Buscar

12 julho 2016

Médicos da UPA de Canindé voltam a trabalhar após uma semana em greve

Canindé. Médicos que trabalham na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) deste Município da região central confirmaram que a Prefeitura realizou os pagamentos referentes aos meses de março e maio. A categoria estava em greve desde segunda-feira (4) da semana passada e os atendimentos na Unidade estavam suspensos devido a atraso nos rendimentos que já chegava há quatro meses.
18 médicos, que se revezam em plantões de doze horas, voltaram a trabalhar normalmente no último sábado (9). De acordo com Leonardo Viana, médico e representante da equipe médica da UPA de Canindé, na última sexta-feira (8) a situação foi regularizada. “Eles pagaram março e maio e nós voltamos”, garantiu o médico. O ordenado de junho deverá ser pago este mês.
Entenda
Em matéria publicada na última quinta-feira (7), médicos que trabalham no local disseram que a justificativa alegada pela Prefeitura era uma dívida oriunda da gestão passada e corte de gastos, a fim de melhor estruturar a Unidade.

Em nota divulgada na semana passada, a Prefeitura de Canindé esclareceu que “o pagamento de março não havia sido realizado por comprimento à determinação judicial que impedia a contratação e pagamento de todo e qualquer servidor contratado”, e que “o pagamento do mês de maio tinha a previsão de ser realizado na ultima segunda-feira, dia 04 de julho e com ele a divulgação para a data do pagamento de março”.
A prefeitura lamentou “a postura radical e incompreensiva” dos médicos, “pois todos os acordos realizados foram cumpridos pela administração”.
Fonte: DN

Nenhum comentário:

Postar um comentário