Buscar

29 julho 2016

Canindé se prepara para festejar 800 anos do Perdão de Assis

Imagem de S. Francisco, em Canindé (Foto: José Avelino Neto)Canindé. O Santuário de São Francisco das Chagas deste Município da região central do Ceará, localizado a 158 km da Capital, se prepara para celebrar com festa os 800 anos do Perdão de Assis. A celebração acontece no próximo dia 2 de agosto. Para comemorar a data o Santuário organiza uma programação com missas e procissão pelas principais ruas da cidade.
A data, que também leva o nome de Indulgência da Porciúncula, é festejada em igrejas franciscanas de todo o país. “Aquele lugar é emblemático, é um lugar de encontro com Deus e aquilo que o homem deve ser, que é um instrumento de paz nesse mundo. É esse sentido que queremos lembrar com a festa”, garante o frei Marcone Lins, pároco e reitor do Santuário de São Francisco das Chagas de Canindé.
De acordo com a organização da festa, a celebração do oitavo centenário do Perdão de Assis acontece em “feliz e providencial” concomitância com o Jubileu extraordinário da Misericórdia, convocado pelo papa Francisco, de oito de dezembro 2015 a 20 de novembro de 2016.
Na programação para festejar a data, o Santuário vai celebrar duas missas, uma no Mosteiro do Santíssimo Sacramento, na manhã do dia 2 e outra às 19h, na Basílica.
A festa marca o início do ciclo de romarias que a partir do dia 2 de agosto, devem seguir até o início de fevereiro de 2017.
Fique por dentro
Segundo a Igreja, o Dia do Perdão de Assis teve sua origem a partir de uma visão de Francisco, no ano de 1216, enquanto ele rezava em uma noite na igreja da Porciúncula, próxima a cidade de Assis, na Itália. Enquanto fazia suas orações, o local ficou iluminado e Francisco teria visto, sobre o altar, Jesus Cristo e sua mãe, Nossa Senhora, rodeada por uma legião de anjos.

Durante sua visão, Cristo teria perguntado a Francisco o que ele desejava em prol da salvação das almas. O religioso teria, então, pedido que todos quantos arrependidos e confessados estivessem, tivesse concedido o amplo e generoso perdão, acompanhado da completa remissão de todas as culpas.
Francisco procurou um padre, a quem teria confessado o fenômeno. Ele teria acreditado e autorizado Francisco a comunicar de sua visão ao povo do lugar. Ele então reuniu os moradores da região e anunciado à indulgência plenária, nome dado ao perdão divido concedido por Cristo ao povo por meio de Francisco.
A matéria sobre os 800 do Perdão de Assis é o principal destaque da editoria Regional, do jornal Diário do Nordeste desta quinta-feira (28). Leia a matéria completa aqui >> Canindé celebra 800 anos do Perdão de Assis
Fonte: DN

Nenhum comentário:

Postar um comentário