Buscar

04 abril 2015

Mulher é atingida por raio no Canidezinho

Uma mulher foi atingida por um raio durante a chuva desta sexta-feira (3), no bairro Canidezinho. De acordo com informações, Naiara Ferreira Gomes, de 20 anos, estava deitada em uma rede, dentro de casa, quando foi surpreendida pelo raio, que destruiu o telhado de sua residência. Ela também foi atingida pelas telhas que caíram sobre ela.
A vítima teve ferimentos na cabeça e rompeu os tendões de um dedo da mão direita por conta da queda dos escombros, além de sofrer uma queimadura na nuca
Naiara foi encaminhada para o Frotinha da Parangaba e passa bem. Ela deverá passar por uma cirurgia nos próximos dias para recuperar o movimento completo da mão direita.
Fonte: CNEWS

Deputada cearense diz que desliga a TV quando começa 'Babilônia' e orienta pais que façam o mesmo


Em pronunciamento na Assembleia Legislativa do Ceará na última quarta-feira (1), a deputada Dra. Silvana (PMDB) declarou que algumas pessoas se organizam para tentar silenciar o discurso dela e não aceita rótulo de fundamentalista. A parlamentar rebateu as críticas de que seu posicionamento sempre mistura os temas da Casa com religião.

Em um momento polêmico do discurso, Dra Silvana disse que atualmente todos são obrigados a aceitar o homossexualismo, se não são chamados homofóbicos. A deputada aproveitou o espaço para criticar a novela 'Babilônia" da Rede Globo, que mostra o dia a dia lésbico de duas senhoras da terceira idade, interpretadas pelas atrizes Fernanda Montenegro e Natália Timberg.

“Quando começa a novela Babilônia, eu desligo e oriento os pais a fazerem o mesmo”, enfatizou. Dra. Silvana afirmou que nenhum cristão é homofóbico e que nenhum prega a violência. A parlamentar considera importante se posicionar diante de temas sobre os quais ela pensa diferente dos parlamentares.


Fonte: CN7

UVC - Vereador Hérberlh Mota escreve carta aberta aos vereadores do Ceará


Amigos Vereadores e amigas Vereadoras,
É com muita alegria que venho usar esse espaço para colocar meu nome à disposição para concorrer à Presidência da União dos Vereadores e Câmaras do Ceará.
Sou Vereador de Baturité no meu segundo mandato. Sou filho de Vereador e herdei do meu pai, a vocação para militar na política. 
Faço parte da atual Diretoria da nossa entidade e entendo que precisamos dar continuidade ao trabalho iniciado pelo ex-presidente Audic Mota.
Muitos foram os desafios e as conquistas, e reconheço que é hora de avançar para fortalecer o mandato dos Vereadores e Vereadoras.
Temos uma grande missão pela frente. Estarei dia e noite dedicado a causa da nossa UVC para que a independência e o respeito conquistado, não seja trocado por interesses pessoais de alguns em detrimento da nossa classe.
Por isso peço o seu voto, para fazer uma UVC cada vez mais forte, sempre com participação de todos, e tenham a certeza que saberei retribuir com muito trabalho em prol da Vereança. A UVC é dos Vereadores!!!
Um forte abraço,

Hérberlh Mota
Vereador de Baturité

Fonte: 

Charge

Charge

Lua e estrela de Canoa restauradas

reg
O monumento natural criado nas falésias logo após ser destruído pelo avanço do mar e pela erosão
2
O símbolo após ser restaurado por um nativo de Canoa Quebrada
FOTOS: ELLEN FREITAS
Aracati. O símbolo original da lua e estrela esculpido nas falésias da Praia de Canoa Quebrada, em Aracati, foi restaurado há 15 dias. O trabalho, mais uma vez, foi bancado pela Associação dos Bugueiros e realizado por um nativo, filho de pescador, segundo os diretores da entidade.
O presidente da Associação dos Bugueiros, Francisco Kleber, mais conhecido como Beto Andrade, disse que é mais comum do que se imagina a destruição parcial do símbolo por conta da ação natural das ondas, ventos ou chuvas.
"Já mandamos restaurar pelo menos meia dúzia de vezes. A escultura é feita na falésia, que é atingida pela maré em determinados períodos do ano. Quando a chuva é forte, provoca também muita erosão nas falésias", relata Beto Andrade.
O diretor da Associação explica que o trabalho de reconstrução não foi remunerado. "A gente tem uma parceria com ele. Sempre que precisamos, buscamos a sua ajuda. Por outro lado, fazemos o mesmo quando ele nos procura". Beto Andrade não soube precisar o nome da pessoa responsável pela restauração.
Outros símbolos foram criados pelos donos de barracas ao longo do tempo. Alguns deles também já sofreram com a ação da natureza e passaram pelo processo de restauração.
Idealizador da monumento natural, o professor universitário Carlos Limaverde, o Kako, lembra de quando conheceu Canoa Quebrada. "Era estudante de Arquitetura, no ano de 1974, quando conheci Canoa. Inquieto por não ter minha vocação como programador visual reconhecida, após ganhar concursos municipais, estaduais e nacionais nesta área, resolvi mostrar para o Brasil o meu trabalho. Em 1977, resolvi esculpir um símbolo baseado nos anéis que o artesão Chico Eliziário fazia em casco de tartaruga. Convidei o artista plástico Niciano, filho do seu Adolfo, para me ajudar na escolha de uma falésia, que já tivesse o contorno da lua. Após esculpi-la, restaurei-a por 10 anos", revela Kako por meio do Facebook.
"Foi bobagem de recém-formado, preocupado em vencer na vida. Na criação da Arie (Área de Relevante Interesse Ecológico) do Estevão, fundamos a Associação dos Moradores do Estevão de Canoa Quebrada (Amecq). Aproximei a estrela da lua formando a letra "E" de Estevão, tornando-a símbolo da Praia do Estevão, no ano de 1986. Na ocasião, promovemos o ato-show 'Ame Canoa Quebrada', capitaneado pelo meu amigo Fagner", conta Carlos Limaverde.
O show lotou a Concha Acústica da Universidade Federal do Ceará (UFC). "Compareceram cerca de 10 mil pessoas. Conseguimos reunir empresários e artistas como Fagner, Belchior, Banda Quinteto Agreste e Banda Sinal Verde. Durante a manifestação, o Fagner solicitou ao governador Gonzaga Mota que desapropriasse a área. A escultura da lua estrela serviu de base para todo o movimento, pois as revistas da época como 'O Cruzeiro', 'Manchete', 'Isto é' e 'Veja' publicaram amplas matérias sobre a praia, sempre tendo como pano de fundo a 'Lua e a Estrela' esculpida por mim".
Mais informações
Associação dos Bugueiros de Canoa Quebrada - Rua Dragão do Mar Centro - (88) 3421 7175
Ellen Freitas
Colaboradora
Fonte: DN

Funceme registra maior índice de chuvas no litoral do Estado

chuvas
Os cearenses foram surpreendidos, durante a Semana Santa, por chuvas intensas em todas as regiões do Estado, especialmente nas praias. Das sete horas desta sexta-feira (3) até sete horas de sábado (4), a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) registrou as maiores precipitações nos litorais Norte e do Pecém. Na Capital, a chuva foi mediana e se concentrou no início da manhã, como 28 milímetros.

A maior chuva foi no município de Cruz, com  167,4 mm. A cidade fica no Litoral Norte, região que concentrou as maiories precipitações registradas pela Funceme. Depois de Cruz, as chuvas mais fortes foram em Acaraú (108,4 mm), Amontada (96 mm), Amontada (96 mm), Granja (84 mm), Uruoca (70 mm), Martinópole (66 mm), Senador Sá (65 mm) e Camocim (62 mm).
O Litoral do Pecém teve chuvas fortes em São Gonçalo do Amarante (60,6 mm) e Pentecoste (47 mm).
Na região do Cariri, o maior índice foi em Mauriti (30,4 mm). Na região da Ibiapaba, os municípios com maiores precipitações foram Croatá (44 mm) e Ubajara (37,4 mm).
A região Jaguaribana foi alvo de pouca chuva. O município com o maior precipitação foiPalhano, com 25,0 mm.
No maciço de Baturité, o município de Itapiúna registrou 32 mm, enquanto no Sertão Central e Inhamuns, o município de Santa Quitéria choveu apenas 24,0 mm

Segundo a Funceme, áreas de instabilidade atmosférica continuam atuando sobre o setor norte do Nordeste brasileiro. Por isso, ao longo do dia, o Ceará deve ficar com nebulosidade variável e com chuvas em todas as regiões
A previsão é de mínima de 23 ºC e máxima de 31 ºC no Estado. 
Fonte: DN

Samsung prepara lançamento de novos Galaxy S6 no Brasil

Image-0-Artigo-1807308-1
O S6 ganhou um novo design, deixando para trás o visual de "band-aid" do S5
FOTO: AGÊNCIA REUTERS
A Samsung marcou para o dia 14 de abril o lançamento oficial dos seus novos smartphones, Galaxy S6 e Galaxy S6 Edge, no Brasil. O anúncio será feito quatro dias depois da estreia mundial dos novos telefones.
Ainda não se sabe quando as vendas começam efetivamente, mas a expectativa é que os produtos estejam nas lojas em breve porque a Samsung já obteve o registro para venda dos produtos com a Anatel.
A companhia coreana passa por um momento difícil após perder a relevância no mercado de smartphones. Sua fatia de mercado caiu de 31% para 25% entre 2013 e 2014, segundo a Gartner.
Na China, a Samsung passou a ser a quinta fabricante de smartphones, atrás da Xiaomi, Apple, Huawei e Lenovo, segundo a empresa de pesquisa IDC.
Agora a Samsung se vê diante da necessidade de correr atrás de melhorias, o que fez com que cedesse à pressão para, por exemplo, abandonar o plástico em prol do metal e vidro em seus smartphones.
Ainda não se sabe os preços dos novos modelos da Samsung no Brasil. Nos EUA, os novos Galaxy são vendidos por US$ 199 (com contrato de dois anos) e US$ 650 (sem contrato com operadora).
Dois modelos. Os novos aparelhos serão vendidos em duas versões: o Samsung Galaxy S6 e Galaxy S6 Edge, este último com tela de bordas curvas. Pela tela lateral, o usuário terá acesso a funções adicionais, como acionar os seus contatos favoritos com um só toque, ler notificações e consultar um relógio.
Os modelos chegaram para brigar com as versões mais recentes do iPhone, com tela grande. Os novos Galaxy têm tela de 5.1 polegadas e se enquadram na categoria dos phablets (híbrido de smartphones e tablet).
Há outras duas características que aproximam os modelos da Samsung das versões mais recentes dos smartphones da Apple: a coreana lançou sua versão de sistema de pagamentos móveis, chamado Samsung Pay, à semelhança do bem-sucedido sistema Apple Pay. Outra similaridade é que os novos modelos já enfrentam acusações de que entortam quando colocados nos bolsos das calças. O fenômeno apelidado de bendgate foi registrado também com os iPhones 6 Plus e gerou polêmicas na web.
Fonte: DN

Katy Perry publica número de celular por engano nas redes sociais

Katy Perry
Katy em outro momento fofo com o pet
REPRODUÇÃO: INSTAGRAM
Todo mundo está sujeito a pagar mico nas redes sociais. Que o diga Katy Perry, que recentemente acabou publicando, sem querer, o número de seu celular para todo mundo ver. Tudo aconteceu quando a cantora postou uma foto dela com o cachorro e acabou deixando seu número visível para 16,4 milhões de seguidores do Instagram.
E como a postagem também foi direto proTwitter, o número de visualizações  somou mais  67,8 milhões. Claro que, depois de perceber o erro, ela correu para apagar a imagem, mas era tarde demais. Vários fãs começaram a ligar para Katy e ela precisou desativar o número.
Incidente parecido aconteceu ano passado com  Marina Ruy Barbosa, que também teve o número do celular vazado na internet e chegou a pedir que os fãs parassem de ligar para ela.
Fonte: DN

Vítima da pegadinha autorizou uso de imagem antes de saber o que aconteceria

Pegadinha zumbis
Aurileide (sobre a cadeira) tenta se livrar do zumbi que pouco antes havia levado uma "bolsada" dela
Aurileide pegadinha zumbis
Aurileide diz que, após o susto, está se divertindo com a fama repentina
FOTO: DANIEL ARAGÃO
Uma das vítimas da pegadinha dos zumbis no metrô de Fortaleza, a agente social cultural Aurileide Gomes, disse em entrevista exclusiva ao Diário do Nordeste que assinou o direito de uso da imagem sem saber que faria parte de um dos quadros de maior audiência do programa Sílvio Santos. Segundo ela, a autorização foi para um vídeo institucional do transporte do Governo do Estado.
O convite para participar da pegadinha surgiu durante um treinamento profissional. Aurileide trabalha num projeto de esporte e lazer doGoverno Federal e realiza oficinas de artesanato e contação de histórias para pessoas atendidas num Centro de Referência de Assistência Social (Cras) de Caucaia. “No curso, uma menina falou que me achava bem desenvolta e me chamou para participar de um vídeo institucional, que ia avaliar o serviço do metrô”, disse. Apesar de considerar pouco, o cachê de R$ 70,00 também a atraiu. “Mas se eu soubesse o que ia acontecer, não teria ido”, completou.
A agente social cultural também contou os momentos de tensão que passou e ficaram de fora da edição da pegadinha. “O trem brecou várias vezes e isso começou a assustar a gente. Teve várias oscilações de energia, por várias vezes as luzes apagavam e acendiam. Isso gerou um medo”, confessa. “De imediato, eu chamei (uma outra participante): 'mulher, eu tô com medo, aqui não tem ninguém e aí, como a gente vai saber como vai sair? Isso tudo no escuro”, relata.
“Em momento nenhum achei que fosse falso”, garantiu a vítima
Aurileide diz que em momento algum desconfiou da brincadeira. “Quando eles (os zumbis) apareceram eu me senti dentro de um filme de terror. Me imaginei sonhando acordada, tendo o pior dos meus pesadelos. Em momento nenhum achei que fosse falso”, garantiu. “A gente já tem medo e se depara com uma situação daquelas, monstros horríveis”, justifica.
Ela também contou o que aconteceu após a fuga desesperada. “Eu saí gritando feito uma louca. Quando eu subi pulando de cadeira em cadeira e encontrei uma porta aberta eu corri feito louca, aos berros”, relata. “Fui parada por umas pessoas da produção já do outro lado. Não sei nem que lado foi. Só sei que eu corri, sem saber para onde é que eu estava indo. Minha questão era me salvar”, afirma.
Depois disso, ela foi levada para uma sala, onde foi acompanhada por profissionais de saúde. Como tem problemas de pressão, Aurileide acho que o susto poderia gerar algum pico, o que não aconteceu. 
Dentre as outras participantes, ela se destacou por enfrentado um dos zumbis, atacando-o com uma bolsa. Agora, a agente social cultural diz estar aproveitando a fama repentina. “Tem gente que me critica, me chama de 'doida da bolsa' e outras coisas. Mas eu não ligo e até entendo. Quando eu via essas pegadinhas, eu desconfiava também”, disse. 
Eu não tenho do que reclamar. Ganhei R$ 70,00, que não é dada. Mas o que eu estou me divertindo agora vale R$ 700 milhões. Na vida a gente tem que brincar, sorrir, levar numa forma positiva”, ressaltou.


Assista à pegadinha:
Fonte: DN

Confira as principais notícias no Retrospectiva do Dia