Buscar

04 janeiro 2016

Confira a lista dos concursos federais mais aguardados do novo ano

Ano novo chegou e trouxe com ele uma relação de concursos, aumentando a expectativa dos concurseiros de plantão. O concurso do IBGE oferta 600 vagas e está com inscrições abertas. O do INSS inicia as inscrições nesta segunda-feira, 4, com 950 oportunidades de emprego.
Outros órgãos também estão se empenhando para ampliar o quadro de funcionários, aguardando a liberação, apesar das restrições orçamentárias enfrentadas pelo País.
Confira a relação dos concursos federais mais aguardados para o ano de 2016:
ABIN
Em meio a um clima de terrorismo, um dos argumentos é que é necessário reforçar a segurança do País, e prestes a receber autoridades de diversos países devido os Jogos Olímpicos em 2016, é grande a pressão para que a Agência Brasileira de Inteligência (Abin) possa abrir concurso no início do ano. A proposta da Agência é o provimento de 200 vagas de Oficial de Inteligência, 150 de Oficial Técnico de Inteligência, 50 de Agente de Inteligência e 70 de Agente Técnico de Inteligência, todos do plano de carreira e cargos da ABIN.

ANTT
A Agência Nacional de Transportes Terrestres já tem pedido formalizado no Ministério de Planejamento, Orçamento e Gestão, em tramitação desde junho de 2014. A meta da agência reguladora é preencher pelo menos 670 vagas em cargos ainda não especificados.

BANCO CENTRAL
A Associação Nacional de Proteção e Apoio aos Concursos Públicos (ANPAC) afirma que um novo concurso do Banco Central do Brasil será lançado em 2016, para provimento de vagas para Analistas e Técnicos do Bacen. Apesar de contar com cerca de 4.085 funcionários na ativa, o quadro do banco está longe de ser satisfatório. O déficit de servidores estimado é grande: aproximadamente 2.393 cargos vagos. Estima-se que sejam ofertadas pelo menos 2 mil vagas, devido necessidade imediata.

BANCO DO BRASIL
Com vagas para os estados Rio de Janeiro, Amazonas, Espírito Santo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Santa Catarina, a expectativa é que a empresa publique o edital no começo de 2016. O cargo de escriturário exige o nível médio e sua remuneração é de R$3.280.

CAIXA
Novas chamadas de aprovados, e possibilidade de um novo concurso. Este é o cenário para 2016 na instituição bancária. A validade da última seleção de técnico bancário, realizada em 2014, encerra em 16 de junho. Já no certame para as funções de nível superior, o prazo vai até o dia 26 do mesmo mês. Mas a Caixa ainda não confirmou informação.

CORREIOS
A expectativa é de que, ao longo de 2016, seja aberto o concurso para cargos do nível médio - carteiro e operador de triagem e transbordo - com oferta de 2 mil vagas.
MINISTÉRIO DA FAZENDA
Após a suspensão das seleções públicas anunciada em setembro, o Ministério do Planejamento admitiu que poderá conceder autorizações excepcionais, em casos de emergência ou grande necessidade. A proposta é preencher quase 4 mil vagas, onde 3.500 seriam para os cargos de Assistente técnico-administrativo, nível médio, e Analista técnico-administrativo, nível superior. As vagas restantes seriam para outros cargos de nível superior, tais como Contador,  Engenheiro, Arquiteto, Arquivista/arquivologista, Psicólogo, Pedagogo, Analista em tecnologia da informação,  Matemático e  Médico.
MTE
O Ministério do Trabalho deverá concentrar esforços para realizar em 2016 o concurso para auditor-fiscal do trabalho (nível superior). Além de impedir a redução dos índices de acidentes de trabalho, a falta de auditores prejudica o combate à sonegação do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), entre outros.

POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL
O objetivo do órgão é preencher pelo menos 1.500 vagas de Policial Rodoviário, cargo que exige graduação em qualquer área e CNH categoria “B” em diante. Dentre suas principais atividades estão o controle das fronteiras, o combate ao tráfico de armas e drogas e à exploração sexual de crianças e adolescentes, além da redução do número de acidentes nas rodovias federais.

POLÍCIA FEDERAL
A Polícia Federal (PF) precisa reapresentar até o fim de maio de 2016 o pedido de verificação de disponibilidade orçamentária para a realização do concurso para delegado e perito, visando a liberação para o próximo ano. A reapresentação seria para a inclusão no orçamento de 2017, quando seriam feitas as nomeações, 
mesmo com o concurso acontecendo no ano que vem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário