu para que Luís Cláudio, Mauro Marcondes e a mulher dele, a ré Cristina Mautoni, não fossem convocados a prestar depoimento em CPI do Carf, que tratou do caso das MPs. “Registre-se que os requerimentos de convocação de Mauro e Luís Cláudio foram indeferidos pela CPI”, afirma o MPF.
O MPF listou ainda diversos episódios em que o lobista recorreu a Gilberto Carvalho e petistas para encaminhar documentos e pleitos de seu interesse ao ex-presidente.
Num dos exemplos, explica que um manuscrito apreendido na Zelotes registrou que “o valor” dos serviços de Mauro Marcondes “terá tratamento diferenciado” junto da expressão “kit do material que foi enviado ao Gilberto Carvalho”. “É coerente afirmar que o acesso direto ao então presidente da República possui um preço ‘diferenciado’, ou seja, mais elevado, o que seria possível em razão da relação de amizade que existia entre Lula e Mauro Marcondes”, afirmam os procuradores.
Os 14 réus, já ouvidos na fase de instrução do processo, negaram participação em ilícitos e alegaram que sua atuação em prol das MPs se limitou a lobby ou a atos de ofício legítimos. As defesas agora vão apresentar seus argumentos finais para, em seguida, o juiz Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª Vara da Justiça Federal em Brasília, publicar sua sentença.
Fonte: Estadão Conteúdo
Fonte: Ceará Agora

Moção aprovada pelo PMDB não estabelece prazo para ministros entregarem cargos

pmdb rompe1Apresentada pelo diretório estadual da Bahia, a moção que aprovou o desembarque do PMDB do governo pede a “imediata saída do partido da base de sustentação do governo Dilma Rousseff”, com “imediata entrega de todos os cargos”, mas não estabelece prazo para entrega desses postos.
Na moção, aprovada por aclamação em uma reunião que durou menos de cinco minutos, o partido defende o desembarque do governo Dilma Rousseff, elencando uma série de problemas. Entre eles, as crises “econômica, moral e política” que, na avaliação do diretório estadual baiano, o Brasil vive e as “escolhas erradas nas ações do governo federal”.
A legenda também considera que, embora Michel Temer seja vice-presidente da República, o partido “nunca foi chamado para discutir soluções econômicas ou políticas para o País”. No documento, a legenda cita ainda “escândalos de corrupção” que tiveram participação de integrantes do governo, sem especificar que escândalos são esses.
Os peemedebistas afirmam que a “permanência do PMDB na base do governo fomentará uma maior divisão do partido”. Essa divisão ficou explícita na própria reunião de hoje. Peemedebistas da ala governista, como o líder do PMDB na Câmara, Leonardo Picciani, não participaram do encontro.
Na moção, o PMDB considera ainda que a manutenção do partido na base aliada do governo Dilma Rousseff vai “de encontro à pretensão” da legenda de lançar candidato próprio na eleição presidencial de 2018 e “principalmente, o anseio do povo brasileiro por mudanças urgentes na economia e política nacional”. O partido não cita a palavra impeachment no texto.
“Solicitamos a imediata saída do PMDB da base de sustentação do governo federal com a entrega de todos os cargos em todas as esferas da administração pública federal”, conclui o texto da moção aprovada.
Fonte: Ceará Agora

Chuva de 95 mm causa alagamentos e transtornos em Canindé nesta terça-feira

IMG-20160329-WA0135
Uma chuva de 95 Milímetros, registrada na tarde desta terça-feira (29) no pluviômetro instalado na residência da Dona Ivone Martins, no Centro de Canindé, que durou aproximadamente uma hora, causou alagamentos e transtornos para moradores do Município.
Ruas do centro da cidade e de bairros periféricos foram inundadas pela água que invadiu comércios, residências e prédios públicos. Na Rua João Pinto Damasceno veículos ficaram quase que submersos e os moradores contabilizam os prejuízos, com a perda de moveis e eletrodomésticos. Na Rua Darcy Ribeiro também houve registros de alagamentos. Assim como no Bairro Imaculada Conceição.
Escolas como a Caic Alfredo Coelho de Magalhães, no Bairro Palestina e Frei Policarpo, no Bairro Alto Guaramiranga, foram também registraram alagamentos.
No setor de emergência do Hospital Regional São Francisco Localizado no Bairro São Mateus e no Núcleo de Perícia Forense ( IML) a situação foi pior pois a água invadiu as duas unidades e os servidores tiveram dificuldades para retirar a água.

Há relatos, ainda, de que o calçamento de algumas ruas foi afetado, abrindo buracos e impedindo o acesso às mesmas. Os estragos e prejuízos ainda estão sendo contabilizados. Nossa Reportagem ainda não obteve informações sobre a zona rural do Município.

Informações de Wellington Lima
Fonte: Ceará Agora