Buscar

01 maio 2015

Patrícia Aguiar deixa PMDB e assume comando do PSD no CE

patriciaxalmircyO PMDB está perdendo a sua principal liderança política na Região dos Inhamuns. A prefeita da cidade de Tauá, Patrícia Aguiar, aceitou o convite do Ministro das Cidades, Gilberto Kassab, para se filiar ao PSD. Patrícia muda de partido com o desafio, também, de comandar o PSD no Ceará. Ex-prefeita de São Paulo, Kassab é um dos fundadores e o atual presidente da Executiva Nacional do PSD.
Presidente regional do PSD, Almircy Pinto participou de todas as articulações com a prefeita Patrícia Aguiar e decidiu abrir mão do comando da sigla no Ceará. Almicir continuará como integrante da Executiva Regional e ajudará a prefeita de Tauá na ampliação das bases do PSD com vistas às eleições municipais de 2016.
A informação sobre a filiação de Patrícia Aguiar e as mudanças na Presidência da Executiva Regional do PSD foram antecipadas pelo próprio Almicir Pinto em conversa, nesta tarde, com a redação deste site. Almicir anunciou, ainda, que, na próxima segunda-feira, se reúne, em Brasília, com o ministro Gilberto Kassab para discutir os novos caminhos do PSD no Ceará.
‘’O PSD ganha a sua cara eleitoral. A prefeita Patrícia Aguiar vai assumir a direção regional do partido e, dentro de uma visão de crescimento, com independência, iremos fortalecer as nossas bases na Região Metropolitana de Fortaleza e no Interior em plena sintonia com a direção nacional do partido’’, disse Almir, convidado desde o primeiro momento da formação do PSD para dirigir a sigla no Ceará.
Quando o PSD estava sendo fundado, Patrícia Aguiar foi um dos primeiros nomes convidados para se filiar à sigla. O então vice-governador do Estado, Domingos Filho, que hoje é conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) e esposa de Patrícia, recebeu o mesmo convite.
O hoje ministro Gilberto Kassab queria entregar a Executiva Regional do PSD ao então vice-governador Domingos Filho que, em sintonia com o então Governador Cid Gomes, saiu do PMDB para o PROS. Patrícia permaneceu filiada ao PMDB e, agora, irá se filiar ao PSD e comandar o partido no Estado. Em Tauá, o PMDB será entregue pelo senador e presidente regional Eunício Oliveira ao deputado estadual Audic Mota.

Fonte: Ceará Agora

Audic assumirá PMDB no Município de Tauá

audic-motaA saída da prefeita Patrícia Aguiar abre espaços para o deputado estadual Audic Mota assumir o comando municipal do PMDB em Tauá. Audic tem pressa e, nas eleições de 2016, quer ser candidato a prefeito contra a própria Patrícia, que concorrerá à reeleição.
Sob a orientação do senador e presidente regional do PMDB, Audic Mota quer novos espaços políticos na Região dos Inhamuns e, também, no cenário estadual. O grupo político tem, ainda, o comando do empresário Chiquinho Feitosa e do ex-deputado estadual Idemar Citó, ambos do DEM.
Audic seguia orientação política do então vice-governador Domingos Filho, foi presidente da Câmara de Vereadores de Tauá, aliado da administração Patrícia Aguiar e ganhou, com esses apoiadores, a Presidência da União dos Vereadores do Ceará (UVC). À época, disputou a eleição da UVC com o vereador Marduque Duarte, que tinha apoio do senador Eunício Oliveira.
Em 2014, Audic abandona o grupo de Domingos, a quem defendia como opção do PROS ao Governo do Estado, se lança à Assembleia Legislativa. Eleito deputado estadual, Audic passa a integrar o bloco de oposição ao Governo Camilo Santana.
Em abril deste ano, tentou impor derrota ao grupo do deputado federal Domingos Neto (PROS) na disputa pela presidência da UVC ao lançar o conterrâneo e vereador pela cidade de Baturité, Herbely Mota. Herbely entrou na disputa com o apoio dos senadores Tasso Jereissati (PSDB) e Eunício Oliveira e recebeu apenas 542 votos, contra 814 votos do vereador César Veras, de Camocim, que recebeu apoio de Domingos Neto e do Governador Camilo Santana (PT).
Fonte: Ceará Agora

Ceará x Fortaleza: jogo da final do Cearense 2015 tem mais de 27 mil ingressos vendidos

Ceará x Fortaleza
Times decidem o Estadual 2015 no próximo domingo (03), no Castelão.
FOTO: BRUNO GOMES
Mais de 27 mil ingressos já foram vendidos para o Clássico-Rei decisivo do domingo (03). O jogo vale o título do Campeonato Cearense de 2015. Nesta sexta-feira (1º) não houve vendas de ingressos nos postos oficiais do Ceará. No Fortaleza, as vendas seguem no Pici até às 17h e nas lojas Tricolaço, Loja do Bom Jardim e Loja Benfica até durarem os estoques. 
Último balanço
19.904 ingressos foram vendidos no tricolor. Já do lado alvinegro 7.860 bilhetesjá foram adquiridos de forma antecipada. As entradas para a decisão do Campeonato Cearense estão custando R$30,00 para as cadeiras superiores, R$40,00 para a parte inferior, R$50,00 para o setor especial e R$100,00 para o setor Premium. Serão disponibilizados ingressos de meia-entrada para todos os setores.  
Pontos de vendas do Fortaleza
Estádio Alcides Santos
Leões do Pici Store
Fortaleza Store
Loja Benfica
Lojão do Ariosvaldo
Loja Caldeirão (Shopping Riomar)
Tricolaço
Amor Eterno
Aguerrido Store
Loja Bom Jardim 
Ponto de vendas do Ceará
- Loja Oficial Sou Mais, Av. Barão de Studart, 1501 - Aldeota;
- Loja Oficial Sou Mais, Av. Oliveira Paiva, 2797 - Shopping Granito;
- Loja Oficial Sou Mais, Av. Bezerra de Menezes, 580 - São Gerardo;
- Loja Oficial Sou Mais, Rua Senador Pompeu, 1099 - Shopping Camelo 2 - Centro;
- Loja Oficial Sou Mais, Av. João Pessoa, 3532;
- Loja Oficial Sou Mais, Rua 45 – Nº63 - Ponto Shopping - Maracanaú/CE;
- Ingresso ONLINE: www.cearasc.com/ingresso.
Fonte: DN

Pescador morre após encontrar posto sem médico

pescador
Francisco Albanito Ferreira, pai de Francisco Agemeu André Ferreira, conta que o filho não resistiu ao ser levado para assistência médica em Jijoca de Jericoacoara
VCREPÓRTER
Um pescador de 42 anos morreu, na manhã desta sexta-feira (1º), ao esperar por atendimento médico num posto de saúde em Jericoacoara, distante 287 km de Fortaleza. Francisco Agemeu André Pereira foi levado ao local, que fica a cerca de 200 metros de sua residência, após cair de bruços enquanto estava em casa. 
De acordo com o pai dele, Francisco Albanito Ferreira, de 66 anos, ao chegar ao posto de saúde, os familiares depararam-se com a ausência de médicos. As enfermeiras presentes no local tentaram fazer a reanimação, até que uma ambulância teria chegado para levá-lo à sede do município de Jijoca de Jericoacoara. No caminho, contudo, Francisco Agemeu não resistiu. 
Francisco Albanito declarou que o filho havia procurado um médico em Jijoca há um mês, por conta de problemas de saúde relacionados ao consumo de bebidas alcoólicas. Desde então, entretanto, Agemeu teria parado de beber. 
A família ainda não sabe a causa exata da morte do pescador e aguarda a chegada de um médico ao posto de saúde de Jijoca de Jericoacoara, onde o corpo se encontra. O velório ocorrerá na casa de Francisco Albanito Ferreira, localizada próximo à entrada de Jericoacoara. 
Até o momento, a Secretaria de Saúde de Jijoca de Jericoacoara ainda não apresentou posicionamento a respeito da falta de médicos no posto de saúde. 
Fonte: DN

Mensagem do Vereador Neto do Pai João aos Trabalhadores

Feliz Dia do Trabalhador!


Neste 1º de maio de 2015, que todas as bênçãos recaiam sobre o trabalhador que, sem distinção de categoria, raça, credo ou poder aquisitivo, sempre almeja o melhor para o município de Aratuba.

Portanto, reafirmo aqui meu compromisso de continuar na defesa da classe trabalhadora, sempre buscando a construção de um futuro melhor para todos, pois o crescimento não pode ser um privilégio de alguns, afinal, todos os trabalhadores aratubenses estão ativamente dando sua parcela de contribuição para o desenvolvimento de nossa cidade.

Esta missão nos renova a certeza de que estamos trilhando o caminho certo na construção de uma sociedade mais justa e democrática. Meu abraço, reconhecimento e gratidão a todos os companheiros e companheiras. Parabéns aos trabalhadores e trabalhadoras de Aratuba. 

Mortos por terremoto no Nepal já passam de 6.200

Nepal
O abalo de magnitude 7,8 na escala Richter deixou o Nepal em estado de devastação
REUTERS
O número de mortos do terremoto devastador do Nepal aumentou para mais de 6.200 nesta sexta-feira, com novos tremores secundários e o mau cheiro dos corpos em decomposição tornando mais difícil para que sobreviventes voltassem para suas casas.
A remoção de centenas de corpos que ainda estão sendo encontrados seis dias após o terremoto de magnitude 7,9 graus que devastou a nação do Himalaia de 28 milhões de pessoas se tornou um problema para as autoridades, que tinham ordenado cremações imediatas.
"Os necrotérios estão além da capacidade e recebemos instruções para incinerar corpos imediatamente após eles serem encontrados", disse Raman Lal, funcionário da força paramilitar indiana que trabalha em coordenação com as forças nepalesas.
O auxílio lentamente ainda começa a chegar a cidades remotas e aldeias próximas a montanhas e colinas. Na capital, o forte cheiro de corpos presos sob os escombros dos edifícios derrubados torna difícil para os moradores voltarem para suas casas.
Muitos nepaleses têm dormido ao relento desde o terremoto de sábado passado. De acordo com as Nações Unidas, 600 mil casas foram destruídas ou danificadas.
O ministro das Finanças, Ram Sharan Mahat, disse que o Nepal precisa de pelo menos 2 bilhões de dólares para reconstruir casas, hospitais, escritórios do governo e edifícios históricos, e apelou para a ajuda dos doadores internacionais.
"Esta é apenas uma estimativa inicial e vai levar tempo para avaliar a extensão dos danos e calcular o custo de reconstrução", disse Mahat à Reuters.
Fonte: DN

Cunha diz que Dilma tem de ter “cautela” para vetar terceirização

Eduardo Cunha
“A presidente não é sustentada politicamente somente pelo PT, é sustentada por vários partidos
FABIO RODRIGUES POZZEBOM/AGÊNCIA BRASIL
O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) disse hoje (1º) que a presidenta da República, Dilma Rousseff, tem de ter “cautela” caso decida vetar o Projeto de Lei (PL) 4.330/2004, que regulamenta a terceirização. De acordo com Cunha, Dilma não deve assumir a posição do PT, mas da base que a sustenta politicamente.
“A presidente não é sustentada politicamente somente pelo PT, é sustentada por vários partidos. E todos esses outros partidos votaram pelo projeto. Então [ela] tem de ter a cautela de que o governo tenha uma posição que seja a posição da maioria da sua base”, disse em entrevista à imprensa o presidente da Câmara antes de participar de evento da Força Sindical, que ocorre na zona norte da capital paulista, comemorativo pelo Dia do Trabalho.
“A presidente da República tem de ter a cautela, é um direito dela ter opinião, ele sempre terá o direito de vetar qualquer proposta, embora [se saiba que] a última palavra será do Congresso, que vai apreciar o seu veto”, acrescentou Cunha.
Na última semana, a presidenta Dilma Rousseff disse que o governo reconhece a importância do projeto que regulamenta a terceirização, mas avaliou que a proposta deve ser discutida com equilíbrio e não pode significar a perda de direitos trabalhistas e de arrecadação.

Dilma destaca política do salário mínimo no Dia do Trabalho

Dilma
"Por lei, vamos assegurar o aumento do poder de compra do trabalhador", garantiu Dilma
REPRODUÇÃO
A presidente Dilma Rousseff destacou nesta sexta-feira (1) nas redes sociais a política de valorização do salário mínimo, em sua primeira manifestação sem pronunciamento em rede nacional para celebrar o 1º de Maio, quando se comemora o Dia do Trabalho, desde que assumiu o comando do país, em 2011.
Em um breve vídeo de 1 minuto e 15 segundos, Dilma aborda apenas a política do salário mínimo e cita rapidamente a tabela de correção do imposto de renda.
"Em março deste ano, eu enviei ao Congresso Nacional uma medida provisória que garante a política de valorização do salário mínimo até 2019. Por lei, vamos assegurar o aumento do poder de compra do trabalhador", disse Dilma no vídeo.
"Por lei, vamos assegurar o aumento do poder de compra do trabalhador. Já tínhamos aprovado em 2011 uma lei semelhante a essa, por isso o salário mínimo cresceu 14,8 por cento acima da inflação em meu primeiro mandato", acrescentou.
A presidente destacou, ainda, que mais de 45 milhões de trabalhadores e aposentados são beneficiados pela política do salário mínimo.
Em março, houve panelaço em diversas partes do país durante a transmissão do pronunciamento de Dilma em rede nacional no Dia Internacional da Mulher.
O ministro da Comunicação Social, Edinho Silva, negou nesta semana que a decisão de não haver um pronunciamento pelo Dia do Trabalho tenha relação com o panelaço do mês passado. Segundo o ministro, o objetivo da Presidência é usar outros "modais de comunicação".
 
Assista o pronunciamento de Dilma:
 
Fonte: DN

Lula é investigado por tráfico de influência, diz revista

lula
REUTERS
Uma reportagem da revista "Época"divulgada em sua página na internet na noite desta quinta (30) diz que a Procuradoria da República em Brasília abriu uma investigação contra o ex-presidente Lula por tráfico de influência internacional e no Brasil.
Segundo a revista, Lula é suspeito de usar sua influência para facilitar negócios daempreiteira Odebrecht com governos estrangeiros onde faz obras financiadas peloBNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social).
Um trecho reproduzido da peça da Procuradoria fala em "supostas vantagens econômicas obtidas, direta ou indiretamente, da empreiteira Odebrecht pelo ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva, entre os anos de 2011 a 2014, com pretexto de influir em atos praticados por agentes públicos estrangeiros, notadamente os governos da República Dominicana e Cuba, este último contendo obras custeadas, direta ou indiretamente, pelo BNDES".
Para os procuradores, diz "Época", relações de Lula com a construtora, o banco e os chefes de Estado podem ser enquadradas, "a princípio", em artigos do Código Penal"
"Considerando que as obras são custeadas, em parte, direta ou indiretamente, por recursos do BNDES, caso se comprove que [...] Lula também buscou interferir em atos práticos pelo presidente do mencionado banco (Luciano Coutinho), poder-se-á, em tese, configurar o tipo penal do artigo 332 do Código Penal (tráfico de influência)", diz trecho da peça reproduzido.
A reportagem não conseguiu ouvir a Procuradoria, a Odebrecht e o Instituto Lula.
 
À "Época", a entidade e a construtora negaram que Lula tenha prestado consultoria. O BNDES negou que o petista tenha pedido financiamentos à Odebrecht.
Fonte: DN

Wesley Safadão terá bloco próprio no Fortal 2015

Esta será a terceira vez seguida do cantor no Fortal (Foto: Reprodução)
Esta será a terceira vez seguida do cantor no Fortal (Foto: Reprodução)
Uma das maiores micaretas fora de época do Brasil, o Fortal, vem com uma grande novidade para a edição deste ano. No auge do sucesso, o forrozeiro Wesley Safadão vai desfilar no corredor da folia no dia 25 de julho (uma sexta-feira), primeiro dia da festa, com um bloco próprio; o ‘Vai Safadão!’.
O trio do cantor faz parte do tradicional ‘Eh Loco’, que, além do forrozeiro, também trará para a avenida o axé do baiano Saulo e o som romântico do sertanejo Cristiano Araújo.
Esta será a terceira vez seguida que Wesley Safadão participará da micareta. No ano passado, ele arrastou uma multidão no último dia da festa, fechando o Fortal 2014 junto com Ivete Sangalo e Bell Marques.
Fonte: DN

Justiça Federal determina prorrogação de inscrição no Fies

Fies
Para se inscrever, o estudante deve ter tirado mais de 450 pontos no Enem e não deve ter zerado a redação
ARQUIVO
A Justiça Federal de Mato Grosso determinou na quinta-feira (30) à noite que a União prorrogue o prazo para quem quer ingressar pela primeira vez no Fies (Financiamento Estudantil).
As inscrições deveriam ter sido encerradas à meia-noite de quinta-feira, mas liminar concedida pelo juiz Raphael Cazelli de Almeida Carvalho prorroga o prazo portempo indeterminado.
O juiz atendeu pedido da Defensoria Pública da União. A decisão vale para todo país.
No pedido de prorrogação, a Defensoria Pública da União alega que a educação de milhares de estudantes não pode ser prejudicada por falhas no sistema do Fies.
De acordo com a Defensoria, as falhas violam os direitos coletivos dos estudantes de baixa renda pré-matriculados em cursos superiores particulares.
"A União deve garantir que essas novas contratações sejam realizadas", disse a defensora pública Luciana Tiemi Koga em entrevista ao programa Hora Um, da TV Globo.
No final do ano passado, o Ministério da Educação adotou mudanças no programa federal, como a exigência de desempenho mínimo no Enem e rigor maior sobre a qualidade dos cursos financiados.
 
Depois disso, estudantes passaram a relatar problemas para acessar o sistema e alguns até ameaçaram desistir dos cursos.

Fonte: DN

UVC - Hérberlh Mota agradece votos recebidos


Na Tarde desta sexta-feira (01), o Vereador de Baturité, Hérberlh Mota (PSD), em sua página oficial na rede social Facebook, agardeceu aos 542 vereadores que concederão o voto de confiança para presidente da UVC.

Meus queridos amigos, quero agradecer a Deus, a minha família e aos 542 Vereadores do meu Ceará que saíram de suas casas para confirmarem o número 80, nesta eleição da União dos Vereadores e Câmaras do Ceará. Infelizmente o nosso sonho em fazer uma UVC forte através da independência, foi adiado! Mas quero dizer que sou um VITORIOSO por ter ganho a amizade de cada um de vocês e contem comigo sempre! Um forte abraço. 
Herberlh Mota - Vereador de Baturité.

Britney Spears cai durante show e machuca tornozelo

A apresentação aconteceu na noite da última quarta-feira (29) em Las Vegas, na temporada de shows "Piece Of Me". Durante o final da apresentação do sucesso "(You Drive Me) Crazy", a cantora se desequilibrou e sentiu dor no tornozelo esquerdo. 

Amparada por dançarinos, a estrela se levantou e continuou o show demostrando que o tornozelo estava incomodando.
Após a apresentação, pelo Twitter, Britney tranquilizou os fãs. "Obrigada a todos pelos desejos de melhoras. Tive um pequeno machucado hoje à noite no meu tornozelo, mas estou bem", escreveu. 

Fonte: CNEWS

Campanha contra sarampo é prorrogada em Fortaleza

sarampoA campanha “Sarampo mata: a única prevenção é a vacina” foi prorrogada em Fortaleza por tempo indeterminado. A vacina está disponível nos 93 postos de saúde de Fortaleza para as pessoas na faixa etária de 5 a 29 anos.
Já foram vacinadas cerca de 816 mil pessoas na faixa etária estipulada. No entanto, como ainda não foi alcançada a meta de vacinar 1.125.085 pessoas, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) prorrogou a campanha por tempo indeterminado, mantendo a vacinação nos postos fixos, durante a semana, de 7h às 19 horas e durante atividades extras de vacinação.

PROMOÇÕES DE POLICIAIS - Votação do projeto fica para a próxima semana

Image-0-Artigo-1845352-1
Comissões da AL fizeram uma reunião conjunta ontem, que se prolongou até o fim da tarde, para analisar as 100 emendas propostas à matéria
FOTO: LUCAS DE MENEZES
Com expectativa para ser realizada ontem, a votação do projeto de Lei das Promoções da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros ficará para a próxima semana. Por conta do alongamento da discussão nas comissões sobre as propostas de emendas, a sessão plenária de ontem praticamente não aconteceu. Os parlamentares se articularam para esvaziar os pronunciamentos do primeiro expediente e possibilitar a convocação das comissões.
Tin Gomes (PHS), vice-presidente da Casa, abriu a sessão às 09h45, 25 minutos após o limite imposto pelo Regimento Interno. Devido à ausência dos deputados inscritos para utilizar a tribuna, o parlamentar encerrou o primeiro expediente e, na Ordem do Dia, suspendeu a sessão e convocou as comissões para reunião conjunta.
Somente às 16h, a sessão foi retomada e encerrada pelo vice-presidente. Assim, acabou sendo prejudicada também a votação da mensagem que autoriza a abertura de crédito especial de R$ 7,7 milhões para a Secretaria Especial de Políticas sobre Drogas e para a Secretaria de Relações Institucionais para o pagamento de funcionários e custeio de despesas. A proposta deve retornar à pauta de votação na próxima semana, juntamente com a proposta da Lei de Promoções.
Disciplina

Ação de PMs do Paraná será investigada

Image-0-Artigo-1845571-1
Um grupo de manifestantes realizou caminhada em direção à Assembleia Legislativa do Paraná, em apoio aos professores agredidos
FOTO: AGÊNCIA ESTADO
Curitiba. O Ministério Público do Paraná instaurou ontem procedimento para investigar as responsabilidades por eventuais excessos de policiais na repressão aos professores na manifestação em Curitiba, realizada na quarta-feira (29). Os promotores querem ouvir as pessoas envolvidas na manifestação e analisar as imagens do protesto.
Dez pessoas já prestaram depoimento. Como muitos professores saíram do interior paranaense, comarcas locais serão usadas para identificar e ouvir manifestantes. A medida se deu menos de 24 horas após a ação policial para conter um protesto de servidores, a maioria professores. O conflito resultou em cerca de 200 manifestantes feridos.
"Esse evento mancha a história do Paraná e o estado democrático de direito. Nós jamais imaginamos que pudéssemos vivenciar o que aconteceu na Assembleia Legislativa do Paraná, aquela verdadeira batalha campal", disse o procurador de Justiça Paulo Sérgio Markowicz de Lima, um dos encarregados pela investigação.
Segundo o também procurador de Justiça Eliezer Gomes da Silva, ainda é cedo para identificar responsabilidades, mas há indícios de excessos da polícia durante a ação. "Dizer se tinha ou não black blocs, só uma apuração séria, serena poderia afirmar", declarou.
Apoio

Charge

Charge

Isenção de visto para os EUA depende do Brasil, afirma embaixadora

Será que, agora, vai? Em entrevista, ontem, ao jornal Estadão, a embaixadora norte-americana no Brasil, Liliana Ayalde, afirmou, que a isenção de vistos de brasileiros aos Estados Unidos – e, consequentemente, para norte-americanos entrarem no país – é um tema que voltou a ser discutido bilateralmente e que o resultado só depende do nosso País.
Conforme disse, pontos da discussão, como a necessidade de troca de informações prévia de passageiros e a interação entre os dois sistemas de controle de imigração dos países, exigida pelos Estados Unidos, dependem de uma posição do governo brasileiro.
“Vamos ver o que o governo brasileiro apresenta. Estamos prontos para falar; temos feitos programas com outros governos e estamos prontos para fazer algum projeto piloto [com o Brasil]. Mas vai depender das autoridades brasileiras”, afirmou a embaixadora. “Se falou muito no tema da isenção de vistos, mas ficou um pouco ‘in box’ por falta de uma decisão política”, completou.
Liliana adiantou que um dos requisitos para a isenção de vistos brasileiros para entrar nos Estados Unidos, ter 96% de concessão dos pedidos feitos por cidadãos daqui, já foi atingida pelo país. “Então não passa de mito o medo que uma pessoa tem de que não irá conseguir visto”, avaliou.
Com informações da Agência Estado.
Fonte: DN

Temer rebate acusações de Renan

Image-0-Artigo-1845312-1
A tensão entre Renan e a articulação do governo começou após a demissão do ex-ministro do Turismo Vinícius Lages, parte da cota do senador
FOTO: AG. BRASIL
Brasília. O vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB-SP), afirmou em nota divulgada, na tarde de ontem, que não usará o cargo "para agredir autoridades de outros Poderes" e ressalta que o "País precisa, neste momento histórico, de políticos à altura dos desafios que hão de ser enfrentados".
O posicionamento de Temer, que também é presidente nacional do PMDB, ocorreu menos de três horas depois de o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), criticá-lo.
Referindo-se indiretamente a Temer, o senador afirmou ontem que o PMDB não pode ser coordenador de Recursos Humanos do governo Dilma. Desde o início deste mês, o vice-presidente acumula o cargo de articulador do Palácio do Planalto tendo como uma das missões negociar os cargos do segundo e terceiro escalões.
"Não usarei meu cargo para agredir autoridades de outros Poderes. Respeito institucional é a essência da atividade política, assim como a ética, a moral e a lisura. Não estimularei um debate que só pode desarmonizar as instituições e os setores sociais", rebateu Temer em nota.
Ele ressaltou ainda que o País precisa de políticos à altura para enfrentar os problemas postos na área econômica. "Trabalho hoje com o objetivo de construir a estabilidade política e a harmonia ensejadoras da retomada do crescimento econômico em benefício do povo brasileiro. Se outros querem sair desta trilha, aviso que dela não sairei", concluiu o vice-presidente.
Mais cedo, Renan Calheiros elevou o tom contra a articulação política entre o governo e o Congresso Nacional conduzida por Temer. Sem acusá-lo claramente de estar distribuindo cargos, o presidente do Senado afirmou que o PMDB não pode se transformar em um "coordenador de RH".
"O pior papel que o PMDB pode fazer é substituir o PT naquilo que o PT tem de pior que é no aparelhamento do Estado. O PMDB não pode transformar a coordenação política, sua participação no governo, em uma articulação de RH, para distribuir cargos e boquinhas. Eu acho que isso tudo faz parte de um passado do Brasil que nós temos que cada vez mais deixa-lo para trás", atacou.
Desde que assumiu o posto de articulador do governo, Temer negocia com nomes da base aliada indicações para os cargos de segundo escalão do Executivo, como presidências de bancos e de autarquias.
"A condução do presidente Temer tem que ter como objetivo dar um fundamento à coalizão, qualificar a coalizão de governo. O papel é esse, não o retrocesso que essa distribuição de cargos significa. Não se trata de saber quem é o dono da coalizão. Trata-se de acabar com o aparelho. Não adiante mudar o dono do aparelho", afirmou.
Renan voltou a dizer que não quer indicar cargos para o Executivo. Questionado se pediria para quem já foi indicado por ele a deixar seus cargos, ele não respondeu. "Não vou indicar cargo no Executivo. Esse papel hoje é incompatível com o Senado independente. Prefiro manter a coerência do Senado independente não participando de forma nenhuma de indicação de cargos no Executivo".
Apesar de falar publicamente que não quer ter cargos no governo, a briga do presidente do Senado com o Planalto se intensificou após a demissão do ex-ministro do Turismo Vinícius Lages, parte da cota de Renan, substituído por Henrique Eduardo Alves, nome bancado pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).
Fonte: DN

Tomate ficou até 275,16% mais caro

tomate
Após diversos sobes e desces durante os três primeiros meses deste ano, o preço do tomate disparou no fim do mês passado, nos três supermercados pesquisados pela reportagem. Em um deles, a variação, comparando-se os meses de janeiro e abril, chegou a 275,16%. Ou seja, no início do ano, o consumidor desembolsava apenas R$ 1,49 pelo quilo do fruta. No mês passado, teve de gastar R$ 5,59 pela mesma quantidade, quase quatro vezes o preço anterior.

Dando continuidade à série Dança dos Preços - que acompanha, mês a mês, os valores de 20 itens, dentre alimentos e produtos de higiene, em três estabelecimentos supermercadistas da capital cearense - foram consultados valores ontem e na última terça-feira (28), e comparados com os que haviam sido obtidos nos três meses deste ano.
De acordo com a nova pesquisa direta, o quilo do tomate atingiu os valores mais altos já constatados pela reportagem, nos últimos quatro meses, nos três supermercados consultados. Na loja A, por exemplo, o valor havia oscilado de R$ 2,65 a R$ 3,59, entre janeiro e março. No entanto, na última terça, o item estava sendo comercializado por R$ 6,89, o quilo, no mesmo local.

Infraestrutura do Porto das Dunas é alvo de queixas

Image-0-Artigo-1845298-1
De acordo com frequentadores da região, a pavimentação precária das ruas faz com que qualquer chuva provoque alagamentos e buracos. Além disso, moradores querem mais segurança no bairro
FOTO: KIKO SILVA
Considerado um dos principais destinos turísticos da Região Metropolitana de Fortaleza, o Porto das Dunas, em Aquiraz, sofre com a falta de estrutura, na visão dos habitantes e frequentadores do bairro. Se, por um lado, as belas paisagens da região atraem milhares de pessoas, por outro, há reclamações constantes devido à ausência de saneamento, vias esburacadas, insegurança e coleta de lixo ineficiente.
Conforme o engenheiro civil Silvino Cabral, que reside na localidade, a falta de saneamento tem feito com que as águas subterrâneas sejam contaminadas com dejetos. "Já cavamos muitos poços profundos nesta região. A água daqui é maravilhosa. Entretanto, já foram registrados coliformes, pela falta de saneamento", explica. De acordo com Silvino, o esgotamento do bairro é baseado no sistema de fossa séptica, em que os dejetos acabam indo parar no subsolo.
Outro problema relatado por moradores, debatido amplamente durante a última reunião da Associação Uniporto, que representa os habitantes do bairro, é a pavimentação precária das ruas. "Se cair um pouquinho de chuva, forma-se um bolsão imenso de água. Nesta época de chuva, os alagamentos surgem por toda parte", reclama a advogada e professora universitária Carla Sofia Pereira, síndica de um condomínio na área. Mesmo não morando no Porto das Dunas, Carla Sofia vai com regularidade ao bairro e lamenta a situação, que classifica como "descaso".

2ª conta da Coelce pode ser dividida em 4 vezes

Image-0-Artigo-1845600-1
Em audiência realizada ontem, entidades de apoio ao consumidor destacaram falha da Coelce ao fornecer poucas informações aos clientes
FOTO: ÉRIKA FONSECA
Os cerca de 92 mil clientes da Companhia Energética do Ceará (Coelce) que receberam duas faturas no mês de abril poderão parcelar a segunda conta em até dez meses, no caso dos consumidores de baixa renda, ou em até quatro vezes, nos demais casos. A informação foi divulgada ontem pela distribuidora, durante audiência pública na Comissão de Direito do Consumidor da Assembleia Legislativa do Estado.
Durante a audiência, o diretor institucional da Coelce, José Nunes, afirmou que, embora mais de uma conta tenha sido emitida aos clientes, não houve cobrança dupla sobre o intervalo contemplado nas tarifas. "Nós não cobramos a fatura baseados em dia, mas na leitura dos medidores. Então, não há nenhuma possibilidade de haver cobrança de período superpostos", disse.
Participaram da audiência representantes do Procon, Decon, agências Nacional de Energia Elétrica e Delegada do Ceará (Arce), Defensoria Pública e Ordem dos Advogados do Brasil no Ceará (OAB-CE). Eles sinalizaram considerar satisfatória a proposta de parcelamento da Coelce. Parte dos órgãos, entretanto, ainda analisa a situação. As entidades ressaltaram, de todo modo, que a companhia falhou em não alertar previamente os consumidores de maneira adequada.
O único aviso que a distribuidora emitiu sobre a mudança foi publicado em uma nota de rodapé, sem destaque, na conta anterior dos consumidores atingidos. Conforme o chefe de gabinete do Decon, Alexandre Diniz, a ação da Coelce não atendeu ao direito do consumidor à ampla informação sobre as tarifas.
Alta demanda

Fraude milionária envolveu uso de barcos clonados

1
Cais para lagosteiros às margens do rio Pirangi, entre Fortim e Beberibe
FOTO: KLÉBER A. GONÇALVES
A efetivação do Seguro-Desemprego do Pescador Artesanal (SDPA), o seguro-defeso, ocorre após uma combinação perfeita de dados entre o registro geral do pescador e a permissão de pesca para uma embarcação devidamente inscrita na Marinha do Brasil. Em miúdos, as informações do pescador devem constar no documento que autoriza o barco a pescar lagosta, por exemplo. Nesse caso, um barco pode ter até cinco lagosteiros em sua tripulação. No Ceará, pagamentos foram feitos a pescadores cuja embarcação coincidia com a de outros 31 trabalhadores. Está aí um exemplo de fraude.
A embarcação Maísa, em Fortim, é apenas uma das dezenas de casos em que os documentos de permissão para o máximo de cinco pescadores eram estendidos, ilegalmente, para vários outros. O excedente era formado pelos pescadores fantasma, geralmente requerendo o benefício federal a partir de outros estados. No mercado paralelo, a compra de título de embarcação em nome de laranjas custa R$ 1.200, em média.
Enquanto isso, donos de embarcações reclamam da dificuldade de encontrar pescadores porque muitos não querem ir ao mar, se já recebem benefício.

Vereador César Veras é eleito presidente da UVC

César Veras com os deputados estaduais Sérgio Aguiar (Pros), Odilon Aguiar (PMDB) e o deputado federal Domingos Neto (Pros)O vereador de Camocim César Veras (Pros) foi eleito presidente da União de Vereadores e Câmaras do Ceará (UVC) nesta quinta-feira, 30. Veras derrotou o vereador de Baturité Hérberlh Mota (PSD). A disputa entre PMDB e Pros teve ares de resgate da disputa pelo Governo do Estado em 2014.

César Veras tinha o apoio do deputado federal Domingos Neto (Pros) e outras lideranças da base do governador Camilo Santana (PT) e do ex-governador Cid Gomes (Pros). Ele representava o grupo de oposição ao ex-presidente da UVC Audic Mota (PMDB), atualmente deputado estadual, que apoiou o senador Eunício Oliveira (PMDB) nas eleições de 2014.


Confira a votação: 
O candidato de Audic, Herberlh Mota, era terceiro secretário da UVC na gestão do primo. Repetindo o desempenho do PMDB em Fortaleza nas eleições estaduais, Herberlh teve maioria dos votos na Capital, 127 contra 113 de Veras. A cidade de Juazeiro do Norte (Região do Cariri) também deu maioria ao peemedebista. 

Nas dez sessões espalhadas pelo Estado, César venceu em oito: Aracati, Iguatu, Itapipoca, Limoeiro do Norte, Quixadá, Sobral, Tauá e Tianguá. Desses, apenas Limoeiro não foi base eleitoral do grupo de Camilo Santana e deu vitória a Eunício em 2014.


Fortaleza: 
César: 113      
Hérberlh: 127

Aracati:   
César: 70     
Hérberlh: 11

Iguatu:    
César: 100       
Hérberlh: 40

Itapipoca:  
César: 84       
Hérberlh: 38

Juazeiro:   
César: 78       
Hérberlh: 109

Limoeiro:   
César: 52       
Hérberlh: 44

Quixadá:    
César: 50       
Hérberlh: 44

Sobral:    
César: 146      
Hérberlh: 51

Tauá:       
César: 61      
Hérberlh: 49

Tianguá:    
César: 63      
Hérberlh: 29

Total:     
César: 817     
Hérberlh: 542