Buscar

06 janeiro 2016

Padre Moacir comemora 50 anos de sacerdócio

Com voz baixinha e um jeito acolhedor, o Padre Moacir, 78, conversa e aconselha com a experiência que os 50 anos de sacerdócio e fé lhe conferiram. Nem mesmo a idade e os problemas de saúde o impedem de continuar a missão, que começou ainda muito jovem, e pretende continuar até a morte.

BIOGRAFIA
Filho de João Ribeiro e D. Júlia Cordeiro Leite. Nasceu 28/10/ 1937, em Papara, Município de Maranguape – CE. Foi batizado no sítio Papara, pelo Pé. Heitor Vieira Cavalcante. Estudos: primeiras letras e primário na Escola Municipal, em Papara. Curso Ginasial no Ginásio Anchieta, em Maranguape, científico, Colégio Castelo Branco, da Arquidiocese, concluído em 1955. Em 1955 e 1956, passou no Centro de Preparação de Oficiais da Reserva, em Fortaleza.
Neste ano começou a participar da Juventude Universitária Católica (JUC) e iniciou o curso de Matemática na Faculdade dos Irmãos Maristas, em Fortaleza. Em 1959, ingressa no Seminário Maior de Fortaleza, para o curso de Filosofia, o 1° e 2° ano, foi em Fortaleza. O 3° ano de Filosofia e todo o curso de Teologia, foi no Seminário Regional em Olinda – PE. Ordens menores, Subdiaconato e Diaconato, lhe foram conferidos por Dom Antônio de Almeida Lustosa, Arcebispo emérito de Fortaleza, em Carpina e Olinda, em Pernambuco. Ordenação Presbiteral, em 06/01/1966, na catedral de Fortaleza por Dom José Delgado, Arcebispo de Fortaleza. Fatores que influenciaram a sua vocação ao sacerdócio: primeiro, espírito religioso da família. Segundo, a Ação católica, desenvolvendo o espírito de doação e espírito missionário. E finalmente, convivência com seminaristas e padres. Atividades pastorais e outras. Depois de ordenado, ficou responsável como assistente da juventude secundarista na Arquidiocese de 1966-1969. Em 1970, foi nomeado Vigário Cooperador do Pé. José Maia Cavalcante Costa, em Aratuba – CE. Até 1973. Daí para frente, assumiu a Paróquia de São Francisco de Paula, até 15 de fevereiro de 2002. Quando foi transferido para a Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, em Cascavel – CE, onde permanece atualmente. 
Em Aratuba, onde ele trabalhou intensamente por 32 anos, realizou os seguintes trabalhos: Transformou a paróquia num galpão das Cebs e a casa paroquial, numa casa de todos. Com visitas e hospedagens nas casas simples e reuniões e celebrações debaixo de árvores. Descobriu a felicidade de viver na alegria do desapego nas romarias missionárias, aprendeu a acreditar que Deus comunga conosco e com nosso cansaço. Pela partilha aprendeu a viver num ofertório, viver nos encontros, nas reuniões, na casa paroquial, no altar, com os pobres experimentou a felicidade da doação. Aprendeu na romaria com 100 pessoas no Canindé, colocando no altar de São Francisco, a Vitória pela conquista da terra em Jardim, Bouqueirão e Monte Castelo, que para Deus nada é impossível. Em conclusão até hoje nada faltou para ele, não tem carro, não tem casa, não tem terra, não tem poupança, seu patrimônio é o povo. 
Seu pensamento pessoal: “Para mim, o mundo está implorando a presença de padres missionários. Para que a igreja se torne cada vez mais missionária como Cristo Missionário a fundou”. – Ex-Vigário Episcopal da Região Praia (2004-2006); – 22/02/2002 – Pároco da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição – Cascavel; – Comissão Arquidiocesana da Prioridade Economia Solidária. Atualmente reside no Assentamento Jardim (Sertão de Aratuba) onde construiu a Capela Cristo Libertador - Santuário das Comunidades.
  
SERVIÇO

O quê: Missa do Jubileu de Ouro Sacerdotal do Pe. Moacir Cordeiro Leite
Quando: Quarta-Feira, 6 de Janeiro de 2016
Horário: 16h 

Local: Santuário do Cristo Libertador das Comunidades, situado no assentamento Jardim - Sertão de Aratuba

SINDIARA anuncia greve dos servidores pagos pelo Fundeb 40% em Aratuba

O ano de 2015 não terminou nada bem, e o novo ano que se inicia nada animador para mais de 200 servidores auxiliares, técnicos e administrativos da secretaria da educação básica do município de Aratuba. O impasse se dá, devido a atraso salarial que vem castigando não só essa categoria desde alguns meses, mas os trabalhadores de um modo geral. Ainda em novembro de 2015 liderado pelo Sindiara os servidores realizaram a primeira manifestação da história da categoria, em seguida, a administração municipal quitou o décimo terceiro salário dos servidores. O impasse continuou. No dia 07/12/15 realizamos mais um ato de paralisação e centenas de servidores saíram às ruas para protestar contra a situação aos quais estão passando. Na oportunidade, o prefeito municipal Ivan Neto (PDT) e assessores receberam os representantes do Sindicato onde foram feitos acordos e descumpridos pela gestão “povo feliz”. Um dos acordos descumpridos foi o fato de sindicato e gestão voltarem a se reunir no dia 10/12 para rediscutir os salários atrasados. A reunião foi desmarcada pelo gestor municipal e até a presente data não foi remarcada.
Devido a incertezas e necessidade passada pelos servidores, o Sindicato juntamente com a categoria, decidiram em assembleia geral, deflagrar greve geral da categoria a partir do dia 22 de dezembro do ano anterior. Nesse sentido, desde a respectiva data, centenas de trabalhadores abandonaram seus postos de trabalho como protesto a falta de atenção e respeito da gestão municipal com os servidores da educação. Em contramão, os servidores foram ameaçados pelo prefeito Ivan Neto em entrevista na rádio local a voltarem a seus locais de trabalho sob pena de corte no ponto de trabalho, o mesmo afirmou ser ilegal o movimento paredista. O presidente Joerly Vítor usando no dia seguinte a mesma emissora, saiu em defesa dos trabalhadores. “O prefeito deveria respeitar os servidores quando vir ao rádio, nossa greve não é ilegal, pois temos um assunto primordial que fere o direito fundamental da pessoa humana (a vida), sem dinheiro não se compra alimento, portanto, não se come e põe em risco a vida, sem contar que estamos seguindo os pressupostos da lei 7.783/89 que dispõe sobre o movimento grevista. O que há de ilegal é o senhor prefeito não pagar os salário em dias dos servidores, vir ao rádio ameaçar de cortar o ponto, sendo a greve um ato legal dos trabalhadores, nesse caso ele é que está ilegal, ao desrespeitar uma lei”, declarou Joerly.
O Sindicato dos Servidores Públicos já protocolou na Procuradoria Geral de Justiça do Estado do Ceará pedido de mediação coletiva do movimento grevista e enviou dois ofícios a administração pedindo o diálogo para resolverem o impasse, e até a presente data o município não se pronunciou a respeito do assunto. O Sindiara já planeja atos de manifestação para o mês de janeiro, a fim de promover a negociação entre o poder executivo e os servidores.


Vicente Nery foi atração principal da festa de 1º de janeiro em Aratuba

Com um cenário digno de uma grande festa, a Prefeitura Municipal de Aratuba no Ceará, através do prefeito José Ivan Santos Neto e sua equipe de governo, realizaram nos dias 31/12/2015 e 01/01/2016, a festa da virada com direito a 12 minutos de queima de fogos, com uma multidão de curiosos se aglomerou no centro da cidade para saudar a chegada de 2016 e a Festa do Dia 1º de Janeiro.

Com a festa do primeiro dia do ano, os aratubenses e visitantes ganharam de presente um show gratuito tendo como atração principal o cearense Vicente Nery, o evento aconteceu ao ar livre na praça da cidade. Com a edição de 2016, a festa do 1º de janeiro passou a ser considerada uma das melhores em toda a história do município.

A exemplo de edições anteriores, o governo municipal montou uma estrutura na praça de eventos, com palco, som e banheiros químicos. Como de costume, o público dançou até o sol raiar. Segundo a coordenação do evento, o público que compareceu para saudar 2016, soma mais de 3 mil pessoas.

Para o prefeito Ivan Neto, idealizador da edição 2016, o povo de Aratuba merece participar de uma festa com um artista a altura de Vicente Nery.

Antes de saudar a chegada de 2016, a gestão do município de Aratuba teve que percorrer uma longa jornada, superar inúmeros obstáculos e vencer os desafios de governar um município.

Com um dos maiores programas de abastecimento de água na zona rural de Aratuba, Ivan Neto, por muitas vezes deixou o seu gabinete e ele mesmo foi dirigindo o caminhão pipa para abastecer com água as residências da famílias em situação de vulnerabilidade noite a dentro.

Com muito empenho o Prefeito Ivan Neto conseguiu junto ao governo do estado 11 quilômetros de extensão de asfalto que beneficiando 10 comunidades da região dos Barreiros facilitando o escoamento agrícola.

Visando oferecer novas oportunidades de trabalho e geração de renda às famílias, em 2015 o prefeito de Aratuba, também investiu bastante na formação de mão de obra especializada, através da Secretaria de Assistencial Social na promoção de cursos profissionalizantes. Os treinamentos foram realizados na zona rural e na sede do CRAS.

Como incentivo a prática esportiva, ainda foram registradas construção de vários campos de futebol nas comunidades e a inauguração de uma Academia de Saúde no Distrito de Pai João, ainda em 2015 a entrada da cidade de Aratuba no sentido Mulungu começou a ganhar um novo visual. A obra da revitalização do novo cartão postal da cidade promete viabilizar a trafegabilidade gerando mais segurança no transito.

Na área cultural Aratuba se tornou referência com a instalação do Circuito Literário se consagrou como um dos maiores eventos cultural de todos os tempos já realizado no município.

Na saúde foi possível a implantação do NASF, possibilitando o atendimento compartilhado entre profissionais tanto na Unidade de Saúde como nas visitas domiciliares. Com uma é uma equipe composta por profissionais de diferentes áreas de conhecimento, que atuam de maneira integrada, apoiando os profissionais das Equipes Saúde da Família.