Buscar

10 outubro 2016

Prefeito de Madalena é afastado novamente; desta vez por 65 dias

O prefeito de Madalena, Zarlul Kalil Filho, foi novamente afastado pela Justiça a pedido do Ministério Público do Estado do Ceará.
Em novembro de 2014, a Prefeitura de Madalena foi alvo de uma operação desencadeada pelo Ministério Público para investigar fraudes em licitação. Em decorrência disto o gestor e seus secretários foram afastados pelo período de 180 dias.
No ano seguinte, em 21 de maio, a juíza Fabrícia Ferreira de Freitas decidiu pela prorrogação do prazo por mais 90 dias contados a partir do dia 25 de maio de 2015, quando se encerrou o período de 180 dias do primeiro afastamento.
A decisão àquela época atendeu ao pedido do MP, que se deu, conforme o órgão, devido as “graves denúncias dando conta de que os referidos gestores, embora afastados, continuam exercendo influência política e ameaças em desfavor de pessoas que se opõem ao retorno deles aos cargos, incluindo agentes políticos”.
Zarlul Filho recorreu da decisão e conseguiu retornar ao cargo em junho de 2015. Desta vez o Ministério Público solicitou o cumprimento do restante do pedido de 90 dias e agora a Justiça determinou o afastamento do prefeito por 65 dias.
O final do prazo é agora 11 de dezembro deste ano, ou seja, restando 20 dias para encerrar a gestão. Quem tomará posse em 1º de janeiro como prefeita é Sônia Costa, que vale lembrar, é opositora de Zarlul.
Posse do vice
A sessão extraordinária para posse do vice-prefeito Eurivando Vieira, também opositor a Zarlul, ocorreu hoje, na Câmara Municipal de Vereadores.  Esta será a segunda vez que Eurivando assumirá interinamente a função de prefeito.
Com Wellington Lima
Fonte: Ceará Agora

Nenhum comentário:

Postar um comentário