Buscar

03 agosto 2015

Bradesco compra HSBC, supera Caixa e encosta no Itaú em valor de ativos

FOTO: Lara Mizoguchi / Agência O Globo
O Bradesco anunciou nesta segunda-feira (3) a compra do HSBC no Brasil. Mesmo assim, o banco se mantém atrás do Itaú em valor de ativos, embora tenha ficado mais próximo do concorrente. De acordo com dados divulgados pelo Bradesco, com a compra a instituição alcançou 16% do total de ativos dos bancos (R$ 7,471 trilhões), pouco menos que o Itaú, com 16,2%. O Banco do Brasil (BB), que lidera a lista de maiores ativos, tem 19,2%. Nessa lista, o Bradesco supera a Caixa (14,3%) em ativos.
Em número de agências, o Bradesco (23,8%) se aproxima do Banco do Brasil (23,9% de 23.125 agências). Dos 134,8 milhões de correntistas, a liderança também é do Banco do Brasil, com 28,2%, seguido do Bradesco, com 23,3%. No caso dos depósitos totais, de R$ 1,975 trilhões, o BB lidera com 23,7%, seguido da Caixa (21,2%), Itaú (14,9%) e Bradesco (13,8%). Do crédito total, de mais de R$ 3 trilhões, o Bradesco ocupa a quarta colocação, com 16,9%. O banco é precedido por Banco do Brasil (24,6%), Caixa (19,6%) e Itaú (17%).
No início da manhã de hoje, o Bradesco anunciou a compra do HSBC por R$ 17,6 bilhões e garantiu que os clientes do banco comprado continuarão sendo atendidos da “forma habitual”.
“Sempre tivemos posicionamento do crescimento orgânico por meio de nossa rede própria. E sempre estivemos atentos às possibilidades que poderiam surgir do mercado. Essa proposta [de aquisição do HSBC] representou um ativo único. Ela significa um atalho para o crescimento. Portanto, o [crescimento] orgânico é prioridade, mas aquisições nunca foram desprezadas”, explicou o presidente do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco, em teleconferência com jornalistas.
Professor de macroeconomia do Ibmec-RJ, Alexandre Espírito Santo informou que o mercado bancário brasileiro já era muito concentrado mesmo antes da compra do HSBC pelo Bradesco. “A concorrência sempre traz vantagens para os consumidores. O mercado muito concentrado não é bom para o consumidor. Temos um banco a menos, que não era muito grande, mas também não era insignificante”, acrescentou.
Segundo o professor, no futuro a união dos bancos vai melhorar a produtividade e, com isso, a instituição poderá oferecer serviços mais baratos. “Só o tempo dirá se isso realmente ocorrerá.”
Para Alexandre Espírito Santo, o HSBC não tinha o “tamanho necessário” no mercado e nem condições de comprar outra instituição para crescer. “O banco tinha problemas na operação global. O Brasil era uma exceção. Aqui ele era rentável. Então, era interessante vender.”
Em nota, o Banco Central disse que analisará a viabilidade da operação e o impacto sobre a estabilidade do Sistema Financeiro Nacional e sobre a concorrência. “As alterações de controle e reorganizações societárias de instituições financeiras são negócios privados. O Banco Central não participa das negociações entre as partes. Uma vez que o contrato é fechado, as partes o trazem para a análise do BC com vistas à aprovação da operação, condição imprescindível para que o negócio seja concluído.”
Também por meio de nota, Roberto Von der Osten, presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), mostrou preocupação com a manutenção dos empregos.
“A transação nos surpreendeu pela quantia envolvida. Se o banco tem um valor acima do esperado é porque seus trabalhadores têm muita qualidade. São eles que fazem o trabalho na instituição. Isso ajuda pela manutenção dos postos de trabalho.”
O presidente da confederação afirmou que as direções do Bradesco e do HSBC já fizeram contato com a Contraf-CUT, de modo a tratar da transação entre as duas instituições.
Fonte: Ceará Agora

Justiça suspende concursos para delegado e inspetor da Polícia Civil

policia civil simboloO desembargador Francisco Sales Neto Fortaleza, suspendeu as fases dos concursos públicos para os cargos de Delegado de Polícia Civil de 1ª Classe e Inspetor de Polícia Civil de 1ª Classe até que as provas de capacidade física e demais itens sejam ajustados. Segundo os autos, os Editais dos certames não previram a adaptação do Curso de Formação aos candidatos portadores de necessidades especiais.
A decisão do desembargador relator do caso atendeu a uma ação ajuizada pelo Ministério Público do Estado do Ceará, através dos promotores de Justiça especializados na defesa da pessoa com deficiência e acessibilidade Hugo Porto Frota Magalhães e Paulo Roberto Barreto de Almeida. Eles haviam ingressado uma Ação Civil Pública contra o Estado do Ceará, junto ao juízo da 13ª Vara da Fazenda Pública de Fortaleza.
De acordo com o desembargador, “a demora no deferimento do pleito de suspensão dos concursos pode resultar em dano irreparável ou de difícil reparação, na medida em que os candidatos aprovados nas fases iniciais dos concursos, caso eventualmente venha a se submeter ao exame físico, nas atuais condições impostas pelos Editais alvejados, dificilmente lograrão êxito, resultando, assim, em diversas eliminações injustas e ilegais”.

Fonte: Ceará Agora

Estudante desenvolve spray que pode substituir a camisinha

Será que as camisinhas estão com os dias contados? Ou, pelo menos, perderão o status de método mais popular para evitar doenças sexualmente transmissíveis e gravidez indesejada? 

Bem, uma aluna de design do Pratt Institute (Nova York, EUA) acredita estar no caminho de oferecer uma nova e efetiva proteção para o sexo. Na forma de spray

O produto criado por Michele Chu já tem nome - Girlplay -, mas ainda não há certeza de que ele vá ganhar o mercado. Ela diz acreditar ser viável.

"Pensei que o mercado de camisinhas precisava de algo revigorante", disse Michele ao blog de design "PSFK". 

A ideia de oferecer uma alternativa "futurista" à camisinha tradicional já foi alvo do trabalho do alemão Jan Vinzenz Krause em 2008. Ele criou um produto similiar, um tubo que envolvia o pênis em latex líquido. O projeto, entretanto, acabou arquivado. O principal problema: a rejeição dos homens durante os testes e o tempo para secar, três minutos.

Fonte: O GLOBO

Para oposição, prisão de Dirceu deixa PT em situação ainda mais difícil

dirceu ptRepresentantes de partidos de oposição avaliam que a prisão do ex-ministro José Dirceu, na manhã desta segunda-feira, 3, deixa ainda mais complicada a situação do PT e do governo. Dirceu integrava a cúpula do partido até sua prisão por envolvimento no mensalão. No governo Luiz Inácio Lula da Silva, ele comandou a Casa Civil.
“É um quadro cada vez mais complicado para o PT e para o governo um quadro que gera ainda mais dificuldade política para eles”, disse o líder do DEM na Câmara, Mendonça Filho (PE). “O PT, como um todo, está cada vez mais em uma situação difícil. Os seus nomes mais importantes totalmente envolvidos, presos. José Dirceu é um quadro que mostra que o PT, no governo, desmantelou toda a estrutura do Estado brasileiro. Temos um quadro caótico de governança”, afirmou o parlamentar.
No PSDB, a avaliação é que a prisão de Dirceu liga Lula diretamente ao esquema de corrupção na Petrobras investigado pela Operação Lava Jato. “Com certeza, piora o clima para o governo e o PT, e aproxima de Lula”, disse o vice-líder tucano na Câmara, deputado Nilson Leitão (MT).
O presidente nacional do PPS, deputado Roberto Freire (SP), disse em nota que “demonstra que é preciso criar no País um novo governo para que ele possa, junto com a Justiça, corrigir os rumos do Brasil”. O deputado afirmou que “há o encaminhamento de que o impeachment pode se tornar necessário” e que este é o momento “para fazer a intervenção constitucional, legítima para dar um paradeiro nisso tudo”, já que, para o parlamentar, “a ingovernabilidade está instalada no País”.
“Essa prisão significa um passo importante para a elucidação de quem é o chefe dessa organização criminosa”, disse o líder do PPS na Câmara, deputado Rubens Bueno (PR).
Fonte: Ceará Agora

CVT - Centec oferece cursos básicos para o município de Aracoiaba

Por meio de parceria com a Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior (Secitece), o Instituto Centro de Ensino Tecnológico (Centec) está oferecendo 2.142 vagas em cursos básicos no mês de agosto, em 41 cidades cearenses.
São 111 cursos de Formação Inicial e Continuada em diversas áreas do conhecimento, como NR-10, Farmácia Viva, Marketing Básico, Administração Financeira, Corel Draw, Empreendedorismo, AutoCAD, Panificação, Piscicultura em Tanque Rede, Manejo Produtivo de Ovinos e Caprinos, dentre diversos outros.
Para participar, basta ser maior de 16 anos e comparecer à unidade do Centec na sua cidade, portando CPF. A relação completa dos cursos por cidade e outras informações estão disponíveis aqui. Para saber mais, entre em contato diretamente com a unidade por e-mail ou telefone. As inscrições estarão abertas até o início das aulas ou até que sejam preenchidas todas as vagas.
As capacitações possuem carga horária de 40 ou 60 horas aulas e acontecem nos Centros Vocacionais Tecnológicos (CVTs) do Centec nas cidades de Acaraú, Amontada, Aracoiaba, Barreira, Beberibe, Boa Viagem, Brejo Santo, Campos Sales, Canindé, Crateús, Fortaleza, Fortim, Granja, Groaíras, Horizonte, Icó, Iguatu, Ipaumirim, Ipu, Itaiçaba, Jucás, Limoeiro do Norte, Maracanaú, Maranguape, Massapê, Mauriti, Missão Velha, Orós, Pentecoste, Piquet Carneiro, Quixadá, Quixeré, Santa Quitéria, São Benedito, Tabuleiro do Norte, Tauá e Viçosa. Além de outras quatro cidades da região de abrangência da Rede CVT do Centec: Arneiroz, Russas, Itapiúna e Capistrano.
O Instituto Centec é uma organização social que está presente em 43 municípios cearenses oferecendo cursos básicos, técnicos de nível médio, superiores tecnológicos e pós-graduação, por meio de parceria com a Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior (Secitece), do Governo do Estado do Ceará.

Motorista fica gravemente ferido após caminhão capotar e explodir na CE-371

Foto: Acopiara Alerta
Foto: Reprodução Acopiara Alerta
Um caminhão explodiu após capotar na tarde deste domingo, 02, na CE-371, em Acopiara. O motorista perdeu o controle do veículo e capotou próximo ao Sítio Serraria.
O motorista Luiz Henrique Custódio Campos, natural de São Paulo, foi socorrido com graves ferimentos para o Hospital Júlio Barreto e, em seguida, transferido para o Hospital Regional de Iguatu.
Fonte: Ceará Agora

Bandidos explodem agência do BB em São Luis do Curu

FOTO: DIÁRIO DO NORDESTEUm grupo armado explodiu na madrugada desta segunda-feira (03/08), uma agência do Banco do Brasil no município de São Luis do Curu, a 79 Km de Fortaleza. De acordo com o Sindicato dos Bancários do Ceará, este é o 44º ataque contra bancos em 2015. De acordo com o Comando de Policiamento do Interior (CPI), na ação, os assaltantes trocaram tiros com policiais e em seguida fugiram pela BR -222. Ainda não se sabe a quantia levada.
Equipes do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque), Comando Tático Motorizado (Cotam), Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate), e Comando Tático Rural (Cotar) de cidades vizinhas trabalham em diligências para encontrar pistas que levem aos suspeitos. Até o início da manhã desta segunda-feira, ninguém havia sido preso.

Ex-ministro José Dirceu é preso em Brasília na operação Lava Jato

dirceu livreA Polícia Federal (PF) cumpre, desde as 6h desta segunda-feira (03/08), a 17ª fase da Operação Lava Jato. Serão cumpridos 40 mandados judiciais, sendo três de prisão preventiva, cinco de prisão temporária, 26 de busca e apreensão e seis de condução coercitiva, quando a pessoa é obrigada a prestar depoimento. A operação foi batizada de Pixuleco, em alusão ao termo utilizado para nominar propina recebida de contratos.
Um dos presos é o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu.
O ex- ministro está sob investigação por suposto recebimento de propinas disfarçadas na forma de consultorias, por meio de sua empresa JD assessoria, já desativada.
Dirceu cumpria prisão domiciliar por sua condenação no processo do mensalão.
A Polícia Federal incluiu a JD Assessoria e Consultoria em um grupo de 31 empresas “suspeitas de promoverem operações de lavagem de dinheiro” em contratos das obras da Refinaria Abreu e Lima (Rnest), em Pernambuco – construção iniciada em 2007, que deveria custar R$ 4 bilhões e consumiu mais de R$ 23 bilhões da Petrobrás.
O documento é o primeiro de uma série de perícias técnicas da Polícia Federal que apontam um percentual de desvios na Petrobrás de até 20% do valor de contratos. O percentual é superior aos 3% apontados até aqui nas investigações da Operação Lava Jato, que incluía apenas da propina dos agentes públicos e políticos.
“Foi identificada movimentação financeira da ordem de R$ 71,4 milhões, tendo como origem Construções e Comércio Camargo Corrêa S/A e como destino as seguintes empresas, suspeitas de operarem lavagem de dinheiro: Costa Global Consultoria e Participações, JD Assessoria e Consultoria; Treviso do Brasil Empreendimentos e Piemonte Empreendimentos”, registra o laudo 1342/2015 presente nos autos da Lava Jato.
A prisão temporária tem prazo de cinco dias e pode ser prorrogada pelo mesmo período ou convertida em preventiva, que é quando o investigado fica preso à disposição da Justiça sem prazo pré-determinado. Os presos serão levados para a Superintendência da PF em Curitiba.
Com informações do G1 e Estadão

Governo decide diminuir o número de ministérios para dar sinal de austeridade

FOTO: ANDRÉ DUSEK/ ESTADÃOPresidente Dilma Rousseff decidiu dar aval a um corte no número de ministérios – atualmente, o governo conta com 38 ministros. Conforme o jornal “O Estado de S. Paulo” revelou em março, Dilma encomendou um estudo sobre a redução de pastas. Desde então, a discussão ganhou corpo no Palácio do Planalto, que pretende poupar do novo desenho os ministérios da área social, ligados a movimentos identificados com o PT.
Pesca e Aquicultura e Gabinete de Segurança Institucional (GSI), além das secretarias de Assuntos Estratégicos, Portos e da Micro e Pequena Empresa, podem ser extintos ou fundidos com outras pastas, segundo integrantes do governo ouvidos pela reportagem. Por outro lado, as secretarias de Igualdade Racial, Mulheres e Direitos Humanos serão preservadas para não irritar a militância de movimentos sociais que ainda apoiam o governo. O novo organograma ainda está em discussão.
Auxiliares palacianos, no entanto, divergem sobre o “timing” do anúncio da reforma, em um momento em que o governo tenta pacificar a base, reduzir as tensões no Congresso e garantir a aprovação das medidas do ajuste fiscal. Partidos da base aliada perderiam cargos e influência nas decisões do governo com o enxugamento da máquina.
Na época em que Gleisi Hoffmann (PT-PR) comandava a Casa Civil (2011 a 2014), o Planalto já havia encomendado um estudo de redução de ministérios, mas com receios da repercussão entre movimentos sociais, a proposta não foi levada adiante. Prevaleceu a percepção de que secretarias como Direitos Humanos e Igualdade Racial carregavam uma importância simbólica, além de terem um impacto irrisório na redução de custos.
“O principal sinal, agora, é o de modernizar a gestão. Um governo desse tamanho, com muita gente e muita coisa para lidar, não está funcionando”, disse um ministro do governo.
Mudança
O corte de ministérios marca uma mudança de posição da presidente, que criticava a proposta, defendida pelo candidato tucano Aécio Neves (MG), na campanha presidencial do ano passado. Em entrevista ao Programa do Jô, em junho, Dilma sinalizou a intenção de ter um primeiro escalão mais enxuto. “Cada ministro tem um papel. Criticam muito porque nós temos muitos ministérios. Acho que teremos de ter menos ministérios no futuro”, reconheceu, ao ser questionada se sabia de cor o nome de todos os ministros do governo.
A redução de pastas é cobrada publicamente pelos presidentes da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), como gesto do governo num contexto em que tenta aprovar uma série de propostas impopulares no Congresso, que aumentam impostos e restringem o acesso a benefícios. Os dois foram os principais articuladores de derrotas do Planalto no primeiro semestre.
Dilma se reúne nesta segunda-feira, (03/08), no Palácio da Alvorada, com líderes e presidentes dos partidos da base aliada, o chamado conselho político, em mais um esforço para alinhar sua base no Congresso e garantir a governabilidade. Pedirá compromisso com a responsabilidade fiscal, apoio para aprovar medidas de interesse do governo e desarmar bombas fiscais, num movimento similar ao feito na semana passada durante reunião com governadores de todo o País.
Retorno
Após duas semanas de recesso, o Congresso volta às atividades nesta segunda-feira, (03), com a previsão de votar uma “pauta-bomba” recheada de projetos que aumentam despesas e causam constrangimentos ao Planalto. Infernal, catastrófico e desastroso são alguns dos adjetivos utilizados por líderes partidários para definir o semestre legislativo que se inicia.
Sob o comando de Cunha, recém-rompido com o Planalto, a Câmara avaliará pedidos de impeachment da presidente, iniciará CPIs e promete convocar integrantes do alto escalão do governo a dar explicações sobre o escândalo de corrupção na Petrobrás. Agora adversário assumido, Cunha é a principal fonte de preocupação do governo. O Planalto tenta negociar com os líderes partidários para minimizar a crise entre os Poderes e aposta, nos bastidores num enfraquecimento do presidente da Câmara ante à perspectiva de que a Procuradoria-Geral da República apresente denúncia contra ele no âmbito da Lava Jato.
“Não tem essa de criar um monstro na relação entre Cunha e o Palácio. Vamos ter um clima de diálogo. Não vamos fomentar a crise com Eduardo Cunha”, disse o líder do governo, José Guimarães (PT-CE). (Rafael Moraes Moura, Daniel Carvalho, Murilo Rodrigues Alves, Daiene Cardoso, Rachel Gamarski e Sandra Manfrin) As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.
Fonte: Ceará Agora