Buscar

28 março 2015

Confira as principais notícias no Retrospectiva do Dia


Conta de luz vai continuar mais cara em abril

A bandeira tarifária que indica a cobrança extra nas contas de luz continuará vermelha em todo o país em abril, divulgou nesta sexta-feira (27/03) a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).
A situação vale para todo o país, refletindo o nível de água ainda preocupante nos reservatórios das hidrelétricas brasileiras desde o ano passado. Em abril, encerra-se o período mais frequente de chuvas no país.
Com a bandeira vermelha, os consumidores do país terão um custo extra de R$ 5,50 para cada 100 Quilowatts-hora (Kwh) adquiridos da rede básica das distribuidoras de energia.
Com informações do O Globo
Fonte: Ceará Agora

Barragem do Rio Maranguapinho tem rachaduras e leva risco à população

IMG_20150327_201411880Inaugurada a menos de dois anos, a barragem do Rio Maranguapinho, sonho antigo das populações próximas ao manancial, caminha para se tornar um grande pesadelo e cenário de tragédia. Matéria veiculada na edição da noite desta sexta-feira do Jornal da Cidade (TV Cidade), mostrou que em Maracanaú, os moradores da comunidade Antonio Justa, estão temerosos após o surgimento de vazamento na barragem que teve início com as chuvas deste mês de março.
As rachaduras visíveis entre os degraus tem tirado o sono de cerca de 20 famílias que moram no local. Elas temem ficar desabrigadas ou que o pior aconteça. “Móveis e casas até podemos conseguir outros, mas nosso medo maior é que vidas sejam perdidas, principalmente das crianças, pois os adultos conseguem correr”, conta a moradora, Maria Luiza Sandra.
Uma das principais etapas do projeto do Rio Maranguapinho, a barragem construída entre os municípios de Maranguape e Maracanaú foi inaugurada em 2013. A barragem integra o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do Ministério das Cidades, possui 306,84 hectares, com capacidade para acumular 9,3 milhões de metros cúbicos de água e recebeu recursos da ordem de R$ 85 milhões.
A Companhia de Recursos Hídricos (Cogerh) afirmou que enviará uma equipe ao local na próxima segunda-feira, 30, para verificar o problema.
Fonte: Ceará Agora

Novo ministro da Educação já fez criticas a Dilma

Renato-Janine-RibeiroO novo ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro, já fez várias críticas à presidente Dilma Rousseff. Em entrevista ao jornal O Globo no último dia (07/03), Ribeiro afirmou que a maior parte do ministério “é fraca”. Apesar de ter declarado voto na petista, ele disse ter se sentido “enganado” em relação ao modo de Dilma governar.
— Considero que na situação que estava foi o melhor voto. Mas isso não quer dizer que eu esteja satisfeito. Me sinto enganado no sentido em que houve um compromisso implícito de que ela mudaria o estilo de governo, ia parar de governar pela braveza e ia começar a dialogar mais e a delegar mais. Esse para mim era um compromisso que ela cumpriu de maneira muito limitada na medida em que nomeou um ministro que ela praticamente não pode mandar embora, que é o Joaquim Levy. Com ele, eu suponho que ela não grite. A maior parte do ministério é fraca, com honrosas exceções. Ela tem uma imagem de quem dialoga e delega pouco e isso não é uma boa imagem para um presidente na democracia — declarou ao o jornal.
Em artigos publicados no jornal “Valor Econômico”, o novo ministro também criticou Dilma. Entre outras coisas, disse que lhe faltava dialogar e delegar poderes e que tem uma “má comunicação”. Em artigo publicado em dezembro, numa crítica a Dilma e aos outros dois principais candidatos a presidente na última eleição, Aécio Neves (PSDB) e Marina Silva (PSB), o novo ministro disse que “não vamos bem de líderes”. Em 26 de janeiro, ele inclusive comparou Dilma a Aécio, dizendo que são mais semelhantes do que aparentam ser. “Temos um paradoxo: candidato, Aécio Neves prometeu continuar a política social do PT; reeleita, Dilma Rousseff adotou medidas econômicas dos tucanos. Portanto, a realidade não os afasta tanto, mas, na aparência, eles parecem estar quase em guerra”, escreveu.
Ele faz um paralelo entre o jeito de governar do primeiro mandato — “da pessoa centralizadora, desconfiada, preocupada em articular as diversas ações ministeriais, empenhada em gerar sinergias, mas que não conseguiu tanto êxito quanto pretendia” — e o desafio da segunda gestão, ressaltando que Dilma precisa delegar mais, para desbloquear “algumas travas políticas, econômicas e sociais a que chegamos”. Também sobre o estilo de governar da presidente, Ribeiro escreveu que “lhe faltava delegar e dialogar” e afirma que dar autonomia ao ministro Joaquim Levy na condução da economia, embora seja uma decisão acertada, “não deve ter sido fácil para uma governante certa de si como Dilma”.
Em outro texto, do início deste ano, o agora ministro refuta a possibilidade de impeachment da presidente, destacando que “Dilma pode estar desprestigiada, mas continua representando uma fração importante da sociedade brasileira”. “Em que pesem seus erros, sua má comunicação, possivelmente um estresse pessoal, (Dilma) continua representando forças políticas significativas”, diz Ribeiro em outro trecho. Finaliza o texto dizendo que é melhor “o governo trabalhar e dialogar com a sociedade, como prometeu, mas não está cumprindo”.
Em 2 de fevereiro, quando analisou a proposta de reforma política do vice-presidente Michel Temer, ele disse classificou a aliança entre o PT e PMDB como um frágil casamento de conveniência. “O vice-presidente Michel Temer defende uma reforma política que nada tem a ver com a proposta pelo partido da presidente Dilma Rousseff. O contraste dos dois projetos comprova a fragilidade do casamento de conveniência entre PT e PMDB”, disse.
No artigo publicado em 29 de dezembro, ele critica o silêncio de Dilma, que não dava explicações sobre a montagem do novo ministério. “Poderia e deveria ter se explicado aos eleitores. Vejo muitos simpatizantes de Dilma se sentindo obrigados a encontrar, eles próprios, as razões (dela) para nomear um ministério que não os entusiasma. Chega a ser tocante o esforço de alguns para explicar as nomeações a busca de uma base sólida no Congresso, o apelo a políticos testados nos Executivos estaduais. Tocante, porque esse deveria ser o trabalho da eleita e de seus colaboradores próximos. Ela mesma deveria esclarecer de público por que escolheu uma equipe econômica como esta, e por que, na metade do ministério até agora anunciada, o realismo prevalece sobre o idealismo. Não é impossível explicar isso, mas é preciso fazê-lo. Esse trabalho, um líder não terceiriza”, disse ele.
Com informações do O Globo
Fonte: Ceará Agora

MP investiga supostas fraudes em licitações na prefeitura do Crato

licitacao1Ministério Público (MP) do Ceará investiga supostas fraudes em processos licitatórios na prefeitura do Crato, município da região do Cariri, a 504 quilômetros de Fortaleza. Com o apoio das polícias Civil e Militar, foram cumpridos ontem (27) mandados de busca e apreensão na sede da prefeitura, com o objetivo de colher provas.
Segundo o promotor responsável pelo caso, Igor Pinheiro, as investigações começaram a partir de relatórios do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), que apontavam irregularidades em licitações ocorridas entre 2013 e 2014. No entanto, a partir do material apreendido ontem, o promotor informou que as investigações também vão abranger o ano de 2015.
Entre as supostas irregularidades apontadas nas investigações do MP, estão a dispensa de licitação beneficiando doadores de campanha do atual prefeito Ronaldo Sampaio Gomes de Mattos e o superfaturamento na contratação de transporte escolar. “Ao fazer a comparação entre a distância das escolas e a quilometragem que teria sido licitada, o TCM verificou divergência de quilometragem bastante expressiva, o que indica possível superfaturamento. Se foi licitada quilometragem a mais, foi pago algo a mais que não deveria ter sido”, relatou o promotor.
As licitações investigadas somam mais de R$ 3 milhões. Por meio da assessoria de imprensa, a prefeitura do Crato informou que está à disposição para colaborar com as investigações.
Fonte: Ceará Agora

Dilma afaga PMDB com mais um ministério

Henrique-Alves1Em mais um aceno de paz, a Presidente Dilma Rousseff deverá nomear nos próximos dias o ex-presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, para o Ministério de Turismo. Ele estava cotado para o cargo, mas devido notícias e bastidores sobre seu possível envolvimento no escândalo da Petrobras, sua indicação foi adiada até agora.
Com esse gesto, Dilma tenta aproximar-se do PMDB, que apesar de aliado vem sendo protagonista das maiores derrotas do Governo no Congresso. Com mais esse ministério o PMDB chega a sete pastas. Dilma também realiza nesta mini reforma afagos ao PT e a Lula, colocando um petista de carteirinha, Edinho Silva na poderosa Secretaria de Comunicação do Governo.
Fonte: Ceará Agora

Tiririca derruba projeto de José Guimarães

tiririca-congresso-20101215-size-598A Comissão de Cultura da Câmara dos Deputados rejeitou o projeto do deputado José Guimarães (PT-CE) que incluiria a Festa do Pau da Bandeira, de Barbalha (CE), no conjunto de bens do patrimônio cultural imaterial brasileiro. Comemorada há mais de dois séculos, a festa em homenagem a Santo Antônio já reuniu 350 mil pessoas na cidade cearense, que tem 55 mil habitantes.
O relator na Comissão de Cultura, deputado Tiririca (PR-SP), foi contrário à aprovação do projeto de lei, “por se tratar de matéria alheia” à competência do Legislativo. O projeto será arquivado. No entanto, o deputado propôs que o assunto seja encaminhado ao Ministério da Cultura por meio de indicação, na qual sugere o registro da festa.
No âmbito federal, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), vinculado ao Ministério da Cultura, é responsável por proteger o patrimônio histórico e artístico brasileiro.
Para receber o título de patrimônio imaterial, o bem deve ser registrado em uma das quatro modalidades culturais (saberes, celebrações, lugares e formas de expressão), conforme o Decreto 3.551/00 – que institui o registro e cria uma política nacional para a cultura imaterial.
São competentes para fazer o registro: o ministro da Cultura; as instituições vinculadas ao Ministério da Cultura; as secretarias de Cultura, nas esferas estaduais e municipais; sociedades ou associações civis. Para ser validada, a proposta de registro deve passar por análise do Iphan e do Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural.
Pela legislação atual, o registro de patrimônio cultural gera algumas obrigações ao poder público, como a de reunir informações sobre a manifestação cultural (origem e evolução histórica) e de divulgá-las para a sociedade.

Fonte: Ceará Agora

Bispo pode ser destituído no Chile

Image-0-Artigo-1823833-1
Católicos chilenos protestaram em uma igreja local contra nomeação de Juan Barros
FOTO: REUTERS
Cidade do Vaticano. Representantes da comissão vaticana contra abusos sexuais, criada pelo papa Francisco I, pediram que o pontífice destitua o bispo chileno Juan Barros, recém-nomeado para o cargo, por ter se envolvido no acobertamento de abusos sexuais, informaram, ontem, fontes religiosas.
Os integrantes da comissão demonstraram preocupação com o fato de Barros ter assumido o posto de bispo de Osorno, no último sábado (21). No mesmo dia, católicos chilenos se reuniram em uma igreja da cidade para protestar contra a nomeação do sacerdote.
Segundo a agência de notícias católica National Catholic Reporter, sediada nos EUA, a maior parte dos membros da comissão considera a possibilidade de viajar a Roma para conversar sobre o caso com o papa, que, no início do pontificado, prometeu "tolerância zero" em relação à presença desses atos preocupantes no seio da Igreja Católica.
Questionada sobre o caso, a assessoria de imprensa do Vaticano se negou a responder. A nomeação de Barros é contestada pelo envolvimento com o sacerdote Fernando Karadima, influente na formação de bispos, declarado culpado por abusos sexuais, em 2011.
A comissão de especialistas tem encontro programado para outubro. Em decorrência da última reunião do órgão, em fevereiro, foi recomendado que se evite a nomeação de pessoas envolvidas com abusos sexuais para cargos de chefia.
Fonte: DN

Horário de verão na Europa começa neste domingo, 29 de março

Vai viajar para a Europa? Pois é bom ficar atento. Na noite deste sábado, 28, para domingo, 29, de março de 2015, à as 2h da manhã (horário local), os relógios em várias localidades do continente avançam 1 hora e a diferença de horário com o Brasil será de 4 horas em relação a Londres e Lisboa, por exemplo, e 5 horas ante Paris, Madri, Barcelona, Berlim, Roma e muitas outras cidades visitadas por turistas brasileiros.
Se você já tem sua passagem aérea em mãos, provavelmente os mesmos já devam ter sido informados com o novo horário, mas é bom verificar e qualquer dúvida entrar em contato com a companhia área.
Isto também é importante se você vai vai fazer conexões, principamente com companhia aéreas diferentes, e se vai tomar outros transportes como trens, barcos e ônibus e que dependam do seu horário de chegada.
Neste ano, o horário de verão europeu termina no dia 25 de outubro às 3h da manhã, horário local.
Estados Unidos e Canadá
Já nos Estados Unidos, Canadá e alguns países do Caribe, destinos igualmente procurados por brasileiros em suas viagens, o horário de verão em 2015 começou no domingo, dia 8 de março. A alteração vai até o dia 1º de novembro. Na América, apenas os estados do Arizona e do Havaí e os territórios de Porto Rico, Samoa Americana e Ilhas Virgens não adotam o sistema.
Fonte: DN

Feira José Avelino tem novo confronto entre vendedores e policiais

feira josé avelino
De acordo com o Secretário da Regional Centro, Ricardo Sales, os feirantes tentam burlar a fiscalização montando a feira em dias alternativos
DANIEL ARAGÃO
A praça da Igreja da Sé, no Centro da cidade, foi palco de mais um confronto entre as forças policiais e os ambulantes, no início da manhã deste sábado. O novo conflito ocorreu devido ao impasse envolvendo o espaço disponibilizado para a atividade dos vendedores, que acabam atuando de forma irregular ao ultrapassarem o limite estabelecido pela Prefeitura. 
De acordo com informações dos agentes daPolícia Militar, que fizeram parte da operação, os feirantes apedrejaram duas viaturas daGuarda Municipal. Os feirantes, por outro lado, afirmam que a abordagem da Guarda Municipal e da Polícia Militar aconteceu de maneira violenta, tendo resultado, inclusive, em uma gestante atingida por bala de borracha no braço.
O espaço em questão é utilizado de forma irregular pelos feirantes como extensão da Feira José Avelino, que possui autorização da Prefeitura de Fortaleza para acontecer nas madrugadas entre as quartas e quintas-feira e os sábados e domingos. Entretanto, os únicos ambientes disponibilizados para que o comércio popular aconteça são a Rua José Avelino, a Travessa Icó, o Feirão do Viaduto e a Rua Governador Sampaio
Operação 
De acordo com o Secretário da Regional Centro, Ricardo Pereira Sales, a operação realizada pela Guarda Municipal e Polícia Militar na manhã de ontem estava prevista desde janeiro e permanecerá acontecendo, para coibir o comércio ambulante em locais não autorizados. 
“Existe um Termo de Ajuste de Conduta assinado entre a Prefeitura e o Ministério Público para impedir que as ruas sejam ocupadas de forma ilegal e desordenada. Vamos continuar persistindo nessas operações para que os vendedores não voltem a ocupar essas áreas inapropriadas”, explica Ricardo Pereira Sales. 
Ainda que a situação persista, Ricardo Sales considera que as ações da Prefeitura estão sendo efetivas no controle do espaço onde a feira deve ocorrer. “Estamos sempre lá, a partir das 13h, nos dias programados para que a feira aconteça e permanecemos até o fim. Nesses dias, está tudo controlado. O problema agora é que os feirantes estão tentando burlar a nossa fiscalização e tentando realizar a feira em dias alternativos, como a sexta-feira. A opção que temos é ocupar esses espaços também de sexta para sábado, mas é difícil, pois é necessário uma estrutura muito grande”. 
Fonte: DN

Morre o educador Edgar Linhares

Edgar Linhares
Sobralense, Edgar Linhares teve mais de 60 anos de magistério
ARQUIVO DIÁRIO DO NORDESTE
Faleceu na manhã deste sábado (28) o educador Edgar Linhares, aos 84 anos. Membro do Conselho de Educação do Ceará desde 1987, ele estava internado no hospital da Unimed desde a última quarta-feira (25).
O velório acontece no complexo velatório Ethernus (Rua Padre Valdevino, 1688), em Fortaleza. A missa de corpo presente está marcada para 15h30 e o enterro acontecerá às 17h30 no cemitério Parque da Paz (Avenida Juscelino Kubitschek, 4454).
Perfil
Sobralense, Edgar Linhares teve mais de 60 anos de magistério, desde que iniciou no ginásio Sobralense até a Universidade Federal do Ceará, onde era professor adjunto. Além da atuação nas salas de aula, ele foi o pensador e idealizador de diversas políticas públicas para a educação de Sobral e também no Estado do Ceará.
Homenagem
Por nota, o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, lamentou a morte do professor Edgar, o qual classificou como "uma referência para cada um daqueles que atuam na educação, em nosso Estado e no Pais". Para o prefeito, "a história de vida do professor Edgar Linhares incorpora o sentido mais amplo do termo educador". "Seu legado para a educação é tão essencial como a percepção de que o futuro de nossa gente e de nossa nação passa, essencialmente, pelo que fizermos de revolucionário no campo do formal e do não formal para garantir esse direito à nossa população", declarou Roberto Cláudio.
Nas redes sociais, o governador Camilo Santana postou:
"O nosso estado perdeu neste sábado o professor Edgar Linhares, uma das mentes brilhantes da educação cearense - e do país. A sua atuação será sempre uma referência para todos os profissionais da área. Mestre Edgar, que é membro do Conselho Estadual de Educação desde 1987 e foi presidente da instituição, fez do exercício de educar um compromisso de vida. Lamento profundamente a morte dele e deixo aqui meu abraço fraterno aos familiares, amigos e todos aqueles que, como eu, admiravam o trabalho do educador. Obrigado por tudo!"
A Secretaria de Cultura do Estado (Secult) também enviou nota de pesar sobre a morte de Edgar Linhares, solidarizando-se com familiares, "em particular com o presidente do Instituto Dragão do Mar, Paulo Linhares".
Fonte: DN

Novo ministro promete estudar 'dossiês' da educação

minsitro
Ribeiro recebeu ligação de Aloysio Mercadante no dia anterior ao anúncio
FOTO: TATIANA FERRO
Um dia após ser confirmado como novo ministro da Educação, o filósofo Renato Janine Ribeiro afirmou, em rede social, que está debruçado sobre "dossiês" sobre a pasta, um dos "mais complexos e mais ricos da Esplanada".
Na manhã deste sábado (28), ele destacou a importância da educação e disse esperar que o tema seja "um destes pontos que permitam unir o país, gente de um lado ou de outro mas que sabe que sem educar não se avança".
A declaração é feita num momento em que o governo da presidente Dilma Rousseffenfrenta baixos índices de popularidade, e resistência de congressistas sobre temas prioritários, como o ajuste fiscal.
Ribeiro agradeceu os cumprimentos que recebeu desde a confirmação de sua escolha, na tarde da última sexta-feira (27), e narrou a véspera do anúncio. Na última quinta-feira, contou, recebeu um telefonema do ministro Aloysio Mercadante (Casa Civil) para ir a Brasília e assumir a nova função. "Aceitei. Cancelei alguns compromissos -um deles seria participar da performance, longa mas que deve ser fascinante, da Marina Abramovic no Sesc", afirmou.
O novo ministro já se encontrou com o secretário-executivo da pasta, Luiz Cláudio Costa e destacou os números do MEC. "Bom lembrar que são 50 milhões de alunos e 2 milhões de professores! É o Brasil que está lá - subindo a ladeira".
Professor da USP (Universidade de São Paulo), Ribeiro assume o comando da pasta no lugar de Cid Gomes (Pros), que deixou o cargo após conturbada sessão na Câmara dos Deputados. Ele foi ao Congresso se explicar sobre a fala que disse, em fevereiro, alegando que a Casa tem "300, 400 deputados" achacadores.
Fonte: DN

Confira as principais notícias no Retrospectiva do Dia