Buscar

23 fevereiro 2015

Formação para Círculos Bíblicos em Aracoiaba


Confirmado o dia de formação para implantação dos Círculos Bíblicos em toda Paróquia de Aracoiaba. A animação bíblica da pastoral é uma das urgências da nossa igreja. Nossas comunidades e agentes de pastoral e todo o povo devem fortalecer o seu contato com a Palavra de Deus. Por isso nossa paróquia terá, no dia 01 de março, uma formação para todas as comunidades, agentes de pastoral e pessoas interessadas em ter um maior contato com a Bíblia. A assessoria ficará por conta da Ir. Joaquina Neta, da congregação das Irmãs da Sagrada Família. O encontro se dará no Centro Catequético de 8:00 às 17:00 com almoço e lanches no local. Todos devem trazer Bíblia e material para anotação. Nossa intenção é fazer com que, através dos círculos bíblicos, a leitura e reflexão da Palavra de Deus se espalhe por todas as comunidades, bairros e ruas de Aracoiaba.

Fonte: Paróquia de Aracoiaba

Evaristo Costa é cotado para substituir William Bonner no 'Jornal Nacional'

Evaristo Costa fez tanto sucesso em sua estreia como apresentador do "Fantástico" no último dia 8, que seu nome já está cotado para substituir William Bonner na bancada do "Jornal Nacional" quando o jornalista se aposentar. A informação é da coluna "Zapping", do jornal "Agora S. Paulo", deste domingo (22).
O âncora do "Jornal Hoje" - ao lado de Sandra Annenberg - foi muito elogiado pelos telespectadores quando esteve à frente do "Fantástico". "A essa altura, você deve estar se perguntando: 'cadê o Tadeu?'. O Tadeu está de férias, e durante o descanso dele eu vou apresentar o "Show da Vida" ao lado da minha amiga Poliana (Abritta)", brincou o jornalista ao entrar no ar ao vivo.
"Te amamos", "Amando o Evaristo Costa no 'Fantástico'", "Meu domingo teve uma sensível melhora", "Adorei", "Adoro ele. Fiquei muito feliz, sou fã deste querido jornalista", foram alguns dos comentários que os internautas fizeram no Twitter. No ano passado, foi especulado que Evaristo iria assumir definitivamente o "Fantástico" , mas a Globo logo esclareceu que seria somente para cobrir as férias de Tadeu Schmidt.
Poliana Abritta substitui Renata Vasconcellos no 'Fantástico'
O dominical já passou por várias reformulações ao longo dos últimos anos. A útlima mudança foi a entrada de Poliana Abritta para substituir Renata Vasconcellos, que assumiu o lugar de Patricia Poeta no "Jornal Nacional".
No dia de sua estreia no "Fantástico", Poliana chamou a atenção por exibir uma tatuagem na panturrilha. "E essa tatuagem da Poliana Abritta? Sério que a rede Globo permitiu? É uma aranha? É uma flor? Estou tentando desvendar"; "Poliana Abritta ganhou minha admiração. Já chegou no Fantástico mostrando a tattoo"; "Linda, super talentosa. Merecida a promoção. Gostei da tatuagem", comentaram no Twitter.
Até o maquiador e apresentador de TV Fernando Torquatto fez um comentário: "Adorava a Renata Vasconcellos. E parabéns e bem-vinda Poliana Abritta. Está muito chic e ponto para a Globo deixar a tatuagem dela aparente".
Fonte: MeioNorte

Manifestantes invadem Palácio da Abolição

Cerca de 800 pessoas invadiram o Palácio da Abolição, no Meireles, por volta das 5h da manhã desta segunda-feira (23).
De acordo com informações, o grupo reivindica a construção de moradias e o abastecimento de água para o interior do Ceará.
As pessoas são de municípios do Sertão Central, como Quixeramobim, Quixadá, Senador Pompeu, Madalena e Milhã.
Segundo os manifestantes, ninguém sairá do local até o governador Camilo Santana receber os líderes do movimento.
Fonte: CNews

Em meio a crise, Dilma deixa Temer na "geladeira"

Dilma e TemerO vice-presidente Michel Temer atingiu o nível máximo de isolamento dentro do Palácio do Planalto e apesar de ter se colocado à disposição, não é recebido por Dilma Rousseff desde que apoiou a candidatura do correligionário Eduardo Cunha (RJ) para o comando da Câmara dos Deputados.
Segundo matéria publicada na Folha de S. Paulo neste domingo, 22, as duas únicas ocasiões juntos, presidente e vice estavam acompanhados de outras pessoas em atividades estritamente institucionais. A primeira foi na reunião ministerial, em 27 de janeiro, e a outra no encontro com Eduardo Cunha –após sua eleição na Câmara– e com o presidente eleito do Senado e também colega de partido Renan Calheiros.
Ainda de acordo com a publicação, Temer nunca teve uma relação próxima com a companheira de chapa das eleições de 2010 e 2014, mas a situação se agravou neste início de segundo mandato. Tal distanciamento foi ainda alimentado por teorias da conspiração que passaram a transitar no governo desde que o palavrão “impeachment” começou a circular nas redes sociais, muitas vezes estimulado por integrantes da oposição.
Para alguns auxiliares presidenciais, Michel Temer seria o beneficiário direto de um movimento com esse propósito, embora não haja nenhum indício de atos inconfidentes por parte do vice-presidente de Dilma.
Mesmo Eduardo Cunha, considerado pelo Palácio do Planalto como figura hostil aos interesses do governo no Congresso, já declarou publicamente não ver “espaço” para discutir uma possível saída da presidente. Pedidos de impeachment têm de passar, obrigatoriamente, pelas mãos do presidente da Câmara.
Antes de declarar apoio formal à candidatura de Cunha e Renan Calheiros, Temer tentou, sem sucesso, falar com Dilma algumas vezes. Diante do silêncio da presidente, optou por chamar o chefe da Casa Civil, Aloizio Mercadante, e outros ministros para comunicá-los da decisão. Na conversa, ninguém se opôs abertamente à ideia. Entretanto, de lá para cá, o destino do vice-presidente foi a “geladeira” do Planalto.
Fonte: Ceará Agora

Começa hoje (23) chamada dos candidatos do Sisu

sisu
Começa nesta segunda-feira (23/02), prosseguindo até a quinta-feira (26), a chamada dos candidatos inscritos na lista de espera do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). São 2.620 vagas a serem preenchidas. A relação com o nome dos candidatos aptos foi divulgada pela Pró-Reitoria de Graduação (Prograd), no site do Sisu na UFC (www.sisu.ufc.br).
As reuniões de chamada da lista de espera estão agendadas por curso. O candidato deve verificar, com atenção, no Anexo I do edital, dia e hora da chamada de seu curso, pois fica proibida a entrada após o início da reunião. Sugere-se que o estudante chegue com pelo menos 30 minutos de antecedência.
Durante a reunião, será feita a chamada nominal dos candidatos de cada curso, por ordem de classificação em sua classe de concorrência, para que seja efetuada a matrícula. A convocação seguirá até que todas as vagas disponíveis sejam completadas, ou que não haja mais candidatos aptos presentes.
O candidato que for chamado nominalmente e não estiver presente (ou representado por procurador legalmente reconhecido) perderá a oportunidade de ocupar a vaga naquela ocasião, podendo, no entanto, se inscrever no banco de suplentes. Perde a vaga quem não apresentar toda a documentação listada no Anexo II do edital.
Caso seja convocado, o candidato terá de entregar imediatamente toda a documentação, em um envelope aberto de dimensões 260 mm x 360 mm (ou semelhante). Nesse envelope deverá estar colada a etiqueta de identificação do candidato, disponível para impressão no site do Sisu na UFC.
Para esclarecer possíveis dúvidas, a Prograd divulgou um passo a passo, detalhando todos os procedimentos da chamada da lista de espera: www.sisu.ufc.br/noticias/73-passo-a-passo
Fonte: Ceará Agora

Caso Aonde É desafia Gestão de Salmito

aonde e
O presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, Salmito Filho (PROS), chega ao final do mês de fevereiro sem a Mesa Diretora definir a data de julgamento do processo que envolve o vereador Aonde É, do PTC, em denúncias de desvio de dinheiro da assessoria de gabinete. O vereador foi flagrado pela Polícia Civil, ficou preso por mais de 40 dias e, hoje, tenta sobreviver ao ambiente hostil e de constrangimento dentro da Câmara Municipal.
Se a Mesa Diretora cumprisse o Regimento Interno, que prevê a perda do mandato por faltas, Aonde É já não era mais vereador. Indiferente ao clima de constrangimento, Aonde É voltou ao plenário da Câmara, foi recebido com manifestações hostis de populares que, com vaias e gritos, cobram a Mesa Diretora agilidade no processo de cassação.
Os próximos 10 dias poderão ser decisivos para o destino do vereador Aonde É. O presidente do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara, vereador Deodato Ramalho (PT), é o relator do processo que apura as denúncias de irregularidades supostas cometidas pelo vereador do PTC.  Em meio à expectativa sobre o relatório de Deodato, com o pedido ou não de cassação de mandato, Aonde É tenta escapar e recorre a um adágio popular sobre a corda de caranguejo para sobreviver e permanecer com o mandato. Em uma tradução mais simplistas, a corda é puxada por um caranguejo e todos os outros estão pendurados. A pergunta que fica no ar, diante da filosofia sobre a corda de caranguejo, é sobre o correto e real uso dos recursos da Verba de Gabinete e da Verba de Desempenho Parlamentar (VDP) na Câmara Municipal de Fortaleza.
Fonte: Ceará Agora

Camilo visita obras hídricas em Tamboril, Catunda, Ipaporanga e Crateús


O governador Camilo Santana (PT) visitou, neste domingo (22),  as obras hídricas nos municípios de Tamboril, Catunda, Ipaporanga (distrito de Sacramento) e Crateús. O petista ressaltou a importância da fiscalização da obra para que seja concluída no menor tempo possível. Em Crateús, a população reclama da frequente falta d'água.

"Tecnicamente, essa é uma obra complexa por conta da grande extensão e também da diferença de níveis. Nunca se fez uma adutora nessa extensão (mais de 150 km)”, explicou Camilo sobre a adutora que leva água do açude Araras até Nova Russas e Crateús.

Enquanto a obra não é concluída, as prefeituras da região, em parceria com o Governo do Estado, realiza perfuração de poços para utiliza carros-pipa para minimizar os efeitos da falta d'água sobre a população.

Adutora

O equipamento transporta água do Açude Araras para uma população total de 98.400 habitantes. A extensão da adutora é de 155,66 km, com quatro estações elevatórias e vazão de 205 litros por segundo, o equivalente a 738 metros cúbicos por hora. Para Nova Russas, a vazão é de 75 litros por segundo (270 metros cúbicos/hora), enquanto que para Crateús são 130 litros por segundo (468 metros cúbicos/hora). A obra recebeu investimento da ordem de R$ 82,48 milhões.

Outros municípios

Acompanhado do secretário Francisco Teixeira (Recursos Hídricos) e do presidente da Assembleia Legislativa, Zezinho Albuquerque, o governador iniciou as visitas por Tamboril, nos poços que já estão em funcionamento. Em Catunda, a comitiva visitou os quatro poços já trabalhando e outros sete em construção.

No período da tarde, o governador inspecionou a montagem da quarta estação de bombeamento da adutora, no distrito de Sacramento, em Ipaporanga. Já em Crateús, além da adutora, Camilo Santana e Francisco Teixeira verificaram ainda a construção de poços no município.


Fonte: CN7

Após feriado prolongado, Congresso promete tirar o sono da presidente

Image-0-Artigo-1801747-1
Desgastada com a base aliada, a presidente e seus interlocutores precisarão reforçar o diálogo para afastar derrotas políticas no Congresso Nacional e conseguir a aprovação de matérias que garantam a governabilidade
FOTO: AGÊNCIA SENADO
Há uma espécie de jargão popular, segundo o qual no Brasil o ano novo só começa de fato depois do Carnaval, quando os brasileiros voltam oficialmente à vida normal. Com o Congresso Nacional, não é diferente. Após 11 dias de folga, parlamentares começam, definitivamente, nesta semana, a pôr na ordem do dia de discussão do Legislativo pautas polêmicas que prometem tirar o sono da presidente Dilma Rousseff (PT) e de seus interlocutores nas duas Casas.
Na primeira batalha do governo, está prevista para a próxima terça-feira (24) a análise conjunta da Câmara dos Deputados e do Senado de quatro vetos que trancam os trabalhos do Congresso. Com a pauta desobstruída, deputados e senadores poderão votar a proposta de Orçamento para este ano.
Entre os vetos o que mais preocupa a presidente é o que trata da correção de 6,5% da tabela do Imposto de Renda (IR). O índice, que foi aprovado como uma demonstração de descontentamento aos rumos do novo governo de Dilma, tem até o dia 4 de março para ser deliberado no Congresso.
Segundo o despacho presidencial, o reajuste indicado pelos parlamentares "levaria à renúncia fiscal na ordem de R$ 7 bilhões, sem vir acompanhada da devida estimativa do impacto orçamentário-financeiro, violando o disposto no art. 14 da Lei de Responsabilidade Fiscal". Em troca, o Planalto prometeu editar uma nova Medida Provisória sobre o tema, com uma correção de 4,5%. O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) acumulado nos 12 meses anteriores a janeiro é de 7,14%.
A primeira derrota da política do governo, no entanto, já parece ser previsível nos bastidores do Congresso. Na última quarta-feira, senadores de diferentes partidos deram uma demonstração das dificuldades da presidente conseguir manter o veto. O líder do PSDB no Senado, Cássio Cunha Lima (PB), disse que ele e os demais colegas do partido votarão para derrubar a medida. Até mesmo o senador petista Paulo Paim (RS) defendeu a correção de 6,5%, afirmando que o voto será aberto e que, por isso, ficará mais fácil a derrubada da decisão de Dilma.
Ameaça
Na Câmara, o cenário não é diferente. O presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), também já havia dado um ultimato: sem uma proposta alternativa para o IR, o veto seria derrubado e ela seria derrotada.
Diante das dificuldades, aliados do Planalto se dividem entre os que defendem que a petista aceite a correção proposta pelos parlamentares para evitar um fracasso e os que apoiam o adiamento da votação para março a fim de ganhar tempo sobre um acordo com um índice menor.
Outras propostas que preocupam a presidente com a retomada dos trabalhos no Congresso dizem respeito ao ajuste fiscal anunciado pela equipe econômica em janeiro. Dilma vai buscar acelerar as negociações com o Legislativo para evitar o "afrouxamento" das medidas provisórias com alterações em benefícios previdenciários e trabalhistas, que são defendidas pelo governo como "imprescindíveis" para ajustar as contas públicas. Aliados, inclusive do PT, apresentaram várias emendas às duas Medidas Provisórias que tratam do tema propondo um alterações menos duras.
Negociação
Segundo o líder do governo na Casa, deputado José Guimarães (PT-CE), parte do esforço para aprofundar o diálogo de aliados com o Executivo terá início na próxima terça-feira, quando ministros diretamente envolvidos com os temas das duas MPs devem se reunir com líderes da base. No encontro, os representantes do primeiro escalão de Dilma Rousseff argumentarão que a essência do pacote é corrigir distorções e preservar benefícios sociais, mas internamente o governo já admite ceder em alguns pontos, como o tempo de carência exigido para o pagamento do seguro-desemprego.
"Já vamos ter um reunião para ir aprimorando as medidas provisórias. Qual é a ideia? Abrir espaço para a negociação", disse o deputado.
Editadas pelo governo sob a justificativa de que corrigem distorções, as MPs 664 e 665 restringem o acesso a benefícios trabalhistas e previdenciários. Alvejadas por críticas de centrais sindicais e até mesmo de integrantes da base, as medidas ainda têm uma longa tramitação pela frente. De início, precisam ser analisadas em comissões mistas, ainda não criadas em virtude da indefinição de blocos e da proporcionalidade no Senado. A expectativa é que sejam definidas nesta semana, quando serão eleitos os presidentes das comissões de cada MP e escolhidos os relatores.
De acordo com o líder do PMDB no Senado, Eunício Oliveira (CE), a tendência é que PMDB e PT, as duas maiores bancadas da Casa, fiquem com a relatoria das MPs ou as presidências das duas comissões mistas.
Reforço na articulação
No retorno do Carnaval, o Palácio do Planalto será obrigado a direcionar os esforços da articulação quase que exclusivamente para apagar incêndios políticos no Congresso Nacional. O governo terá de atuar na Câmara e no Senado para cercar os trabalhos da nova Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras; eleger aliados de confiança para as comissões temáticas nas duas Casas; além de evitar que temas explosivos como o fim do fator previdenciário e a redução da jornada de trabalho saiam da gaveta. Isso, levando em conta uma base aliada rachada e a pressão crescente de sindicalistas e da oposição, que não se furta a falar em impeachment da presidente Dilma Rousseff, sem contar os próprios aliados insatisfeitos - de olho nos cargos do segundo escalão.
Diante da crise política que se instalou em Brasília, com a base "rachada" e o PT isolado de postos estratégicos no Legislativo, Dilma quer sinalizar mais uma vez que está disposta ao diálogo. Na Câmara, José Guimarães procurou as lideranças partidárias nos últimos dias para comunicar que a presidente pretende realizar encontros mensais com eles. O aceno, no entanto, é visto com ressalvas no Congresso, já que a petista prometeu estabelecer um calendário regular de encontros com os parlamentares em ocasiões anteriores, mas abandonou a ideia.
Diálogo com ministros
A partir de março, os 39 ministros terão oportunidade de discutir os assuntos de cada pasta no plenário da Câmara. A estreia ficará por conta do ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, que irá ao Congresso no dia 4 de março, num momento em que o País enfrenta uma grave crise hídrica que coloca em risco o abastecimento de energia.
Prioridade, reforma política traz divergências
A reforma política é outro tema que promete ganhar espaço no retorno das atividades do Congresso Nacional. Anunciada como prioridade do segundo mandato da presidente Dilma Rousseff, o tema é controverso e vem gerando embate entre os partidos aliados no Parlamento e os petistas principalmente no que se refere ao financiamento de campanha.
Na próxima terça, a comissão especial sobre a reforma política na Câmara vai se reunir para definir o cronograma de trabalho e as primeiras audiências públicas. Já no Senado o presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL), prometeu votar já no início de março mudanças no sistema político do País.
Segundo Renan, a ideia é votar as propostas paralelamente no Senado e na Câmara, para evitar que fiquem paradas em uma das Casas Legislativas, sem avanços, após aprovadas por uma delas.
O líder do governo na Câmara, deputado José Nobre Guimarães (PT-CE), destaca que a reforma política é a principal prioridade do Planalto em 2015. Segundo ele, o governo trabalhará em proposta conjunta com a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e a Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), que, em seu ponto central, defende o fim do financiamento privado às campanhas.
"O governo entende que há que se proibir o financiamento de empresas. Quem quer combater a corrupção deve ter financiamento público ou público-misto. Nós queremos nos debruçar sobre a reforma política para moralizar o sistema eleitoral brasileiro", disse o principal negociador da presidente Dilma na Câmara dos Deputados.
Julianna Sampaio
Repórter *
*Com agências de notícias
s
Fonte: DN

"Birdman" vence o Oscar 2015; confira a lista completa dos ganhadores

Oscar
A cerimônia será apresentada pelo ator Neil Patrick Harris
FOTO: REUTERS
O filme "Birdman" foi o grande vencedor do Oscar 2015. Foi a quarta estatueta do filme, que empata com "O grande hotel Budapeste", mas é o maior vencedor da noite, por ter ficado com o prêmio mais importante. No prêmio de melhor atriz, Julianne Moore (Para Sempre Alice) levou a estatueta. Já Eddie Redmayne ("A teoria de tudo") venceu como melhor ator.
A entrega das estatuetas aconteceu no Dolby Theater, em Los Angeles, nos Estados Unidos. A cerimônia foi apresentada pelo atorNeil Patrick Harris.
Confira a lista dos vencedores em negrito:
Melhor ator coadjuvante
Robert Duvall ("O juiz")
Ethan Hawke ("Boyhood")
Edward Norton ("Birdman")
Mark Ruffalo ("Foxcatcher")
J.K. Simmons ("Whiplash")
 
Melhor figurino
Milena Canonero ("O grande hotel Budapeste")
Mark Bridges ("Vício inerente")
Colleen Atwood ("Caminhos da floresta")
Anna B. Sheppard e Jane Clive ("Malévola")
Jacqueline Durran ("Sr. Turner")
 
Melhor maquiagem e cabelo
Bill Corso e Dennis Liddiard ("Foxcatcher")
Frances Hannon e Mark Coulier ("O grande hotel Budapeste")
Elizabeth Yianni-Georgiou e David White ("Guardiões da Galáxia")
 
Melhores efeitos visuais
Dan DeLeeuw, Russell Earl, Bryan Grill e Dan Sudick ("Capitão América 2: O soldado invernal")
Joe Letteri, Dan Lemmon, Daniel Barrett e Erik Winquist ("Planeta dos macacos: O confronto")
Stephane Ceretti, Nicolas Aithadi, Jonathan Fawkner e Paul Corbould ("Guardiões da Galáxia")
Paul Franklin, Andrew Lockley, Ian Hunter e Scott Fisher ("Interestelar")
Richard Stammers, Lou Pecora, Tim Crosbie e Cameron Waldbauer ("X-Men: Dias de um futuro esquecido")
 
Melhor animação em curta-metragem
"The bigger picture"
"The dam keeper"
"Feast"
"Me and my moulton"
"A single life"
 
Melhor animação
"Operação Big Hero"
"Como treinar o seu dragão 2"
"Os Boxtrolls"
"Song of the sea"
"The Tale of the Princess Kaguya"
 
Melhor curta-metragem
"Aya"
"Boogaloo and Graham"
"Butter lamp (La lampe au beurre de Yak)"
"Parvaneh"
"The phone call"
 
Melhor documentário em curta-metragem
"Crisis Hotline: Veterans Press 1"
"Joanna"
"Our curse"
“The reaper (La Parka)"
"White earth"
 
Melhor mixagem de som
John Reitz, Gregg Rudloff e Walt Martin ("Sniper americano")
Jon Taylor, Frank A. Montaño e Thomas Varga ("Birdman")
Gary A. Rizzo, Gregg Landaker e Mark Weingarten ("Interestelar")
Jon Taylor, Frank A. Montaño e David Lee ("Invencível")
Craig Mann, Ben Wilkins e Thomas Curley ("Whiplash")
 
Melhor edição de som
Alan Robert Murray e Bub Asman ("Sniper americano")
Martín Hernández e Aaron Glascock ("Birdman")
Brent Burge e Jason Canovas ("O hobbit: A batalha dos cinco exércitos")
Richard King ("Interestelar")
Becky Sullivan e Andrew DeCristofaro ("Invencível")
 
Melhor atriz coadjuvante
Patricia Arquette ("Boyhood")
Laura Dern ("Livre")
Keira Knightley ("O jogo da imitação")
Emma Stone ("Birdman")
Meryl Streep ("Caminhos da floresta")
 
Melhor filme em língua estrangeira
"Ida" (Polônia)
"Leviatã" (Rússia)
"Tangerines" (Estônia)
"Timbuktu" (Mauritânia)
"Relatos selvagens" (Argentina)
 
Melhor design de produção
"O grande hotel Budapeste"
"O jogo da imitação"
"Interestelar"
"Caminhos da floresta"
"Sr. Turner"
 
Melhor fotografia
Emmanuel Lubezki ("Birdman")
Robert Yeoman ("O grande hotel Budapeste")
Lukasz Zal e Ryszard Lenczewski ("Ida")
Dick Pope ("Sr. Turner")
Roger Deakins ("Invencível")
 
Melhor montagem
Joel Cox e Gary D. Roach ("Sniper americano")
Sandra Adair ("Boyhood")
Barney Pilling ("O grande hotel Budapeste")
William Goldenberg ("O jogo da imitação")
Tom Cross ("Whiplash")
 
Melhor documentário
"O sal da terra"
"CitizenFour"
"Finding Vivian Maier"
"Last days"
"Virunga"
 
Melhor canção
"Everything is awesome", de Shawn Patterson ("Uma aventura Lego")
"Glory", de John Stephens e Lonnie Lynn ("Selma")
"Grateful", de Diane Warren ("Além das luzes")
"I'm not gonna miss you", de Glen Campbell e Julian Raymond ("Glen Campbell…I'll be me")
"Lost Stars", de Gregg Alexander e Danielle Brisebois ("Mesmo se nada der certo")
 
Melhor trilha sonora
Alexandre Desplat ("O grande hotel Budapeste")
Alexandre Desplat ("O jogo da imitação")
Hans Zimmer ("Interestelar")
Gary Yershon ("Sr. Turner")
Jóhann Jóhannsson ("A teoria de tudo")
 
Melhor roteiro original
Alejandro G. Iñárritu, Nicolás Giacobone, Alexander Dinelaris Jr. e Armando Bo ("Birdman")
Richard Linklater ("Boyhood")
E. Max Frye e Dan Futterman ("Foxcatcher")
Wes Anderson e Hugo Guinness ("O grande hotel Budapeste")
Dan Gilroy ("O abutre")
 
Melhor roteiro adaptado
Jason Hall ("Sniper americano")
Graham Moore ("O jogo da imitação")
Paul Thomas Anderson ("Vício inerente")
Anthony McCarten ("A teoria de tudo")
Damien Chazelle ("Whiplash")
 
Melhor diretor
Alejandro Gonzáles Iñárritu ("Birdman")
Richard Linklater ("Boyhood")
Bennett Miller ("Foxcatcher: Uma história que chocou o mundo")
Wes Anderson ("O grande hotel Budapeste")
Morten Tyldum ("O jogo da imitação")
 
Melhor ator
Steve Carell ("Foxcatcher")
Bradley Cooper ("Sniper americano")
Benedict Cumberbatch ("O jogo da imitação")
Michael Keaton ("Birdman")
Eddie Redmayne ("A teoria de tudo")
 
Melhor atriz
Marion Cotillard ("Dois dias, uma noite")
Felicity Jones ("A teoria de tudo")
Julianne Moore ("Para sempre Alice")
Rosamund Pike ("Garota exemplar")
Reese Witherspoon ("Livre")
 
Melhor filme
"Sniper americano"
"Birdman"
"Boyhood: Da infância à juventude"
"O grande hotel Budapeste"
"O jogo da imitação"
"Selma"
"A teoria de tudo"
"Whiplash"

Fonte: DN

Universidades Federais têm um terço dos recursos bloqueados

Universidades
Alunos na Universidade de São Paulo (USP)
FOTO:CECILIA BASTOS/JORNAL DA USP
Mesmo com as recentes promessas de atenção especial do Governo Federal para aeducação, muitos dos recursos de vários programas da área vêm sofrendo com osatrasos.  Foi feito um corte de 30% no orçamento das instituições, além de que falta dinheiro para serviços terceirizados e para programas estudantis. O Ministro da Educação, Cid Gomes, ainda não se pronunciou sobre a situação.
Segundo reportagem do Bom Dia Brasil, da Rede Globo, alguns reitores se preparam para ir à Brasília e cobrar providências do MEC. A explicação do Ministério é que o orçamento de 2015 ainda não foi aprovado pelo Congresso e, por isso, o governo tem que segurar os gastos. A assessoria do órgão informou que está em diálogo com as instituições, mas o corte será mantido até a aprovação.
Repasses para as Universidades Federais
Universidade de Brasília esperava R$ 11 milhões, mas na verdade só entraram em caixa R$ 7 milhões em recursos para manter a instituição.
Na Universidade de Campina Grande, na Paraíba, a situação é ainda mais complicada. Não estão em dia água, luz, telefone, e falta dinheiro para pagar os alunos bolsistas.
Já a Universidade de São Paulo divulgou nota dizendo que  ‘a situação financeira das universidades federais, que em 2014 foi sofrida, passa a ser ainda mais difícil’.
Programas estudantis
O Pronatec estava com os recursos atrasados há três meses, mas ainda nesta quinta-feira (19), o Ministério da Educação (MEC) liberou R$ 119 milhões em repasses para regularizar as mensalidades de 2014.
Os pagamentos entre os meses de novembro e janeiro dos alunos de mestrado e doutorado, com bolsas de estudo da Fundação Capes, do MEC, também  não aconteceram nas datas previstas. As informações são de que a situação já foi regularizada. Os pagamentos de bolsistas que fazem intercâmbio fora do país através do programa Ciência sem Fonteiras também ficaram na mesma situação.
Já o Fies (Fundo de financiamento ao studante do ensino superior) teve o site bloqueado, o que não permitia que estudem renovassem o benefício. De acordo com o governo, a situação era para as instituições que reajustaram as mensalidades acima de 4,5%, mas logo anunciou que seriam aceitos os rejustes de até 6,4%. Assim, o sistema foi desbloqueado e novos candidatos também puderam fazer suas inscrições.
De acordo com o MEC, a previsão de investimentos na educação neste ano será maior que no ano passado, um aumento de R$ 900 milhões.
Fonte: DN

INSTABILIDADE ATMOSFÉRICA > Chuvas continuam no Interior do Ceará

DSCN0423
Atualizada às 9h58
Quixadá
As chuvas continuam no Interior do Ceará. Segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) o Estado deverá continuar sob a influência de áreas de instabilidade atmosférica até a próxima quarta-feira, 25. Essas áreas se formam em virtude da atuação de um Vórtice Ciclônico de Ar Superior (VCAS – sistema de baixa pressão atmosférica e circulação horária a aproximadamente 12km de altura).
Por conta desse fenômeno natural haverá chuvas no Centro-Norte na manhã desta segunda-feira, 23. No sul do Estado, estão previstas nebulosidade variável com chuvas isoladas. Entre a tarde e a noite, há possibilidade de chuvas em todas as regiões cearenses.
Conforme o órgão meteorológico oficial do Estado até a publicação desta edição havia chovido em 119 municípios. A maior precipitação foi registrada em Independência (72,5mm) no Sertão de Crateús. Já no Sertão Central, a maior chuva ocorreu em Deputado Irapuan Pinheiro (55mm), seguido de Solonópole (52mm).
Ainda de acordo com a Funceme o quadro também será favorável à ocorrência de precipitações amanhã, terça-feira, 24. O Ceará deverá ficar com nebulosidade variável entre a madrugada e manhã com possibilidade de chuvas na faixa litorânea. Ao longo do dia, há possibilidade de chuva em todas as regiões.
Confira as 10 maiores precipitações
-Independência (Posto: Independencia) : 72.5 mm
-Ipaporanga (Posto: Ipaporanga) : 66.0 mm
-Orós (Posto: Oros) : 62.6 mm
-Independência (Posto: Cachoeira Do Fogo) : 60.0 mm
-Pacatuba (Posto: Pacatuba) : 57.0 mm
-Deputado Irapuan Pinheiro (Posto: Dep. Irapuan Pinheiro) : 55.0 mm
-Solonópole (Posto: Açude Tigre) : 52.0 mm
-Pedra Branca (Posto: Acude Trapia) : 45.0 mm
-Ararendá (Posto: Ararenda) : 44.0 mm
-Independência (Posto: Desejo) : 42.2 mm
Fonte: DN