Buscar

16 julho 2015

Em plena crise política, por onde anda Marina Silva?

Marina Silva | Foto: Reuters: Ex-candidata tem se pronunciado quase que exclusivamente por redes sociais e sobre temas como meio ambiente e educação© Copyright British Broadcasting Corporation 2015 Ex-candidata tem se pronunciado quase que exclusivamente por redes sociais e sobre temas como meio ambiente e educação
No momento em que o país passa por uma escalada da crise política, muitos se perguntam por onde anda Marina Silva, a candidata de 22,176 milhões de eleitores na eleição presidencial de 2014.
A resposta é: na Colômbia, para uma viagem de cerca de dez dias, onde, segundo sua conta no Instagram, tem visitado grupos da sociedade civil que atuam em áreas como sustentabilidade, democracia participativa e redução da violência.
A coincidência de sua ausência do país em um momento de intensificação do desgaste do governo Dilma Rousseff e em que novos desdobramentos da operação Lava Jato atingem congressistas, de certa forma reforça o sentimento de que Marina "desapareceu" do cenário político após a acirrada disputa de 2014.
Nesta quarta-feira, enquanto a Polícia Federal cumpria mandatos de busca e apreensão contra o ex-presidente e hoje senador Fernando Collor e outros cinco políticos, Marina entrou no Facebook e no Twitter para fazer apenas duas postagens sobre a Conferência do Clima em Paris.
No dia seguinte, compartilhou mais três links com conteúdo sobre mudanças climáticas, direitos indígenas e críticas à educação no país.
Alguns leitores reagiram à falta de comentários sobre a situação política, econômica e as denúncias de corrupção.
"Cadê você, Marina? O Brasil derretendo, milhões (de) pessoas perdendo emprego, seus antigos companheiros enroladíssimos e você muda, quieta!! Cadê a líder??", cobrou no Facebook Margarette Dayrell.
"Marinaaaaaaaaa, cadê vc? Vergonha foi ontem no Senado, Collor e Jader Barbalho esculhambando o Ministério Público e a ação da Polícia Federal, os outros senadores, de todos os partidos, caladinhos, ouvindo tudo desconfiados e sem Ninguém se pronunciar a favor da operação", reclamou também Gustavo Tiné.

'Tranquilidade'

André Figueiredo revela que PDT está fechado com os Ferreira Gomes

O presidente do PDT, Carlos Lupi, aprovou nesta quarta-feira (15) a permanência da sigla do governo. O senador Lasier Maritns leu nota afirmando que "o cliclo do PT acabou e que 

O presidente regional do PDT, deputado André Figueiredo, confessou nesta quarta-feira (16) em Brasília, que está definida a transferência do grupo político dos irmãos Cid e Ciro Gomes.

Mas, André deixou bem claro: não permitirá qualquer influência no comando no partido.
A adesão acontece no momento em que o presidente do PDT, Carlos Lupi, aprova a permanência da sigla no governo.

Fonte: CN7

Assembleia aprova contas do ex-governador Cid Gomes

A Assembleia Legislativa aprovou, durante a sessão plenária dessa quarta-feira (15/07), o decreto legislativo referente a prestação de contas do ex-governador Cid Gomes relativa ao exercício de 2014. Vinte e nove deputados foram favoráveis, seis contrários e uma abstenção.
O Plenário aprovou ainda duas mensagens do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) e uma do Executivo Estadual. A primeira modifica a organização administrativa do Poder Judiciário. Duas emendas ao texto foram aprovadas: uma modificativa do presidente da Casa, deputado Zezinho Albuquerque (Pros), e uma supressiva do deputado Renato Roseno (Psol).
Já a segunda, também de autoria do Tribunal de Justiça, trata sobre despesas processuais cobradas pelas atividades desenvolvidas pelos órgãos do Poder Judiciário no Ceará. A matéria foi aprovada com cinco emendas: duas do deputado Zezinho Albuquerque, duas do deputado Audic Mota (PMDB) e uma do deputado Renato Roseno.
Os parlamentares também aprovaram uma terceira mensagem, sendo esta de autoria do Poder Executivo, que autoriza o auxílio financeiro, por meio da Secretaria de Esporte do Estado do Ceará, a associações cearenses que fomentam o futebol.
Fonte: Ceará Agora

Guerrero faz mais um, Fla despacha o Náutico e vai às oitavas

De novo, Guerrero mostrou ao que veio. Em seu segundo jogo pelo Flamengo, o atacante marcou mais um gol e ajudou o time a se classificar para as oitavas de final da Copa do Brasil com uma vitória de 2 a 0 sobre o Náutico, na Arena Pernambuco. Jorge marcou o primeiro gol da partida.
O próximo compromisso do Flamengo será contra o Grêmio, sábado, às 18h30, pelo Brasileiro, no Maracanã. Já o Náutico joga no mesmo dia no Rio, mas pela Série B, às 16h30, conta o líder Botafogo, no Engenhão.
O jogo
Assim que entrou em campo, zerado no placar, o Flamengo estava eliminado. E sabia disso. Por isso buscou o jogo desde o início, tentando trocar passes no meio de campo e agredir o Náutico. Mas o Timbu, com a vantagem do empate em 1 a 1 no Rio no bolso, mantinha marcação forte no meio de campo, abafando a saída de bola do rival em busca de uma brecha.
Everton, acompanhado por Sheik e Canteros, leva o Flamengo ao ataque na Arena Pernambuco© Gazeta Press Everton, acompanhado por Sheik e Canteros, leva o Flamengo ao ataque na Arena Pernambuco
Por duas vezes quase conseguiu no início. Primeiro aos cinco minutos, em uma atrapalhada atrasada de bola de Wallace para César, que assustou o goleiro e resultou no chutão. A segunda com 15 minutos, quando Rogerinho avançou pela esquerda e cruzou para a área. Wallace afastou para escanteio.
O primeiro grande lance de perigo do jogo veio com o Flamengo, pela ponta. Com 24 minutos, Jorge achou Everton pela esquerda. O camisa 22 cruzou par a grande área, onde Guerrero dominou a bola e bateu de esquerda, rente à trave direta de Julio Cesar. A bola bateu na parte externa da rede e fez muito rubro-negro comemorar na Arena Pernambuco.
Se agredir tanto, o técnico Cristóvão Borges foi obrigado a mudar o time quando Jonas caiu de mau jeito no gramado e lesionou o cotovelo esquerdo. Marcelo Cirino entrou em seu lugar e foi para a ponta direita. Emerson acabou na ponta esquerda e Everton foi mais recuado, com Guerrero isolado na frente. O Náutico entendeu e deu ainda mais bola ao Flamengo. Esperava um erro para tentar o contra-ataque.
Com 39 minutos, o Flamengo teve seu momento de maior agressividade na partida. Everton recebeu bola na direita e cruzou para a área. A zaga rebateu e Sheik pegou de primeira para boa defesa de Julio Cesar, que deu rebote. Guerrero pegou a bola na entrada da área e rolou para Sheik, que chutou cruzado, mas Flávio travou de carrinho a finalização e mandou para escanteio. E com a vantagem para o Náutico, o primeiro tempo chegou ao fim.
Na segunda etapa, o Flamengo voltou com a mesma formação, mas disposto a agredir o Náutico desde o início. Bola rondado a área e não no meio de campo. A pressão não tardou a aparecer. O Timbu sentiu que estava acuado. Com cinco minutos, o time carioca conseguiu o desafogo. Sheik recebeu bola na entrada da área e rolou para Everton, na ponta esquerda. O camisa 22 rolou para trás e Jorge, na entrada da pequena área, bateu bonito. 1 a 0.
O jogo, então, ficou mais animado. O Náutico se viu obrigado a desmontar o ferrolho do meio de campo. Com 15 minutos, o time da casa quase empatou em chute de Rogerinho, colocado, na entrada da área. Mas César fez boa defesa e espalmou. O Flamengo tentava evitar os contra-ataques. Com seis amarelados na equipe Cristóvão Borges sacou Cáceres para a entrada de Márcio Araújo.
Mas o Náutico melhorara com a entrada de Bergson. Aos 22 minutos, ele lançou Douglas na grande área. Com Wallace pressionando, o atacante bateu para fora. A partir daí, o time da casa perdeu duas chances em sequência. A primeira com Bergson, que dominou na entrada da área e foi abafado por César. Na cobrança de escanteio, a bola sobrou dentro da área para Douglas. Sem marcação, o atacante bateu por cima do gol de César. A pressão era grande. O Náutico parecia perto do gol. Parecia.
Aos 31 minutos, Marcelo Cirino desembestou pelo lado direito, passou por Fillipe Soutto e cruzou na medida para Guerrero. Dentro da área, o peruano bateu de primeira, no fundo da rede. 2 a 0. A partir daí, a vantagem era muito grade. Devido aos dois gols rubro-negros fora de casa, o Náutico precisaria de três gols em pouco mais de 15 minutos.

O Flamengo, então, passou a tocar a bola, esperar o fim do apito. Aos 45 minutos, Guerrero quase marcou o terceiro, mas Sheik, pela direita, cruzou forte demais. Pouco importava. Com mais um gol do peruano, o Flamengo avançou na Copa do Brasil.
 Guerrero comemora o gol contra o Náutico, seu segundo pelo Flamengo© Gilvan de Souza/Fla Imagem Guerrero comemora o gol contra o Náutico, seu segundo pelo Flamengo
FICHA TÉCNICA
NÁUTICO 0X2 FLAMENGO
Local: Arena Pernambuco, em Recife (PE) 
Data: 15 de julho de 2015 
Horário: 22 horas 
Árbitro: Cláudio Francisco Lima e Silva (SE) 
Assistentes: Luis Carlos Câmara Bezerra (RN) e Lourival Cândido das Flores (RN)
Cartões amarelos: Cáceres, Jorge, Everton, Emerson e Pará e Marcelo Cirino (FLA) e Fillipe Soutto (NAU) 
Público e renda: 16.744 presentes / R$ 566.355,00
Gols: Jorge (FLA), aos cinco minutos, e Guerrero (FLA), aos 31 minutos do segundo tempo
NÁUTICO: Julio Cesar; Guilherme (Josimar), Flávio, Fabiano Eller e Fillipe Soutto; João Ananias, Willian Magrão, Marino e Rogerinho (Renato); Douglas e Stéfano Yuri (Bergson)
Técnico: Lisca
FLAMENGO: César; Pará, Marcelo, Wallace e Jorge; Cáceres (Márcio Araújo), Jonas (Marcelo Cirino), Canteros e Everton (Arthur Maia); Emerson e Guerrero
Técnico: Cristóvão Borges
Fonte: MSN

TV Globo nega racismo em foto sobre 'diversidade' só com mulheres louras

Milhares de internautas alegaram racismo, pela ausência de negras, machismo, pelo termo "mulheres para todos os gostos" e "hipocrisia", pela aparente contradição entre a campanha #somostodosmaju e a representação majoritariamente caucasiana no balé do Faustão© Copyright British Broadcasting Corporation 2015 Milhares de internautas alegaram racismo, pela ausência de negras, machismo, pelo termo "mulheres para todos os gostos" e "hipocrisia", pela aparente contradição entre a campanha #somostodosmaju e a…
Dezessete mulheres louras, brancas, de cabelos lisos se enfileiram para a foto, como um time de futebol. Diz a legenda: "O concurso 'Bailarina do Faustão' tem mostrado a diversidade da beleza da mulher brasileira. Gatas para todos os gostos".
Publicada no Facebook, a imagem gerou quase 30 mil comentários, compartilhamentos e curtidas em apenas dois dias. A maioria critica a ausência de negras na postagem que exalta a diversidade feminina - a proporção oficial de negros (pessoas que se declaram pretas ou pardas, segundo o IBGE) representa mais de metade (50,74%) da população brasileira.
Procurada pela reportagem, a TV Globo disse inicialmente desconhecer a polêmica em torno da postagem. Após o contato da BBC Brasil, a emissora afirmou, por e-mail, que "o post não reflete a totalidade das participantes do quadro".
A produção do programa afirma que "o Domingão do Faustão, assim como toda a programação da Globo, repudia qualquer tipo de preconceito" e que o objetivo do concurso "é ter um painel da mulher brasileira no corpo de balé".
Mas não foi assim que a publicação foi percebida por milhares de internautas - muitas delas mulheres negras. A opinião de uma jovem de São Paulo sobre o caso ganhou destaque na página e rendeu, sozinha, mais de 9 mil curtidas:
"Onde está a diversidade nessa foto?", diz. "Por esse motivo e outros, que quando aparece uma pessoa negra nas programações da Globo acontece todo um movimento racista, porque na verdade não são todos Maju!", conclui.
Ela se refere à sequência de comentários racistas publicados em redes sociais contra a jornalista do Jornal Nacional Maju Coutinho. Logo após o episódio, os âncoras William Bonner e Renata Vasconcellos criaram a campanha #somostodosmaju, em defesa da colega e contra o preconceito.

'Gatas para todos os gostos'

As críticas contra a publicação se baseiam em três eixos: alegações de racismo, pela ausência de negras na postagem, machismo, pelo termo "mulheres para todos os gostos" e "hipocrisia", por conta da aparente contradição entre a campanha #somostodosmaju e a representação majoritariamente caucasiana no balé do programa.
Questionada, a emissora não comentou as referências feitas à campanha em defesa de Maju.
© Copyright British Broadcasting Corporation 2015
"Vocês só criticam, mas quando vão deixar a preguiça de lado e analisar a situação por toda? Será que vocês conseguem abrir o link e calar os dedos?", questionou a seguidora Bianca Cardoso, que defendeu publicamente a postagem. "Vocês verão que tem sim a tal diversidade, está separado em grupos, ruivas, morenas, loiras. Nos poupe", disse.
No texto sobre o concurso, publicado no site gshow (página oficial sobre a programação da TV Globo), as 60 candidatas a integrantes do balé do programa dominical aparecem divididas em cinco fotos de acordo com a tonalidade do cabelo e da pele. Das 60, apenas seis são negras. Aparecem por último na página com a legenda: "A beleza negra também está bem representada".
As fotos separadas ilustrariam o termo "gatas para todos os gostos", um dos principais alvos de críticas. A internauta Míriam Rebeca questionou: "Mulher é produto de prateleira pra ficar agradando homem consumidor?".
"Parece que tá falando de um objeto, de um pedaço de carne", escreveu Vanessa Fogaça Prateano.
A BBC Brasil levou as críticas sobre machismo à equipe de comunicação do Domingão do Faustão, mas não obteve resposta.

Confira as perguntas enviadas pela BBC Brasil e a resposta da TV Globo:

BBC Brasil:
1) Como o programa responde a estas críticas – o que quis dizer com "diversidade" e "todos os gostos"?
2) Sugerir "diversidade" em uma foto só com mulheres louras num país majoritariamente preto e pardo foi um erro? Alguma justificativa para a ausência de negras, orientais, morenas?
3) Falar em "mulheres para todos os gostos" implica, na opinião de leitores, uma postura machista. A TV concorda?
4) Há algum plano de alterar o formato do programa com as dançarinas com pouca roupa ao fundo, alvo de diversas críticas nas redes?
5) A reportagem, dentro do site gshow, mostra outros tipos de beleza: separadamente, aparecem ruivas, louras, morenas, castanhas e negras (nessa ordem). Há 6 negras em 60 mulheres, e elas estão no final do post (o percentual na população é maior que 50%). Algum comentário?
6) O comentário mais curtido (com mais de 8 mil likes) é bastante crítico e lembra da campanha #somostodosmaju. O balé do Faustão não contradiz a campanha do JN?
Equipe de Comunicação da TV Globo:
"O concurso 'Bailarina do Faustão' tem como objetivo buscar novas bailarinas para o corpo de balé do programa. Durante a competição, o que se avalia é o talento para a dança, a capacidade de comunicação, carisma, desenvoltura da participante, independente de sua etnia ou característica física. A ideia é ter um painel da mulher brasileira no corpo de balé. Como você mesmo diz, o concurso, pelo voto popular, já selecionou 12 mulheres, com grande diversidade. O 'Domingão do Faustão', assim como toda a programação da Globo repudia qualquer tipo de preconceito. O post não reflete a totalidade das participantes do quadro."
Fonte: MSN

Justiça de Barretos - SP, adota doação de sangue como pena alternativ

Justia de Barretos SP adota doao de sangue como pena alternativaAcusados de crimes considerados de baixo potencial ofensivo em Barretos (SP) podem receber como pena alternativa uma ação solidária – a doação de sangue. A proposta feita pelo Ministério Público foi aceita pelos juízes da comarca e começou a ser aplicada em junho deste ano.
Os acordos feitos até agora beneficiaram o Hemonúcleo do Hospital de Câncer de Barretos, que atende hospitais de cinco cidades.
Segundo o juiz Luiz Antônio Tela Marta, esse tipo de pena é aplicado em casos em que o infrator pode ser submetido ao processo chamado transação penal. “Nada mais é do que um acordo que ocorre entre o Ministério Público e o autor do fato delituoso. Uma vez havendo aceitação, o juiz homologa por sentença para haver validade legal. A transação penal só é possível naqueles casos que a pena não supere dois anos e que o condenado não tenha antecedentes”, explica Tela Marta.
De acordo com o promotor Renato Flávio Marcão, autor da proposta, a ideia da pena da doação de sangue surgiu após uma conversa com o magistrado Jaime Valmer de Freitas, de Sorocaba (SP), que criou a tese em um doutorado. “Conversei com os promotores e eles concordaram em passar a propor isso quando fosse possível. Depois disso falei com os juízes, que foram receptivos à ideia, com os defensores públicos e também com o presidente da OAB”, diz Marcão.
Com a aceitação das autoridades, as primeiras sentenças começaram a ser aplicadas em junho. “Feita a proposta agora, a audiência acontece em dois ou três meses apenas. Por isso, a partir de agosto, essas penas vão virar uma rotina na atividade forense de Barretos”, explica o promotor.
Tela Marta considera que a transação penal é positiva por evitar o tramite convencional de um processo criminal. “Uma vez aceita pelo autor, a proposta efetivada pelo MP é homologada e é importante porque consiste em uma pena antecipada e afasta o processo tradicional. Há uma resposta mais rápida a sociedade.”
Justia de Barretos SP adota doao de sangue como pena alternativa
A doação de sangue é mais uma alternativa, uma vez que há ainda opções como horas trabalhadas em serviços comunitários de hospitais, creches e hortas, e a doação de cestas básicas. “Se a doação de sangue é um ato de voluntariedade em transação penal, o autor do fato conserva a primariedade, mas ele não poderá fazer jus deste mesmo benefício nos próximos cinco anos”, afirma Tela Marta.
Doações bem-vindas Até agora, o Hemonúcleo do Hospital de Câncer recebeu cinco doações de sangue promovidas pela aplicação da pena. Antes de doar, no entanto, o voluntário precisa atender aos requisitos estabelecidos pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e pelo Ministério da Saúde. “O sujeito pode até ir para o local de doação e ter alguma restrição. Aí ele vai cumprir outra pena”, explica o promotor.
Além de beneficiar os pacientes do hospital, Marcão acredita que a pena pode contribuir para estimular valores. “Isso é muito importante para retornar para a sociedade, que foi atingida por uma infração penal. Algo útil também para estimular valores nobres na pessoa que está cumprindo a pena. Isso pode salvar vidas. Pode fazer o autor refletir melhor e transformá-lo em um doador constante depois”, conclui Tela Marta.
O coordenador do Hemonúcleo do Hospital de Câncer, Nixon Ramos da Silva, confirma que a nova medida adotada pelo judiciário tem auxiliado. “Dessas pessoas que já vieram aqui cumprir pena, uma delas já voltou e se tornou doador de plaquetas. Ele voltou depois e fez uma nova doação.”
Justia de Barretos SP adota doao de sangue como pena alternativa
Aprovação O operador de colhedora André Lúcio Campos dos Santos aprovou a iniciativa. Ele foi acusado de receptação quando a polícia descobriu que ele havia comprado um rádio roubado.
Para não ir para a cadeia, Santos aceitou cumprir uma pena alternativa – foi proibido de sair de Barretos por um ano e precisa ficar em casa durante a noite, além de ter que comparecer ao fórum todos os meses.
Apesar da liberdade restrita, Santos afirma que a pena alternativa foi melhor do que a prisão. Ele considera que escolheria doar sangue, caso a opção lhe tivesse sido apresentada na época. “Se eu fosse preso ia ser mais difícil. Não ia ter como trabalhar e como sustentar minha família. Se eu pudesse doar sangue ia ser muito bom porque estaria ajudando o próximo”, afirma.
Saiba Mais:
Markes Rafhael Alves Barbosa (advogado)
OAB/CE 23.473

B&B Advogados e Asscoiados
Fone: (85) 996922794
Rua Getúlio Vargas, Aracoiaba (Próximo ao Elenilson Cosntruções)

Fonte: Jus Brasil

Ceará joga mal e empata em 0 a 0 com o Tupi pela Copa do Brasil

Era o time reserva, é verdade, mas o jejum segue. Na noite de ontem, com um time recheado de suplentes, o Ceará empatou sem gols com o Tupi-MG no estádio Presidente Vargas pela 3ª fase da Copa do Brasil. Desta forma, o time de Porangabuçu chega a 11 partidas sem vencer na temporada (dez pela Série B do Campeonato Brasileiro e uma pela Copa do Brasil).
Com o 0 a 0 em casa, o Ceará precisa vencer o Tupi por qualquer placar ou empatar com gols na partida de volta, em Juiz de Fora, para garantir vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil. O jogo no interior de Minas está marcado para a próxima quarta-feira, 22, às 19h30min.
Caso seja eliminado pelo Tupi, o Ceará disputará a Copa Sul-Americana, competição para a qual obteve vaga por ter vencido a Copa do Nordeste no primeiro semestre.

No entanto, antes de enfrentar o Tupi, o Vovô encara outra equipe mineira. Próximo sábado, 18, o Ceará vai a Varginha duelar contra o Boa Esporte, tentando sair da lanterna da Série B.

O JOGO

AGU lança concurso para advogados com salário de R$ 17 mil

O valor de R$ 17.330,33 é o salário do Concurso Público da Advocacia-Geral da União (AGU), para contratar Advogados da União de 2ª Categoria. São 84 vagas, sendo cinco delas reservadas aos candidatos com necessidades especiais.

Podem participar aqueles que possuem diploma de nível superior em Direito, reconhecido pelo Ministério da Educação, e registro de inscrição na Ordem dos Advogados do Brasil.

A distribuição dos cargos vagos nas unidades de lotação será publicada em ato específico até a data da convocação dos aprovados para a escolha de vaga, nas quais as jornadas de trabalho serão de 40 horas por semana.

As inscrições podem ser feitas a partir das 10h do dia 24 de julho de 2015 até o dia 17 de agosto de 2015, no site da Cespe (www.cespe.unb.br), mediante pagamento da taxa de R$ 195,00, via GRU.

Este Concurso consiste de prova objetiva, prevista para o dia 11 de outubro de 2015, inscrição definitiva e sindicância de vida pregressa a serem realizada em 26 capitais dos Estados e no Distrito Federal. Outras etapas estão definidas como prova discursiva e oral, e avaliação de títulos.

A inscrição definitiva será requerida somente aos candidatos aprovados em etapas anteriores, e outros requisitos devem ser atendidos, como a comprovação de dois anos de prática forense, por exemplo.

Com validade de um ano, existe a possibilidade deste Concurso Público ser prorrogado por igual período. Mais  informações você deve consultar o edital completo disponível aqui.

Cristiane brilha, marca cinco gols, e futebol feminino goleia Equador no Pan


A Seleção feminina de futebol brasileiro venceu mais uma nos jogos Pan-Americanos de Toronto, no Canadá, e foi goleada que não remete coisas boas para o Brasil. Nesta quarta-feira, às 18h30, as meninas levaram susto no início, mas souberam se recuperar, virar e golear o Equador por 7 a 1, mesmo placar da fatídica semifinal da Copa do Mundo de 2014 masculino contra a Alemanha. Cristiane, artilheira da partida, e que ainda não tinha marcado na competição, foi às redes cinco vezes.
As brasileiras começaram o duelo dominando. Não deixando as rivais passarem no meio de campo, a facilidade parece ter feito a equipe comandada por Vadão relaxar na marcação e veio o castigo. Logo aos 4 minutos, em chutão da zaga equatoriana, Pesantes aproveitou o vacilo da goleira Luciana, que demorou para sair de sua meta, e deu um toque abrindo o placar.
O tento do Equador fez o Brasil acordar novamente e aos 16 minutos veio o empate. Após rebote de Berruz bola sobrou limpa para Monica marcar. Com o gol, a equipe cresceu, porém, parou em um paredão equatoriano. Berruz defendeu tudo que pôde, até quando pôde. Aos 39, Cristiane marcou, mas em impedimento. Entretanto, quatro minutos mais tarde, a mesma atacante, novamente livre, e desta vez em condições legais, virou o placar. No fim, teve mais uma dela, de cabeça novamente, no travessão.
Se no primeiro tempo Berruz fechou o gol, na segunda etapa a porteira abriu. Aos 9 minutos, Tamires achou ótimo passe para a inspirada Cristiane, que com um toque de primeira fez o terceiro. Aos 21, foi a vez de Raquel encontrar a atacante para marcar o terceiro dela no jogo. Não satisfeita com o hat-trick, Cristiane marcou mais dois na partida, aos 25 e 32, depois de passes de Maurine e Tamires. Para fechar o caixão, Maurine soltou o pé de fora da área e definiu o 7 a 1.
Essa foi a segunda vitória brasileira no Pan-Americano de Toronto. Na estreia, no último sábado, o Brasil venceu a seleção da Costa Rica, por 3 a 0.
Fonte: O POVO

Ministério das Comunicação libera emissoras educativas para 12 municípios cearenses

O Ministério das Comunicações divulga nessa quarta-feira (15) a lista de municípios contemplados no Plano Nacional de Outorgas para rádios comunitárias e rádios FM e TVs com fins exclusivamente educativos. São 699 cidades que vão receber outorgas de radcom e 235 localidades atendidas com rádios e TVs educativas.

As datas de lançamento dos editais de concorrência vão ser anunciadas em agosto. Dentro do PNO também vão ser adotadas novas regras que vão facilitar a participação das entidades ao exigir menos documentos e agilizar as etapas de análise dos processos.

Confira a lista de cidades beneficiadas com emissoras educativas: Acaraú, Beberibe, Brejo Santo, Caririaçu, Cedro, Farias Brito, Jaguaretama, Nova Olinda, Solonópole, Tamboril, Tejuçuoca, Ubajara.

Municípios que receberão TVs Educativas: Cascavel, Itaiçaba e Nova Olinda

Matadouro de Itapajé continua interditado sete meses após fiscalização da Semace


O Matadouro Municipal de Itapajé foi interditado pelos fiscais da Secretaria Estadual do Meio Ambiente (SEMACE) há 7 meses e até agora nenhuma providencia foi tomada.  A interdição se deu por que o local não apresentava as condições necessárias para o funcionamento.


Segundo a Prefeitura, já foi enviado à documentação para SEMACE reabrir o matadouro. No entanto, o órgão estadual diz que ainda não recebeu nenhuma documentação por parte da administração municipal. Enquanto isso, segue o impasse prejudicando cerca de 10 mil pessoas, entre comerciantes e consumidores.


De acordo com o Secretário Municipal de Agricultura, Agenor Albano dos Santos, a carne está vindo de Tejuçuoca, município que até pouco tempo atrás era distrito de Itapajé. Ainda segundo o Secretário, é disponibilizado um veículo para o transporte dos animais vivos até o município vizinho e outro carro para o transporte das carnes até o comercio de Itapajé.


A Prefeitura alega ainda que tem projeto para a construção de um novo abatedouro, o problema é que não tem dinheiro para executar. Enquanto isso o município segue sem abatedouro.


Fonte: CN7

Escassez de água dificulta abastecimento hídrico no Ceará

Arquivo AL
Arquivo AL
Com cinco anos de chuvas abaixo da média histórica, o Ceará enfrenta problemas no abastecimento de água em razão do baixo nível dos reservatórios. Segundo o coordenador da Operação Carro-Pipa no meio rural, coronel Claudemir Rangel, há dificuldades na captação de água para abastecer as comunidades. “Há grande distância entre os pontos de capacitação de água e de abastecimento, além do aumento de municípios que estão sendo atendidos”, afirmou. A crise hídrica no Estado foi discutida em audiência pública realizada na tarde desta quarta-feira (15/07).
Com isso, segundo o coronel, faltam carros-pipa para atender todas as cidades em situação de emergência hídrica. Atualmente, o programa conta com 1.380 veículos, que atendem cerca de 93 mil pessoas em 109 cidades.
Para o deputado Carlos Matos (PSDB), requerente da audiência pública, as autoridades precisam se preparar melhor para enfrentar os problemas causados pela falta d’água. “Estamos no quinto ano de seca, pensávamos que o Ceará estava livre para enfrentar situações de escassez de água. É preciso organizar a força política necessária para que os governos federal, estadual e municipal possam se envolver e ajudar a resolver esse problema”, defendeu.
O capitão Nelson Uchoa, da Defesa Civil, informou que, durante o último quadriênio, foram repassados cerca de R$ 52 milhões pelo Ministério da Integração Nacional. O montante foi investido em ações como operação carro-pipa e distribuição de cestas básicas. “Atualmente, o Ministério vem repassando para a Defesa Civil do Estado R$ 70 milhões”, informou. Com o montante, foram construídas adutoras em Quixeramobim, Ibicuitinga, independência e Arneiroz.
O presidente da Federação da Agricultura do Ceará (Faec), Flávio Saboia, ressaltou que muitos municípios estão vivendo em “situação extremamente crítica”. “Há probabilidade de os rebanhos desaparecerem por falta de água em algumas regiões”. Saboia ainda citou que a Defesa Civil nacional dispõe de recursos específicos para o consumo animal. “A pecuária é o sustentáculo das atividades no semiárido nordestino”, enfatizou.
O secretário adjunto da Secretaria de Recursos Hídricos (SRH), Ramon Flávio Gomes, anunciou que, desde 2012, o Estado vem recebendo recursos do Ministério da Integração para a aquisição de nove Estações de Tratamento de Águas (ETAs) móveis. O secretário adjunto lembrou ainda sobre o programa Água Doce, desenvolvido em parceria com o Ministério do Meio Ambiente, que tem a finalidade de implantar desalinizadores em 222 comunidades cearenses.
Fonte: AL.
Fonte: Ceará Agora

O casamento acabou: Cunha diz que PMDB quer distância do PT

cunha1Em pé de guerra com o governo e o PT, partido da presidente Dilma Rousseff, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), afirmou nesta quarta-feira, 15, que a aliança entre as duas principais legendas governistas “já acabou” e disse que é “zero” a chance de PT e PMDB estarem juntos em uma aliança para 2018.
“O PMDB quer distância do PT. Não é distância da base, até porque muitas vezes o PT parece que não está na base. O PMDB está ainda na base de apoio ao governo, tem responsabilidade com a governabilidade. Mas a chance do PMDB se aliar ao PT em 2018, se não é zero, é de 0,0001”, disse Cunha, antes de iniciar a sessão de votação na Câmara.
O peemedebista comparou a relação entre os dois partidos com um relacionamento que chegou ao fim. “A aliança com o PT já acabou, é um casamento com gente dormindo em casas separadas”, afirmou.
Após um semestre de diversas derrotas impostas ao governo, Cunha sinalizou que a segunda metade do ano não será fácil para o governo de Dilma Rousseff, com a instalação de CPIs com potencial para desagradar o Planalto. “Nenhuma CPI agrada o governo. Haverá novas, sem dúvida. No início de agosto, a fila vai andar. Certamente haverá pelo menos quatro novas CPIs em agosto. A do BNDES está na fila, como tem a da CBF, de Fundo de Pensão, de crimes cibernéticos. CPI é o que não falta”, pontuou.
Fonte: Ceará Agora

Justiça suspende concurso para delegado da Polícia Civil no Ceará

concurso1O juiz Emílio de Medeiros Viana, titular 15ª Vara da Fazenda Pública de Fortaleza, determinou a suspensão, por até 30 dias, do concurso para delegado da Polícia Civil do Ceará, além do restabelecimento do gabarito original em relação a duas questões que haviam sido anuladas. Segundo o magistrado, dentro desse prazo de 30 dias, a organizadora do Concurso, Fundação Vunesp, deve publicar (comprovando, em juízo) nova lista de candidatos aprovados da primeira fase. Feito isso, poderá imediatamente prosseguir com a realização do certame, até a sua conclusão.
A liminar atende parcialmente a uma ação civil pública em que a Defensoria Pública Geral do Estado do Ceará pede a manutenção do gabarito originalmente divulgado em relação a três questões da prova objetiva. A DFG argumenta ainda que os motivos apontados não deveriam resultar em anulação dos referidos quesitos.
O Estado do Ceará alegou que não haveria prejuízos decorrentes das anulações e apontou precedentes jurisprudenciais que vedam o exame judicial do mérito do ato administrativo, ressaltando a regra da eficiência administrativa e os elevados custos com a realização do certame.
Ao analisar o caso, o juiz destacou que os argumentos expostos evidenciam a precipitação na anulação de duas questões e impossibilitam revisão judicial da postura da banca examinadora quanto à outra. “A anulação, em tais condições, é excesso de rigor, que prejudica aqueles que acertaram a questão”, observou. O magistrado explicou também que se há vícios, detectados pelo Judiciário, impõe-se correção. “A correção de tais vícios e o potencial aumento das despesas apenas evidencia que o Estado do Ceará gastou originalmente mal, escolhendo para realizar o certame quem cometeu gafes de tamanha monta”, ressaltou.
Caso haja descumprimento da determinação, o Estado deve pagar multa diária de R$ 10 mil.
Fonte: Ceará Agora

Câmara recua e mantém mandatos de quatro anos

sessão camaraO plenário da Câmara dos Deputados voltou atrás e barrou, na noite desta quarta-feira, 15, a alteração no tempo de mandato de cinco anos para cargos políticos eletivos. Com a votação desta quarta, a proposta de emenda constitucional (PEC) da reforma política mantém o mandato de quatro anos para presidente, governadores, prefeitos, deputados e vereadores e de oito anos para senadores. Depois da mudança, o presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), adiou a votação de um destaque sobre financiamento empresarial de campanhas políticas e postergou o fim da discussão para a volta do recesso parlamentar, em agosto.
O adiamento da votação foi acordado em reunião de líderes, após os deputados Mendonça Filho (DEM) e Leonardo Picciani (PMDB) apresentarem questões de ordem sobre o destaque do PT e do PPS que leva novamente a plenário o tema. Encampado por Cunha, o financiamento empresarial a partidos políticos foi aprovado nos dois turnos de votação na Casa. O PT, contudo, trabalha para derrubar a doação privada de campanha por meio da análise do destaque.
“Eu não precisaria de manobra para isso, para não votar. Há um problema regimental sério que eu preciso decidir com segurança”, afirmou Cunha, ao adiar a votação. Para o deputado Henrique Fontana (PT-RS), o plenário rejeitaria hoje o financiamento empresarial caso o tema fosse levado à votação.
A alteração do tempo de mandato para cinco anos já havia passado em dois turnos na votação da Câmara, mas foi derrubada durante a votação de destaques no texto. Os deputados analisaram primeiro destaque do DEM sobre o tempo de mandato de deputados e senadores, mas o texto não obteve 308 votos necessários para ser mantido na PEC. Depois, aprovaram um destaque do PMDB para retirar do texto o mandato de cinco anos para governadores e presidente.
Deputados criticaram a volta ao tempo de mandato mesmo após a confirmação, também da sessão de hoje, do fim da reeleição. “Determinadas formas de encaminhar esta reforma estão causando problemas sérios na solução final e na conclusão da votação. Nós que votamos pelo fim da reeleição entendemos que sem a reeleição o mandato correto é de cinco anos”, disse o deputado Henrique Fontana (PT-RS).
Parlamentares chegaram a sugerir durante discussão no plenário que “bobagens” feitas na Câmara terão de ser corrigidas pelo Senado, que irá discutir a PEC após o fim da tramitação na Câmara. Além de analisar o financiamento empresarial, deputados devem discutir novamente também, na volta do recesso, a idade mínima para se candidatar a uma cadeira na Câmara e, depois, encaminhar o texto ao Senado.
Fonte: Ceará Agora

Proposta aprovada esvazia coligações proporcionais

FOTO: AILTON DE FREITAS/ O GLOBO
O Senado aprovou nesta quarta-feira, 15, um projeto de lei que, na prática, acaba com as coligações proporcionais. A proposta foi a primeira de um pacote elaborado pela comissão especial de reforma política a ser analisada pelo plenário da Casa.
Segundo o texto, a contagem dos votos para eleger um deputado ou um vereador será feito por partido, e não mais pela coligação. Ou seja, cada legenda terá que alcançar, por si só, o coeficiente eleitoral – número mínimo de votos para eleger um candidato.
Pelo sistema atual, graças às coligações proporcionais, partidos menores conquistam mais cadeiras na Câmara ao pegar “carona” na votação de partidos grandes com os quais fazem alianças.
O Senado já havia aprovado este ano uma proposta de emenda constitucional (PEC) com esse objetivo, mas a PEC foi rejeitada pela Câmara. O novo texto, elaborado pelo relator da comissão, senador Romero Jucá (PMDB-RR), tem como objetivo contornar essa derrota imposta pela Casa vizinha e implementar uma medida que é considerada como crucial pelos senadores para que se tenha uma “verdadeira” reforma política.
“Eu quero demonstrar o meu apoio a essa proposta do senador Jucá que criativamente achou uma maneira de contornar essa situação” afirmou o líder do PMDB no Senado, Eunício Oliveira (CE).
A proposta foi criticada por senadores de partidos pequenos, como a senadora Vanessa Grazziotin (PC do B-AM). Outros parlamentares afirmaram que o projeto não teria serventia, porque seria rejeitado novamente pela Câmara. A avaliação de Jucá, porém, é que por se tratar de um projeto de lei, a matéria vai precisar de menos votos para ser aprovada do que uma emenda à Constituição, o que vai facilitar o processo.
A expectativa é que ainda sejam votados nesta quarta outras sete matérias relativas à reforma no sistema política e eleitoral. Ao todo, a comissão especial aprovou 13 projetos e uma PEC, mas os senadores afirmaram que há alguns deles que coincidem com textos aprovados pela Câmara e, por isso, vão esperar para apreciar os projetos que vierem de lá.
Fonte: Ceará Agora

Decisão do Senado: prefeito só pode ser afastado com decisão de colegiado

senadoO Senado aprovou, nessa quarta-feira, proposta que altera a Lei de Improbidade Administrativa para estabelecer que o afastamento de prefeitos, vice e vereadores só possa se dar por uma decisão colegiada judicial, e não mais apenas pela decisão singular de um juiz. Agora, o afastamento terá que passar por um processo e determinado pelo colegiado.
Segundo o relator Romero Jucá do projeto, há vários casos de municípios que são administrados pelo terceiro ou quarto prefeito. ‘’Em São Paulo, que é o estado mais desenvolvido do país , as estatísticas mostram que 10% dos prefeitos foram afastados e a maioria por decisão de juiz de primeira instância’’,  defendeu o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL).
Autor da proposta, o senador Benedito de Lyra (PP-AL) disse que há casos de prefeitos que são afastados com apenas 30 dias de mandato. ‘’Na Bahia tem uma cidade que foi administrada dois anos e meio pelo presidente da Câmara de Vereadores por uma decisão monocrática de um juiz’’, disse o senador Otto Alencar (PSD-BA).
Outra decisão do Senado foi a aprovoção proposta que permite a criação da Federação de Partidos. Ao contrário das coligações (temporárias) ou fusões (definitivas), vários partidos pequenos podem se unir para criar uma Federação, com prazo mínimo de quatro anos a partir da eleição. A Federação tem caráter nacional, funciona com um único líder e o parlamentar não pode sair antes de quatro anos, para não criar a janela da infidelidade partidária e do troca troca partidário.Com informações das Agência Câmara, Estadão e Globo
Fonte: Ceará Agora