Buscar

13 abril 2015

Jornalista Antônio Viana um referência no jornalismo cearense

Antônio Viana é um dos maiores jornalistas do estado do Ceará, ele é um patrimônio vivo da comunicação cearense.

Conheça a historia de vida de um dos maiores jornalistas cearenses. Antônio Viana de Carvalho é filho de Abrahão Scarcela de Carvalho (já falecido) e Antônia Viana de Carvalho (conhecida como "Dona Dazinha"). Nasceu no distrito de Vera Cruz, hoje Inhamuns, em Tauá, no dia 12 de abril de 1949. Tem treze irmãos, formando uma família de quatorze filhos. São seus irmãos: Fátima, José (falecido), João, Francisco, Joaquim, Luiz, Carlos Alberto, William, Abrahão Filho, Maristor, Maria Viana (Cemária), Emídio César e Balbina Marne, todos vivos.

Suas primeiras letras foram com a professora Noêmia, no próprio distrito. Desde os primeiros momentos de sua vida estudantil, deu demonstrações de amor ao jornalismo. Estudante do Ginásio e Escola Normal Antônio Araripe, logo na sua infância, fundou o Jornal "O Trici", que retratava a cobertura dos acontecimentos do Colégio e do Município como um todo. Cursou até a 3ª série (equivalente hoje à 7ª série do 1º grau).

No ano de 1967, transferiu-se para Fortaleza onde concluiu o 1º e o 2º grau no Liceu do Ceará. Não se submeteu ao vestibular. Em 1965, passou a ser correspondente dos principais jornais de Fortaleza, com destaque para o "Gazeta de Notícias" e "Tribuna do Ceará". Fixou residência definitivamente em Fortaleza, morando no Porangabussu, bairro Ellery e em 1978 adquiria seu imóvel residencial no bairro da Maraponga, onde reside com a família.

FAMÍLIA

Deixou sua namorada Regina (pedagoga formada pela UVA em julho de 2001), hoje sua esposa, em Tauá e portanto, ao concluir o 2º grau, cuidou de se empregar e já pensava no casamento, o qual aconteceu em 1971, de cujo consorte nasceram três filhos:

Antônio Viana de Carvalho Júnior - fisioterapeuta. Casado com Georgiana Rocha Viana de Carvalho (foto abaixo);

George César do Carmo Carvalho - Membro da equipe responsável por este site. Casado com Gisele Fernandes Nogueira de Carvalho. São pais de Gabrielle Fernandes Nogueira de Carvalho e Giulia Nogueira de Carvalho (foto abaixo, à esquerda); 

Regiane do Carmo Carvalho - Contadora, com especialidade em contabilidade pública é funcionária do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM)


TÍTULOSO jornalista Antônio Viana de Carvalho é Cidadão Fortalezense, por iniciativa do vereador Raimundo Linhares; é cidadão de dezenas de cidades do interior cearense, com destaque para as de: Caucaia, Pacatuba, Ocara, Caridade, Umirim, Maracanaú, Maranguape, Pacajus, Aracoiaba, Pentecoste, Itapiúna e Apuiarés. Foi reconhecido com Notoriedade em Municipalismo e medalha do Mérito Legislativo, pela Assembléia Legislativa do Estado do Ceará e Câmara Municipal de Fortaleza, iniciativas dos respectivos parlamentares: deputado Antônio Jacó e vereador Maurílio Assêncio. Recebeu a machadinha do Corpo de Bombeiros, o título de Amigo dos Bombeiros, o título de Amigo da Polícia Militar, do bairro de João XXIII e ainda o Troféu Amigo da Ettusa e a Medalhas do Mérito Francisco Soares de Carvalho e Prefeito Antônio Jataí Sobrinho agraciado pela sua terra natal Tauá. É sócio remido do Cascatinha Clube de Serra, em Maranguape e do Recreio Clube de Campo, em Fortaleza, por reconhecimento de suas diretorias aos serviços prestados pelo referido profissional aos interesses da sociedade cearense.

EXPERIÊNCIAAntônio Viana de Carvalho tem como experiências profissionais:
Ingressou por concurso no DAER, hoje DERT;

Depois na CITELC, depois COTELCE/TELECEARÁ e hoje TELEMAR;

Foi funcionário do Jornal O POVO durante 9 anos, seis meses e quinze dias, atuante ao lado do saudoso jornalista Edgar Costa, como sub-editor da Página dos Municípios;

Foi comentarista dos assuntos municipalistas e políticos da TVE (hoje TVC) durante 5 (cinco) anos, até o primeiro governo de Tasso Jereissati;
Foi colaborador efetivo com coluna e página de interior durante 25 (vinte e cinco) anos em Tribuna do Ceará;

Após 32 anos, trabalhando na Rádio Dragão do Mar de Fortaleza, com dois programas diários, de segunda à sexta-feira, de 6h às 7:30h e de 11h às 14h, cobrindo destacadamente com repórteres especializados, os trabalhos na Câmara Municipal de Fortaleza e Assembléia Legislativa, além de todos os eventos municipais, sejam na capital ou interior do Estado;
Mais recentemente, ingressou no Jormal O Estado, exatamente no dia 18 de junho de 2002, onde mantém coluna diária;

Sua retomada ao trabalho radiofônico, a partir de primeiro de dezembro/2008, no Grupo Cidade de Comunicação, através da Rádio Cidade AM 860, em dois horários (como tínhamos na emissora anterior): de 6:30 as 8 horas e de 10 as 11 horas, de segunda a sexta-feira.
O jornalista Antônio Viana tem sido um dos maiores divulgadores dos assuntos municipalistas, apoiando todas as iniciativas das Câmaras Municipais, Prefeituras e em especial, todos os embates acompanhados e de interesse da UVC (União dos Vereadores do Ceará), APRECE (Associação dos Prefeitos do Estado do Ceará) e TCM (Tribunal de Contas dos Municípios). O jornalista Antonio Viana de Carvalho, tem enraizado em sua personalidade de homem de comunicação, a notória especialização pelos assuntos comunitários, por assim dizer, municipalistas.

SOCIAL
Antônio Viana de Carvalho, como radialista, integra:

O Sindicato dos Radialistas e Publicitários do Estado do Ceará;
Diretor de Comunicação da ACEJI (Associação Cearense de Jornalistas do Interior);
Pertence aos quadros da ACI (Associação Cearense de Imprensa);
Ex-Presidente (em dois mandatos), do Comitê de Imprensa da Assembleia Legislativa, onde atualmente é membro do Conselho Superior;

Foi Vice-Presidente do Comitê de Imprensa, Rádio e Televisão da Câmara Municipal de Fortaleza.

Fonte: AVOL

Publicação: Ceará em Foco

Alta da Petrobras garante fechamento da Bovespa no azul

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou quase estável nesta segunda-feira (13), em pregão marcado pela forte alta das ações da Petrobras, em meio a especulações relacionadas a vendas de ativos e à expectativa da divulgação do balanço auditado da estatal, quer pode sair até o final desta semana.
O Ibovespa, o principal indicador de ações da bolsa, avançou 0,05%, aos 54.239 pontos, com o declínio no setor de educação e a queda nos papéis da Vale ofuscando o avanço de Petrobras.Veja a cotação.
O Ibovespa chegou a avançar mais de 1% na máxima do dia, a 54.866 pontos, renovando máxima intradia em 2015. O volume financeiro somou R$ 6,5 bilhões.
Ações da Petrobras
A estatal desacelerou os ganhos após disparar 7% com notícia publicada pelo serviço Broadcast da Agência Estado, infomando que a Petrobras pretende vender a participação que detém na petroquímica Braskem, empresa controlada pela petroleira em conjunto com a Odebrecht.
As ações ordinárias (com direito a voto) da Petrobras subiram 4,99%, enquanto as preferenciais (as mais negociadas, com prioridade na distribuição de dividendos) avançavam mais 3,81%.
O mercado também aguarda a reunião do Conselho de Administração na sexta-feira (17) em que a estatal pode aprovar e divulgar os números auditados de 2014.
Vale e bancos
As ações preferenciais da Vale caíam 1,56% depois que a agência Standard & Poor's (S&P) afirmou que pode cortar em duas ou três semanas os ratings da mineradora, devido à baixa estimativa de preços para o minério de ferro neste e nos próximos anos.
O Ibovespa também foi pressionado pelo forte declínio nos papéis de educação, com Kroton recuando 4,83% e Estácio perdendo 3,74%.
Os papéis de Itaú e Bradesco, om declínios de 1,32% e 0,2%, respectivamente, também fecharam em queda, limitando a alta da bolsa. A Fitch revisou nesta segunda a perspectiva dos bancos brasileiros.
Na sexta-feira, a bolsa fechou em alta de  0,76%, aos 54.214 pontos. Na semana, o índice subiu 2,05%.
Fonte: G1

PM reforça segurança próximo a prédio que será desocupado no Rio

SEM-TETO/FLAMENGO/EIKE/REINTEGRAÇÃO - POLÍTICA - Cerca de 100 pessoas continuam ocupando o prédio da Avenida Rui Barbosa, no bairro do Flamengo, Zona Sul do Rio (Foto: Fábio Motta/Estadão Conteúdo)

Dois carros da Polícia Militar do Rio cercavam, por volta de 10h desta segunda (13), o edifício Hilton Santos, que será desocupado nesta terça-feira (14). O edifício na Avenida Rui Barbosa, no Flamengo, Zona Sul, pertence ao grupo EBX, do empresário Eike Batista, e estava abandonado até o início deste mês, quando foi invadido por cerca de 100 pessoas.
Prédio no Flamengo será desocupado nesta terça-feira (14) (Foto: Gabriel Barreira/G1)Prédio no Flamengo será desocupado nesta terça-feira (14) (Foto: Gabriel Barreira/G1)
O grupo que ocupou o local já foi retirado de um outro prédio, na Via Binário e que pertencia a Cedae, continua reivindicando moradia. Cartazes improvisados em papelão pedem "socorro" ao prefeito Eduardo Paes e clamam por habitação para os filhos dos invasores. Por volta de 9h30, simpatizantes entregavam donativos ao grupo.
No prédio, funcionava uma antiga sede do Clube de Regatas do Flamengo. De acordo  com a decisão judicial que concedeu a reintegração de posse ao proprietário, além de policiais militares, a operação vai ter o apoio de agentes das secretarias municipais de Direitos Humanos e Assistência Social. Segundo PMs, a reintegração de posse deve acontecer nas primeiras horas da manhã desta terça-feira (14).

Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o VC no G1.
Policiais se posicionavam perto do prédio no Flamengo nesta terça (Foto: Gabriel Barreira/G1)Policiais se posicionavam perto do prédio no Flamengo nesta terça (Foto: Gabriel Barreira/G1)
Fonte: G1

Segundo levantamento, 77,8% dos deputados da comissão especial defendem redução da maioridade penal

ç
De acordo com levantamento, três deputados ouvidos defendem que não haja idade-limite, cabendo ao juiz definir se o adolescente irá responder ou não como adulto
AGÊNCIA CÂMARA
Um levantamento feito pela Agência Câmaraaponta que 77,8% dos deputados da comissão especial que vai analisar a redução da maioridade penal são favoráveis à diminuição da idade para que um jovem seja responsabilizado penalmente como um adulto. Os outros 22,2% são contrários à mudança na legislação atual. A comissão tem 27 titulares e igual número de suplentes (o levantamento não foi feito entre estes).
Entre os 21 deputados que concordam com a redução, 51,8% defendem apenas paracrimes hediondos, como homicídio qualificado, latrocínio (roubo seguido de morte), estupro e sequestro. Outros 25,9% propõem que a redução alcance qualquer crime cometido.
Além disso, dos favoráveis à redução, 17 (63%) concordam com a idade de 16 anospara que um jovem responda pelo crime como adulto. Três deputados ouvidos defendem que não haja idade-limite, cabendo ao juiz definir se o adolescente irá responder ou não como adulto. E um propõe a idade de 10 anos.
A redução da maioridade para 16 anos está prevista na proposta (PEC 171/93) que será analisada pela comissão – existem outras 37 que tramitam apensadas, que propõem idades variadas.
Em comum, obviamente, todas têm como objetivo alterar a Constituição Federal, que atualmente determina que os jovens menores de 18 anos são “inimputáveis” (ou seja, não são culpáveis, como adultos, por atos criminosos).
O Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA, Lei 8.069/90), que regulamentou a responsabilidade penal de menores de 18 anos, determina que os adolescentes de 12 a 17 anos podem responder por atos infracionais (crimes ou contravenções), como roubo e homicídio. Neste caso, aplicam-se medidas socioeducativas, que podem ir de advertência à internação por até três anos para os crimes mais graves, como homicídio.
A Agência Câmara procurou ouvir também os parlamentares sobre o tempo de internação paraadolescentes infratores. O levantamento com os integrantes da comissão apontou que 77,8% advogam que o tempo máximo de internação deve ser superior aos atuais três anos.
Ao serem questionados sobre para quantos anos deveria ir a internação, oito deputados defenderam que ela seja proporcional ao crime, e seis que o prazo seja de até oito anos. As demais respostas foram variadas.
A comissão especial que vai analisar a redução da maioridade penal foi criada no final de março pelo presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, e instalada na semana passada, com a eleição do deputado André Moura (PSC-SE) como presidente.
O relator deverá ser indicado nesta semana, quando também será definido o roteiro de trabalho do colegiado. Nove deputados disputam a relatoria, cuja indicação é primazia do presidente, mas geralmente é resultado de negociações políticas.
Fonte: DN

ACIDENTE - Ônibus tomba na entrada de Sobral


Pista molhada seria a causa do acidente Foto:  Wellington Macedo
Um ônibus que transportava 32 passageiros, de São Benedito com destino a Fortaleza, tombouno fim da manhã desta segunda-feira (13), em Sobral.  Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o veículo teria derrapado na pista molhada. Seis pessoas que tiveram fraturas e demais feridos foram encaminhados à Santa Casa de Sobral e Hospital Regional Norte (HRN).  Não houve vítimas fatais no acidente.

De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o veículo desequilibrou-se após contornar a rotatória da BR-222, na entrada da cidade. A pista segue interditada pelo o órgão. De acordo com o inspetor da PRF, Flávio Maia, o laudo prévio aponta para a causa do acidente ter sido a pista molhada, mas o inspetor só terá certeza quando conseguir falar com o motorista e a empresa de ônibus. 
Todo o acesso à Sobral, pela rotatória do km 224, está interrompido. A Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops), enviou ao local equipes do Corpo de Bombeiros, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para socorrer as vítimas. No local, a empresa responsável pelo veículo aguarda um guincho.
Com informações da Jéssyca Rodrigues da Sucursal de Sobral
Fonte: DN

Pai é suspeito de matar filho de cinco anos por espancamento

Bruno Pedro da Silva
A criança de cinco anos apresentava um hematoma na cabeça, quando deu entrada no hospital
VCREPÓRTER
Uma criança de cinco anos morreu, na manhã desta segunda-feira (13), provavelmente, vítima de uma lesão na cabeça, que teria sido provocada pelo próprio pai. De acordo com informações da Polícia, Bruno Pedro da Silva, estava em uma residência na localidade de Palestina, emOrós, na companhia do pai e de um irmão de um ano e meio, quando populares acionaram a Polícia e deram conta que a criança havia sido espancada.
A escrivã Rosa Maria Lopes, da Delegacia Municipal de Orós,  disse que esteve na casa, mas não encontrou ninguém. Pai e filho já foram encontrados no hospital e o menino já estava morto. “O pai conta que a criança passou mal durante a noite e de manhã teria desmaiado. Ele teria levado o Bruno ao hospital, para fazer uma consulta. Porém, o médico que fez atendimento disse que o menino não chegou lá desmaiado e sim morto”, declarou a policial. 
Antônio Ferreira Lima, acabou sendo detido para explicar melhor o que estava acontecendo e se contradisse diversas vezes durante o depoimento, segundo a agente. “Ele não dizia coisa com coisa. Diz que o menino passou mal porque bebeu alguma cosia na casa da avó, mas não sabe dizer o que. Diante das muitas divergências achamos melhor mantê-lo preso”.
A mãe da criança já foi ouvida. Ela disse que estava na casa da mãe, quando Antônio Lima chegou bêbado e disse que iria levar os dois filhos para casa. "Ela já estava na casa da mãe, porque durante a tarde o Antônio tinha espancado o enteado de oito anos”, disse Rosa Maria Lopes. 

Fonte: DN

Dilma condena redução da maioridade penal e pede punição aos aliciadores

Dilma A presidente Dilma Rousseff se manifestou nesta segunda-feira (13), pelas redes sociais,contra a redução da maioridade penal. A admissibilidade da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 171/93, que reduz a maioridade penal de 18 para 16 anos, foi aprovada pela Comissão de Constituição e Justiça da Câmara no fim de março e uma comissão especial foi instalada para analisar o texto.
“Não podemos permitir a redução da maioridade penal. Lugar de meninos e meninas é na escola. Chega de impunidade para aqueles que aliciam crianças e adolescentes para o crime”, escreveu Dilma em seus perfis nas redes sociais Twitter e Facebook.
A presidente disse que a redução da maioridade seria “um grande retrocesso” para o país e que não resolveria os problemas de jovens em conflito com a lei. Dilma defende que a punição nesses casos obedeça medidas já previstas no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).
“Reduzir a maioridade penal não vai resolver o problema da delinquência juvenil. Isso não significa dizer que eu seja favorável à impunidade. Menores que tenham cometido algum tipo de delito precisam se submeter a medidas socioeducativas, que nos casos mais graves já impõemprivação da liberdade. Para isso, o país tem uma legislação avançada: o Estatuto da Criança e do Adolescente, que sempre pode ser aperfeiçoado”, avaliou.
Nos posts, Dilma disse que orientou o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, a iniciar uma “ampla discussão” para aprimoramento do ECA. “É uma grande oportunidade para ouvirmos em audiências públicas as vozes do nosso país durante a realização deste debate”. A presidente também defendeu mudanças na legislação para endurecer a punição para adultos que aliciam jovens para o crime organizado.


Fonte: DN

O que fazer quando ele é grande demais (lá em baixo)

O que fazer quando ele é grande demais (lá em baixo)
Tamanho é documento? Sexólogos e até mesmo mulheres comuns garantem que não. Mas quando se fala em tamanho do pênis, muitos mitos e especulações acabam surgindo. A grande maioria dos homens pode não admitir, mas o tamanho do órgão sexual é uma preocupação que sempre passa pela cabeça deles.

Qual é o tamanho médio do pênis do brasileiro?

Pesquisas indicam que o tamanho médio do pênis dos brasileiros é de 14 cm. Não há nada de errado se seu parceiro, portanto, contabilizar alguns números a mais ou a menos na régua. No entanto, quando o pênis do companheiro é grande demais, ele pode até causar incômodo e dores para a mulher. 

Como evitar dores na penetração?

Para evitar desconforto durante a penetração, a dica principal é caprichar na lubrificação. Uma vez que a vagina pode esticar para acomodar a passagem de um bebê, ela certamente pode receber o pênis de homem sem riscos para a saúde. Aposte em lubrificantes à base de água que não danificam o preservativo. Entender aindacomo funciona o pênis ajuda você a sentir ainda mais prazer. 
Um longo período de preliminares também pode ajudar na tarefa antes de acomodar um pênis muito grande. Peça ainda para seu parceiro avisar quando foi introduzir o pênis pela primeira vez, evitando qualquer trauma para sua vagina. Se ainda assim você sentir dor, converse com seu ginecologista, pois você pode se beneficiar de dilatação vaginal, uma terapia que pode ajudar se você experimenta um sexo doloroso.

É normal chorar após o orgasmo?

Algumas mulheres sentem vontade e muitas chegam a de fato chorar após atingir o orgasmo durante a relação sexual com o parceiro, mas não sabem explicar exatamente a causa desta emoção profunda. A psicóloga e sexóloga Carla Cecarelo explica que esta reação está ligada a alguma questão não esclarecida no subconsciente da mulher.
“Não é uma reação normal do corpo, algo acontece na cabeça da mulher que a leva a chorar”, diz. As causas podem ser muitas: emoção por ter conseguido atingir o orgasmo, culpa por estar traindo o parceiro (e sentir prazer ao fazer isso), tristeza por estar em um relacionamento infeliz e sentir orgasmo com um parceiro que não ama mais, tabu ligado à “imoralidade” do sexo, que pode existir para mulheres religiosas ou com criação muito tradicional e inúmeros outros.

Geralmente, mulher não sabe explicar motivo do choro

Descarga hormonal?

Muitas mulheres acreditam que o choro tem relação com a grande liberação de hormônios que ocorre no momento do orgasmo. No entanto, Carla esclarece que isso por si só não causaria o choro ou emoção, já que dificilmente a mulher tem essa reação quando está sozinha. “É muito raro a mulher chorar após o orgasmo atingido com a masturbação”, afirma a sexóloga. “É sempre alguma questão que ela já tem no subconsciente e acaba extravasando neste momento de emoção forte”, completa.]

Não gosto de receber sexo oral. Isso é normal?

Apesar de ser tido como uma das práticas mais prazerosas das preliminares e darelação sexual, sexo oral não é algo que agrada a todos. Algumas mulheres não acham gostoso ou sentem incômodo ao receber a carícia, e muitas se perguntam se é normal não gostar de sexo oral.
Segundo a sexóloga Carla Cecarelo, a “aversão” à modalidade é muito mais comum do que se imagina e pode acontecer tanto por bloqueios psicológicos como por uma simples questão de preferência.

Tabus

Se a aversão ao sexo oral está ligada a questões psicológicas, isso precisa ser investigado e tratado. Carla afirma que muitas mulheres têm receio de que o parceiro vá se incomodar com o odor da vagina ou pelos pubianos.
Outra questão que pode atrapalhar o prazer durante o sexo oral é o pudor. “Algumas mulheres sentem vergonha de ficar com as pernas abertas, acham que aquilo é errado, que é imoral”, diz.

Algumas mulheres têm vergonha de ficar com as pernas abertas, pois associam isso inconscientemente à imoralidade

Gosto pessoal

Há mulheres que simplesmente preferem ser masturbadas ou penetradas a receber sexo oral, pois sentem mais prazer com estes tipos de carícia. Segundo Carla, não há nada de errado com isso: é uma questão de gosto pessoal.
Para identificar os toques que mais lhe dão prazer, a sexóloga diz que é fundamental que a mulher tenha o hábito de se masturbar, conhecendo, assim, o próprio corpo, as reações a diferentes carícias e o modo (intensidade, velocidade, movimentos, etc.) como gosta de ser tocada. “Isso é importante para que a mulher consiga comunicar ao parceiro e ter uma relação prazerosa. Não importa se ele a estimula com a língua ou com a mão, mas sim que faça do jeito que ela gosta”, afirma Carla.

Culpa do parceiro?

Pode acontecer também de o parceiro não ter experiência na realização do sexo oral, o que acaba tornando o momento pouco prazeroso e, em alguns casos, até dolorido para a mulher. “O clitóris é muito sensível, então, se o parceiro faz o estímulo com muita força, a mulher pode sentir aflição e acha que não gosta de receber sexo oral, mas, na verdade, teve apenas uma experiência ruim”, explica a sexóloga.
Neste caso, é importante orientar o homem a fazer a carícia da maneira como você mais gosta e sinalizar caso ele te machuque acidentalmente. Que tal indicar para ele a leitura da matéria que ensina as posições para o sexo oral que mais proporcionam prazer para a mulher

Zac Efron polemiza ao receber prêmio nos Estados Unidos

Zac Efron polemizou ao receber o prêmio de melhor dupla por sua atuação ao lado de Dave Franco no filme “Neighbors” no “MTV Movie Awards” neste domingo, 12, em Los Angeles, nos Estados Unidos. O ator pegou nas partes íntimas de Franco e exibiu seu físico sarado durante seu discurso de agradecimento.
Dave Franco e Zac Efron em premiação em Los Angeles, nos Estados Unidos (Foto: Mario Anzuoni/ Reuters)Dave Franco e Zac Efron em premiação em Los Angeles, nos Estados Unidos
Dave Franco e Zac Efron em premiação em Los Angeles, nos Estados Unidos (Foto: Mario Anzuoni/ Reuters)Dave Franco e Zac Efron: ui!
Dave Franco e Zac Efron em premiação em Los Angeles, nos Estados Unidos (Foto: Mario Anzuoni/ Reuters)Dave Franco e Zac Efron em premiação em Los Angeles, nos Estados Unidos
Dave Franco e Zac Efron em premiação em Los Angeles, nos Estados Unidos (Foto: Mario Anzuoni/ Reuters)Dave Franco e Zac Efron em premiação neste domingo, 12Fonte: EGO

PF prende quadrilha suspeita de fraudar R$ 28 milhões do Dpvat

PF 2
A Polícia Federal (PF) prendeu na madrugada de hoje (13) servidores públicos, policiais civis e militares, médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, dentistas e agenciadores de seguros suspeitos de fazerem parte de uma organização criminosa especializada em fraudar o Seguro Obrigatório de Danos Pessoais (Dpvat). As fraudes no seguro pago às vítimas de acidentes causados por veículos automotores de via terrestre podem chegar a R$ 28 milhões.
Estão sendo cumpridos 229 mandados judiciais – 41 de prisão, sete de condução coercitiva, 61 de busca e apreensão, 12 para afastamento de cargo público, 51 para sequestro de bens e 57 referentes à quebra de sigilos bancários. A ações da Operação Tempo de Despertar ocorrem em Goiás, Brasília, no Espírito Santo, na Bahia e em Minas Gerais.
As investigações – feitas em parceria entre a PF, o Ministério Público, a Corregedoria da Polícia Civil e a Polícia Militar de Minas Gerais – constataram que o grupo criminoso usava vários métodos para fraudar o seguro Dpvat, entre eles, o  ajuizamento de ações judiciais por escritórios de advocacia sem conhecimento e autorização das vítimas. Segundo a PF, a quadrilha falsificava assinaturas em procurações e declarações de residência falsas.
A organização também ajuizava ações, de forma simultânea, em comarcas distintas, sem relação com o local do acidente e sem que as vítimas tivessem conhecimento do ajuizamento de ação. Os mandados judiciais estão sendo cumpridos nas cidades mineiras de Almenara, Bocaiuva, Brasília de Minas, Capelinha, Capitão Eneas, Coração de Jesus, Corinto, Cristália, Curvelo, Diamantina, Espinosa, Francisco Sá, Janaúba, Januária, Japonvar, João Pinheiro, Juiz de Fora, Lontra, Manga, Minas Novas, Mirabela, Monte Azul, Paracatu, Pirapora, Porteirinha, Ribeirão das Neves, Salinas, São Francisco, São João da Ponte, Sete Lagoas, Taiobeiras, Turmalina, Várzea da Palma, Guanambi e Urandi, além de municípios do Rio de Janeiro e da Bahia.
Os suspeitos poderão responder judicialmente pelos crimes de formação de quadrilha, estelionato, falsificação e uso de documentos públicos, corrupção ativa e passiva e facilitação ou permissão de senhas de acesso restrito a terceiros.
De acordo com a Polícia Federal, a Operação Tempo de Despertar é resultado de uma série de outras ações desencadeadas pelas polícias estaduais, nos últimos anos, que apuraram suspeitas de fraude no Dpvat.
“Nos últimos anos, grande quantidade de operações foram deflagradas em todo o Brasil com o objetivo de coibir fraudes no seguro Dpvat. Elas já davam conta de que a atividade criminosa podia ser sustentada por um grupo organizado, com ramificações em diversas áreas da administração pública, envolvimento de policiais, empresários e empresas de seguro, além de número expressivo de advogados”, diz nota da PF.
Com as informações dessas operações, a Polícia Federal iniciou as investigações que resultaram na operação desencadeada para identificar os líderes do esquema que, segundo a PF, devem estar “no interior da seguradora responsável pela gestão do seguro Dpvat”.
Com o nome da operação, a PF pretende chamar a atenção da sociedade para o “despertar” contra fraudes e crimes cometidos à coletividade.
Com informações da Agência Brasil
Fonte: Ceará Agora

Defensoria Pública da União (DPU) lança edital de concurso público para 143 vagas

concurso
No Ceará, a DPU só oferta vagas para Cadastro de Reserva
FOTO: ARQUIVO
Foi divulgado na manhã desta segunda-feira (13) o tão esperado edital do concurso público para a Defensoria Pública da União. São ofertadas 143 vagas, entre ensino médio e superior, além da formação de cadastro de reserva, e remuneração que chega a R$ 5.266,18. Clique aqui para ter acesso ao edital
No Ceará, só há vagas para cadastro de reserva, nas carreiras de Analista Administrativo, Assistente Social, Bibliotecário, Contador, Sociólogo, Técnico em Assuntos Educacionais e Agente Administrativo. 
A organizadora é a Cespe/UNB. Asinscrições começam no próximo dia 22 de abril, e vão até o dia 11 de maio, no site da Cespe/UNB. A taxa é de R$ 70 para nível médio e de R$ 100 para nível superior. O pagamento deve ser realizado até o dia 26 de maio, conforme o edital. 
Para os graduados, há vagas para o posto de analista administativo (formação superior em qualquer área), arquivista, assistente social, bibliotecário, contador, economista, psicólogo, sociólogo, técnico em assuntos educacionais (formação superior exigida em qualquer área) e técnico em Comunicação Social (Jornalismo). Nessas carreiras, o salário inicial é de R$ 5.266,18, com R$ 751,96 de auxílio-alimentação já inclusos. As contratações serão pelo regime estatutário.
O concurso contará apenas com provas objetivas de conhecimentos básicos e específicos previstas para 21 de junho, sendo pela manhã para nível superior e, à tarde, médio. São 150 questões do tipo certo ou errado para candidatos de nível superior; e 120 para nível médio. 
Mais concurso público:
Fonte: DN