Buscar

18 agosto 2015

Programa CNH Popular recebe documentos dos candidatos de Mombaça

Os candidatos de Mombaça que preencheram o precadastro do programa Careira de Motorista Popular podem apresentar os  documentos que comprovam os dados informados, nesta terça-feira, dia 18, prosseguindo até quinta-feira, dia 19, das 8h às 17h, na sede da Escola Estadual de Ensino Profissionalizante - EEEP Professor Plácido Aderaldo Castelo, na Rua Fazenda Amontada, Centro da cidade. Quem ainda não preencheu o cadastro poderá fazê-lo até o dia em que a equipe do DETRAN estará na cidade (19), acessando o seguinte link:http://portal.detran.ce.gov.br/index.php/pre-cadastro

Nesse trabalho, que é chamado de validação, os candidatos saberão, no momento da entrega dos documentos, se foram selecionados ou não para o programa.

Os documentos exigidos são os seguintes: (cópia e original) Identidade, CPF, comprovante de residência (em nome do  candidato) e o que comprova apenas um dos quatro critérios em que o candidato se enquadra: ou beneficiário do Bolsa Família, ou matriculado na escola pública (ensino fundamental, médio ou profissionalizante), ou egresso do sistema penitenciário ou portador de necessidades especiais).

O programa financia as etapas de obtenção da primeira Carteira Nacional de Habilitação (CNH), categoria A (somente para conduzir motocicleta), sem nenhum custo para quem foi selecionado.

O DETRAN faz a inscrição do selecionado no Centro de Formação de Condutores ? CFC (autoescola) do município, no momento em que houver a chamada para os exames iniciais no DETRAN: médico e psicotécnico e a biometria (captura de imagens do rosto e das digitais dos 10 dedos das mãos).

A pré-inscrição é feita somente pela Internet, http://portal.detran.ce.gov.br/index.php/pre-cadastro. Depois dos primeiros exames, as aulas teóricas e práticas serão nas autoescolas. Os outros dois exames (teórico e prático) são no DETRAN.

O pré-cadastro solicita as seguintes dados: CPF, data de nascimento (dd/mm/aaaa),município onde mora(seleciona na  relação dos 184 municípios cearenses); qual segmento pertence (basta um): aluno do ensino público; ou beneficiários do Programa Bolsa Família; ou pessoa egressa do sistema penitenciário ou portador de deficiência física; informa qual o procedimento, que é a primeira CNH para moto; o CEP do endereço residencial e se sabe ler e escrever (informa sim ou não).

Para analistas, destituir presidente Dilma pode custar caro ao Brasil

A presidente brasileira, Dilma Rousseff, em Brasília, no dia 11 de agosto de 2015Cuidado com os desejos porque eles podem se tornar realidade, alertam especialistas: os apelos pela saída da presidente Dilma Rousseff podem custar caro ao Brasil, um país que conquistou com dificuldade a estabilidade nos últimos 20 anos.
Pela terceira vez em seis meses, quase um milhão de brasileiros foram às ruas no domingo repetindo palavras de ordem como "Fora Dilma!", pedindo sua renúncia, novas eleições ou o 'impeachment' da ex-guerrilheira de 67 anos, que iniciou seu segundo mandato há menos de oito meses.
São várias as razões para este pedido: há quatro anos a economia está em decadência - 2015 fecharia com uma recessão de 2%, que se estenderia até 2016, segundo as últimas previsões dos analistas -, a inflação beira os 10%, o desemprego aumentou, os salários caíram, o real perdeu um quarto do valor frente ao dólar.
Muitos brasileiros sentem que Dilma mentiu durante sua campanha eleitoral, prometendo gastos sociais e criticando a agenda conservadora de seus adversários para, imediatamente depois de eleita, começar a implementar um duro ajuste.
"Que as pessoas saiam a questionar, peçam impeachment, tudo bem, mas tirar a presidente para colocar quem? O presidente do Congresso está sendo investigado por corrupção e contra a presidente Dilma propriamente não tem nada de concreto", disse à AFP André Perfeito, economista-chefe da consultoria Gradual Investimentos, de São Paulo, mencionando o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha.
Cunha é o inimigo mais poderoso de Dilma no Congresso e, como presidente da Câmara dos Deputados, tem a chave para dar luz verde a um eventual processo de impeachment.
"Um remédio muito amargo"
O clima político e social também está fortemente contaminado pelo gigantesco escândalo de corrupção na Petrobras - o maior da história do país -, que respinga no governista Partido dos Trabalhadores (PT, esquerda) e vários de seus aliados na coalizão do governo.
Embora Dilma tenha chefiado o conselho administrativo da Petrobras entre 2003 e 2010, ela não foi acusada de nenhum crime.
Por outro lado, a presidente é acusada de manipular as contas públicas e financiar sua campanha eleitoral com recursos ilegais, dois temas que são investigados e que poderiam levar à abertura do 'impeachment'. Mas o mesmo precisa ser aprovado por dois terços da Câmara dos Deputados e requer um processo especial no Senado.
A presidente foi eleita com 52% dos votos, mas hoje, sua gestão é aprovada por apenas 8% da população. De acordo com o instituto de pesquisas Datafolha, 66% dizem apoiar um impeachment.
Mas cuidado, advertem analistas. Às vezes o remédio pode ser pior do que a doença.
"O impeachment pode ser um remédio muito amargo e os efeitos colaterais, muito danosos" e "traumáticos", disse à AFP Michael Mohallem, especialista em política e direito da Fundação Getúlio Vargas (FGV).
"A classe média está indignada e quer tirá-la de qualquer jeito. Tudo bem, mas para que? O que vai fazer, vai chamar outras eleições? Só que para as pessoas, a elite econômica, política, se a coisa está ruim, tirando ela, ficará pior", avaliou Perfeito.
A imprensa brasileira parece ter agora a mesma opinião: depois de ter publicado uma fotomontagem com a cabeça de Dilma em uma bandeja, agora defende em editoriais que a presidente chegue ao final do mandato.
Alternativas ruins
Em editorial publicado nesta segunda-feira, o jornal britânico Financial Times estimou que Dilma deveria permanecer no cargo, apesar dos protestos de domingo pedindo o seu impeachment.
"Mesmo que Dilma seja removida, ela provavelmente seria substituída por um outro político medíocre - que, em seguida, tentaria implementar a mesma estabilização econômica que ela está tentando", destacou o editorial, intitulado 'O descontentamento crescente no Brasil com Dilma Rousseff'.
Os analistas comemoram que Dilma tenha permitido à justiça e à Polícia Federal avançar em uma inédita investigação da corrupção na Petrobras, que já resultou na prisão do tesoureiro do PT, João Vaccari Neto; do ex-chefe de gabinete do ex-presidente Lula, José Dirceu, e vários dos principais empresários do Brasil.
"Embora que seja um governo fragilizado e que seu governo seja responsável por parte da corrupção que vem assolando o país, ela própria [a presidente Dilma] tem mostrado muita independência, garantindo a independência das instituições. Estes são traços de uma democracia sólida", disse Mohallem, da FGV.
Ironicamente, a presidente que comanda o Brasil durante sua pior crise em duas décadas pode acabar fortalecendo o país.
Fonte: MSN

Padre Fábio de Melo detona Xuxa: “Vai distribuir potes de Monange”

Após a estreia do programa de Xuxa, na noite desta segunda-feira (17), muitos artistas usaram as redes sociais para falar sobre a nova atração da Record. Mas foram os comentários de Fábio de Melo que chamaram a atenção dos internautas, já que o padre era convidado frequente da loira enquanto ela estava na Globo.
O religioso fez piada com a nova atração de Xuxa, que recebeu no palco Érica, famosa pelo bordão “aham, Cláudia, senta lá!”. No Twitter, Fábio de Melo disparou: “Pronto, estando Cláudia devidamente sentada, Xuxa vai distribuir os potes de Monange que até então permaneciam estocados. #XuxaNaRecord”.
Alguns minutos depois, o padre ironizou uma fã de Xuxa que estava dentro de uma ambulância por causa da emoção de conhecer a apresentadora: “Analisem comigo. Se Xuxa estivesse lendo o Twitter, atenderia 40 pessoas. Mas como na outra rede só tem textão, só atende uma”, escreveu.
Fonte: MSN

Comissão arquiva processo contra vereadores acusados de receber dinheiro para cassar prefeito

Relatório da Comissão de ética da Câmara
Relatório da Comissão de ética da Câmara
Os cinco vereadores citados em um suposto esquema de corrupção, onde de acordo com denúncias teriam recebido 150 mil reais cada para afastar o prefeito de Canindé, Celso Crisóstomo, no dia 5 de junho deste ano, tiveram a denúncia arquivada pela Comissão de Ética e Decoro Parlamentar do Poder Legislativo Municipal.
Segundo o relator, vereador Chico Justa, não há provas suficientes de que os vereadores teriam recebido vantagens indevidas no suposto esquema criminoso.
O presidente da Comissão, vereador Júlio Cezar, conhecido como Alemão, deu parecer contrário ao da relatoria e disse que o Ministério Público continua investigando o caso de suposto suborno, de maneira sigilosa.

A informação foi recebida na base do prefeito afastado como uma vitória para os parlamentares investigados. (do Canindé Notícias)

Diocese do Crato é acusada de receber R$ 223 mil em obras fantasmas

Documentos entregues a equipe de reportagem do Jornal do Cariri revelam um esquema de desvio de dinheiro, investido por instituições internacionais, em obras pastorais e projetos sociais da Diocese do Crato.

Em três casos relacionados pela reportagem, foi identificado o desvio de mais de R$ 223 mil. Na última semana, o bispo Dom Fernando Panico enfrentou, talvez, a mais grave denúncia perante os católicos caririenses.

Em vídeo que circulou nas redes sociais, um ex-seminarista revelou que manteve com ele um relacionamento íntimo. Em nota, a assessoria de comunicação da Diocese desmentiu as acusações.

Advogados entraram na Justiça e solicitaram a retirada do vídeo das redes sociais e do canal Youtube. A defesa também protocolou uma declaração da mãe do ex-seminarista, atestando que seu filho sofre de transtornos mentais.

Leia na edição desta semana do Jornal do Cariri.




Fonte: CN7

MPE debate irregularidades no Minha Casa, Minha Vida

selo-minha-casa-minha-vida-cerbras-ceramicas-do-brasilO Ministério Público do Estado do Ceará realiza nesta quarta-feira (19), as 9 horas, no auditório da Procuradoria Geral de Justiça (rua Assunção, 1.100, bairro José Bonifácio), audiência pública para debater as irregularidades e possíveis soluções para problemas relatados no programa Minha Casa, Minha Vida no município de Fortaleza. Na ocasião, serão prestados esclarecimentos à população sobre o programa.
O evento será realizado por intermédio da promotora de Justiça Giovana de Melo Araújo, titular da 11ª Promotoria de Justiça Cível, especializada em Conflitos Fundiários, com apoio do Centro de Apoio Operacional da Cidadania (CAOCID),
A audiência foi designada considerando as frequentes representações junto ao MPCE noticiando irregularidades no programa, como invasões, venda, aluguel e entrega de imóveis não adaptados aos portadores de necessidades especiais. Além disso, será cobrado a ampla divulgação dos critérios utilizados no sorteio, bem como dos beneficiados pelo programa.
Foram convidados para comparecer à audiência o presidente da Câmara de Vereadores de Fortaleza, o presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará, vereadores de Fortaleza, o prefeito de Fortaleza, o procurador-geral de Justiça do Estado do Ceará, promotores de Justiça, o Supervisor do Núcleo de Habitação e Moradia da Defensoria Pública do Estado do Ceará, a Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão do Ministério Público Federal, o superintendente regional da Polícia Federal no Ceará, a secretária da Habitafor, o titular da Secretaria das Cidades, o superintendente da IPLANFOR, o superintendente regional da Caixa Econômica Federal em Fortaleza, o coordenador do Programa Minha Casa Minha Vida do Banco do Brasil, o Professor do Departamento de Arquitetura e Urbanismo da UFC, Renato Pequeno.
O público presente poderá manifestar-se após finalizada a discussão entre os representantes do MPCE, dos órgãos e entidades convidados e os expositores cadastrados, sendo necessária prévia solicitação ao membro do MP que presidir a audiência.
COM MPE
Fonte: Ceará Agora

Veveu Arruda reassume Prefeitura de Sobral

Contrariando os muitos que apostaram que Veveu Arruda não retornaria a sua cadeira de chefe do executivo sobralense após a curta temporada de estudos na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, eis que o prefeito chegou na madrugada do último domingo (16) ao Brasil e já reassumiu o posto que estava ocupado com muito zelo e discrição pelo vice prefeito Carlos Hilton.
Cheio de projetos na cabeça, e disposto a começar a mover as peças que lhe estão confiadas no jogo de xadrez político visando sua sucessão em 2016, Veveu Arruda já chega em Sobral nesta terça-feira (18) de olho na agenda de inaugurações de obras que estão sendo concluídas em diversas áreas.
Antes, na noite desta segunda-feira (17), acompanhou sua esposa, a governadora Izolda Cela, no encontro dos correligionários dos ex-governadores Ciro e Cid Gomes.
Fonte: Ceará Agora

MPF recomenda que municípios divulguem lista de beneficiários do Bolsa Família

bolsa familiaO Ministério Público Federal (MPF) quer que 33 municípios cearenses divulguem a lista de beneficiários do programa Bolsa Família para que seja feito o controle social do mecanismo de distribuição de renda.
Recomendação assinada pela procuradora da República Nilce Cunha Rodrigues orienta que as prefeituras fixem as listas de beneficiários do programa em locais públicos e de fácil acesso, inclusive com divulgação pela internet.
A recomendação foi enviava pelo MPF após ter sido instaurado procedimento que indicou a necessidade da implementação do controle social e da transparência na execução do programa nos municípios, como forma de verificação dos critérios de acesso à renda básica estabelecidos no Bolsa Família.
Na recomendação, a procuradora Nilce Cunha lembra que a Administração deve zelar pelos princípios constitucionais da legalidade, moralidade, impessoalidade, eficiência, publicidade e, também, pela transparência, “evitando que venham a pairar quaisquer dúvidas ou suspeitas quanto à regularidade e lisuras de seus atos”.
Nilce ainda cita a Lei instituidora do programa Bolsa Família, que estabelece a responsabilização civil, penal e administrativa da autoridade responsável pela organização e manutenção do cadastramento que inserir dados ou informações falsas ou diversas das que deveriam ser inscritas, com o fim de alterar a verdade sobre os fatos, ou contribuir para a entrega do benefício à pessoa diversa do beneficiário final.
Com informações do MPF
Fonte: Ceará Agora

Prefeito Antônio Cláudio assina Projeto de Lei que regulamenta a Guarda Municipal de Aracoiaba

O prefeito Antônio Cláudio Pinheiro, assinou na manhã da última quinta-feira (13), o Projeto de Lei que regulamenta Estatuto da Guarda Municipal de Aracoiaba. O documento agora segue para a Câmara Municipal para apreciação dos vereadores. O projeto é um sonho antigo da categoria e vai garantir uma maior segurança jurídica aos servidores e munícipes.
"Trabalhamos para elaborar e concretizar a Lei da Guarda Municipal. E agora este antigo desejo está se tornando uma realidade. A Guarda Municipal terá agora uma lei própria que vai possibilitar aos funcionários trabalharem com toda segurança administrativa que eles merecem", afirmou o prefeito.
A nova lei também regulamenta, entre outros pontos, as atribuições e competências, além de disciplinar o uso de armas. Segundo a nova lei, o Município de Aracoiaba fica autorizado a permitir a utilização, com base no Art. 144, § 8° da Constituição Federal e Lei nº 13.022/2014, de armamento destinado a garantir a segurança dos munícipes, dos bens, serviços e instalações do Município.

Heitor arruma as malas para deixar o PDT

FOTO: REPRODUÇÃO FACEBOOKO deputado estadual Heitor Férrer teve, na manhã desta terça-feira (18/08), o seu mais amargo café dos últimos 28 anos como militante do PDT. Heitor dormiu ontem à noite e acordou cedo com a certeza de que a história com o PDT está se encerrando, de forma frustrante e sem o sonho de concorrer, pela sigla, em 2016, à Prefeitura de Fortaleza.
Com a ida dos irmãos Cid e Ciro Gomes, com os aliados para o PDT, Heitor Férrer não tem ambiente para permanecer na sigla fundada pelo ex-governador Leonel Brizola. Heitor é oposição à administração Roberto Cláudio, ao Governo Camilo Santana e, nos dois mandatos de Cid Gomes como Governador, fez as principais denúncias contra o Governo.
Com as informações sobre o andamento dos entendimentos entre Cid e Ciro Gomes com o presidente da Executiva Nacional do PDT, Carlos Lupi, o deputado Heitor Férrer ainda torcia para a filiação dos Ferreira Gomes se tornar inviável. Heitor sonhava em permanecer no PDT.
O cenário, porém, se desenhou em outra direção e, com o avanço das negociações entre Cid e Ciro Gomes, as portas do PDT estão ficando mais estreitas para Heitor Férrer que, em 2012, recebeu 262.365 votos na disputa pela Prefeitura de Fortaleza. Heitor ficou em terceiro lugar na corrida eleitoral, perdendo a vaga no segundo para o então candidato e hoje prefeito Roberto Cláudio. Agora, fora do PDT, Heitor buscará uma nova sigla para concorrer à sucessão de Roberto Cláudio. Heitor recebeu sondagens do Solidariedade, PSB e PMDB.
Fonte: Ceará Agora

Albuquerque é designado para montar força tarefa rumo ao PDT

zezinho albuquerqueO presidente da Assembleia Legislativa, José Albuquerque, foi designado pelo ex-governador Cid Gomes para comandar uma força tarefa de reuniões e levantamento de informações sobre a transferência dos militantes do PROS para o PDT.
A missão para Albuquerque não deixa dúvidas sobre o novo rumo partidário de Cid e Ciro Gomes. Caberá a José Albuquerque desenhar o mapa político com os dados a serem fornecidos por deputados federais e estaduais, prefeitos, ex-prefeitos e lideranças políticas municipais.
O papel de Albuquerque ganha relevância no momento em que se aproximam o prazo final e mudança de partido para quem quer concorrer às eleições municipais de 2016. O prazo se encerra no dia 5 de outubro – um ano antes das eleições de 2016.
Mesmo antes da recomendação de Cid e Ciro para os aliados se filiarem ao PDT, Albuquerque já estava com o pé na estrada para fazer o levantamento sobre os prefeitos e lideranças municipais que seguem a orientação de Cid e Ciro Gomes. Quem não for acomodado no PDT, poderá permanecer no PROS ou para o PP, PTB e PSD.
Fonte: Ceará AgoraPDT, 

Cid e Ciro evitam falar sobre comando do PDT

CID GOMESOs irmãos Cid e Ciro Gomes, ao orientarem os aliados em direção ao PDT no Ceará, evitaram falar sobre a definição do comando regional do partido, hoje sob o controle do deputado federal André Figueiredo. Cid e Ciro avançaram nas negociações com a Executiva Nacional do PDT, mas teriam encontrado resistência de Figueiredo para abrir mão da direção da sigla no Ceará. O conflito, porém, estaria superado.
Ao serem questionados sobre a composição da Executiva do PDT, após as filiações de prefeitos e vereadores que estão no PROS, Cid e Ciro pediu tranquilidade a todos e assumiram a responsabilidade que entendimentos fechados com a direção nacional serão honrados.
Muitos prefeitos e vereadores gostariam de saber quem irá dirigir o PDT no Estado ou se o atual presidente André Figueiredo continuará como presidente. A pergunta sobre o comando regional foi feita várias vezes durante o encontro do PROS, mas o questionamento ficou sem respostas. Para outros prefeitos e vereadores, porém, ficou, nas palavras de Cid e Ciro Gomes, a garantia de que todos estarão indo em direção a um porto seguro.
Fonte: Ceará Agora

Em reunião Cid e Ciro Gomes direcionam grupo político para PDT

SAM_0390O Hotel Romanos, em Messejana, voltou a receber na noite desta segunda-feira, 17, o grupo que compõe o Pros do Ceará, liderado pelos irmãos Cid e Ciro Gomes. Em auditório lotado, Ciro abriu o evento expondo para todos, seu desejo de que sigam a caminho do PDT. “É claro que a decisão será tomada pelo grupo, mas dou minha opinião pessoal, pelo Brasil por uma questão ideológica, que nós devíamos nos filiar ao PDT. Por favor não se sintam constrangidos com isso”, balizou.
“O PDT me apoiou na minha eleição para presidente da República. No Ceará tem sido aliado nosso em todas as eleições, de modo que este é um passo muito coerente para quem está, como nós, obrigados a tomar esta decisão”, afirmou Ciro Gomes.
O ex-governador e ex-ministro da Educação Cid Gomes também votou pela ida para o PDT e ainda lançou a candidatura de seu irmão Ciro à presidência da República em 2018. “O Ciro é minha maior referência, a quem admiro e tenho como norte em minha vida. Já conhece o Brasil de ponta a ponta e por isso, meu candidato à presidência é Ciro Gomes”, declarou, completando: “o Ciro já deu sua posição e eu penso como ele, que para efeito de um projeto nacional o PDT é um partido muito melhor, com tradição, e que certamente respaldará alianças junto a outros partidos no Brasil”.
A governadora em exercício Izolda Cela, defendeu que as decisões sejam tomadas com autonomia, foco e direção em fortalecer a política. “Vejo como muito importante a união dessa militância que tem representação de todas as regiões do Estado. Agora, mais importante é a qualidade que a liderança possui”, observou.
Outro que colocou a união como base para o fortalecimento do grupo foi o presidente da Assembleia Legislativa do Ceará, deputado Zezinho Albuquerque. “O que nós queremos é o melhor para o Ceará. Estaremos unidos para ir ao PDT ou qualquer outro destino. Agora o importante é que vamos todos juntos”, adiantou Zezinho Albuquerque.
Apontado como candidato à reeleição para a prefeitura de Fortaleza, Roberto Cláudio analisou que os irmãos Cid e Ciro Gomes, ao lado de Zezinho Albuquerque, “estiveram ativos nos últimos dias levantando informações, conversando com pessoas, para que os questionamentos pudessem ser respondidos com mais clareza”. Roberto Cláudio afirmou ainda que a decisão da ida ou não do grupo político para o PDT é de ordem política, “diante do atual momento político no país”.
Fonte: Ceará Agora