Buscar

14 dezembro 2015

Secretaria da Agricultura, Pesca e Aquicultura realizou peixamento no Açude Aracoiaba

A secretaria da Agricultura, Pesca e Aqüicultura (SEAPA), através do Projeto de Peixamento em Coleções D’água Estaduais, realizou no último dia (18), o peixamento no Açude Aracoiaba, situado no Distrito de Vazantes em Aracoiaba. Foram 100 milheiros de alevinos (filhotes de peixe) fornecidos por Leandro Freire Nogueira, para o repovoamento de açude no município.
O objetivo desta ação é desenvolver a piscicultura extensiva, aumentando assim a oferta de alimentos com proteínas de origem animal, contribuindo dessa forma para a melhoria do padrão nutricional do homem, além de minimizar os efeitos causados aos estoques pesqueiros pelas irregularidades climáticas.
“É uma grande satisfação para os moradores da região que vivem da pesca receber essa quantidade de alevinos, nós estamos agradecidos pela iniciativa da governo do estado em parceria com a secretaria de agricultura de Aracoiaba, esperamos que o programa também beneficie outras comunidades do interior”, destacou o Prefeito Antônio Cláudio.
De acordo com O Secretário Helder Paz, a ação viabilizará o acompanhamento sistemático da produção e a geração de renda complementar para os produtores. "Além disso, os agricultores familiares terão acesso a uma alimentação de melhor qualidade", destacou.
O peixamento além de promover a segurança alimentar, também estimula a atividade pesqueira como geradora de trabalho e renda.

Ministério da Saúde envia 3 toneladas de larvicida para combate a dengue no Ceará

Mosquito-da-dengue
O Ministério da Saúde anunciou nesta segunda-feira (14/12) o envio de três toneladas de larvicida ao Ceará, quantidade que deve ser suficiente para proteger 1,5 bilhão de litros de água no estado. De acordo com o ministério, a quantidade liberada corresponde à demanda da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), levando em consideração a situação epidemiológica local e o histórico de consumo.

O objetivo é eliminar as larvas do mosquito Aedes aegypti, responsável pela transmissão da dengue, Zika e chickungunya. O larvicida é utilizado quando não é possível eliminar o foco de água parada, local de reprodução do mosquito.
Cada quilograma do produto é capaz de tratar 500 mil litros de água. As três toneladas encaminhadas para o Ceará devem tratar um volume de água equivalente a 600 piscinas olímpicas.
O reforço foi repassado aos estados das regiões Nordeste e Sudeste, totalizando mais 17,9 toneladas do produto. O ministério argumenta que a meta é manter as secretarias estaduais de Saúde abastecidas com um dos principais instrumentos para eliminar as larvas do mosquito Aedes aegypti.
Neste ano (janeiro a dezembro), foram enviadas 17,3 toneladas para Ceará.  Neste mesmo período, o Ministério da Saúde encaminhou, a todos os estados, 114,4 toneladas de larvicida. Esse quantitativo garantiu o tratamento de 57,2 bilhões de litros de água.
Para o próximo ano, o Ministério da Saúde garante já ter adquirido mais 100 toneladas do produto, que deve garantir o abastecimento até junho de 2016. Segundo o ministério, foram investidos cerca de R$ 10 milhões entre outubro deste ano e junho do próximo ano.
A pasta reforçou que todo insumo utilizado pelo Ministério da Saúde é de uso preconizado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) podendo, inclusive, ser utilizado em água para consumo humano.
Fonte: Ceará Agora

Brasil cai no ranking de desenvolvimento humano da ONU

FOTO: EDILSON RODRIGUES/ AGÊNCIA SENADO 2
FOTO: EDILSON RODRIGUES/ AGÊNCIA SENADO 2
Após subir três degraus entre 2009 e 2014, o Brasil perdeu uma posição no ranking do Índice do Desenvolvimento Humano (IDH) deste ano, segundo o relatório da Organização das Nações Unidas (ONU) divulgado nesta segunda-feira. O país foi ultrapassado pelo Sri Lanka, ocupando a 75ª colocação, entre 188 nações.
O índice mede o desenvolvimento humano por meio de três componentes – expectativa de vida, educação e renda. Apesar de descer um degrau, o Brasil registrou uma melhora no IDH, passando de 0,752 em 2013 para 0,755 em 2014. Quando mais próximo de 1, maior o IDH.
Mesmo assim, o Brasil ainda continua bem atrás de países latino-americanos como a Argentina (40°), Chile (42°), Uruguai (52°), Cuba (67°) e a Venezuela (71°). O primeiro lugar no ranking pertence à Noruega, seguida por Austrália e Suíça. Em último, aparece o Niger.
A coordenadora do Relatório de Desenvolvimento Humano Nacional, Andréa Bolzon, afirmou que a queda do país se deve ao ritmo de crescimento mais acelerado de outros países. “Apesar de o Brasil ter crescido no IDH, outros países cresceram em ritmo um pouco mais acelerado que o nosso. A isso se deve nossa queda”, explicou.
Dentre os indicadores, o documento mostra que o Brasil melhorou na expectativa de vida, de 74,2 para 74,5 anos, mas caiu na renda per capita, de 15.288 para 15.175 dólares – desde 1990, o país não tinha uma retração nesse componente. Andréa, no entanto, afirmou que a crise econômica pela qual passa o país atualmente pode ter um impacto mais negativo sobre o IDH no próximos ano. “Agora, daqui para a frente, precisamos aguardar para ver como as coisas vão se refletir no relatório”, afirmou.
Bolsa família e PAC
O relatório de 272 páginas menciona o Brasil dez vezes. Em três delas, a referência é ao Bolsa Família, programa social do governo federal lançado no ano de 2003. O documento afirma que, “apesar das preocupações iniciais de que a transferência de renda poderia causar declínio nas taxas de emprego, a experiência tem sido encorajadora” e “pode ser replicada em outras partes do mundo”. O documento destaca que desde seu lançamento, o programa permitiu que cinco milhões de pessoas deixassem de viver na pobreza extrema.
O Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) também é citado como uma iniciativa que poderia reduzir a desigualdade de oportunidades. “Com os incentivos corretos, o setor privado pode ser induzido a cumprir um papel importante na construção de infraestrutura física. Esses investimentos vão imediatamente criar trabalho para trabalhadores pouco qualificados.”
Trabalho
O tema central do relatório neste ano é “O Trabalho como Motor do Desenvolvimento Humano”, uma relação que nem sempre é automática: no mundo inteiro, há 168 milhões de crianças em situação de trabalho infantil, 21 milhões de pessoas submetidas ao trabalho escravo e 30 milhões de empregados em setores que oferecem riscos, como os trabalhos em minas.
Mais: 830 milhões são trabalhadores pobres, ou seja, trabalham, mas vivem com menos de 2 dólares por dia. Do levantamento com índices oficiais dos 188 países, concluiu-se que mais de 204 milhões estão desempregados. Os jovens respondem por 36% do total. Apesar desses indicativos, o relatório afirma que, nos últimos 25 anos, “graças à melhoria na áreas de saúde e educação, além da redução da pobreza extrema”, 2 bilhões de pessoas deixaram os baixos níveis de desenvolvimento humano no mundo.
Com informações da Veja.com
Fonte: Ceará Agora

Atos pró-impeachment foram 'fortes', apesar do perído Natalino

dddd
O governador Geraldo Alckmin (PSDB) disse nesta segunda-feira, 14, que os protestos pelo impeachment da presidente Dilma Rousseff foram “fortes”, apesar de terem sido marcados para perto do Natal.

“A manifestação foi forte, espontânea, pacífica. Só fortalece a democracia. Agora, fazer manifestação a uma semana do Natal é querer demais”, afirmou Alckmin depois de ter sido entrevistado pelo presidente da Assembleia Legislativa, Fernando Capez, em um programa de TV da Casa.
“Não dá para comparar alhos com bugalhos. Comparar (os protestos de) agosto com os de agora, a uma semana do Natal”.
Os atos desse domingo pelo impeachment de Dilma foram marcados por uma adesão menor do que os realizados nos meses anteriores. Em São Paulo, o protesto que ocorreu na Avenida Paulista reuniu 30 mil pessoas, segundo a Polícia Militar. No ato de março, a polícia contabilizou 1 milhão de manifestantes.
Recesso
Alckmin também defendeu que o Congresso não entre em recesso parlamentar para agilizar a análise do processo de impeachment de Dilma. A posição do governador contraria a do PSDB, que apoia o recesso para ter mais tempo para conseguir dar mais corpo à ala pró-impeachment no Congresso.
“O ideal era não ter recesso. Se há uma situação dessa gravidade é bom resolver logo, seja de um lado, seja de outro”, afirmou. “Isso paralisa a economia, porque gera dificuldade”.
Questionado sobre sua posição ser diferente da do PSDB, o tucano respondeu: “O que tem que fazer é fazer o correto. É decidir rapidamente. A pior coisa é arrastar esse processo com suas consequências políticas e econômicas”.
Fonte: Ceará Agora

Ex-instrutor do centro socioeducativo Dom Bosco é morto a tiros

rabecao pericia forense
A Polícia investiga o assassinato de um ex-instrutor do sistema socioeducativo Dom Bosco, na tarde desta segunda-feira, 14. Francivaldo Aguiar da Penha estave em frente a sua casa, no Bairro Dias Macedo, quando foi atingido por vários disparos de arma de fogo pelas costas.

A vítima havia sido desligada do centro educacional há uma semana. Segundo familiares, Francivaldo sofria ameaças de morte. Após executar o ex-instrutor o responsável pelos disparos fugiu e até o momento ninguém foi preso.
Fonte: Ceará Agora

Extintor em veículos pode voltar a ser obrigatório

extintor abc
A Comissão de Viação e Transportes aprovou a suspensão da resolução (556/15) do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) que torna facultativo o uso do extintor de incêndio em automóveis, utilitários, caminhonetes e triciclos de cabine fechada.

A medida está prevista no Projeto de Decreto Legislativo (PDC) 234/15, do deputado Gonzaga Patriota (PSB-PE), e recebeu parecer pela aprovação do relator na comissão, deputado Hugo Leal (Pros-RJ).
Hugo Leal concordou com os argumentos de Patriota de que o Contran agiu de forma unilateral, causando transtorno aos proprietários de veículos de passeio e aos fabricantes e comerciantes de extintores de incêndio.
Para o relator, o extintor de incêndio deve ser mantido como item obrigatório de veículos automotores. “Não nos parece razoável a súbita mudança no entendimento do Contran havido por décadas quanto à importância e à obrigatoriedade desse equipamento de segurança. Sequer foram apresentadas as justificativas para a medida imposta, causando perplexidade e desconfiança sobre o órgão consultivo”, afirmou o relator.
Ele lembrou ainda que, nos últimos anos, em razão da obrigatoriedade dos extintores, fabricantes aumentaram a produção de extintores e comerciantes renovaram seus estoques, investindo consideráveis recursos financeiros nas empreitadas.
“O segmento envolve cerca de 400 empresas e gera emprego direto para aproximadamente 40 mil pessoas. O que fazer com os estoques residuais? Como recuperar o capital investido?”, questionou Hugo Leal. Além disso, continuou, os proprietários de veículos também investiram dinheiro na compra de extintores.
Acordo
O relator mencionou ainda acordo sobre a regulamentação básica unificada de trânsito, assinado em 1992 por Brasil, Argentina, Bolívia, Chile, Paraguai, Peru e Uruguai, que previa a obrigatoriedade do extintor de incêndio.

“Enquanto o Brasil for signatário do referido acordo, não há como o extintor de incêndio deixar de ser item obrigatório de todos os veículos automotores e passar a ser facultativo nos veículos de passeio”, observou.
Tramitação
O projeto será analisado ainda pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania, inclusive quanto ao mérito, antes de ser votado pelo Plenário. Na mesma votação, a comissão também aprovou o PDC 250/15, do deputado Moses Rodrigues (PPS-CE), que trata de matéria idêntica e tramita em conjunto com o PDC 234/15, de Gonzaga Patriota.

Fonte: Ceará Agora

Acidente em Santa Quitéria mata três pessoas

pericia forense
Um grave acidente ocorrido na manhã deste domingo na rodovia CE-257 em Santa Quitéria já na fronteira com Hidrolândia, deixou três pessoas mortas e duas feridas. A Polícia Rodoviária Estadual (PRE) esteve no local para averiguar as causas do acidente.

Populares informaram que, o veículo, um Volkswagen Saveiro de cor vermelha vinha transitando em alta velocidade, quando o motorista perdeu o controle da direção ocasionando o capotamento do veículo por diversas vezes. O condutor e um passageiro estavam sem cinto de segurança e foram arremessados do veículo, vindo ambos a óbito.
Uma mulher também morreu no local. Dois outros passageiros, um outro homem e uma mulher ficaram feridos e foram transferidos para o Hospital mais próximo.
Fonte: Ceará Agora

Municípios em crise: União admite que não conseguirá repassar verba da Saúde

pacientes no corredor
A transferência dos recursos federais aos Municípios para financiamento da Saúde de dezembro, possivelmente, não será feita integralmente. A informação é do Ministério da Saúde (MS) e foi levada à reunião da Comissão Intergestores Tripartite (CIT). Em resumo, a pasta não conseguirá cumprir com mais essa obrigação, além de já vir atrasando alguns repasses.

No encontro ocorrido em Brasília, na segunda semana de dezembro, o secretário executivo do Ministério, Agenor Alvares, disse não haver novidades sobre os repasses de dezembro. “É certo que o repasse do dia 10 não será feito na data, os responsáveis estão trabalhando para que esse recurso saia neste mês”, esclareceu o representante do governo. Ele foi sarcástico ao dizer: “estamos em uma crise, não podemos fabricar dinheiro, temos que esperar notícias da Fazenda para afirmar qualquer coisa”.
Já o ministro da Saúde, Marcelo Castro, tem informado que os recursos de Média e Alta Complexidade (MAC) dos meses de dezembro e janeiro serão parcelados. De acordo com a Confederação Nacional de Municípios (CNM), tal medida tem causado situação danosas e estressantes aos gestores, aos profissionais de saúde e aos usuários.
Para a entidade, agora ainda tem mais essa, o governo não consegue garantir os repasses integrais e muito menos o cumprimento das datas estabelecidas. Diante desse cenário, a entidade alerta os Municípios para as consequências das ações do governo e alerta para um período muito difícil, de incertezas e de provável caos.
Com CNM
Fonte: Ceará Agora

Supremo deve definir rito do impeachment na quarta-feira

fachin
O Supremo Tribunal Federal (STF) deve definir na próxima quarta-feira (16), o rito do impeachment da presidente Dilma Rousseff. O processo é previsto por lei datada de 1950. O processo foi apresentado pelo PCdoB que questiona os atos do presidente da Câmara, Eduardo Cunha. O partido alega que não houve crime de responsabilidade da presidente.

O processo do impeachment foi suspenso pelo relator da ação, ministro Edson Fachin, que promete apresentar um rito “por inteiro” para o andamento do caso. O PC do B quer que várias normas contidas na lei de 1950 sejam adaptadas a atual Constituição e que as regras dos regimentos internos da Câmara e do Senado sejam derrubadas e que o processo deve ter uma lei específica.
Fonte: Ceará Agora

Baixa adesão a protestos traz alívio ao governo, que evita comemorações

989805-sp__abr6319
O Planalto respirou aliviado neste domingo, quando os primeiros balanços dos protestos contra a presidente Dilma Rousseff indicavam baixa presença de manifestantes nas ruas. Nas primeiras análises, a presidente e seus auxiliares mais próximos adotaram, no entanto, uma postura de cautela, segundo assessores do governo.

Embora fosse nítido que os organizadores dos protestos não conseguiram repetir o feito das manifestações de agosto, o palácio avaliou que este domingo não pode ser usado como termômetro para a situação de crise.
A assessoria do governo informou que a presidente permaneceu durante todo o domingo no Palácio da Alvorada, sem receber visitas. O esquema de segurança da Presidência não precisou de reforço. As vias de acesso à residência oficial tiveram um dia típico de domingo, com pouco trânsito e turistas em suas margens.
A poucos quilômetros dali, na Esplanada dos Ministérios, local de manifestações na capital, os organizadores do protesto conseguiram reunir apenas três mil pessoas, na estimativa da Polícia Militar do Distrito Federal.
Nas análises repassadas à presidente por telefone, auxiliares do governo registraram que ela não foi poupada dos protestos, mas nenhuma outra figura foi cortejada pelos manifestantes. Também houve protestos contra o vice-presidente Michel Temer (PMDB), que na semana ensaiou uma ruptura com o governo por meio de uma carta de queixas, e ao presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Manifestantes pediram a saída dos dois.
Na tarde de ontem, os ministros Jaques Wagner (Casa Civil) e Edinho Silva (Comunicação Social) trocaram impressões sobre os protestos. “As manifestações são normais em um regime democrático”, disse Edinho após a conversa.
“Tudo dentro da normalidade em um país democrático, que respeita a legalidade, que respeita as instituições, um Brasil que estamos construindo com muita dedicação democrática.” disse Edinho, após a conversa por telefone com Wagner.
O governo avalia que terá o período de final de ano para conseguir esfriar o clima de tensão política, com as festas de Natal e réveillon e o Carnaval. Pelo menos até março não estão previstas grandes manifestações. É o tempo que o Planalto considera fundamental para reavaliar estratégias políticas e ganhar força na opinião pública.
Para auxiliares da presidente, a tese do impeachment, emplacada pela oposição na última semana, não chegou à sociedade. Nessa análise, o governo ainda tem espaço para disputar a opinião pública.
A meta é intensificar, nas próximas semanas, iniciativas de “esclarecimento” à população de que essa tese é política e não jurídica. Ministros próximos da presidente defendem campanhas arriscadas, para ressaltar que fomentadores do impeachment, como Eduardo Cunha, estão atolados em denúncias de corrupção.
Fonte: Ceará Agora

Quatro pessoas morrem em acidente com caminhão no Crato

Whatsapp Ceará Agora
Whatsapp Ceará Agora
Pelo menos quatro pessoas morreram na noite desta sexta-feira, 11, após um caminhão colidir contra três carros e duas motocicletas na rodovia CE-292, próximo ao colégio agrícola do município do Crato. Outras sete pessoas, incluindo dois policiais, ficaram feridos.
Segundo informação da Polícia Rodoviária Estadual, o caminhão seguia de Nova Olinda carregado de pedras de mármore quando o motorista perdeu o controle e colidiu com outros veículos. Ele morreu no local. Embora somente a perícia possa apontar o que de fato ocorreu, a polícia acredita que o caminhão tenha apresentado problema no sistema de freios.
Fonte: Ceará Agora

Padre Cícero é perdoado pelo Vaticano

padre cicero
O bispo da diocese de Crato, no Ceará, dom Fernando Panico, divulgou neste domingo, que o Padre Cícero Romão Batista foi perdoado pelo Vaticano das punições impostas pela igreja Católica entre 1892 a 1916. A reconciliação é um passo definitivo para a reabilitação de padre Cícero na Igreja Católica.

“Hoje, por ocasião da abertura solene da Porta Santa da Misericórdia nesta Catedral de Nossa Senhora da Penha, quero anunciar com alegria, à querida Diocese de Crato e aos romeiros e romeiras do Juazeiro do Norte, um gesto concreto de misericórdia, de atenção e de carinho por parte do Papa Francisco para nós: a igreja Católica se reconcilia historicamente com o padre Cícero Romão Batista”, anunciou o bispo.
Segundo a carta, assinada pelo cardeal Pietro Parolin, secretário de Estado do Vaticano, “a presente mensagem foi redigida por expressa vontade de Sua Santidade o Papa Francisco, na esperança de que Vossa Excelência Reverendíssima não deixará de apresentar à sua Diocese e aos romeiros do Padre Cícero a autentica interpretação da mesma, procurando por todos os meios apoiar e promover a unidade de todos na mais autentica comunhão eclesial e na dinâmica de uma evangelização que dê sempre e de maneira explicita o lugar central a Cristo, principio e meta da História”.
“É mais que uma reconciliação. É um pedido de perdão da igreja pelo o que aconteceu o sacerdote brasileiro”, afirmou Armando Rafael, assessor de comunicação de dom Fernando Panico.
Na mensagem enviada à diocese do Crato, o papa Francisco exalta várias virtudes de evangelizador de padre Cícero, fundador de Juazeiro do Norte e primeiro prefeito do município.
Na correspondência constam vários tópicos, dos quais alguns são reproduzidos, a seguir, textualmente:
“Mas é sempre possível, com a distância do tempo e o evoluir das diversas circunstâncias, reavaliar e apreciar as várias dimensões que marcaram a ação do Padre Cícero como sacerdote e, deixando à margem os pontos mais controversos, por em evidência aspectos positivos de sua vida e figura, tal como é atualmente percebida pelos fiéis”.
“É inegável que o Padre Cícero Romão Batista, no arco de sua existência, viveu uma fé simples, em sintonia com o seu povo e, por isso mesmo, desde o início, foi compreendido e amado por este mesmo povo”.
“Deixou marcas profundas no povo nordestino a intensa devoção do Padre Cícero à Virgem Maria” no seu título de “Mãe das Dores e das Candeias” (…) Como não reconhecer, Dom Fernando, na devoção simples e arraigada destes romeiros, o sentido consciente de pertença à Igreja Católica, que tem na Mãe de Jesus Cristo um dos seus elementos mais característicos?
“A grande romaria do dia de Finados, iniciada pelo Padre Cícero, transmite a dimensão escatológica da existência humana. Pois, como afirma o documento de Aparecida, Nossos povos (…) têm sede de vida e felicidade em Cristo. (…)
“Não deixa de chamar a atenção o fato de que estes romeiros, desde então, sentindo-se acolhidos e tendo experimentado, através da pessoa do sacerdote, a própria misericórdia de Deus, com ele estabeleceram – e continuam estabelecendo no presente – uma relação de intimidade, chamando-o na carinhosa linguagem popular nordestina de “padim”, ou seja, considerando-o como um verdadeiro padrinho de batismo, investido da missão de acompanhá-los e de ajuda-los na vivência da sua fé”.
“No momento em que a Igreja inteira é convidada pelo Papa Francisco a uma atitude de saída, ao encontro das periferias existenciais, a atitude do Padre Cícero em acolher a todos, especialmente aos pobres e sofredores, aconselhando-os e abençoando-os, constitui sem dúvida, um sinal importante e atual”.
“O afeto popular que cerca a figura do Padre Cícero pode constituir um alicerce forte para a solidificação da fé católica no ânimo do povo nordestino (…). Portanto, é necessário, neste contexto, dirigir nossa atenção ao Senhor e agradecê-lo por todo o bem que ele suscitou por meio do Padre Cícero”.
“Assim fazendo, abrem-se inúmeras perspectivas para a evangelização, na linha desta recomendação do Documento de Aparecida; “Deve-se dar catequese apropriada que acompanhe a fé já presente na religiosidade popular”. (Documento de Aparecida, 300).
“Ao mesmo tempo que me desempenho da honra de transmitir uma fraterna saudação do Santo Padre a todo o povo fiel do sertão do Ceará, com os seus Pastores, bendizendo a Deus pelos luminosos frutos de santidade que a semente do Evangelho faz brotar nestas terras abençoadas, valho-me do ensejo para lhe testemunhar minha fraterna estima e me confirmar de Vossa Excelência Reverendíssima devotíssimo no Senhor”.
Fonte: Ceará Agora