Buscar

15 novembro 2016

Preço mínimo da gasolina cai para R$ 3,64 na Capital

dsaOs consumidores que abastecem nos postos da Avenida Silas Munguba, no bairro Serrinha, notaram mudanças nos preços dos combustíveis na última semana. No posto Passaré, por exemplo, o litro da gasolina, que custava R$ 3,69, passou a ser vendido a R$ 3,64.
Entretanto, a queda não está atribuída à redução no preço dos combustíveis repassados às refinarias anunciada na terça-feira (8) pela Petrobras, segundo a gestão do posto, onde o diesel custava, na tarde de ontem (14) R$ 3,19 e o etanol R$ 3,05. 
O combustível também estava mais barato no posto Guararapes, localizado na mesma Avenida. Lá, a mudança ocorreu há aproximadamente cinco dias. A gasolina estava custando R$ 3,67 o litro e baixou cerca de R$ 0,03, para R$ 3,64. Já o diesel teve uma redução um pouco maior: R$ 0,10, passando de R$ 3,17 para R$ 3,07 o litro. 
Além desses postos, outros três estabelecimentos foram visitados pela equipe de reportagem, nas Avenidas Pontes Vieira e Barão de Studart. Não houve redução nos preços em nenhum deles. Ainda assim, os menores valores para o etanol e diesel foram encontrados no Posto Bela Vista, no cruzamento entre a Avenida Barão de Studart e a Rua Júlio Siqueira, no bairro Joaquim Távora.
O etanol estava custando R$ 2,99 o litro, enquanto o diesel aditivado era vendido a R$ 3,06 (o posto não trabalha com diesel comum). A gasolina estava a R$ 3,67. Estes valores são os mesmos encontrados nos dois últimos levantamentos feitos pela reportagem, nos dias 11 e 9 deste mês. Na última semana, a Petrobras anunciou a segunda queda no preço dos combustíveis repassados às refinarias em menos de um mês. Caso a queda, de 10,4% no valor do diesel e de 3,1% no da gasolina for repassada integralmente até chegar ao consumidor, ele pode sentir um alívio de 6,6% ou R$ 0,20 centavos a menos no diesel e de 1,3% na gasolina, ou R$ 0,05 a menos por litro. Em um dos postos, a reclamação foi de que os novos valores ainda não começaram a ser repassados às distribuidoras. 

ANP 

Os valores vistos nos postos da Avenida Silas Munguba estão abaixo do preço mínimo registrado no último levantamento semanal da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Segundo a pesquisa, que compreende os dias 6 e 12 de novembro, o menor valor para a gasolina foi de R$ 3,65. O maior valor chegou a R$ 3,99. Já o menor preço para o etanol foi de R$ 2,95, enquanto o mais caro foi de R$ 3,29. Para o diesel, o litro mais barato foi visto custando R$ 3,06 e o mais caro foi encontrado a R$ 3,29.  

Incerteza 

O analista de sistemas Gladstone Castro diz que havia sentido, há cerca de 15 dias, redução no preço da gasolina - para R$ 3,69 nos postos que aceitam cartão e R$ 3,67 à vista. Agora, ele diz que aguarda por uma nova diminuição com as mudanças da Petrobras. "Eu ouvi falar que reduziram os preços na refinaria, mas a gente fica aguardando e o repasse e não chega. Então, ficamos naquela ansiedade de não saber se é melhor abastecer agora ou esperar para depois". 

Fonte: DN

Nenhum comentário:

Postar um comentário