Buscar

13 janeiro 2016

Simpósio na FMB discute segurança pública e políticas públicas no segundo dia de apresentações

No segundo dia do Simpósio de Políticas públicas e Direitos Fundamentais: Faces e Interfaces, promovido pela Faculdade do Maciço de Baturité (FMB), em Baturité, os debates giraram em torno das políticas públicas sociais, de inovação e segurança pública.
O objetivo do evento é fortalecer a atuação integrada das diversas pastas que compõem os poderes em suas esferas sendo elas, municipal, estadual e federal, no tocante às políticas públicas voltadas para o desenvolvimento da Região do Maciço de Baturité. Além disso, construir canais permanentes de comunicação e diálogo entre a população que circula pela região, representantes dos municípios e servidores de diversos setores.
Na primeira palestra da noite sob o tema “A Crise do Federalismo e a Ascensão do Municipalismo”, o Deputado Federal Danilo Forte (PSB), que preside a Comissão Especial do Pacto Federativo, abordou de forma brilhante o tema em destaque ao qual foram discutidas e apresentadas as propostas aprovadas pela comissão mista no ano de 2015.

“Temos a obrigação de encontrar alternativas para não aprofundarmos essa crise moral, política e econômica que vivemos. É preciso alcançar alternativas para revertermos esse quadro”, disse Danilo Forte.
Aos municipalistas presentes no simpósio, Danilo lembrou da necessidade de “encontrar uma equação que reduza as diferenças no País”. Segundo ele, o governo brasileiro tem retroalimentado despesas e transformado o sistema em anacrônico e centralizador, dificultando a independência de estados e municípios no custeio da educação, saúde e obras estruturantes, pois não repactua os tributos arrecadados.
Para o deputado Capitão Wagner as propostas merecem o apoio frente às necessidades urgentes dos municípios. “As prefeituras são consideradas, na visão do Governo, como se fossem empresas, ou seja, para arrecadação. Mas elas são instituições que não tem fim lucrativo, pelo contrario, tem o objetivo de levar o serviço público”, acentuou o deputado.
Na segunda rodada de palestra com o tema Revogação do Estatuto do Desarmamento e Segurança Pública”, o deputado estadual, Capitão Wagner debateu a atual situação da Segurança Pública. Ele citou projetos de indicação de sua autoria na Assembleia Legislativa. Segundo o deputado, todos justamente com o objetivo de incentivar as categorias de policial civil, policial militar e bombeiros.
A segurança pública é vista pela sociedade como um ponto incômodo, cujas soluções pensadas não se mostram eficazes”, destacou o deputado.
Os deputados tornaram o momento bastante esclarecedor, tirando as dúvidas dos participantes e interagindo de forma direta com os presentes, dessa forma a participação do público foi crucial para o total êxito do simpósio em sua segunda noite de apresentações.
O evento contou ainda com a presença do Diretor Geral da FMB, Edilson Castro, do coordenador do simpósio Alysson Castro, autoridades políticas da Região do Maciço de Baturité, líderes de partidos, presidentes de sindicatos, líderes de igreja, professores e alunos universitários de toda a região, tendo para a segunda noite um número de inscritos acima da expectativa.
Segundo os organizadores, o objetivo do simpósio é reunir os estudantes e a sociedade em geral para debater situações ligadas  as políticas publicas voltadas para as diversas áreas, além de abrir um espaço para a comunidade fazer perguntas a respeito dos diversos temas debatidos.

DANILO FORTE
Francisco Danilo Bastos Forte nasceu em Fortaleza, no dia 1º de setembro de 1958. Advogado, desde cedo aprendeu o valor do trabalho. 
Na faculdade, engajou-se no movimento estudantil e foi militante ativo do Movimento pelas Diretas Já. A experiência em gestão, o perfil articulador, levaram Danilo Forte à Diretoria Executiva da Fundação Nacional de Saúde (Funasa) e posteriormente à presidência, onde ficou de maio de 2007 a março de 2010. 
Deixou a Presidência da Funasa para disputar, pela primeira vez, uma vaga como Deputado Federal do Ceará pelo PMDB, elegendo-se com 100.009 votos. Em 2014, Danilo Forte foi reeleito deputado federal pelo PMDB/CE com 180.157 votos. Foi o 5º mais votado, com votação em 182 municípios do Ceará.
Danilo Forte cursou engenharia na Universidade Federal do Ceará (UFC) e formou-se advogado na Universidade de Fortaleza (Unifor). Na faculdade, engajou-se no movimento estudantil, juntando-se a milhares de jovens do País que lutaram para derrubar a ditadura. Participou da reconstrução da UNE – União Nacional dos Estudantes, foi secretário-geral do DCE – Diretório Central dos Estudantes – UFC, diretor da UNE e militante ativo do Movimento pelas Diretas Já.
Atividades Profissionais e Cargos Públicos:
Diretor Executivo, Fundação Nacional de Saúde (FUNASA), Brasília, DF, 2005-2007; Presidente, Fundação Nacional de Saúde, Brasília, DF, 2007-2010; Assessor Legislativo, Liderança do Governo no Congresso Nacional, Brasília, DF, 2003-2004; Assessor Especial, Ministério da Articulação Política, Brasília, DF, 2003-2004; Presidente, Fundação Ulysses Guimarães do Ceará, Fortaleza, CE, 2010.
Estudos e Cursos Diversos:
Direito, Universidade de Fortaleza (UNIFOR), CE, 1998-2002; Engenharia Mecânica, Universidade do Ceará (UFC), Fortaleza, CE, 1978-1982.

CAPITÃO WAGNER
Nasceu em 21 de janeiro de 1979, em Santo Amaro (SP), mas desde muito pequeno veio para o Ceará onde estudou, tornou-se policial e formou sua família. É Casado com Dayany Bittencourt, com quem é pai de dois filhos.
Em 2009, tirou o primeiro lugar no Ceará no concurso da Polícia Rodoviária Federal, mas não assumiu a vaga. Bacharel em Segurança Pública, diploma conferido a todos que passam três anos estudando para ser oficial da Polícia Militar, o oficial dava aula em cursinhos preparatórios para concursos.
Capitão Wagner é um líder nato que em quatro anos ganhou destaque nacionalmente como político.
Em 2010, concorreu pela primeira vez a um cargo eletivo e surpreendeu, obtendo 28.818 votos superando políticos experientes.
Em 2012, disputou uma cadeira na Câmara Municipal de Fortaleza, momento em que se tornou o vereador mais votado da história do parlamento cearense.
O fenômeno de votos decidiu se candidatar à vaga de deputado estadual na Assembleia Legislativa do Ceará. Novamente foi o mais votado, acolhido por 194.239 cearenses, obteve votos em todos os 184 municípios do estado. As 10 cidades onde recebeu maior votação foram: Fortaleza, Caucaia, Maracanaú, Juazeiro do Norte, Maranguape, Sobral, Quixadá, Russas, Cascavel e Camocim.
Capitão Wagner também é autor da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que institui o voto aberto em todas as decisões da Assembleia Legislativa do Ceará. O voto aberto irrestrito se justifica pela população ter o direito de saber como votam seus representantes para poder avaliar melhor o comportamento dos parlamentares.
O Deputado Federal Danilo Forte e o Deputado Estadual Capitão Wagner, estiveram na Faculdade do Maciço de Baturité, atendendo a um convite do acadêmico em direito Alysson Castro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário