Buscar

29 fevereiro 2016

WhatsApp deixará BlackBerry e outros 4 sistemas até o fim de 2016

BlackBerry anunciou smartphone Leap no MWC 2015, em Barcelona (Foto: Gustau Nacarino/Reuters)O WhatsApp deixará até o fim do ano de funcionar em cinco plataformas, como BlackBerry, versões antigas do Android (2.1 e 2.2), da Nokia (S40 e Symbian S60) e Windows Phone 7.1.
O encerramento foi anunciado pelo aplicativo de mensagem que pertence ao Facebook em seu blog na sexta-feira (26), na semana em que o serviço completou sete anos. A empresa pondera que as maneiras como as pessoas usam o celular – e os aparelhos preferidos – mudaram desde 2009.
“Cerca de 70% dos smartphones vendidos na época, possuíam sistemas operacionais desenvolvidos pela BlackBerry e Nokia. Os sistemas operacionais móveis oferecidos pelaGoogleApple e Microsoft -- o que totaliza hoje em torno de 99,5% das vendas atuais -- estavam dentro de menos de 25% dos aparelhos celulares vendidos naquela época”, informa o WhatsApp.
Ícone do aplicativo de conversa Whatsapp em um smartphone (Foto: Fábio Tito/G1)Segundo a companhia, os aparelhos que rodam os cinco sistemas já não possuem capacidade para sustentar as melhorias que devem chegar ao aplicativo. A lista surpreende ao incluir o BlackBerry 10, lançado em 2013 como a aposta da BlackBerry de retomar posição de destaque no mundo dos smartphones.
WhatsApp sugere que quem ainda usar um aparelho que rode um desses sistemas opte por um smartphone com iOS ou versões mais recentes de Windows Phone e Android.

Fonte: G1

Preço do queijo cai para R$ 8,00 e produtos enfrentam prejuízos

queijo_005.JPGOs produtores agrícolas da Região dos Inhamuns enfrentam novas dificuldades e prejuízos. Dessa vez, com o preço do queijo, que, nesse final de semana, estava sendo vendido, em Tauá, ao preço de R$ 8 a R$ 10,00. Segundo o correspondente do Jornal Alerta Geral, na Região dos Inhamuns, Alverne Lacerda, os agricultores pagam a saca do milho acima de R$ 60,00, enquanto o Governo Federal mantém congelado o preço do litro de leite em R$ 0,85.
Fonte: Ceará Agora

Apoio para renúncia de Cunha chega a 76%

cunha respiraSegundo recente pesquisa nacional realizada pelo Instituto Datafolha, 76% dos entrevistados apoiam a renúncia do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Há dois meses o percentual era de 65%. Somente 12% são contrários a saída de Cunha da direção da Casa.
Em contrapartida, a avaliação negativa do Congresso caiu. De acordo com a pesquisa realizada nos dias 24 e 25 de fevereiro a reprovação caiu cinco pontos (de 53% para 48%).
Atualmente o apoio para a cassação do mandato do deputado é de 78% dos brasileiros entrevistados. Anteriormente o índice estava em 82%. Por ter margem de erro de dois pontos percentuais, para mais ou para menos, o índice indica estabilidade.
A pesquisa foi formulada com base em 2.768 entrevistas com pessoas de 16 anos ou mais em 171 municípios.
De acordo com o Datafolha, 60% dos brasileiros acham que os deputados deveriam votar a favor do afastamento da petista em um processo.
Fonte: Ceará Agora

Camilo Santana pede ajuda da Polícia Federal para conter o avanço das facções criminosas no Ceará

Governador estará hoje com o diretor-geral da PFEncurralado diante do avanço da criminalidade no Ceará e o domínio das facções criminosas Comando Vermelho e PCC na periferia da Capital, o governador do estado, Camilo Santana (PT) pediu ajuda da Polícia Federal para reprimir a ação dos criminosos vindos do Rio de Janeiro e São Paulo. Mas, acabou levando um não.
A PF informou que poderia auxiliar o Ceará no combate ao tráfico de drogas, mas quando à presença das facções, este assunto é da competência do Estado. Diante disso, o governador partiu para outra opção. Foi pedir ajuda à Justiça Federal e ao Ministério Público, bem como ao próprio ministro da Justiça, Eduardo Cardozo, que esteve em Fortaleza há duas semanas.
Hoje, Camilo deverá participar da solenidade de posse do novo superintendente regional da PF no Ceará, Delano Bunn. No ato, estará presente o delegado-geral da PF, Leandro Daiello. Será uma nova oportunidade que o chefe do Executivo cearense terá para fazer mais um apelo de socorro diante do avanço das facções na Capital cearense.
O governador agora se acha em maus lenços. Na Assembleia Legislativa há um requerimento do deputado estadual Capitão Wagner (PR), solicitando a abertura de investigações por parte da Polícia Civil para apurar a chegada e a atuação das duas facções.
No ano passado, a mesma Assembleia solicitou de Camilo que requeresse a vinda da Força Nacional de Segurança (FNS) para auxiliar no combate ao crime. Ele sustentou que a presença da tropa da FNS era “desnecessária”. Terminou 2015 com mais de três mil assassinatos no Ceará e com o número recorde de 15 policiais mortos. Neste ano, já são cinco agentes da Segurança Pública assassinados.
Cabo
Enquanto Camilo Santana busca ajuda para sanar um problema que, a princípio, tentou negar diante da Imprensa, outro político já se mobiliza para buscar providências.
Trata-se do deputado federal Cabo Sabino, representante do Ceará na Frente Parlamentar da Segurança Pública na Câmara Federal. Ele já informou que pediu uma audiência com o ministro Eduardo Cardozo para tratar do assunto.
Fonte: CN7

Rapaz com paralisia cerebral e sua mãe se formam em direito no RN

Desde que tinha seis anos, Cristian Emanuel Oliveira de Vasconcelos, 24, quer ser promotor de Justiça. No último dia 16, ele deu mais um passo em direção à realização desse desejo. Ele se formou em direito em uma faculdade particular em Natal.
A comemoração teve duplo gosto de vitória: sua mãe, e companheira de estudos, Nilda de Oliveira e Silva, 60, também recebeu o diploma de bacharel.
Cego e com paralisia cerebral, Christian foi o motivo que fez a mãe voltar aos bancos escolares. "Comecei como acompanhante de Cristian, mas logo depois, senti a necessidade de estudar junto com ele porque não bastava só ler. Ele interpretava e debatia o assunto comigo", conta Nilda, que não esperava se tornar bacharel de direito nessa fase da vida.
"Se não fosse a ajuda da minha mãe, eu não teria conseguido fazer o curso", conta Christian, agradecido. "Eu quero atuar na área criminalística, e também no cumprimento dos direitos da pessoa com necessidade especial."
Nilda diz que nunca tratou o filho como alguém incapaz, apesar das limitações físicas: "Meu filho pode conseguir o que ele quiser e vou continuar incentivando-o. Tanto que o lado intelectual dele foi desenvolvido e ele não tem dificuldades de falar e de se articular. Só não enxerga e não anda porque não se equilibra".
Meu sonho é ser promotor de Justiça, mas sonho também em enxergar e andar. Um dia conseguirei realizar esses sonhos porque, para mim, nada é impossível
Christian Vasconcelos, 24, bacharel em direito, aprovado no Exame da OAB
 

Nos cinco primeiros anos de vida do menino, a família procurou tratamentos médicos para que ele enxergasse, mas não conseguiram alcançar esse objetivo. Por isso, Nilda resolveu investir no lado intelectual do filho.
Christian estudou em uma escola sem adaptações para cegos. No entanto, ele foi alfabetizado em braille aos seis, em um turno diferente do que estudava na escola.
Quando chegou o momento de fazer faculdade, a família toda se mudou de Senhor do Bonfim (BA) para Natal (RN), para que ele pudesse fazer a graduação em uma faculdade (Universidade Potiguar) que atendesse suas necessidades. Mesmo com um núcleo de apoio psicopedagógico na Universidade Potiguar, a falta de livros em braile fez com que Nilda começasse a ler para Christian.
Segundo a coordenação do curso, Vasconcelos foi um dos estudantes mais dedicados da graduação e obteve nota 10 no TCC (Trabalho de Conclusão de Curso). O tema do traballho dele foi "A pessoa com deficiência e o cumprimento de pena privativa de liberdade no sistema prisional em Natal".
"Ele sempre foi exemplo de superação aqui em casa e nunca tratei ele como uma criança limitada. Tentei dar atenção ao desenvolvimento intelectual dele para que ele se superasse e o resultado é só alegria", diz Nilda, cheia de orgulho.

Fonte: UOL

Prefeito Antônio Cláudio empossa novos servidores aprovados em concurso

Na manhã dessa segunda-feira (29), o prefeito Antônio Cláudio Pinheiro assinou o termo de nomeação dos novos servidores públicos. Eles foram aprovados pelo processo seletivo do último concurso público municipal.
Em seu pronunciamento, o prefeito deu boas-vindas aos novos integrantes do governo e pediu colaboração e empenho de todos nessa jornada que se inicia. “Acredito que hoje construímos uma nova história para nossa cidade e sei que com o empenho de cada um no seu setor e na sua função, juntos vamos mostrar o caminho do desenvolvimento e crescimento que Aracoiaba deseja”, ressaltou.
O prefeito felicitou–os pela conquista e ressaltou que um dos objetivos da sua administração é valorizar cada vez mais o servidor efetivo, destacando a importância do funcionalismo para a Administração Pública e a qualidade dos serviços oferecidos. Antônio Cláudio pediu aos novos funcionários para desenvolver um trabalho pautado na união em torno do desenvolvimento de município.
O novo servidor concursado, Sidney Guedes, disse que é um momento de muita alegria "Agradeço a Deus, ao prefeito Antônio Cláudio e a todos que lutaram por esse concurso e nos ajudaram a conseguir essa vitória”, destacou.
Já a servidora Nara Monteiro, falou que é uma satisfação imensa ter tomado posse. "Só temos que comemorar por esse dia de hoje, pois foi uma luta grande e agradecemos ao prefeito Antônio Cláudio que esteve empenhado nessa conquista”, revelou.
Os novos funcionários efetivos que tomaram posse vão prestar serviços em diversos setores do município: como administração, saúde, obras e ação social. Com essa medida o município segue o que determina a Constituição, ocupando os cargos públicos com funcionários concursados. Também prestigiaram a solenidade de posse, secretários municipais e vereadores.
Os aprovados no concurso devem ficar atentos. A Prefeitura deve fazer novas convocações dentro das possibilidades financeiras e de acordo com a necessidade de cada setor da administração municipal.

As convocações podem ser acompanhadas no site www.aracoiaba.ce.gov.br 

Ônibus pega fogo em Jaguaribara


Um incêndio de grandes proporções destruiu um ônibus na manhã deste domingo (28) próximo ao triângulo de Jaguaribara, a 225,1 quilômetros de Fortaleza. Segundo o Corpo de Bombeiros, o veículou estava a caminho da Capital, vindo de Jaguaribe, quando pegou fogo dentro do município de Jaguaribara, onde costuma fazer paradas durante o trajeto.

De acordo com os bombeiros, o motorista do veículo conseguiu tirar todos os passageiros a tempo e, felizmente, não há registro de feridos. O fogo foi controlado por uma equipe profissionais de Limoeiro de Norte, mas o veículo ficou totalmente destruído. A suspeita é de que o incêndio tenha ocorrido por conta de um curto circuito no motor do ônibus.

Fonte: Ceará Agora 

Por mandato, Dilma se afasta do PT e diz que não governa para um só partido

dilmaroussef33
A presidente Dilma Rousseff iniciou um processo de afastamento do PT em busca de conter as investidas da oposição e de parte do PMDB pela retirada dela do Palácio do Planalto. Como já era esperado, a presidente não compareceu nesse sábado, 27, à festa de 36 anos de seu partido, no Rio de Janeiro. De acordo com um integrante do governo, Dilma está convencida de que é impossível preservar o mandato sem se descolar da legenda, alvejada pela Lava Jato e contrária à reforma da Previdência, considerada prioritária pela presidente para atrair o apoio do empresariado e recuperar credibilidade no mercado.
Os últimos dias expuseram os caminhos distintos que Dilma e seu partido defendem para a superação das crises política e econômica.
A ala majoritária do PT já está decidida a manter uma distância regulamentar da presidente e de suas diretrizes para a economia. Petistas históricos abrigados na Esplanada dos Ministérios se articulam com movimentos sociais para pressionar Dilma, inclusive com manifestações nas ruas, a esquecer a reforma da Previdência e a rever sua nova estratégia política, que prevê também uma aproximação com a oposição, especialmente a tucana.
Alguns conselheiros da presidente avaliam não ser interesse de todos os setores do PSDB retirá-la do cargo antes do término do mandato, em 2018. Para eles, os grupos do governador Geraldo Alckmin e do senador José Serra não endossam para valer a tese de cassação do mandato da petista pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que poderia resultar na convocação de novas eleições, caminho defendido por Aécio Neves.
No entanto, em conversas reservadas na semana passada, aliados de Serra e de Alckmin avaliaram que o maior problema de Dilma não é o PSDB e a ação no TSE, mas a ala do PMDB contrária ao governo, que nos últimos dias, após a prisão do ex-marqueteiro da presidente João Santana, voltou se articular em torno do impeachment e passará a buscar apoios no setor empresarial.
Ontem, em Santiago, Dilma justificou a ausência no aniversário do PT com a alegação de que não chegaria a tempo de participar do evento. Questionada sobre as críticas do partido ao ajuste fiscal conduzido por sua administração, ela disse que não governa só para o partido, mas para toda a população. “Eu não governo só para o PT. Eu governo para os 204 milhões de brasileiros”, afirmou.
A presidente procurou reduzir a tensão, um dia após o PT divulgar um documento no qual sugere novos impostos e o uso de reservas para que o País saia da crise. Dilma, porém, voltou a mencionar uma reforma previdenciária como essencial para o equilíbrio fiscal. Segundo ela, a mudança na aposentadoria poderá ser feita progressivamente. “É fundamental que trabalhemos um pouco mais. Mas não agora, não amanhã, não depois de amanhã. Eu acho que é o que pessoas temem”, disse.
Ao falar sobre o distanciamento com o partido pelo qual foi eleita, Dilma disse não acreditar que as relações entre o governo e o PT devam se caracterizar pela adesão sem avaliação crítica. “Um partido é um partido, um governo é um governo”, afirmou a presidente. “É preciso ajuda de todos os partidos da minha base e do PT, sobretudo, porque é o partido ao qual eu pertenço e pelo qual eu fui eleita.”
Dilma chegou na manhã de sexta-feira a Santiago em uma visita oficial organizada às pressas pelo governo chileno à pedido do Brasil, com uma duração e uma agenda mais ampla que a usual. Ontem ela voltou a almoçar com a presidente chilena Michelle Bachelet, como no dia anterior, desta vez na sede da Comissão Econômica para América Latina e Caribe (Cepal) e palestrou para economistas. Embora tenha lembrado o “problema de distância” e a falta de tempo para chegar à festa petista, Dilma não demonstrou pressa de deixar o Chile. Seu voo, que deveria decolar às 17 horas, atrasou.
A festa para comemorar os 36 anos do PT, na noite de ontem, foi marcada por um desagravo ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva até mesmo nas paredes de tijolo aparente do Armazém da Utopia, forradas de homenagens a ele. Mas a presidente não foi poupada. “Dilma, chega de ajuste fiscal e superávit!”, dizia uma das faixas seguradas por militantes na plateia. A presidente enviou uma carta à direção do partido que foi lida durante o ato pelo presidente nacional da legenda, Rui Falcão. Ela apontou a legenda, o governo e Lula como alvos de “ataques sistemáticos” e ressaltou a importância da relação com movimentos sociais, insatisfeitos com a política econômica do segundo mandato. Apesar das divergências com o partido na área econômica, ela reafirma na carta o compromisso com a “estratégia de desenvolvimento” adotada desde o governo Lula.
Apelo
Em seu discurso, o ex-presidente fez um apelo aos presentes: “A companheira Dilma sozinha não terá forças para resolver este problema e nós, por mais que tenhamos divergência com qualquer pessoa do governo, este governo é nosso e temos responsabilidade de fazer dar certo”.
Para ele, um militante petista “não pode num momento de crise virar as costas e dizer que ‘o problema não é meu'”. “O problema é nosso, é meu, é seu e da Dilma.” Lula, contudo, destacou que antes de atender aos anseios do mercado, Dilma precisa governar para “o povo”. “A Dilma tem que ter certeza que, por mais que tenha divergência, o lado dela é este.” As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.
Fonte: Ceará Agora

Troca-troca partidário: mais de 40 deputados trocam de partido na Câmara

macedão macedoA primeira semana da temporada de troca-troca partidário na Câmara dos Deputados registra mais de 40 migrações de deputados entre as legendas, já confirmadas ou em estado final de negociação. Em várias delas, o principal atrativo é a oferta ao deputado do controle de fatia do fundo partidário, a verba pública que será daqui em diante a principal fonte de recursos das campanhas eleitorais. A janela do troca-troca partidário vai até 19 de março.
Emenda à Constituição aprovada pelo Congresso no ano passado permite que nesse período qualquer um dos 513 deputados federais troque de legenda sem risco de perder o mandato por infidelidade.
Tendo migrado do PSC para o PT do B antes da janela –devido a uma divergência com seu ex-partido na composição da comissão do impeachment–, o deputado Silvio Costa (PE) diz que a tendência é de que os nanicos PT do B e PTN reúnam mais de duas dezenas de deputados, o que permitirá a essas legendas ter estrutura na Câmara e voz nas negociações legislativas e com o Executivo.
Ele nega que o PT do B tenha oferecido verba do fundo para os deputados que vão entrar na sigla –até agora o deputado federal pelo Ceará, Macedo, ex-PSL, e Uldurico Pinto (BA), ex-PTC–, mas diz que a prática é corrente. “Soube que está havendo esse tipo de negociação, e pesada.”
O fundo partidário será a principal fonte de receita das campanhas devido à decisão do Supremo Tribunal Federal de proibir empresas de financiar candidatos. O fundo distribuiu R$ 868 milhões a 35 partidos em 2015.
A emenda da janela estabelece que, ao mudar de partido, o deputado não leva para a nova legenda a respectiva verba resultante de sua eleição – o fundo é distribuído entre os partidos com base nos votos que seus candidatos a deputado federal tiveram nas últimas eleições.
As siglas, contudo, dizem que irão no Supremo para tentar alterar essa regra. Até o final da janela partidária, a tendência é que o troca-troca supere a marca de 10% das 513 cadeiras da Câmara.
A maior parte das mudanças até agora tem como personagens membros do chamado baixo clero, o grupo majoritário de deputados com pouquíssima expressão política nacional. Entre os mais conhecidos está o presidente do Conselho de Ética da Câmara, José Carlos Araújo (BA), que deixa o PSD para ir para o PR.
O convite partiu do presidente do partido, Alfredo Nascimento, que prometeu o diretório regional da Bahia. Araújo garante que estava bem no PSD, mas diz que, como dirigente partidário, ganha mais “autonomia” e “prestígio”. “Há de convir que dirigir o partido é muito melhor”, disse o deputado.
No comando do PR da Bahia, Araújo não só terá liberdade para nomear correligionários nos diretórios do Estado, como também caberá a ele comandar a divisão do fundo partidário. O parlamentar nega que essas tenham sido suas motivações.
Outra figura conhecida é o polêmico deputado Jair Bolsonaro (RJ), que sai do PP e se filia na semana que vem ao PSC, em evento num dos maiores salões da Câmara, o Nereu Ramos.
As mudanças são pulverizadas entre as siglas e, até agora, não têm impactado a correlação de forças governo-oposição. Nem têm sido suficientes para mudanças relevantes nas grandes siglas.
A migração de políticos entre as siglas existiu sem amarras até 2007, quando o Tribunal Superior Eleitoral editou regras de fidelidade para tentar barrar a prática. As brechas na lei e a morosidade da Justiça, porém, fizeram com que a medida nunca tenha tido eficácia completa.
Em 2015, o próprio STF afrouxou essas regras ao liberar trocas para cargos majoritários –presidente, governadores, senadores e prefeitos. 
Com informações da Folha de S. Paulo.
Fonte: Ceará Agora

Anderson Silva é derrotado por Bisping no retorno ao UFC

Anderson Silva decepcionou em seu retorno ao MMA. Após passar mais de um ano fora do octógono cumprindo suspensão por ter dado positivo em exame antidoping, o brasileiro foi derrotado pelo inglês Michael Bisping em decisão unânime dos juízes (triplo 48 a 47) no UFC Fight Night 84, em Londres. Com a derrota, ele fica para trás na busca pelo cinturão dos pesos médios, que pertence ao norte-americano Luke Rockhold.
A derrota do “Spider” na noite deste sábado na O2 Arena, em Londres, manteve jejum que vem desde 2012, quando ele nocauteou Stephan Bonnar em combate no Rio. Depois dessa vitória, ele perdeu duas vezes para Chris Weidman em 2013 – sendo que a primeira derrota, em julho, custou-lhe o cinturão nos médios. Em 2015 ele enfrentou Nick Diaz, em janeiro de 2015, venceu, mas o resultado foi transformado em “luta sem resultado” pelo UFC após exames detectarem o uso de substâncias proibidas por parte do lutador.
Neste sábado, os primeiros rounds foram fundamentais para vitória de Bisping, que foi claramente superior ao brasileiro nos dois primeiros. Após um início com bastante cautela, o inglês foi tomando conta do combate. Como de costume, o brasileiro tentou desestabilizar o adversário ao baixar a guarda mas o experiente rival, de 36 anos, não “caiu na pilha” e quase deixou Anderson Silva em situação delicada no fim do segundo round ao levá-lo ao chão com forte golpe.
Na terceira parte, Bisping começou pressionando, mas não conseguiu nocautear “Spider”, que chegou a ficar próximo do triunfo ao acertar uma “joelhada voadora” no rosto de Bisping já no soar do gongo. Ele chegou a subir nas grades para comemorar a vitória, mas o juiz Herb Dean já havia interrompido o confronto para que o britânico colocasse o protetor bucal, que havia caído.
Nos dois últimos rounds, Anderson Silva voltou a acertar bons golpes em Bisping, mas não conseguiu dar um ponto final à luta, que ficou perto de ser vencida após o brasileiro encaixar um chute frontal no rosto do inglês, que sentiu o baque naquele momento. No final, acabou prevalecendo o melhor começo e a regularidade de Michael Bisping durante o confronto.
Após a luta, o brasileiro mostrou contrariedade em relação ao resultado anunciado pelos juízes. “Quero agradecer a todos que vieram aqui assistir à luta. Obrigado a todos do meu time. Brasil, não tem como vencer, eles tiram, vocês viram. É isso, missão cumprida, às vezes, não. É que nem no Brasil, corrupção total.”
O principal confronto da noite do UFC também serviu para Bisping fazer jus às provocações feitas ao “Spider” nos dias que antecederam o evento. Ambos fizeram uma encarada tensa durante a pesagem após o inglês provocar Anderson Silva em relação ao seu caso de doping.
Ainda neste sábado, o brasileiro Thales Leites foi derrotado pelo iraniano naturalizado holandês Gegard Mousasi, também pelos pesos médios. Os juízes foram unânimes em apontar Mousasi como vencedor, com um duplo 30 a 27 e um 29 a 28.
Fonte: Ceará Agora

Acidente deixa um morto e quatro feridos em Canindé

acidente canindé 02
Uma pessoa morreu na manhã deste domingo, 28, após o veículo em que estavam, Gol de cor prata, placas NQL 9438, inscrição de Varjota, sair da pista e capotar na BR-020, nas proximidades da Comunidade de Renguegue. Eles seguiam de Canindé para Fortaleza.
As vítimas sobreviventes foram socorridas ao Hospital São Francisco de Canindé. Katiane Carlos do Nascimento, 27 anos, recebeu atendimento médico e será liberada nas próximas horas. Já Francisco José Gregório de Sousa, 53 anos, recebeu atendimento médico em Canindé e deve ser transferido para o IJF, em Fortaleza.
Izael Tomás da Silva, 24 anos, dirigia o veículo, e após receber atendimento médico em Canindé, também foi transferido para Fortaleza.  Em estado menos grave, Micaele Costa, 24 anos, recebeu atendimento e será liberada.  A vítima fatal foi identificada como Maria do Socorro Costa, 52 anos. O corpo foi levado para o IML de Canindé.
Com informações e imagens do radialista Wellington Lima, da Rádio SomZoom Sat 89,5.
acidente canindé
acidente canindé 01
Fonte: Ceará Agora