Buscar

30 dezembro 2015

Wesley Safadão comemora seu melhor ano, diz que anda com segurança a pedido da mãe e surpreende: ‘Sou um cara envergonhado’

“Sem dúvida foi o melhor ano da minha vida”, diz Wesley Safadão. Não é exagero do cantor cearanse de 27 anos. Com música estourada (“Camarote” é uma delas) e agenda lotada (só em dezembro serão um total de 26 shows), ele prendeu o cabelão, virou meme na internet, provocou gritinhos do público pode onde passou, e, finalmente, alcançou o sucesso do Norte ao... Bem, Safadão diz que ainda precisa conquistar o Sul (uma apresentação já foi acertada no Paraná), e essa é só uma de suas metas para 2016.
Coincidência ou não, foi só você abandonar o antigo visual, com aquele cabelão solto, para estourar nacionalmente. Foi uma estratégia?
O artista depende da música e é a isso que dou valor. Se eu tivesse ficado careca, o resultado seria o mesmo. A gente se preocupa muito com o repertório. A história do cabelo foi por acaso. No fim do ano passado, fui fazer uma formatura no Rio Grande do Norte. Cheguei cansado no hotel e perdi a hora. Acordei atrasado e, sem paciência, prendi o cabelo. Fiz o show marcado para as 3h da manhã assim e deu certo, as pessoas gostaram. Mas sempre usei o cabelo preso em casa.
Foram muitos shows em 2015, com muitas viagens. É difícil aguentar essa rotina pesada?
Nem conto o número de shows que faço. Mas não fico mais de dois dias longe de casa, meu empresário já sabe disso. Tenho que ver minha família, dormir na minha cama. Preciso só de cinco horas de sono. Não sei se isso vai me custar um preço alto no futuro, mas vou indo.
Wesley Safadão diz que tem vontade de cortar o cabelo, que agora só aparece preso
Ter comprado um jatinho ajuda nessa maratona, não é?
Foi uma conquista importante. Não é um luxo. Você não tem mais aquele desgaste de aeroporto. Sempre quando ficava sentado horas, com a costela naquela cadeira gelada, esperando o voo, ligava para minha mãe dizendo que ia desistir dessa vida de cantor.
Aconteceu um acidente grave com o ônibus da sua banda na estrada este ano. Você não fica com medo?
Costumo dizer que não tenho medo, tenho fé. Se o tempo não está bom, a gente não decola. Não adianta arriscar. Se estou num carro em alta velocidade na estrada, estou buscando algo que não é bom para mim. Tomo cuidado, faço minhas orações e rezo sempre quando saio de casa.
Você virou meme na internet para todas as situações. Isso te incomoda ou dá para achar graça?
Levo na maior esportiva. Se é de política, falam meu nome. Se é de cinema, falam meu nome também. Algumas são bem agressivas, tento não me incomodar, mas no geral me divirto.
Por que você acha que virou alvo dessas brincadeiras? Por causa do seu nome artístico?
Sempre gostei de Safadão. Já me disseram para trocar, que era pejorativo, mas não quis. Mas essa safadeza toda não existe. Já cantei canções apelativas, mas não canto mais hoje. Hoje, subo no palco, canto minhas músicas e faço minha dancinha para arrancar os gritos das fãs. Mas sou um cara envergonhado, tímido.
Você é mesmo um cara envergonhado?
Sim, às vezes olho as coisas que faço em cima do palco e acho que não sou eu. Não sei dançar, na verdade. Eu tento.
É impossível andar hoje sem segurança?
Minha mãe não deixa eu andar sem segurança (risos). Ando sim, mas nem quero saber onde eles estão. Prefiro que eles fiquem de longe. Antes do Natal, fui a um shopping aqui em Fortaleza com minha mulher comprar os presentes. As pessoas vêm falar, atendo todo mundo na boa. Consigo ir aos lugares, não me sinto uma estrela. Trabalhei e trabalho muito para ter esse reconhecimento. Tomo certos cuidados, como na hora de almoçar escolher uma mesa mais no cantinho, mas sempre tem quem encontre a gente e pede para tirar foto.
Safadão com a mulher, a modelo e empresária Thyane DantasO assédio feminino é muito grande em cima de você?
Faz parte. Esses dias, no fim de um show em Campina Grande (Paraíba), uma fã driblou os seguranças e correu na minha direção. Pedi que os seguranças não fizessem nada. Ela me abraçou forte, agarrou tanto meu pescoço que eu fui ficando vermelho e engasguei. Algumas vão além mesmo.
Você marcou um golaço recentemente num jogo beneficente com jogadores profissionais. É mesmo bom de bola?
Meu sonho era ser jogador de futebol. Virei cantor por acaso. Nos meus dias de folga, gosto de jogar com os amigos e acho que sou bom de bola. Pelo menos, é o que sempre me dizem.
É daquele tipo de pessoa que faz lista com as metas para o ano que vem?
Algumas já estão no bloco de notas do meu celular. Foco nelas. Quero gravar um DVD num resort só com músicas inéditas. Posso falar que minha música chega em todo o Brasil, mas eu, não. Ainda falta conquistar alguns lugares, como a região Sul do país. E também uma música na novela. Achei que em 2014 aconteceria, mas é um fator que não depende só de mim.
Wesley Safadão com a família no aniversário de 1 anos de Ysis, sua caçula
Você já tem um menino de 5 anos e uma menina de 1 com sua mulher, a modelo Thyane Dantas. Entre os planos pessoais, está o de ter mais um filho?
A gente toma cuidado demais. Queremos, mas não para agora. Minha escadinha é de três em três anos. Antes de falar com você, estava na rua com o mais velho na “carcunda” e a caçula nos braços. Sou muito apegado a eles. Gosto da casa cheia e as crianças são sinônimos de alegria para mim.
Cortar o cabelo está entre os planos de 2016?
Tenho a maior vontade de cortar, mas quero que todo mundo me conheça assim antes. Quero criar essa expectativa.

Fonte: EXTRA

Governador entrega obras hídricas que beneficiam moradores da zona rural de Barreira

20151228193344  MG 1129-web
O governador Camilo Santana esteve nesta segunda-feira (28) no município de Barreira, a 72 quilômetros de Fortaleza, onde realizou a entrega de 1030 cisternas de placas, que vão atender a 46 comunidades, beneficiando 1.155 famílias que já estão cadastradas. O chefe do executivo também entregou um chafariz e três dessalinizadores, beneficiando quase 200 famílias da zona rural nas comunidades de Pascoalzinho (90 famílias), Lagoa do Canto (15 famílias) e Umburana/Córrego (80 famílias).
Camilo Santana falou sobre a sua luta, de longa data, para não deixar faltar água para a população cearense. "Eu tive a oportunidade de ter sido secretário do Desenvolvimento Agrário do governador Cid Gomes e me lembro bem quando fizemos uma proposta para a construção de 100 mil cisternas no Ceará. A partir dali conseguimos ampliar e fazer que o estado fosse um dos com maior número de cisternas implantadas da região Nordeste. Se tem algo que estamos penando muito é com a seca, já são quatro anos seguidos e precisamos olhar muito para as pessoas esse ano para não faltar água. Fiz uma avaliação do volume de ações 

20151228201146  MG 1390-web
emergenciais investidas na questão hídricas neste ano e o valor passou de R $ 260 milhões. Nossa prioridade é fazer adutoras, cavar poços e informo que estou acabando de comprar 19 novas máquinas perfuratrizes para o Ceará, antes só tinhamos 11", informou.
Já foram investidos no município de Barreira, com a implantação de cisternas, R$ 3.579.300,16 e a meta é atingir 1500 cisternas com investimento total de R$ 4.110.984,00. Já para a construção do chafariz e dos dessalinizadores foram utilizados R$ 142 mil, do Fundo Estadual de Combate à Pobreza (Fecop).
20151228193344  MG 1129-web

O secretário de Desenvolvimento Agrário, Dedé Teixeira, destacou a importância da implantação das cisternas no trabalho de convivência com a seca. "Estamos negociando para 2016 mais 50 mil  e precisamos do apoio dos deputados. Vamos continuar lutando por esse objetivo de universalizar as cisternas em todo o Estado nesse momento de seca. O governador foi o secretário de Desenvolvimento Agrário que iniciou a negociação dessas cisternas e vamos trabalhar firme para continuar com esse projeto", disse.
O secretário de Recursos Hídricos, Francisco Teixeira, reforçou o trabalho do chefe do executivo para levar água para a população. "O governador tem feito todo o esforço para não faltar recursos para combater a seca. Só nessa região, são 10 dessalinizadores que ajudam a lidar com esse problema, entre outras ações como mais de 200km de adutora só no primeiro ano do governo Camilo Santana", disse.
20151228195124  MG 1189-web
Morador de Barreira, o agricultor Hélio Mendonça da Silva se mostrou feliz com os benefícios. "Ter água nunca é demais, é algo que todos precisamos. Podemos dizer que somos abençoados por ter um governador que se importe conosco e não nos deixa passar por maiores necessidades", disse.
A dona de casa Francisca Carmen de Oliveira também compartilha da mesma satisfação. "Receber todas essas obras é um presente de fim de ano para nós. Sabemos que a falta de água é um problema que muitos vivem, mas graças a essa atenção, poderemos usufruir da água, algo essencial para a vida de todo ser humano", disse.
Estiveram também presentes na solenidade o secretário da Fazenda, Mauro Filho; os deputados federais José Guimarães e Domingos Neto; o presidente da Assembleia Legislativa, Zezinho Albuquerque; o prefeito de Barreira, Antônio Peixoto; entre outros.

Chafarizes e dessalinizadores

Neste ano, a Sohidra já instalou 273 chafarizes em comunidades rurais e sedes municipais. O Governo do Estado também tem investido na implantação de dessalinizadores. Até agora foram instalados 37 equipamentos e outros 31 estão em fase de conclusão. Pela Secretaria dos Recursos Hídricos, em convênio com o Ministério do Meio Ambiente (MMA), outros 222 dessalinizadores estão sendo implantados em 44 municípios dentro do Programa Água Doce. Setenta deles já estão funcionando.

Cisternas

A entrega é uma realização do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) e do Governo do Estado, executado pela Secretaria do Desenvolvimento Agrário em parcerias com ONG'S, que entregarão 7.947 cisternas em 11 municípios cearenses, com investimento total de R$ 21.999.997,98. Barreira foi o primeiro dos 11 municípios a receber as cisternas de placa.

Fotos: Tiago Stille

Thiago Sampaio
Repórter/Célula de Reportagem

Sabrina Lima
Gestora de Célula/Secretarias

Coordenadoria de Imprensa da Casa Civil

Governo autoriza construção de rodovia que beneficiará o Maciço de Baturité

A obra, que abrange 38,2 km de estrada pavimentada, contemplará a população de Aracoiaba, Ocara, Redenção e localidades adjacentes, e terá o investimento de R$ 23.054.061,28.
 ARI5378-web
O governador Camilo Santana assinou nesta segunda-feira (28), dia do aniversário de Ocara, a ordem de serviço para o início das obras de pavimentação da rodovia CE-464, no entroncamento entre a CE-060 (Antônio Diogo) e a CE-359 (Ocara). “Estamos hoje aqui, nessa data tão importante, dando a ordem de serviço da estrada que vai atender os moradores do Maciço de Baturité. Mesmo em um ano de dificuldades, estamos firmando um compromisso antigo e um sonho histórico da população”, salientou.
A obra, que abrange 38,2 km de estrada pavimentada, contemplará a população de Aracoiaba, Ocara, Redenção e localidades adjacentes, facilitando a trafegabilidade no trecho, que atualmente é de piçarra. A nova via receberá serviços preliminares e auxiliares, drenagem, pavimentação, obras d'arte correntes, obras d'arte especiais, sinalização (horizontal e vertical), proteção ambiental e outros. Para sua execução serão investidos R$ 23.054.061,28, oriundos do Tesouro Estadual e do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).
 ARI5341-web
Camilo disse ainda que, em breve, retornará ao município para honrar compromissos feitos com a população. “Logo estarei de volta para autorizar a construção da Escola Profissionalizante de Ocara, que já está licitada, investindo assim na educação e no futuro dos jovens. Vou, ainda, honrar meu compromisso de ajudar na infraestrutura do Distrito Industrial da cidade, para trazer emprego para o povo local”, informou.
A prefeita Vânia Clementino agradeceu ao Estado pela nova rodovia e disse que o presente é para toda população da Região do Maciço de Baturité. “Em nome do povo, agradeço essa importante obra do Governo do Estado para Ocara, que vai melhorar a via de acesso da cidade aos municípios do Maciço. Hoje, comemoramos 28 anos de emancipação política, mas o presente é para todos da Região”, disse.
 ARI5513-web
O comerciante Airton Soares, de 40 anos, disse que a rodovia vai melhorar o trânsito entre as cidades da Região. “Hoje, para fazermos o deslocamento até o distrito de Antônio Diogo, em Redenção, temos que ir por Quixadá. Com essa estrada tudo ficará mais fácil, pois promoverá uma viagem mais rápida, segura e confortável”, pontou.
 ARI5518-web
Já a auxiliar de serviços gerais Aldira de Sousa, de 53 anos, falou que a CE-464 é uma conquista da população da região, que agora vai poder se deslocar entre os municípios do Maciço e cursar o ensino superior. “Eu mesma não estou estudando Nutrição porque, na Região, somente Redenção tem uma universidade com o curso. Porém, o deslocamento até lá é inviável, o que mudará com a nova estrada”, enfatizou.
Estiveram ainda presentes na solenidade os secretários Dedé Teixeira (SDA) e Mauro Filho (Sefaz), o deputado federal José Nobre Guimarães, além de prefeitos, vereadores e lideranças políticas da Região do Maciço de Baturité.

Investimento

Até o início de dezembro de 2015, o Governo do Estado já entregou 378,5 quilômetros de rodovias, sendo 247 km de restauração e 132 km de pavimentação, com investimento total de R$ 216.342.779,20. Além disso, cerca de 884 quilômetros da malha rodoviária estão em obras (entre pavimentação, duplicação e restauração), mais de 90% destas obras inclusas no Programa Viário de Integração e Logística – Ceará IV. O aporte financeiro das ações é de R$ 832.656.335,53, oriundos do Tesouro do Estado e do Banco Interamericano de Desenvolvimento – BID.

Sobre o Ceará IV

Consiste na ampliação e melhoria da malha rodoviária do estado, desenvolvimento de planos de fortalecimento institucional e, capacitação de servidores do Departamento Estadual de Rodovias - DER e pretende melhorar a integração regional e a logística econômico-produtiva, através de intervenções previstas na malha viária, proporcionando maior acessibilidade aos Pólos de Desenvolvimento e integração dos grandes eixos viários de escoamento da produção, portos e aeroportos do Ceará.

Fotos: Ariel Gomes / Governo do Ceará

Wiarlen Ribeiro
Repórter / Célula de Reportagem

Sabrina Lima
Gestora de Célula/Secretarias

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado do Ceará

Salário mínimo será de R$ 880 a partir de 1º de janeiro

dinheiro
O salário mínimo aumentará para R$ 880 a partir do dia 1º de janeiro. O decreto presidencial definindo o novo valor será publicado no Diário Oficial da União desta quarta-feira, como informou o colunista do jornal O Globo, Lauro Jardim. Em nota, a Presidência da República afirma que, com a medida, o governo da presidente Dilma Rousseff “dá continuidade à sua política de valorização do salário mínimo, com impacto direto sobre cerca de 40 milhões de trabalhadores e aposentados, que atualmente recebem o piso nacional”.

O aumento é de 11,6%. O atual salário mínimo é de R$ 788.
No fim de novembro, a equipe econômica, encabeçada pelo então ministro da Fazenda, Joaquim Levy, chegou a discutir a possibilidade de adiar o reajuste do salário mínimo por seis meses, de janeiro para maio, como forma de aliviar o peso sobre os cofres públicos em meio ao ajuste fiscal. À época, a sugestão encontrou forte resistência do atual titular da pasta e então ocupante do Planejamento, Nelson Barbosa. O próprio Levy chegou a negar que a ideia tenha saído de dentro do ministério e afirmou que houve apenas estudos técnicos dentro do Congresso Nacional, sem que o governo tenha acatado a possibilidade.
Com informações do O Globo.
Fonte: Ceará Agora

Ministério da Saúde divulga dados atualizados de microcefalia

microcefalia
O Ministério da Saúde divulgou nesta terça-feira (29) o último boletim epidemiológico do ano sobre microcefalia. Os dados foram copilados até o dia 26 de dezembro. Até o momento, foram notificados 2.975 casos suspeitos da doença em recém-nascidos de 656 municípios de 20 unidades da federação. Também estão sendo investigados 40 óbitos suspeitos de microcefalia relacionados ao vírus Zika.

Das 20 unidades da federação com casos suspeitos, nove permaneceram com número de casos suspeitos iguais ao Boletim anterior divulgado na semana passada (22/12). Três estados (TO, MG e MT) apresentaram diminuição de casos e oito apresentaram aumento de casos.
O maior número de casos foi registrado em Pernambuco (1.153), o que representa 38,76% dos casos de todo o país. O estado foi o primeiro a identificar aumento de microcefalia no país. Em seguida, estão os estados da Paraíba (476), Bahia (271), Rio Grande do Norte (154), Sergipe (146), Ceará (134), Alagoas (129), Maranhão (94) e Piauí (51).
Em novembro, o Ministério da Saúde declarou Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional para dar maior agilidade às investigações, que estão sendo realizadas de forma integrada com as secretarias estaduais e municipais de saúde. Trata-se de um mecanismo previsto para casos de emergências em saúde pública que demandem o emprego urgente de medidas de prevenção, controle e contenção de riscos, danos e agravos à saúde pública. Também está em funcionamento, desde o dia 10 de novembro, o Centro de Operações de Emergência em Saúde (COES), um mecanismo de gestão de crise que reúne as diversas áreas para responder a esse evento.
MOBILIZAÇÃO NACIONAL
Para a execução das ações do Plano Nacional de Enfrentamento à Microcefalia, foi instalada a Sala Nacional de Coordenação e Controle para o Enfrentamento à microcefalia. O objetivo é intensificar as ações de mobilização e combate ao mosquito Aedes aegypti. Também serão instaladas salas estaduais, que contarão com a presença de representantes do Ministério da Saúde, Secretarias de Saúde, Educação, Segurança Pública, Assistência Social, Defesa Civil e Forças Armadas.
Atualmente, estão implantadas salas em 18 unidades da federação: Acre, Amazonas, Goiás, Mato Grosso, Paraíba, Pernambuco, Paraná, Santa Catarina, Tocantins, Rio Grande do Sul, Distrito Federal, Alagoas, Bahia, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro, Sergipe e Ceará. Outros quatro estados estão em fase de implantação da sala: Pará, Rio Grande do Norte, Minas Gerais e São Paulo. Os demais serão orientados pelo Ministério da Saúde para a implantação das salas.
Fonte: Ceará Agora

Cunha diz que pedido de afastamento contra ele é peça teatral

ccu
O presidente da Câmara, Eduardo Cunha, disse nesta terça-feira, 29, que o pedido de impeachment apresentado contra ele pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, é uma peça teatral. Para ele, trata-se também de peça política e não jurídica.
Cunha disse que analisou as 190 páginas do pedido e escreveu cerca de dez páginas rebatendo os argumentos apresentados. O procurador-geral citou 11 fatos que comprovariam que Cunha usa o cargo de presidente da Casa para intimidar parlamentares e para práticas ilícitas.
Em um café da manhã de fim de ano com jornalistas, o presidente da Câmara avaliou que o processo de impedimento da presidenta Dilma Rousseff deve ser concluído até o fim de março na Câmara dos Deputados. Se vier a ser aprovado, seguirá para avaliação do Senado.
Para ele, mesmo que o governo coloque em dia os atrasos de pagamento aos bancos públicos, rejeitados pelo Tribunal de Constas da União (TCU), isso não provocará mudanças no andamento do processo.
Segundo Cunha, um dos principais argumentos considerados para aceitação do processo pela Câmara são os decretos emitidos este ano pelo governo em desacordo com a Lei Orçamentária.
“A gente não considerou nada que tenha ocorrido no mandato anterior e a aceitação se deu pelos decretos emitidos este ano em desacordo com a Lei Orçamentária. Não é o pagamento das pedaladas de 2011 a 2014 que altera a realidade de o decreto ter sido emitido em desacordo com a Lei Orçamentária”, disse.
Em sua decisão para abertura do processo, Cunha argumenta que Dilma assinou decretos com créditos suplementares, em que aumentou os gastos federais deste ano em descumprimento da Lei Orçamentária anual e sem a aprovação do Congresso Nacional.
Ontem (28), o secretário interino do Tesouro Nacional, Otávio Ladeira, disse que o governo pretende pagar, ainda este ano, os passivos apontados pelo TCU relativos a atrasos nos repasses a bancos públicos e ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).
Eduardo Cunha respondeu a perguntas sobre o cenário político e econômico do país e também sobre sua atuação na presidência da Câmara. Ele disse ter segurança de que vai cumprir na totalidade seu mandato como parlamentar e na presidência da Casa.
Sobre o processo contra ele no Conselho de Ética, o presidente da Câmara disse que se trata de um “processo de natureza política, que tem que ser enfrentado”.
Ao falar sobre a relação do governo da presidenta Dilma Rousseff com o PMDB, Eduardo Cunha, afirmou que um dos maiores pontos de reclamação do partido é o fato de os parlamentares nunca terem sido chamados para participar de questões como a formulação de políticas econômicas.
“Na verdade, nós não fomos chamados para nada. Essa é a grande queixa. Somos responsáveis pelas consequências políticas e econômicas e não somos responsáveis pela sua formulação. O PMDB só foi chamado para apoiar no Congresso aquilo que o governo entende que é o melhor”, disse Cunha.

Fonte: Ceará Agora

Homem que matou modelo confessa o crime

johnny2
O agente penitenciário Renílson Garcia Araújo Lima, de 27 anos, confessou à polícia que matou o modelo e atleta Johnny Moura, no domingo, 27. Ele disse à Polícia que atirou em Johnny após achar que o modelo teria abaixado o vidro do carro em que estava para continuar a briga que tiveram na festa. Esses e outros detalhes foram repassados pela delegada Socorro Portela em entrevista coletiva na manhã desta terça-feira, 29.

Renílson ainda diz que não tinha a intenção de matar o Johnny. Os dois possuíam amigos em comum, por frequentarem as mesmas festas, mas não se conheciam. Os dois começaram a briga após Johnny reclamar de um assédio que a namorada dele teria sofrido por parte de Renílson. Renílson estava com a namorada e a cunhada na festa e teve a briga separada por participantes e seguranças da festa.
O suspeito do crime é filho de um escrivão da Polícia Civil. Ele teve a identidade profissional confundia com a de um policial civil por um segurança que separou a briga entre e Johnny. Por isso, circulava nas redes sociais boatos de que Renílson seria um policial. Outro boato, segundo a polícia, era de que o suspeito do crime estava em um carro Volvo. Renílson estava em um Honda Civic.
Renílson foi preso na casa onde mora, no bairro Antônio Bezerra, por volta das 11h40min desta segunda-feira, 29. De acordo com a polícia, ele tentou fugir a pé, mas foi impedido pelos policiais. Com ele, a polícia apreendeu uma pistola .380, para a qual Renílson possuía porte de arma, já que era agente penitenciário. Ele disse aos policiais que pretendia entregar-se à polícia, tendo conversado com um advogado para tal. Renílson trabalhava na Casa de Privação Provisória de Liberdade Desembargador Francisco Adalberto de Oliveira Barros Leal (CPPL I), em Caucaia, onde estava desde 2013.
Fonte: Ceará Agora

Posto de Saúde em Caucaia funciona em casa alugada, sem equipamentos e água, segundo funcionário

FOTO: O POVO
FOTO: O POVO
A Unidade Básica de Saúde (UBS) Júlia Pessoa de Araújo, da localidade de Taquara, no Conjunto Nova Metrópole, em Caucaia (Região Metropolitana de Fortaleza) funciona sem medicamentos, gaze ou esparadrapo. A UBS está sem água desde o dia 24 de junho. A informação foi repassada por um funcionário do posto de saúde, que pediu para não ser identificado.
O posto funciona em uma casa alugada, já a sede da unidade, também no Conjunto Nova Metrópole, está em reforma há mais de um ano. Segundo o funcionário, a ligação de água é clandestina e, por isso, foi cortada.
Segundo o funcionário, a água foi cortada porque a ligação era clandestina. Também não há luvas no local. Os enfermeiros aplicam vacinações apenas com o álcool gel, sem nenhuma proteção. “Não temos banheiro, porque não temos água e a descarga é quebrada. Só funciona a aferição da hipertensão arterial, diabetes, puericultura e pré-natal. Fazemos o que dá”, informa.
O tensiômetro – aparelho que mede a pressão arterial – e o glicosímetro – para medir a taxa de açúcar no sangue – também apresentam defeito. O funcionário diz que está sem funcionar um aparelho chamado sonar, que escuta os batimentos cardíacos dos fetos.
No banheiro, baldes d’água podem ser criadouros do mosquito Aedes aegypti, que transmite dengue, zika e chikungunya.
Ainda de acordo com o funcionário, as obras de reforma no posto de saúde estão paradas porque os funcionários não receberam pagamento.
Fonte: Ceará Agora

Ceará aplica redução média de 4,01% para IPVA 2016

Em 2016, 100% dos proprietários de veículos no Ceará pagarão menos pelo IPVA (Imposto sobre a Circulação de Veículos Automotores). A redução média, com relação a 2015, será de 4,01%. No ano que vem, 2.118.445 veículos serão tributados, com uma previsão de arrecadação de R$ 719,065 milhões, onde 50% desse valor pertence ao tesouro estadual e os outros 50% são destinados aos municípios cearenses.
O maior IPVA a ser pago no estado em 2016 será de R$ 33.426,87, referente a uma Ferrari 2010. Já o proprietário de um buggy 2005 pagará o menor imposto, R$ 54,42. O prazo de recolhimento para quem optar pelo pagamento em cota única, usufruindo do desconto de 5% no tributo, será até o dia 29 de janeiro.
Já o parcelamento continuará sendo feito em quatro pagamentos iguais. Quem decidir por parcelar o desembolso – sem nenhum abatimento especial – deverá pagar as parcelas, que não podem ser inferiores a R$ 50,00, nos dias 23 de fevereiro, 23 de março, 25 de abril e 23 de maio de 2016. Como em 2015, o IPVA 2016 poderá ser pago nos cartões de crédito vinculados ao Banco do Brasil ou Bradesco.
Para chegar aos valores constantes nas tabelas do IPVA para 2016, o governo considerou a tabela divulgada pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), que expressa os preços médios de mercado dos veículos, efetivamente praticados por Estado, e consulta ao Sindivel (Sindicato dos Revendedores de Veículos Automotores do Ceará).
Em 2016, a Sefaz não fará envio de boletos pelos Correios.Todos os boletos para pagamento estarão disponíveis aos contribuintes a partir de 4 de janeiro, no site da Secretaria. A rede arrecadadora do IPVA inclui o Banco do Brasil, a Caixa Econômica, o BNB, Bradesco, casas lotéricas e Farmácias Pague Menos. A tabela completa para o IPVA 2016 já encontra-se disponível no site da Sefaz. (www.sefaz.ce.gov.br).
Fonte: Ceará Agora