Buscar

03 novembro 2016

Pequenas cearenses dividem paixão pela sanfona e sonham com futuro na música



A sanfona é um instrumento apaixonante e complexo; a prova disso é a história de duas pequenas cearenses que se encantaram pelo objeto. Daysielle da Silva e Cecília Costa têm em comum a idade e a paixão pela sanfona. 
 
A dupla Daysielle e Cecília do Acordeon estudam juntas no Centro de Arte e Cultura de Guaiuba, mas têm histórias diferentes. Natural de Redenção, Cecília teve o interesse pela música despertado há dois anos por causa do avô, que é mestre de Reisado na comunidade de Currais. 
 
"Eu queria pegar na sanfona, mas ele não deixava porque tinha medo que eu a esculhambasse e a sanfona tinha sido muito cara. Então, quando terminava o reisado, ele guardava pra eu não mexer", lembra Cecília. Depois do avô, foi a vez do pai ouvir os pedidos insistentes da menina por uma sanfona. "Eu dizia várias vezes pro meu pai que queria uma sanfona. Até que fomos para Canindé e parecia que ela estava me perseguindo. Aí, foi que eu chorei mesmo de emoção". 
 
Já Daysielle é natural de Ocara e começou a tocar aos 6 anos. Só teve dificuldade de tocar por conta do peso do instrumento, já que ela iniciou com uma de 80 baixos. Hoje com uma de 48, tira o som "de letra". O futuro com a música é um sonho, mas daqueles que se sonham com os pés no chão. "Quero continuar tocando sanfona e seguir meus estudos. Isso é que é bom". 

Fonte: TV Diário

Nenhum comentário:

Postar um comentário