Buscar

30 novembro 2016

JN tem salva de palmas em homenagem às vítimas da queda do avião da Chapecoense

O Jornal Nacional (JN) encerrou a edição desta terça-feira, 29, com uma homenagem às vítimas da queda do avião da Chapecoense. Ao lado de Heraldo Pereira e Giuliana Morrone, Galvão Bueno puxou a salva de palmas no fim do noticiário, com a presença de um grupo grande de jornalistas na redação do JN.
"Todos nós sabemos como esporte provoca emoção e paixão. Os atletas serão sempre protagonistas de histórias inesquecíveis. Mas quem leva a você a emoção que o futebol provoca são os jornalistas das televisões, das rádios, dos impressos e da internet", disse o narrador. E continuou: "É simbólico e muito triste que seja esse acidente a nos lembrar de forma explícita essa ligação. Só nos resta, então, uma última homenagem aos jogadores, à comissão, e aos jornalistas de todos os veículos que nos deixaram hoje tragicamente".
A queda do avião próximo da cidade colombiana Medellín matou 71 pessoas, entre jogadores e comissão técnica da Chapecoense, membros da tripulação e jornalistas. Três jogadores, um jornalista e dois comissários de bordo.

Fonte: O POVO

Nenhum comentário:

Postar um comentário