Buscar

04 setembro 2015

Polícia apreende suspeito de participar do assassinato do filho de Preto Zezé

homem-algemado
Na noite dessa quinta-feira (03/09) policiais da Delegacia de Proteção ao Turista (Deprotur) prenderam um homem e apreenderam um adolescente em um carro dado como roubado.

De acordo com Adriana Arruda, titular da Deprotur, Gustavo Henrique de Sousa Ragazzi, de 18 anos, afirmou que o adolescente de 17 anos participou do homicídio de Malcon Jonas do Nascimento Lima, filho do presidente da Central Única das Favelas (Cufa) Preto Zezé, crime ocorrido no sábado, 29.
Segundo Adriana Arruda, os policiais do Serviço Extraordinário da Deprotur faziam patrulha de rotina nas imediações da av. Beira-Mar, no Meireles, quando foram chamados por agentes da Autarquia Municipal de Trânsito, Serviços Públicos e Cidadania (AMC). Os agentes da AMC haviam notado que a placa do veículo em que Gustavo Henrique e o adolescente estavam tinha a mesma identificação de um carro dado como roubado na sexta-feira, 28. Na Deprotur, foi confirmada a suspeita. As vítimas do roubo, inclusive, reconheceram os dois como os autores do crime, informa a delegada do Deprotur.
Durante depoimento, Gustavo Henrique afirmou que o adolescente de 17 anos participou da morte de Malcon Jonas, junto com outras pessoas. O suspeito é fugitivo do Centro Educacional Patativa do Assaré, conforme Adriana Arruda. As informações são apuradas pelo 2º Distrito Policial (2º DP), no bairro Aldeota, onde o caso do assassinato é investigado. Na manhã desta sexta-feira, 4, o delegado Ricardo Romagnoli ouve testemunhas do caso.
Malcon foi assassinado na comunidade da Barreira, bairro Papicu, um dia após ter fugido, com mais 64 adolescentes, do Centro Educacional São Miguel, no Passaré.
Fonte: Ceará Agora

Prefeitura de Itapiuna corta gastos com recolhimento de entulhos

itapiuna
A Prefeitura Municipal de Itapiúna fez cortes no valor do contrato com a empresa de coleta de lixo, conforme recente comunicado do Procurador Geral do Município, Getúlio Saraiva. A redução diz respeito ao serviço de recolhimento de entulhos nas vias públicas. A economia será da ordem de R$ 135.965,30 no contrato, o que corresponde a R$ 27 mil mensais. Recursos esses que serão investidos no custeio de outros serviços públicos em benefício da população. Vale ressaltar que a varrição das ruas continuará sendo executada pela empresa contratada.
Por conta da decisão administrativa, e para garantir a limpeza da cidade, o recolhimento de entulhos deverá ser feito com os equipamentos doados pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). A Retroescavadeira e a Pá Carregadeira realizarão esse serviço pelo menos duas vezes por semana, caso efetivamente haja necessidade.
“Essa decisão administrativa é fundamental nesse atual cenário de crise financeira. Na busca pela legalidade da mesma, enviamos comunicação prévia a todos os órgãos de controle. O comunicado também foi feito ao MDA e acreditamos que não haverá problemas em obter a autorização do mesmo”, informou o procurador Getúlio Saraiva. De acordo com ele, essa medida deverá, inclusive, inspirar outras prefeituras, uma vez que a otimização dos recursos públicos se faz cada vez mais necessária.
Com Prefeitura de Itapiúna
Fonte: Ceará Agora

Câmara de Canindé cassa mandato do prefeito Celso Crisóstomo

IMG-20150904-WA0028
A novela na Prefeitura de Canindé continua. Por 10 votos a 1 a Câmara Municipal daquele município decidiu cassar o mandato do prefeito Celso Crisóstomo, na tarde desta sexta-feira (4).

Crisóstomo já estava afastado do cargo por decisão do Juiz  da 2ª Vara da Comarca de Canindé Paulo Sérgio dos Reis, proferida na última segunda-feira. Ele havia retomado o cargo na manhã de segunda-feira por decisão do Tribunal de Justiça do Estado, após ficar fora da prefeitura por quase 90 dias..
De acordo com o juiz, Celso Crisóstomo teria causado um prejuízo de R$ 4.815.416,52 ao Instituto de Previdência do Município de Canindé (IPMC) por não repassara contribuição previdenciária dos servidores para o instituto de previdência própria. Com a cassação de Crisóstomo, o vice-prefeito de Canindé, Paulo Justa assume automaticamente o posto de prefeito da cidade.
Colaborou Wellington Lima
Fonte: Ceará Agora

Menino sírio que morreu afogado na Turquia é enterrado em Kobane

Aylan Kurdi, o menino sírio-curdo de três anos, cuja morte durante a viagem da Turquia para aGrécia se transformou em um símbolo da tragédia dos refugiados do Oriente Médio, foi enterrado nesta sexta-feira (4) em sua cidade natal de Kobane, no norte da Síria, informou a imprensa turca.
A família Kurdi escapou dessa cidade, sitiada durante meses pelo grupo jihadista Estado Islâmico (EI), em uma tentativa de emigrar para o Canadá, onde vive uma tia da criança.
Aylan, seu irmão e sua mãe estavam entre os 12 sírios que morreram afogados no Mar Mediterrâneo há três dias, após partir da cidade turca de Bodrum.
Imagem retirada de vídeo mostra Abdullah Kurdi, que perdeu os dois filhos e a mulher em um naufrágio na Turquia, durante o funeral de sua família em Kobane, na Síria, nesta sexta-feira (4) (Foto: AP)Imagem retirada de vídeo mostra Abdullah Kurdi, que perdeu os dois filhos e a mulher em um naufrágio na Turquia, durante o funeral de sua família em Kobane, na Síria, nesta sexta-feira (4) (Foto: AP)
Abdullah Kurdi, que perdeu os dois filhos e a mulher em um naufrágio na Turquia, chora abraçado a um parente durante o funeral de sua família em Kobane, na Síria, nesta sexta-feira (4) (Foto: Rodi Said/Reuters)Abdullah Kurdi, que perdeu os dois filhos e a mulher em um naufrágio na Turquia, chora abraçado a um parente durante o funeral de sua família em Kobane, na Síria, nesta sexta-feira (4) (Foto: Rodi Said/Reuters)
Policiais turcos fazem a segurança de comboio com os corpos das crianças sírias que morreram em um naufrágio na Turquia a caminho de seu funeral em Kobane, na Síria, nesta sexta-feira (4)  (Foto: Emrah Gurel/AP)Policiais turcos fazem a segurança de comboio com os corpos das crianças sírias que morreram em um naufrágio na Turquia a caminho de seu funeral em Kobane, na Síria, nesta sexta-feira (4) (Foto: Emrah Gurel/AP)
Os corpos de Aylan, seu irmão e sua mãe foram levados para Istambul por uma companhia aérea turca e de lá transferidos para esta manhã para Sanliurfa, no extremo sul da Turquia.
Os corpos foram levados para Suruc, uma cidade turca fronteiriça com Kobane, sob estritas medidas de segurança e acompanhados pelo pai, Abdullah Kurdi, que não quis mais continuar sua viagem até o Canadá, mesmo tendo sido convidado oficialmente pelas autoridades do país.
Um comboio acompanhou Kurdi a partir da cidade balneária de Bodrum (sudoeste da Turquia), cenário da tragédia, até a fronteira síria.
Kurdi, visivelmente devastado, falou com a imprensa em Istambul.
"Como pai que perdeu os filhos, não tenho mais nada o que esperar deste mundo. A única coisa que gostaria é que o drama e os sofrimentos na Síria acabassem, que a paz retornasse", disse, de acordo com a agência turca Dogan.
Ele também afirmou esperar que o mundo tome consciência do drama dos migrantes.
Vários deputados turcos atravessaram a fronteira para acompanhar o funeral.
O pai de Aylan contou na quinta-feira como os filhos de três e cinco anos e a esposa morreram, ao lado de outros nove refugiados sírios, no naufrágio da embarcação em plena noite quando a família tentava chegar à ilha grega de Kos, porta de entrada para a União Europeia (UE).
Caixões de crianças sírias que morreram afogadas junto à mãe na Turquia são carregados durante funeral em Kobane nesta sexta-feira (4) (Foto: AP)Caixões de crianças sírias que morreram afogadas junto à mãe na Turquia são carregados durante funeral em Kobane nesta sexta-feira (4) (Foto: AP)
"Eu dava a mão a minha mulher, mas meus filhos me escaparam pelas mãos", contou o pai da família na quinta-feira à agência turca Dogan.
O corpo de Aylan foi encontrado na quarta-feira em uma praia de Bodrum com o rosto voltado para a areia.
Depois do naufrágio que dizimou a família Kurdi, a polícia turca prendeu quatro suspeitos de tráfico de seres humanos, todos de nacionalidade síria.
Policial paramilitar recolhe o corpo de uma criança morta que apareceu em praia da ilha de Kos, na Grécia. Vários migrantes morreram afogados e alguns seguem desaparecidos após botes lotados naufragarem durante tentativa de chegar ao território grego (Foto: AP/DHA)Policial paramilitar recolhe o corpo de uma criança morta que apareceu em praia da ilha de Kos, na Grécia. Vários migrantes morreram afogados e alguns seguem desaparecidos após botes lotados naufragarem durante tentativa de chegar ao território grego (Foto: AP/DHA)
"Eu dava a mão a minha mulher, mas meus filhos me escaparam pelas mãos", contou o pai da família na quinta-feira à agência turca Dogan.
O corpo de Aylan foi encontrado na quarta-feira em uma praia de Bodrum com o rosto voltado para a areia.
Depois do naufrágio que dizimou a família Kurdi, a polícia turca prendeu quatro suspeitos de tráfico de seres humanos, todos de nacionalidade síria.
Aylan Kurdi, de 3 anos, e o irmão, Galip, de 5 anos, em foto mostrada pela tia dos meninos (Foto: Cortesia de Tima Kurdi/The Canadian Press via AP)Aylan Kurdi, de 3 anos, e o irmão, Galip, de 5 anos, em foto mostrada pela tia dos meninos (Foto: Cortesia de Tima Kurdi/The Canadian Press via AP)
Tima Kurdi, tia de Aylan e Galip, mostra fotos dos dois sobrinhos em sua casa no Canadá (Foto: Darryl Dyck/The Canadian Press via AP)Tima Kurdi, tia de Aylan e Galip, mostra fotos dos dois sobrinhos em sua casa no Canadá (Foto: Darryl Dyck/The Canadian Press via AP)
Policial paramilitar turco investiga o local onde apareceu o corpo de uma criança imigrante numa praia de Bodrum, na Turquia (Foto: AP)Policial paramilitar turco investiga o local onde apareceu o corpo de uma criança imigrante numa praia de Bodrum, na Turquia (Foto: AP)Fonte: G1

'Meus filhos escorregaram de minhas mãos', diz pai de menino sírio morto

Policial paramilitar recolhe o corpo de uma criança morta que apareceu em praia da ilha de Kos, na Grécia. Vários migrantes morreram afogados e alguns seguem desaparecidos após botes lotados naufragarem durante tentativa de chegar ao território grego (Foto: AP/DHA)
O pai de Aylan Kurdi, o menino sírio de 3 anos que foi encontrado morto em uma praia da Turquia ecuja foto se tornou uma das mais representativas da crise migratória na Europa, falou nesta quinta-feira (3) sobre a tragédia. Abdullah Kurdi perdeu também a mulher e outro filho de 5 anos no naufrágio. "Meus filhos escorregaram das minhas mãos", disse à agência de notícias turca Dogan.
"Tínhamos jalecos salva-vidas, mas o barco afundou porque várias pessoas se levantaram. Carreguei a minha mulher nos braços. Mas meus filhos escorregaram das minhas mãos", contou ele.
Abdullah disse que a família pagou para atravessar da Turquia para a ilha grega de Kos duas vezes. “Numa delas, os guardas nos pararam. Aí fomos libertados. Da segunda vez, os organizadores não cumpriram com a promessa e não trouxeram o barco. Então conseguimos um barco por nossos próprios meios", relatou à agência turca.
Abdulla Kurdi, pai do menino sírio que morreu em naufrágio na Turquia (Foto: Arte/G1)
"Mas, depois de navegarmos 500 metros, começou a entrar água no barco. Nossos pés ficaram molhados. Criou-se um pânico, e quando as pessoas tentaram ficar de pé, a situação piorou", disse. Abdullah e a família tentavam reencontrar parentes no Canadá, embora o pedido de asilo tivesse sido negado, de acordo com o site "National Post".
Família combateu Estado Islâmico 
Após o naufrágio, na quarta-feira (2), Abdullah ligou para a irmã, que mora em Vancouver há 20 anos, e disse que seu único desejo é voltar para a cidade de Kobane para enterrar seus familiares e ser enterrado ao lado deles.

De acordo com ele, 16 membros de sua família que combatiam o grupo jihadista Estado Islâmico (EI) morreram na sua cidade natal.
Depois que o naufrágio se tornou público, o Canadá ofereceu asilo a Abdullah, mas ele afirmou que rejeitou a oferta, segundo a agência EFE.
"Recebi uma oferta do governo do Canadá para morar lá, mas depois do que aconteceu não quero ir. Vou levá-los primeiro a Suruç [cidade turca na fronteira com a Síria] e depois a Kobane, na Síria. Passarei o resto da minha vida lá", afirmou.
Apelo
O sírio também fez um apelo à comunidade internacional que faça o possível para evitar sofrimentos como o seu.

"Quero que o mundo inteiro nos escute e veja onde chegamos tentando escapar da guerra. Vivo um grande sofrimento. Faço esta declaração para evitar que outras pessoas vivam o mesmo", disse Abdullah Kurdi nesta quinta a jornalistas turcos diante do Instituto Médico Legal da cidade de Mugla.
Teema Kurdi, irmã de Abdullah, disse ao "National Post" que o pedido de refúgio havia sido negado em junho pelo Ministério da Cidadania e da Imigração do Canadá devido a complicações envolvendo os pedidos de refúgio para estrangeiros.
Fotógrafa diz que ficou 'petrificada' com a cena
A fotógrafa que registrou as imagens do corpo de Aylan na praia da Turquia também falou sobre o caso nesta quinta.

Policial paramilitar recolhe o corpo de uma criança morta que apareceu em praia da ilha de Kos, na Grécia. Vários migrantes morreram afogados e alguns seguem desaparecidos após botes lotados naufragarem durante tentativa de chegar ao território grego (Foto: AP/DHA)Policial paramilitar recolhe o corpo do menino Aylan Kurdi em praia da Turquia. Vários migrantes morreram afogados e alguns seguem desaparecidos após botes naufragarem (Foto: AP/DHA)
Nilüfer Demir disse ter ficado "petrificada" com a cena e contou que também viu Galip, irmão de Aylan, no chão, a 100 metros dali. “A única coisa que eu poderia fazer era tornar seu clamor ouvido. Naquele momento, eu pensei que poderia fazer isso ao acionar minha câmera e fazer sua foto”, afirmou a fotógrafa.
Demir cobre as imigrações na região há 15 anos. “Eu testemunhei muitos incidentes com imigrantes nesta região, suas mortes, seus dramas. Espero que isso agora mude. Fiquei chocada, me senti mal por eles. A melhor coisa a fazer era tornar sua tragédia conhecida.”
Naufrágio
Pelo menos nove sírios morreram no naufrágio que matou a família de Abdullah Kurdi, segundo a agência AFP -- outros veículos citam 12. As duas embarcações haviam partido do balneário turco de Bodrum e tentavam chegar à ilha grega de Kos.

A foto do menino morto virou um dos assuntos mais comentados no Twitter e diversos veículos da imprensa internacional a destacaram como símbolo da gravidade da situação, inclusive com potencial para ser um divisor de águas na política europeia para os imigrantes.
O primeiro-ministro da França, Manuel Valls, disse que a morte do menino sírio mostra a necessidade de ação urgente da Europa na crise migratória. "Ele tinha um nome: Alyan Kurdi. Ação urgente é necessária – uma mobilização da Europa inteira é urgente", escreveu Valls em sua conta no Twitter nesta quinta-feira.
Na quarta-feira, Itália, França e Alemanha assinaram um documento conjunto pedindo pela revisão das atuais regras da União Europeia sobre garantia de asilo e uma distribuição "justa" de imigrantes no bloco, informou o Ministério das Relações Exteriores da Itália.
  •  
Policial paramilitar turco investiga o local onde apareceu o corpo de uma criança imigrante numa praia de Bodrum, na Turquia (Foto: AP)Policial paramilitar turco investiga o local onde apareceu o corpo de menino sírio de 3 anos numa praia de Bodrum, na Turquia (Foto: AP)Fonte: G1

7° Dia 28 SEMAR (Manhã) - Alvorada festiva, Missa e Maratona.



Fonte: TV MACIÇO

Homenagem da Assembléia Legislativa do Ceará ao radialista José Rocha (O Rochinha)

O Radialista José Távora Costa (Rochinha) da FM Maior de Baturité é homenageado no aniversário de 52 anos da ACEJI em sessão solene na Assembleia Legislativa do Ceará
A Sessão especial na Assembleia Legislativa realizada nesta quinta-feira (3), ás 15:30, celebrou os 52 anos da ACEJI (Associação Cearense de Jornalistas do Interior). 


A homenagem foi uma iniciativa do deputado estadual Heitor Férrer (PDT), subscrito pelo deputado Capitão Wagner(PR) e Walter Cavalcante(PMDB). Na ocasião foram homenageados com a entrega da comenda “52 anos ACEJI” as seguintes personalidades: empresária Yolanda Queiroz, jornalistas Antônio Viana, o radialista José Távora Costa (ROCHINHA), a educadora Maria Nivanda Medeiros, administrador de empresas Josbertini Clementino, advogado e jornalista Francisco Aprígio da Silva, ex-deputado Filinto Elízio, prefeito de Icó Jaime Junior, empresária Carmem Lúcia Dummar e conselheiro do TCM, Domingos Filho, dentre outras, bem como dar posse a nova diretoria da ACEJI.
Fica aqui registrado a alegria deste blog da homenagem justa ao grande radialista José Rocha (O Rochinha) como carinhosamente é conhecido. Ficou destacado durante 19 anos de programa na FM MAIOR sua simplicidade de como conduz seu programa matinal, repassando semanalmente as primeiras noticiais do Maciço, do Brasil e as curiosidades do mundo. Sempre de maneira divertida, mas responsável. Aprendemos a toda manhã liga o radio e ouvir a frase de abertura do Programa do Rochinha. “Alô amigos, alô amigas muito bom dia”.
Parabenizamos a justa homenagem que lhe foi oferecida por tão importante órgão do Estado. Todos que fazem a imprensa do interior, radialista, jornalistas e blogueiros, desejamos muito sucesso a você Rochinha, na sua caminhada.

                                                                                  

                                  DISCURSO DO RADIALISTA José Rocha (O ROCHINHA)
Excelentíssimo senhor presidente desta sessão solene que marca os 52 anos da ACEJI deputado Heitor Férrer, através do qual, saúdo a mesa.
Autoridades, homenageados, colegas radialistas e de outros segmentos da imprensa escrita e televisada, senhoras e senhores, boa tarde!
Mesmo sendo um profissional da comunicação, que utiliza a palavra como instrumento de trabalho, sou forçado a admitir que as mesmas me faltam para definir a emoção e a importância de receber uma homenagem tão significativa. 
Não encontro termos que expressem verdadeiramente os sentimentos que brotam do meu coração.
Apesar dos mais de 30 anos de radiofonia ainda não me deram a habilidade de usar as palavras para dimensionar a grandeza do meu amor por esta profissão, para expressar os meus agradecimentos por tudo o que a radiofonia fez e continua fazendo por mim.
Sabendo do significado e da relevância desta homenagem prestada pela ACEJI – Associação Cearense de Jornalistas do Interior através do inestimável amigo e Presidente João Ferreira e do companheiro Jorge Luís e tantos outros, é impossível não ficarmos, envaidecido nesta tarde.
Sou do interior, comecei minha trajetória profissional na Rádio Maciço de Baturité convidado pelo radialista Edson André.
Depois procurei galgar novos caminhos na radiofonia da capital cearense, foi quando encontrei os amigos Antônio Viana, Albino Moreira, Tonico Marreiro e Assis Monteiro, onde surgiu a oportunidade de participar da Radio Cidade AM e posteriormente na Rádio Assunção, através de Moésio Loiola, sempre com o Programa A Voz dos Municípios.
O ingresso na Som Zoom Sat, Rádio FM Maior de Baturité possibilitou-me alçar voos ainda mais altos.
Foi nessa fonte de sabedoria que encontrei a inspiração para amar cada vez mais a minha profissão, para abraçar, de corpo e alma o propósito de idealizar o Programa Manhã Maior, hoje, Programa do Rochinha, que vai ao ar de segunda a sexta-feira no horário de 6hs ás 7hs, e agradeço esse espaço a Emanoel Gurgel por esses 19 anos ao seu lado.
Sou grato também a toda minha família e aqui de forma especial ao meu Pai Luiz Anísio, que aos 92 anos, mesmo guardando leito em um hospital, foi propulsor dos meus sonhos, luz da minha estrada.
Parabenizo a aniversariante ACEJI - Associação Cearense de Jornalistas do Interior, uma entidade que foi fundada para proteger e cuidar dos nossos jornalistas do Ceará.
São eles verdadeiros e abnegados que trabalham voluntariamente para bem servir e informar a bem de nossa coletividade. 
Passa o tempo, as dificuldades crescem e a labuta surge em nosso dia a dia, numa missão desencadeada do sentimento de bem servir esse povo, muitas vezes, distante do progresso e das necessidades.
Ser Acejiano é acima de tudo, esquecer de si e olhar o mundo lá fora, na verdadeira acepção de ser útil e dar tudo de si, por um jornalismo puro e independente.
Por fim agradeço a todos que estão aqui e ao Povo da minha terra Capistrano.
Muito obrigado !!! 

Fonte: TV Maciço

Envio de cartão de crédito sem solicitação do cliente é prática abusiva

cartao
Muitas empresas insistem no envio de cartões de crédito a clientes sem avisar, apesar de a proibição desta prática estar expressa em lei.

— A prática de encaminhar cartão de crédito sem a solicitação do cliente é considerada abusiva, não podendo a administradora cobrar qualquer quantia do consumidor por algo não solicitado — explica Marco Antonio Araújo Junior, presidente da Comissão de Defesa do Consumidor da OAB/SP e vice-presidente acadêmico do Damásio Educacional.
Em seu artigo 39, inciso III, o Código de Defesa do Consumidor veda aos fornecedores de serviços, dentre outras práticas, “enviar ou entregar ao consumidor, sem solicitação prévia, qualquer produto ou fornecer qualquer serviço”.
E mais: o Superior Tribunal de Justiça (STJ) aprovou, em junho último, a súmula 532, confirmando que considera prática abusiva o envio de cartão de crédito sem prévia e expressa solicitação do consumidor, “configurando-se ato ilícito indenizável e sujeito à aplicação de multa administrativa”. Para o relator, ministro Mauro Campbell Marques, o simples envio do cartão sem pedido expresso do cliente configura prática abusiva independente do bloqueio. Ou seja: quem receber cartões de crédito não solicitados podem recorrer à justiça para ser indenizado, ressalta a coordenadora institucional da Proteste, Maria Inês Dolci.
A jornalista Marina Diana foi uma das vítimas desta prática: ela recebeu um cartão de crédito sem ter solicitado, via Correios:
— Abri e vi que era de uma ‘classe superior’ da que eu estava. Não quis. Não quero. Não pedi, não me interessa. Enviei mensagem por e-mail imediatamente à gerente da conta pedindo que excluísse a existência daquele cartão, mesmo sem meu desbloqueio — contou Marina.
Segundo Araújo Junior, a jornalista agiu corretamente:
— Se o consumidor receber um cartão, sem que o tenha pedido, deve informar imediatamente a administradora para cancelar o cartão. Caso desbloqueie ou o utilize, demonstra que aceitou as condições contratuais e terá dificuldade em discuti-las no futuro.
Maria Inês lembra que, como geralmente é enviado um cartão múltiplo ao cliente ao abrir uma conta bancária, que inclui além da conta corrente o de crédito, se o consumidor não desbloquear esta função não terá cobrança de anuidade ou outros custos.
— Mas, se decidir usar a função crédito, deve pedir gratuidade da anuidade, pois o envio sem pedir dá este direito ao consumidor.
A coordenadora da Proteste recomenda que, caso não vá fazer uso do cartão, quebre-o, tendo o cuidado de cortar também a parte do chip, para ter certeza de que ele foi inutilizado, faça a devolução em uma agência bancária com uma declaração informando não ter interesse no produto. Porém, se ficar com o cartão, mas não desbloquear nem utilizar, o banco não pode cobrar taxas de uso ou mensalidade.
— Caso seja cobrado, sem ter usado ou desbloqueado o cartão, o consumidor pode pleitear indenização na Justiça.
Direitos garantidos
Maria Inês diz ser importante, sempre, conferir o extrato da conta bancária para verificar se não há cobranças indevidas, e, se houver, deve ser feito contato de imediato com o banco para pedir o estorno da cobrança. Caso o consumidor já tenha pago, deve pedir o reembolso do valor em dobro do que foi cobrado.
Mas se o banco não solucionar a pendência? O consumidor deve fazer queixa junto a uma entidade de defesa do consumidor e à Justiça, diz a coordenadora da Proteste.
— Também deve agir da mesma forma se receber uma fatura com a cobrança. Ao invés de pagá-la, deve ser feito contato com o banco.
Com informações do O Globo
Fonte: Ceará Agora

Médicos peritos do INSS entram em greve no Ceará

inss
Os médicos peritos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) no Ceará anunciaram nesta sexta-feira (04/09) greve por tempo indeterminado. Os servidores do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) seguem com a paralisação e sem previsão para retomar as atividades. Em greve desde o dia 7 de julho, os servidores completam 57 dias sem trabalhar.

De acordo com a diretora da secretária administrativa e finanças do Sindicato dos Trabalhadores Federais em Saúde, Trabalho Previdência Social no Estado do Ceará (Sinprece), Carmen Lúcia Marques, a paralisação da atividade ganha força com a paralisação dos médicos peritos.
“Sem os médicos peritos, o grande impacto será sobre a concessão e a renovação de benefícios por incapacidade, como auxílio-doença e a aposentadoria por invalidez”. Carmem Lúcia reforça que 95% das unidades de atendimento estão paralisadas.
A Associação Nacional dos Médicos Peritos da Previdência Social Seção Ceará confirma que os peritos também entram em greve, seguindo o comando de greve nacional.
O comando de greve informou que a adesão não é de 100%. Eles garantem que, pelo menos, 30% dos atendimentos vão ser mantidos, com prioridade para os casos mais graves.
Enquanto isso, se aguarda a determinação da Justiça, que pode aumentar o volume de atendimento. A Justiça ainda vai analisar a legalidade da greve. A pauta principal dos peritos é a abertura de concurso, mas eles também são contra a medida provisória que dá ao médico do SUS a capacidade para fazer perícia médica do INSS.
De acordo com o INSS, das 133 agências em todo o Estado, 46 possuíam atendimento parcial e 17 estavam fechadas até esta sexta-feira (4). E as reuniões que aconteceram com líderes do sindicato não foram proveitosas, segundo Carmem Lúcia.
“As reuniões não foi possível chegar a um acordo. Vamos agora esperar outra nova proposta que deve ser anunciada na próxima semana pelo ministro do Planejamento, Sérgio Mendonça”.
Reivindicações da categoria
Ainda de acordo com o Sinprece, as principais reivindicações são por concursos públicos, melhores condições de trabalho e incorporação da gratificação ao vencimento básico no salário.
A presidente do Sinprece, Carmen Lúcia Marques, diz que o Governo anunciou mais 800 vagas, mas o número não preenche a defasagem de 15 mil servidores. “Falta perito e assistente social, principalmente no interior do estado e a população tem que andar muito para conseguir atendimento”, reforça Marques.
A presidente do Sinprece informou também que o salário atual dos servidores é composto por 70% de gratificação e 30% de vencimento básico e que essa situação preocupa a categoria. “Em momento de crise, ficamos inseguros com essa questão salarial, por isso pedimos a incorporação dos 70% no nosso vencimento-base”, explica.
População prejudicada
Com a greve, o sindicato diz que cerca de 4.000 a 4.500 segurados ficam sem atendimento só em Fortaleza. No Ceará, os sindicalistas aguardam uma proposta oficial do governo ao comando nacional da greve para definir os rumos da paralisação. Por enquanto, não há previsão para o término da greve.
O INSS mantém atendimento ao público por telefone, onde é possível obter informações sobre a greve em cada cidade. O número é 135.
Fonte: Ceará Agora

Bom conselho: Lula prega reaproximação com PMDB

lula_e_temerPreocupado com o agravamento das crises políticas e econômica, o  ex-presidente Lula alertou  à presidente Dilma Rousseff, nessa quinta-feira, para a necessidade de reaproximação com o PMDB. Lula, segundo as agências de notícias, disse estar preocupado com o afastamento do vice-presidente Michel Temer e do PMDB do governo e afirmou que a sucessora precisa “repactuar” a relação com o aliado.
Dilma, em resposta ao antecessor e padrinho político, disse que, durante a semana, já havia se reunido  com o vice-presidente Michel Temer e com os presidentes do Senado, Renan Calheiros, e da Câmara, Eduardo Cunha – todos do PMDB, em uma tentativa de costurar entendimentos e garantir a aprovação de medidas do ajuste fiscal e da proposta orçamentária, que prevê um rombo de R$ 30 bilhões em 2016.
Impaciente, o ex-presidente Lula alertou, mais uma vez, que essa articulação  não era suficiente, visto que setores do governo estão preocupados com movimentos de alguns peemedebistas e que o sentimento era de “conspiração”. Cunha e uma ala do partido defendem antecipar o congresso do PMDB, marcado para novembro, com o objetivo de discutir a saída do governo.
O encontro entre Dilma e Lula, no final da tarde dessa quinta-feira, marca mais uma etapa de conversações entre os principais líderes do Governo e do PT em uma tentativa de diminuir os impactos da crise política, que ganha novos contornos com a crise econômica, com o aumento do dólar e a ameaça diária da saída do Ministro da Fazenda, Joaquim Levy.
Fonte: Ceará Agora

Quadrilha assalta agência do Bradesco em Independência

ASSALTO-BANCO-INDEPENDENCIA
WhatsApp Ceará Agora
Um grupo de seis homens assaltou a agência do Bradesco em Independência no início da noite desta quarta-feira, 02. Durante a ação, os clientes da agência foram feitos reféns.
O grupo, fortemente armado, chegou no local em dois veículos, sendo uma Pajero branco e um Fiat Uno. Com a chegada de uma patrulha, os homens trocaram tiros com os policiais e fugiram em direção do Distrito de Tamboril. Ainda não se sabe quanto foi levado do Banco.
Policias militares e composições da Força da Tática de Apoio (FTA) dos municípios de Crateús, Novo Oriente e Independência estão na região na busca dos suspeitos.
Fonte: Ceará Agora