Buscar

22 janeiro 2016

Em partida emocionante, Ceará vence o Flamengo nos pênaltis e conquista a Taça Asa Branca

Era para ser um amistoso de luxo entre duas equipes em ritmo de preparação para o Estadual. Mas em campo, Ceará e Flamengo deixaram o caráter festivo da partida de lado e fizeram uma partida digna de decisão, em que a disposição driblou a falta de ritmo tradicional de início de temporada. Diante um Castelão dividido meio a meio entre alvinegros e rubro-negros, os dois times protagonizaram um duelo intenso, que terminou empatado em 3x3 no tempo normal. Como estava em jogo a Taça Asa Branca, a definição do campeão veio nas cobranças de pênalti. Os jogadores do Vovô capricharam nas cobranças e venceram a disputa por 4x3, largando de forma triunfal em 2016 e colocando mais um troféu na galeria de Porangabuçu.  

Para o Ceará, a partida serviu para o técnico Lisca fazer os últimos testes na equipe que estreia domingo no Campeonato Cearense, contra o Tiradentes, no PV. Foi também a oportunidade de ver em campo várias caras novas, como Richardson, Serginho e Guilherme Biteco. Além de velhas figuras conhecidas do torcedor, como os atacantes Bill e Siloé. E a dupla mostrou serviço logo no primeiro jogo do ano. 

Em primeiro tempo de pouca inspiração, o Vovô mostrou melhor movimentação em campo e abriu o placar com Siloé, aos 25 minutos, chutando forte dentro da área. Ele ainda teve chance de ampliar no primeiro tempo, mas a finalização parou nas mãos de Paulo Victor.  

As emoções ficaram reservadas para o 2º tempo. No intervalo, Lisca decidiu efetuar as 11 substituições que tinha direito, mudando todas as peças da equipe que iniciou o jogo. O Fla também reiniciou a etapa final bem modificado, com sete alterações. 

Mais ligado na partida, o Vovô manteve o gás e ampliou o placar logo aos três minutos, com Bill. A desvantagem de 2x0 deu uma chacoalhada no Fla, que cresceu na partida e diminui o placar com Sheik. A pressão continuou. E resultou no empate, que saiu com um gol contra de Salazar, pressionado por Sheik. No embalo da torcida, o rubro-negro não mediu forças para buscar a virada, que veio em gol marcado por Marcelo Cirino, aos 41 minutos do 2º tempo. Não deu nem para comemorar. Na sequência, o Vovô voltou a igualar o marcador, com o estreante Serginho, em chute colocado.

Na disputa dos pênaltis, os Alvinegros converteram as quatro cobranças que fizeram. O Fla falhou nos chutes de Wallace e Guerrero. Senha para a festa alvinegra, taça garantida e sorriso no rosto na volta para casa.   

FICHA TÉCNICA
Ceará 3 (4) x (3) 3 Flamengo
CEARÁ
Éverson (Douglas); Tiago Cametá (Robertinho), Carlão (Salazar), Charles (Thiago Carvalho) Fernandinho (Sanchez); João Marcos (Ricardo Conceição), Baraka (Richardson), Jhonnatan (Biancucchi) e Guilherme Biteco (Serginho); Alex Amado (Assisinho) e Siloé (Bill).
TÉCNICO: LISCA

FLAMENGO
Paulo Victor, Rodinei (Pará), Wallace, Juan (César Martins) e Jorge (Chiquinho); Márcio Araújo (Jonas) (Alan Patrick), Willian Arão (Canteros) e Everton (Mancuello); Gabriel (Marcelo Cirino), Emerson Sheik e Guerrero.

TÉCNICO: MURICY RAMALHO
Data: 21 de janeiro de 2016
Local: Arena Castelão, em Fortaleza
Árbitro: César Magalhães 
Assistentes: Mardônio Ribeiro e Nailton Oliveira.
Cartões amarelos: Robertinho (C) e Marcelo Cirino (F)
Público pagante: 34.498 (1000 não pagantes)
Renda: R$ 718.495,00
Gols: Siloé aos 25 do 1ºT, Bill aos 3 do 2ºT (C) e Serginho aos 43 do 2ºT; Sheik aos aos 12 do 2ºT, Salázar (contra) aos 37 do 2ºT e Marcelo Cirino aos 41 do 2ºT (F).
Pênaltis: Bill, Richardson, Roni e Serginho converteram para o Ceará; Sheik, Alan Patrick e Marcelo Cirino converteram para o Fla. Wallace e Guerrero perderam.  

Fonte: O POVO

Nenhum comentário:

Postar um comentário