Buscar

04 janeiro 2016

Chove granizo de novo no Ceará, agora em Viçosa

Era de tardinha e o costume de pai e filho de sempre aproveitar a chuva para tomar banho, na tarde deste primeiro domingo do ano, 3, veio com uma surpresa. Quando Jardan Chandley Leal, 20, universitário, e Fracivaldo Leal, 49, empresário, saíram para calçada de casa no bairro São José, no município de Viçosa do Ceará (na Serra da Ibiapaba, a 348 km de Fortaleza) para aproveitavar o banho de chuva, viram as primeiras pedrinhas de granizo caírem. 
“Meu pai achou que era brincadeira da minha mãe, jogando gelo na gente de dentro de casa. Mas, quando vimos caindo mais e a chuva forte doendo nas costas, é que notamos que era do céu. Juntamos umas e tiramos a foto. Chamamos os vizinhos para verem. Foi uma festa!”, conta Jardan.
A chuva durou cerca de uma hora, entre 16h e 17 horas, “depois ficou só o sereno”. “A gente tem um termômetro aqui e, por ser serra, já teve de ficar muito frio. Mas granizo foi a primeira vez que eu vi”, relata o estudante. texto
As razões
O granizo pode ser comum quando o Estado é influenciado pelo fenômeno “Cavado de Alto Níveis”, como explica, por meio de assessoria de imprensa, a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). O Cavado tem grande extensão vertical, cerca de 12 km, e topos muito frios, o que auxilia na formação de nebulosidade, com nuvens do tipo cumulonimbus, com grande capacidade de fazer precipitar granizo.
De acordo com imagens de satélite da Funceme, o Cavado de Altos Níveis teve um pico de temperaturas baixas (entre 65 e 85 graus Celsius negativos), com nuvens bem desenvolvidas, às 16h30, exatamente no norte da Serra da Ibiapaba - o que explica a ocorrência de granizo em Viçosa.
O fenômeno tem características parecidas com o “Vórtice Ciclônico de Altos Níveis”, que atuou no Ceará nas últimas semanas de dezembro, provocando chuvas e precipitações de granizo em Ubajara (na Serra da Ibiapaba).
Fonte: O POVO

Nenhum comentário:

Postar um comentário