Buscar

12 fevereiro 2015

Atrizes acusam produtor de filme de abuso sexual

Pelo menos 30 atrizes cearenses foram enganadas por um suposto diretor de cinema. O suspeito identificado como Raphael Fyah, atraiu as vítimas com a promessa de altos salários e sucesso na carreira artística. O salário prometido era de R$ 3.000 através de mensagens no Facebook. O caso foi denunciado nesta quinta-feira (12) através de um boletim de ocorrência registrado na Capital.
O teste para a escolha da protagonista do longa teria duas cenas: uma de sexo e outra de estupro. De acordo com Michelle Gandolphi, estudante de Teatro da UFC e atriz no grupo Vagabundos, inicialmente, Raphael marcou a realização dos testes em um loft na avenida Beira Mar. Mas, como nenhuma das mulheres topou, ele remarcou para o Cuca da Barra do Ceará. Segundo a Prefeitura, qualquer estudante de artes têm acesso ao equipamento.
Ao chegar no Cuca, uma das mulheres estranhou que na sala não havia nenhum equipamento cinematográfico para o teste, e o suspeito estava sozinho. O homem informou para a vítima que a diretora, identificada apenas como “Lilian”, teve um problema e não conseguiria chegar a tempo. 
Durante o teste, Raphael solicitou que a atriz tirasse a roupa e que tudo fazia parte do teste profissional. A mulher teve que tirar a blusa e a calcinha, ficando apenas com uma saia. Ele, também sem roupa, simulou um ato sexual. 
“Passamos a cena umas duas vezes, ele não sabia as falas decoradas, pois tinha muitas cenas para decorar, segundo ele; num primeiro momento passamos a cena sentados, depois resolvemos fazer a cena em pé, e nesse momento ele pediu que eu vestisse o figurino; ele sempre falava que a cena estava muito boa, mas eu não satisfeita, sempre dava dicas para melhorar a cena, pedindo, inclusive, que ele poderia me pegar mais forte, para dar mais realidade, pois consistia numa cena de estupro e queria que o teste fosse bom, pois afinal, queria fazer uma boa cena para passar no teste”, contou a atriz que não quer se identificar. 
Ela conta ainda que se sentiu abusada. “Depois de tudo isso me senti usada, na verdade, ainda me sinto usada e sempre que me lembro de tudo isso me dá um enorme asco de saber que ele me tocou, e que eu ainda consenti achando que o que estava acontecendo era uma coisa profissional, mesmo eu estando desconfortável com a situação”, disse.
Em um post no Facebook, o suspeito se defende e afirma não ter nenhuma experiência com produção de filme, “meteu os pés pelas mãos”. “Eu não tenho experiência nenhuma em produção audiovisual. Esta seria minha primeira produção. Mas devido a minha inexperiência e amadorismo, acabei fazendo tudo errado”, escreveu. 
Michelle, no entanto, contesta a versão dada por Raphael. “Ele sempre disse que era experiente em produção”, disse. 
Segundo Raphael, o filme será rodado, pois já solicitou “apoio necessário”. 
Prefeitura vai abrir processo
Em nota oficial, a Rede Cuca, da Prefeitura de Fortaleza, informou que Raphael não é produtor da instituição, mas sim aluno do curso de Produção Cultural. Segundo o Cuca, o homem solicitou a sala justificando ser para apoio da produção de seu filme. “Logo que a direção tomou conhecimento das denúncias, constituiu uma comissão para apurar o caso. Após ouvir Raphael e as jovens, foi aberto um processo administrativo, que poderá acarretar na expulsão dele”, informou a Rede.
Polícia inicia investigações
De acordo com o 33º Distrito Policial, na Barra do Ceará, que acompanha o caso, o nome do homem é Francisco Raphael da Costa Silva, conhecido pela polícia como Dentinho. Ele responde a cinco acusações por estelionato. Os golpes costumam ser com empresas de turismo e em eventos.
Fonte: CNews

Cora morre após levar tiro por Comendador em desfile de Carnaval

Império, Cora, Comendador
Marjorie Estiano e Alexandre Nero na cena em que Cora leva tiro durante desfile de Carnaval
REPRODUÇÃO/AGUINALDO SILVA DIGITAL
A participação de Cora na novela Império, da Globo, chega ao fim. A personagem interpretada por Marjorie Estiano morrerá após salvar a vida de José Alfredo, o Comendador, no desfile de Carnaval. As informações são do portal Notícias da TV.
No capítulo que deve ser exibido no dia 21, Cora terá o pulmão perfurado após levar um tiro durante o desfile da escola de samba União de Santa Teresa. Ela ouvirá Maurílio tramando a morte do Comendador e, em seguida, correrá para avisá-lo. Em uma cena clássica, a megera entrará na frente do amado e salvará a vida dele. Porém, a ousadia de Cora custará sua vida.
Já no dia 23, os médicos avisarão a família que o caso é gravíssimo e o Comendador decide realizar o sonho de Cora: de tirar a sua virgindade. Antes de morrer, ela aparece tendo sua tão esperada primeira noite de amor com o José, mas o roteiro do autor Aguinaldo Silva deixadúvidas se ela realmente perdeu a virgindade ou se foi um quente delírio.  
Segundo o roteiro, as cenas de amor expressarão delicadeza e carinho.  Depois dos momentos de prazer, os dois ainda trocarão palavras em tom romântico antes da morte anunciada: "Você foi meu, Zé, e foi melhor do que eu pensava... Você me fez mulher", dirá ela, ao se despedir. "E vai me perdoar?", perguntará Cora. "Já te perdoei, Cora dos Anjos", responderá Alfredo, que encerrará o momento dizendo eu seu ouvido: "Eu te amo, Cora".
Delírio?
Mas tudo pode ser apenas um sonho de Cora. Em seguida, José Anfredo surgirá em uma cena comovido com a morte dela, como se não tivesse tido nenhuma relação íntima com a vilã.
As cenas do hospital voltarão para as telinhas e Cora, já sem a presença do personagem de Alexandre Nero, estará morrendo. A vilã balbucia o que ocorreu, mas médido e enfermeiras pensam que é delírio. O médico se apressará em pegar os desfibriladores e começa a dar choques no coração de Cora, que reagirá como quem entra em convulsão e falecerá deitada na maca.
Reconhecimento
Silva agradeceu e elogiou a atriz em um bilhete que abre o capítulo 187, previsto para ir ao ar no dia 23: "Querida Marjorie Estiano: fico lhe devendo esta para o resto da minha vida. Não só porque você aceitou sem hesitar e sem pensar duas vezes uma missão impossível... Mas também porque mostrou, já na primeira cena que gravou nesta segunda fase de Cora, a grande atriz que é. Enorme, generosa e totalmente entregue ao que faz. Quero você para sempre em minhas novelas... E lhe beijo as mãos. Obrigado mil vezes", escreveu Aguinaldo.
Confira um trecho do roteiro:
"O médico se apressa em pegar os desfibriladores e começa a dar choques no coração de Cora, que reage como quem entra em convulsão.Cora deitada na maca, inerte, a enfermeira desplugando todos os aparelhos dela, até dar seu trabalho por findo. Então, ela ajeita o lençol, cruza as mãos de Cora sobre seu peito e a deixa ali sozinha. A câmera vai se aproximando de Cora lentamente, até perceber que um filete de líquido verde, como se fosse um veneno, escorre de um dos cantos de sua boca. Atenção sonoplastia: o som de um guizo de cobra se ouve aqui. E nessa imagem da cobra, que morre, nos despedimos da inesquecível Cora de Marjorie Estiano"
Fonte: DN

Secretário de recursos hídricos disse que não tem máquinas perfuratrizes, afirma Carlomano

image
Carlomano-Marques2
Em discussão sobre a estiagem no Ceará, durante a manhã desta quinta-feira, o deputado Carlomano Marques (PMDB) disse que os colegas deveriam esquecer a conclusão das obras da Transposição do Rio São Francisco para o Ceará, ainda que o ex-ministro Ciro Gomes esteja como diretor da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN). Segundo ele, o secretário de Recursos Hídricos do Estado, Francisco Teixeira, teria dito que não tinha dinheiro para uso de dessalinizadores e nem mesmo para alugar máquinas perfuratrizes.
Segundo ele, a conversa com o gestor ocorreu durante uma ligação, quando o peemedebista estava solicitando uma máquina para perfurar um poço em um distrito do Município de Pacatuba. “Se o secretário de Recursos Hídricos disse que não tem um centavo para alugar máquinas perfuratrizes ou dessalinizadores…”, indagou Marques.
Recentemente, em entrevista ao Diário do Nordeste, o governador do Estado, Camilo Santana, disse que poderia tomar outras medidas para continuar com trabalho de perfuração de poços, uma vez que, conforme disse, o Ceará possui apenas 11 máquinas perfuratrizes. Em 2013, este blog já alertava que máquinas perfuratrizes não existiam no mercado brasileiro para pronta entrega, mesmo o Estado prometendo instalar 600 novos poços
Na época, o Dnocs dizia ter a garantia dos recursos liberados pelo Ministério da Integração Nacional para comprar 20 máquinas e distribuí-las pelo Nordeste, o que só iria refletir, positivamente, em 2014, isso se houvesse chuvas dentro da média, o que não ocorreu.
Fonte: DN

Primeira parcela do IPVA 2015 vence nesta sexta-feira (13)

A primeira parcela do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) 2015 tem vencimento vence na próxima sexta-feira (13). Os boletos estão disponíveis no site da Secretaria da Fazenda do Estado do Ceará (Sefaz)
Quem optou por parcelar o valor, deverá pagar as parcelas nos próximos dias 13 de fevereiro, 13 de março, 13 de abril e 13 de maio de 2015, em prestações iguais. O valor da parcela não pode ser inferior a R$ 50. O pagamento poderá ser feito com cartões de crédito vinculados ao Banco do Brasil ou Bradesco.A rede arrecadadora do IPVA inclui o Banco do Brasil, a Caixa Econômica, o BNB, Bradesco, casas lotéricas e farmácias Pague Menos.
De acordo com a Sefaz neste ano,  o pagamento do imposto  será, prioritariamente, realizado por meio eletrônico. Em 2015, 1.990.863 veículos foram tributados, com uma previsão de arrecadação de R$ 661,8 milhões. 
Online
Ao acessar a página da secretaria, o contribuinte deve procurar a aba "Serviços Online", depois "DAE - Doc de Arrecadação Estadual" e, posteriormente, clicar em "Emissão de DAE-IPVA". 
Ao acessar o link "IPVA 2015", o cliente deverá informar o número da placa e também deverá preencher os campos em branco com o número do Chassi ou o código do Renavam. 
Depois dos procedimentos, o boleto será disponibilizado e poderá ser impresso para que o pagamento seja realizado. 
Fonte: DN

Mais de 3.600 policiais extras farão a segurança do carnaval

Coronel Pinheiro
Segundo o coronel Pinheiro, o policiamento normal da cidade está garantido e terá o apoio de 70 viaturas
JOSÉ LEOMAR
operação de segurança para o carnaval no Estado mobilizará um efetivo extra de 3.607 policiais. De acordo com a Polícia Militar (PM), agentes que estavam de férias e outros de áreas administrativas irão compor o quadro, que será somado ao número normal de oficiais. Com o apoio de outros órgãos, como a Polícia Civil e o Corpo de Bombeiros, serão 4.774 pessoas reforçando a segurança nos próximos cinco dias.
A informação foi divulgada na manhã desta quinta-feira (12) durante uma coletiva na sede da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). Órgãos da Prefeitura também apresentaram as ações que serão desenvolvidas pelo poder público municipal.
Somente na Capital, o reforço contará com 700 policiais. “Nós atenderemos a todos os eventos carnavalescos, na Praia de Iracema,Mercado do PinhõesAv. Domingos Olímpio e em eventos religiosos”, explicou o comandante geral da Polícia Militar, coronel Geovane Pinheiro. Segundo ele, o policiamento normal da cidade está garantido e terá o apoio de 70 viaturas.
Em todo o Estado, o efetivo extra estará presente em 78 municípios, escolhidos entre os que realizam festas mais expressivas e aqueles com maior maior potencial turístico. Na Região Metropolitana de Fortaleza, além do policiamento habitual, com 300 policiais, haverá um reforço extra em torno de 350 homens, segundo a PM.
“E  no interior norte nós trabalharemos com o policiamento ostensivo normal, em torno de 400 homens, e um reforço de 600”, ressalta o comandante. “No interior sul, também teremos esse mesmo efetivo, trabalhando nos eventos mais significativos em algumas cidade, como Beberibe, Aracati e com reforço de 1.200 homens”, completou.
De acordo com o coronel Pinheiro, unidades prisionais e centros de reabilitação de adolescentes infratores também terão o efetivo de agentes reforçado.
Fonte: DN

Tomaz Aroldo da Mota Santos é o novo reitor pro tempore da Unilab

Novo Reitor da Unilab, Tomaz Aroldo da Mota Santos
Novo Reitor da Unilab, Tomaz Aroldo da Mota Santos
A Reitoria da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab) divulgou nesta quinta-feira (12) que Tomaz Aroldo da Mota Santos, professor associado da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), foi escolhido pelo Ministério da Educação (MEC) para assumir como novo reitor pro tempore da Unilab.
Com graduação em Farmácia-Bioquímica pela UFMG, ele tem doutorado em Bioquímica e Imunologia pela mesma instituição e pós-doutorado em Imunologia pelo Instituto Pasteur, de Paris. No período de 1994 a 1998, foi reitor da UFMG, tendo atuado ainda na instituição como pró-reitor de Extensão e diretor do Instituto de Ciências Biológicas. Tem experiência na área de Imunologia, com ênfase em Imunoparasitologia e Imunobiologia.
O novo reitor e o professor Aristeu Lima, Vice-reitor pro tempore, se reunirão com o MEC para definir os futuros encaminhamentos.
Acesse o currículo lattes do professor Tomaz Aroldo Santos.
Fonte: UNILAB

Acidente em Paramoti mata comerciante

acidente Paramoti1No inicio da tarde desta quarta-feira (11) na Rodovia CE 162 que liga a BR 020 ao município de Paramoti aconteceu um acidente envolvendo dois veículos . Informações iniciais dão conta que o sinistro envolveu um Gol de cor prata, ano 2009/2010 e placas NQL 9458 com inscrição de Paramoti e um caminhão V/W 13.180 ano 2001 de cor branca e placas HWJ 6333 com inscrição de Fortaleza que estava carregado de carvão.
O motorista do Gol era o comerciante da cidade de Paramoti Francisco das Chagas Almeida Moreira de 45 anos que ainda foi socorrido para o Hospital local, mas veio a óbito. Uma outra pessoa que vinha no veículo permanece no hospital mas não corre risco de morte, a sua identificação ainda não divulgada.
acidente paramotiJá o condutor do caminhão identificado como Joelmi Félix Costa saiu apenas com leves escoriações e permaneceu no local aguardando a chegada da Policia. Até o momento a Policia Rodovia Estadual apurou que o veículo Gol vinha no sentido Fortaleza – Paramoti e o Caminhão no sentido contrário e chegando próximo a uma ponte ouve a colisão frontal. A Perícia irá analisar quem ocasionou o sinistro. O corpo do comerciante deverá ser trazido para o IML de Canindé,
Colaboração de Wellington Lima
FONTE: Ceará Agora

Proposta de novo partido apoiada por Cid e Kassab sofre derrota na Câmara

CID GOMES30
O projeto de criação de um partido de coalizão visando reduzir a influência do PMDB no governo federal, apoiado pelo atual ministro da Educação, o cearense Cid Gomes e pelo ministro das Cidades, Gilberto Kassab, sofre um revez na sessão desta quarta-feira (11) na Câmara dos Deputados.
Os deputados aceleraram a tramitação de um projeto que dificulta a fusão de partidos, o que inviabilizará a proposta de Kassab de recriar o Partido Liberal e fundi-lo com o PSD, tornando a legenda, possivelmente, a maior do Congresso Nacional. O movimento começou em 2014 e ganhou força durante a reforma ministerial, quando a presidente Dilma Rousseff prestigiou Kassab.
A proposta será votada em regime de urgência, diretamente no plenário da Casa, sem precisar passar pelas comissões. O projeto é capitaneado pelo DEM, e apoiado pelo PMDB, o principal prejudicado caso a proposta de Kassab fosse concretizada. Pelo projeto somente será permitida a fusão dos partidos após cinco anos de sua criação. Kassab nega liderar a proposta de recriação do PL e autorizou os deputados do PSD a assinar o requerimento quen acelerou a  votação da proposta do DEM.
O ministro Cid Gomes afirmou que restringir a fusão de partidos é “ferir direitos”. Cid disse não conhecer o projeto, mas defendeu a liberdade de união dos partidos. “Eu acho que há uma legislação sobre isso e a fusão de partido deve ser algo permanentemente admissível. Não tenho conhecimento do que se pretende colocar no projeto, mas acho que isso é principio democrático. No meu juízo, quem quiser alterar isso vai estar ferindo direitos” , disse o ministro.
Fonte: Ceará Agora

Pronatec Aprendiz deve oferecer 12 milhões de vagas a jovens até o fim de 2018


O Ministro da Educação (MEC), Cid Gomes, espera oferecer 12 milhões de vagas para jovem aprendiz até o final de 2018. "A meta do Pronatec para esse período [de segundo mandato da presidenta Dilma] é de abrir 12 milhões de vagas. Existe já um programa nacional que é o Menor Aprendiz. E esse programa está muito presente em grandes e médias empresas, até por obrigatoriedade. Mas essas empresas só representam 5% do universo empresarial, então agora nós queremos massificar" afirmou o ministro da Educação, Cid Gomes, ao deixar um encontro com o ministro da Secretaria de Micro e Pequena Empresa (SMPE), Guilherme Afif, quando assinaram cooperação entre as pastas para custear o treinamento de jovens em empresas de pequeno porte.

Afif explicou que, atualmente, cabe às grandes empresas arcarem com os custos de acompanhamento do jovem durante o período de estágio dentro da empresa. No caso das micro e pequenas empresas, que representam 95% do universo empresarial do país, o Pronatec Aprendiz vai cobrir os custos de treinamento e acompanhamento, cabendo a elas apenas o pagamento do salário. Outra mudança é a possibilidade de o jovem ingressar ao mercado com 14 anos.

Cid Gomes ressaltou ainda que existe a necessidade de garantir maior acesso a programas de capacitação técnica voltada aos jovens do país. De acordo com ele, em países como a Alemanha e a França, a relação entre profissionais com nível de instrução técnica é de 5 pra cada 1 com nível superior.

"No Brasil, que já padece de um histórico baixo de profissionais de nível superior, embora esse quadro esteja mudando aceleradamente, a relação é de 1 profissional [com nível superior] pra meio [com nível técnico]. Essa é uma das razões que motivaram o governo a colocar em ação esse programa Pronatec", disse. "Vai ser um oportunidade para milhões de jovens e isso sem dúvida nenhuma terá impacto positivo na nossa economia", completou Cid Gomes.

*Fonte: Agência Brasil.

Fonte: http://www.cearanews7.com.br/ver-noticia.asp?cod=24673

Roberto Pessoa assume Secretaria da Prefeitura de Maracanaú


O prefeito de Maracanaú, Firmo Camurça (PR), empossou 10 novos secretários de sua gestão. Roberto Pessoa, que concorreu como vice na chapa de Eunício Oliveira (PMDB) ao Governo do Estado, assumiu a Secretaria Extraordinária de Relações Institucionais e Política Energética. Pessoa é ex-prefeito do município que compõe a Região Metropolitana de Fortaleza.

“O meu objetivo é ajudar o governo Firmo Camurça e Maracanaú. Fazer a articulação com os Governos e no Congresso, aproveitando a experiência e interlocução que adquiri como deputado”, detalhou o líder do PR cearense.

Pedro Rodrigues de Paula também assumiu uma vaga na reforma administrativa com o desafio de comandar a Secretaria de Juventude e Lazer. Pelos cálculos da Prefeitura, atualmente, 63% da população de Maracanaú é composta por jovens. Segundo Pedro, sua gestão tem como objetivo promover a aproximação do Executivo com as crianças e adolescentes do município, garantindo oportunidade, capacitação, esporte, lazer e evangelização.

SOLENIDADE
A cerimônia de posse dos novos secretários acontece no Teatro do Centro Cultural Dorian Sampaio, com a presença de mais de 500 convidados, segundo os organizadores. Entre os participantes estavam o ex-governador Lúcio Alcântara (PR), o ex-deputado federal Eudes Xavier (PT), o secretário do Esporte do Estado, David Durand (PCdoB) e a deputada estadual Fernanda Pessoa (PR).


Fonte: CN7

Garantia-Safra estará disponível para mais 38 mil agricultores em fevereiro


O Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) publicou, nesta quarta-feira (11), no Diário Oficial da União, nova portaria autorizando o pagamento do Garantia-Safra a 37.862 agricultores familiares de 39 municípios dos estados do Ceará, Alagoas, Paraíba e Pernambuco. Os pagamentos são referentes à safra 2013/2014.

Os novos beneficiários foram incluídos para receber a primeira parcela do benefício. Neste mês de fevereiro, o MDA já disponibilizou R$ 57 milhões para o pagamento do Garantia-Safra para 338.939 agricultores familiares de 314 municípios dos estados de Alagoas, Bahia, Ceará, Minas Gerais, Maranhão, Paraíba, Piauí, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Sergipe.

A ação visa auxiliar agricultores familiares que se encontram em municípios do semiárido sujeitos a perdas de safra devido à seca ou ao excesso de chuvas.

O benefício é pago em cinco parcelas de R$ 170 cada, totalizando R$ 850 por agricultor. Os pagamentos seguem as mesmas datas definidas pelo calendário de benefícios sociais da Caixa Econômica Federal.

Como aderir
O agricultor deve verificar se sua cidade participa do Garantia-Safra. Para isso, o município deve assinar o Termo de Adesão com o governo estadual e definir a quantidade de agricultores que vão participar em sua jurisdição. Além disso, o município precisa comprovar perda de, pelo menos, 50% do conjunto da produção de feijão, milho, arroz, mandioca e algodão.

Podem participar do Garantia-Safra, agricultores familiares, com renda familiar mensal de, até, um salário mínimo e meio, e que possuem área total a ser plantada de, no mínimo, 0,6 hectares e, no máximo, cinco hectares.

Para se inscrever, o agricultor deve procurar o escritório local de assistência técnica ou o Sindicato dos Trabalhadores Rurais do município onde vive. Depois deve procurar a Prefeitura para receber um boleto e fazer a adesão ao Garantia-Safra. O pagamento do boleto deve ser feito em uma agência da Caixa Econômica Federal ou correspondente bancário, dentro do prazo definido para seu município. A adesão deve ser realizada antes do plantio.

O benefício do Garantia-Safra é pago com recursos do Fundo Garantia-Safra, composto por contribuições do agricultor, do município, do estado e da União.

* Com informações do Ministério do Desenvolvimento Agrário.


Fonte: CN7

Coelce tem baixo nível de quedas de energia

Image-0-Artigo-1797030-1
A Aneel ainda não divulgou o ranking do desempenho global de continuidade do serviço do ano passado. Em 2013, a Coelce alcançou a primeira colocação na lista entre as grandes companhias distribuidoras do País
A Companhia Energética do Ceará (Coelce) obteve avaliação positiva da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) em relação à qualidade dos serviços de fornecimento de eletricidade prestados no Estado, no ano passado. Os dados preliminares dos chamados indicadores de continuidade coletivos de 2014, divulgados ontem, pela agência, mostram que a concessionária cearense cumpriu as metas estabelecidas em relação aos limites de interrupções no fornecimento.
O primeiro desses indicadores é a Duração Equivalente de Interrupção por unidade consumidora, denominado de DEC, que é medido em horas. De acordo com a Aneel, cada unidade consumidora atendida pela Coelce passou, em média, 9 horas e 31 minutos sem energia elétrica, durante todo o ano passado, por falhas da companhia. O DEC limite estabelecido para o ano de 2014 havia sido de 13 horas e 11 minutos.
O segundo indicador é a Frequência Equivalente de Interrupção, o FEC, que é medido por número de vezes. Neste caso, a cliente cearense teve seu fornecimento de energia interrompido pela Coelce, em média, quatro vezes, durante o ano (o índice foi de 4,65). O número foi inferior à metade do limite estabelecido, que era de 10,24 vezes, por unidade consumidora, para 2014.
Automação
A Aneel ainda não divulgou o ranking do desempenho global de continuidade do serviço do ano passado. Em 2013, a Coelce alcançou a primeira colocação na lista entre as grandes companhias distribuidoras do País, mesma posição obtida em 2011. Em 2012, ficou em segundo lugar, superada pela Companhia de Luz e Força Santa Cruz (CLFSC).
Em nota, a Coelce comemora ter alcançado "um dos melhores índices de qualidade de serviço entre as distribuidoras de energia elétrica do país". A companhia explica que, entre as principais ações tomadas para a melhoria dos serviços prestados, está a construção e reforma de subestações automatizadas. "Em 2014, foram construídas as subestações do Centro, do Eusébio e da Macaoca, no município de Madalena. Atualmente, a companhia opera 108 subestações por todo o Estado.
Investimentos
Além disso, são 4.990 quilômetros (Km) de linhas de alta tensão, 82.244 km de média tensão e 48.951 km de baixa tensão. A companhia também realizou a aquisição de equipamentos novos e mais modernos e manteve o plano anual de inspeções e manutenções", detalhou. A empresa informou que investiu, em 2014, um montante de R$ 274,8 milhões. "Cerca de 52% dos investimentos em 2014 foram destinados à conexão de novos clientes", acrescentou a companhia.
Maus desempenhos
Entretanto, nem todas as distribuidoras tiveram desempenho positivo como a Coelce. A Aneel apontou que 16 concessionárias não cumpriram seus limites regulatórios: AES Eletropaulo (SP), AES-Sul (RS), Amazonas Energia (AM), Ampla (RJ), Cea (AP), Ceal (AL), Ceb (DF), CEEE-D, Celg (GO), Celpe (PE), Cepisa (PI), Ceron (RO), Cerr (RR), Coelba (BA), Eletroacre (AC) e Light (RJ).
A diretoria da agência realizou uma série de reuniões com estas empresas, encerrada na última sexta-feira, na qual tratou de medidas de aprimoramento do serviço prestado elas. Os dirigentes das 16 empresas se reuniram com diretores, assessores e técnicos da Aneel para discutir o diagnóstico feito pela Agência e o desenvolvimento de ações para tentar reverter o quadro.
Nessas reuniões, a Aneel apresentou dados por meio dos quais se verificou a situação da qualidade dos serviços dessas distribuidoras, nos últimos anos, destacando-se entre eles os números relativos a reclamações feitas na Central de Teleatendimento da Agência, indicadores de continuidade e Índice Aneel de Satisfação do Consumidor (IASC).
"O documento, a ser submetido à Aneel em até 60 dias, deve trazer um conjunto de ações para adequar os indicadores de qualidade dos serviços das distribuidoras no prazo de 24 meses.
O Plano não introduzirá nenhuma obrigação nova à concessionária nem se trata de regime excepcional regulatório ou de sanções. É uma oportunidade para que as empresas alinhem sua gestão à prestação de um serviço adequado", informou a Aneel, em nota enviada por sua assessoria de imprensa.
Apesar dos avanços, a Coelce ainda foi "alvo" de 5.987 reclamações feitas por usuários à Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados do Ceará (Arce), em 2014.
Sérgio de Sousa
Repórter
f

Fonte: DN

Chega às telonas 'Cinquenta tons de cinza', adaptação homônimo do livro de E. L. James

Image-2-Artigo-1796051-1
Mr. Grey deve protagonizar cenas de sadomasoquismo
Image-0-Artigo-1796051-1
Christian Grey e Anastacia protemtem uma intensa relação
Image-1-Artigo-1796051-1
Datoka Johnson diz que o filme ganhou tom mais romântico
Primeiro livro da trilogia erótica de E. L. James, o sucesso mundial "Cinquenta tons de cinza" desde o início teve sua estreia rodeada expectativas por parte dos fãs. A dúvida e a ansiedade de muitos era sobre quem interpretaria o conquistador e sádico Mr. Grey.
Depois da recusa de Charlie Hunnam, o papel do protagonista ficou com o bonitão Jamie Dornan. Já Anastasia Steele é vivida por Dakota Johnson. A atriz, inclusive, já declarou não querer que sua mãe, Melanie Griffith, veja as cenas picantes do longa, que, no Brasil, recebeu a classificação etária de 16 anos - menor que nos EUA, onde a produção é proibida para menores de 18.
Na história, dirigida pela cineasta Sam Taylor-Johnson, Anastasia é um estudante de literatura de 21 anos, inicialmente recatada e virgem. Tudo muda na vida da moça quando ela é escolhida para entrevistar o poderoso magnata Christian Grey para o jornal da faculdade.
Do encontro, acaba acontecendo uma fulminante atração entre os dois, que passam a ter uma complexa relação: com a descoberta amorosa e sexual, Anastasia conhece os prazeres do sadomasoquismo, tornando-se o objeto de submissão de Grey.
Mais comedido
Segundo a diretora do longa, a história será intensa e sofisticada. "Tinha de ser uma fantasia com muita classe e vivacidade. Espero que faça jus ao que as pessoas esperam", declarou Taylor-Johnson em divulgação do filme.
Parece que a adaptação ganhou um tom um tanto mais romântico pela diretora. Ainda assim, esta pode ser uma das produção mais "quentes" que Hollywood viu nos últimos anos. Segundo foi divulgado, os espectadores assistirão a pelo menos 20 minutos de cenas de conteúdo sexual, ou seja, um quinto do filme.
Mas como o cinema anda meio careta nos Estados Unidos, a dúvida é se o teor das cenas realmente vai mostrar o conteúdo das práticas de sadomasoquismo narradas nos livros de E.L. James ou se serão bem editadas.
Dakota é defensora da produção e diz que tudo foi feito com muito cuidado, embora a atriz tenha chegado a sentir dores durante algumas sequências. "É muito rico, muito tentador e romântico. É um filme bastante sensual", disse.
Já para o intérprete de Mr. Grey, seu personagem viverá um conflito forte. "É uma jornada bem intensa para ela (Anastacia). Para Christian, ela desvenda um novo lado de si própria e ele quebra muitas de suas regras", revelou Dornan.
Anamélia Sampaio
Repórter
Fonte: DN

Memórias com fôlego de sanfona

Dominguinhos
A voz é macia e carrega paixão. Algumas palavras são soletradas devagar, proferidas com intimidade, pois o narrador quer debulhar os "causos" da vida. Assunto não falta, afinal, o filho de "mestre Chicão" e de "dona Mariinha" partiu de Garanhuns (PE) muito jovem. Queria tocar sanfona e driblar as dificuldades com a música. Dominguinhos (1941-2013) conseguiu. Fácil, não foi.
Neste 12 de fevereiro, Dominguinhos completaria 74 anos de vida. O momento é oportuno para o lançamento do DVD ''Dominguinhos'', documentário que reúne encontros musicais e preciosas imagens de arquivo do artista.
Narrado pela voz suave e confessional do próprio sanfoneiro, a obra detalha a trajetória do nordestino no desbravar de um Brasil caboclo, quase inocente. Este resgate é auxiliado pela cuidadosa e bem montada seleção de imagens.
Diretor do filme, ao lado de Mariana Aydar e Eduardo Nazarian, Joaquim Castro explica que a missão era resgatar a memória afetiva, os sons da infância que influenciaram diretamente a musicalidade do poeta. Joaquim declara paixão pelos forrós, advindo das andanças - aos 15 anos de idade - nas festas. É nesse universo de zabumbas, triângulos e sanfonas, onde surge a proximidade com a obra de Seu Domingos. "Pensava em colocar tudo aquilo em filme", explica o cineasta. A chance chegaria anos depois, já na cidade do Rio de Janeiro. Tudo iniciou com um telefonema da amiga Mariana Aydar: "Dominguinhos está ensaiando para se apresentar em um prêmio de música, vamos lá filmar?". O sim foi imediato.
Obra digna
Ali iniciavam as filmagens do documentário. Era a partida de uma jornada escrita em mais de seis anos. A trajetória do artista é esmiuçada por uma bem estruturada reunião de imagens de arquivo e concertos ao lado de nomes como Luiz Gonzaga, Gal Costa, Gilberto Gil, Elba Ramalho e a parceira de composições, Anastácia. "É um filme construído através do cinema brasileiro. Uma espécie de antropofagia e ressignificação das imagens. A opção foi distanciar as filmagens do tipo de documentário 'quadrado', quase jornalístico", explica Joaquim.
Ao se ter em mãos a declaração de Joaquim (que também montou a obra) fica fácil entender o uso das cores idílicas do sertão emolduradas com o tilintar do som capturado no ambiente.
É o vento, o chocalho da rês, o sol agreste a vigiar tudo lá de cima. No longa, a sanfona é ampliada de sua função e chega-se denunciada como uma espécie de pulmão. O fole tem que respirar para que notas precisas possam se aproximar de algo semelhante à alma. O espectador é levado pela mão a uma jornada de memórias, cheiros e tons.
Para o diretor, a liberdade artística auxiliou na costura de perguntas como quem seria esse brasileiro chamado Dominguinhos. "Nosso filme transita entre o popular e o cinema de invenção. Da intelectualidade ao popular. A luta sempre foi fazer uma obra digna do mestre", finaliza.
Relembrando
Catherine Furtado é professora do curso de música da Universidade Federal do Ceará (UFC) e relembra a oportunidade de ter visto o documentário ainda no cinema. Quando conversa sobre o longa, o primeiro resgate é sobre a representação da persona do sanfoneiro.
"O que mais me recordo é a apresentação da personalidade de Dominguinhos. A figura humilde, acessível e aberta para outras possibilidades musicais". Puxando um pouco mais da memória, a docente argumenta como se definiria o leque de opções musicais do artista: "Além do repertório regional, ele é adepto de um musicalidade diversa. Pode tocar jazz, pode tocar outros ritmos. Ele canta todo o nordeste e tem a capacidade de carregar toda essa identificação cultural para outros lugares". A definição dada pela especialista rende coro nas próprias palavras do sanfoneiro.
Durante o filme, em momento contemplativo, com semblante quase a fugir da câmera, o filho de Garanhuns é enfático: "Na verdade eu acho que o baião é ainda pra mim, assim, todo o começo de tudo e eu acabo sempre tocado baião. Posso tocar o que tocar, mas o ritmo que mais eu gosto de tocar é baião". Coincidentemente, a declaração é a preferida de Catherine. Sobre o legado e a consistência do trabalho do sanfoneiro, a professora detalha: "Era capaz de entregar ao público uma interpretação musical genuína e fiel a seus sentimentos internos. É um ser apaixonante. O tipo de personagem que se alimenta e vive da música".
É duro ficar sem você
"Olha, nossa história é longa!", adverte Waldonys. Quando sabe que a conversa é sobre o "mestre", o músico festeja e se faz generoso nas palavras. O encontro com Dominguinhos lhe chegou quando ainda tinha 11 anos. Tudo aconteceu na cidade de Mossoró (RN).
"Na minha época de menino eu só queria saber de sanfona. Os outros garotos da escola não entendiam e eu era visto como uma espécie de ser do outro mundo. Quando conheci seu Domingos disse a mim mesmo: 'achei meu mundo, aqui é meu lugar'".
Dali em diante a relação ultrapassou a afinidade musical. Waldonys explica que era uma amizade entre pai e filho. Através do novo amigo, conheceu o papa Gonzagão. Um dos maiores acontecimentos na vida do cearense. Já mais velho e com a firmeza no domínio do acordeom, desbravou e dividiu palcos com Dominguinhos por inúmeros pontos do Brasil. "Foi um grande padrinho e nunca nos perdemos de vista".
Com mais de vinte anos de prolífica atividade musical, Waldonys explica que a oportunidade das futuras gerações de estudar, pesquisar e praticar a sonoridade de Dominguinhos é a herança inestimável deixada pelo mestre.
"Ele é fonte inesgotável. Seu legado está na música, na simplicidade, no homem generoso que foi". Ante de encerrar a conversa, o sanfoneiro relembra a última vez que soltou boas gargalhadas com o amigo. Após a internação, Waldonys visitou o padrinho por diversas vezes no hospital. Mesmo assim, o músico prefere lembra do show acontecido na cidade de Exu (PE).
"Dominguinhos já estava bem debilitado. Mesmo assim me disse que tinha ouvido meu show inteiro. Dias antes, tínhamos trabalhado juntos nos arranjos da música 'Eu te amo tanto', do Roberto Carlos. Quando ele me viu fez piada: 'o show foi bom e ainda bem que você não tocou 'Esse cara sou eu', né?".
Mais informações:
DVD "Dominguinhos" (Brasil, 2014, 86 minutos), de Joaquim Castro, Eduardo Nazarian e Mariana Aydar. Com patrocínio do projeto Natura Musical
Fonte: DN

Municípios do CE não atingem meta

Passar pelo primeiro ciclo de educação de maneira bem feita pode ser decisivo para um bom desempenho nas demais etapas de estudo. Levantamento realizado pelo movimento Todos Pela Educação (TPE), no entanto, aponta que o rendimento nas matérias de Língua Portuguesa e Matemática precisa melhorar no Ceará, assim como no País. Com base na proficiência dos alunos nas avaliações da Prova Brasil em 2013 e do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb), apenas 28,3% dos municípios cearenses atingiu a meta estabelecida para o 9º ano do Ensino Fundamental (EF) em Matemática.
Em relação à Língua Portuguesa, 60,3% dos municípios avaliados atingiu a meta referente ao 9º ano do EF. Em ambas as disciplinas, houve redução no índice de aprendizado na mesma série, se comparado ao ano anterior avaliado, 2011, quando, nas matérias de Português e Matemática, o Ceará teve 79,9% e 51,1% de seus municípios com a meta atingida, respectivamente.
Os dados são referentes ao monitoramento da Meta 3 do Todos pela Educação - Todo aluno com aprendizado adequado ao seu ano. Para o cumprimento dessa meta nos municípios, o movimento usou como indicador o percentual de alunos com aprendizagem adequada por disciplina. O TPE considera como aprendizagem adequada o aluno que alcançou 220 pontos ou mais em Português e 225 pontos ou mais em Matemática no 5º ano e 275 pontos ou mais em Português e 300 pontos ou mais em Matemática no 9º ano.
Capital
No desempenho nas duas disciplinas em 2013, Fortaleza ficou abaixo das metas estabelecidas nos dois anos do EF. No 5º ano, a meta era que 39,2% dos estudantes ficassem com o aprendizado adequado em Português, mas o observado pelo levantamento foi de 36%. Já em Matemática, no mesmo ano, o esperado era que 24,3% dos alunos estivessem com o aprendizado adequado, mas o observado foi de 24%. Nos anos anteriores avaliados (2011, 2009 e 2007), a Capital havia ficado acima do esperado nessa disciplina.
Em relação ao 9º ano, a situação é mais crítica. Segundo o movimento, a meta de aprendizado adequado em Português em 2013 era de 28,9%, mas o observado no mesmo ano foi de 25%, enquanto que em Matemática, apenas 9,7% dos estudantes alcançaram ou superaram a pontuação estabelecida, para uma meta que era de 24,1%.
Sobre o levantamento, o secretário da Educação do Ceará, Maurício Holanda, afirma que a aparente piora na situação educacional do Estado não se configura, em virtude do que aponta os dados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). "O Ceará saiu de uma média de 3,5 em 2007 para 5 em 2013 e, nos anos finais do ensino fundamental, saiu de 3,3 para 4,1", destaca.
Segundo ressalta, os dados apresentados pelo Todos Pela Educação são diferentes por tratar dos números de cada cidade, evidenciando como se organizada cada gestão municipal. Sendo assim, afirma, ao se falar de um município pequeno, por exemplo, e outro muito grande, a leitura dos dados não permite dizer que todas as cidades estão caindo.
Apesar da consideração, o secretário admite que o percentual de municípios conseguindo a média estabelecida vem diminuindo, sobretudo em Matemática. "Não estamos avançando no tempo necessário que a sociedade precisa. Temos que continuar firmes e focados na manutenção dos esforços que já vêm sendo feitos". Entre eles, destaca o gestor, o programa Alfabetização na Idade Certa, a ampliação do ensino integral do 6º ao 9º ano, o aumento da carga horária dos professores voltada para planejamento, além da garantia do piso salarial da categoria.
O coordenador do Ensino Fundamental da Secretaria Municipal de Educação (SME), Carlos Eduardo Almeida, afirma que já existe um plano estratégico para melhorar, de forma pontual, a qualidade da educação nas turmas do 9º ano, além do ensino como um todo.
Entre as estratégias adotadas, anuncia, estão o diagnóstico dos alunos de 1º e 2º ano nas habilidades de alfabetização; um trabalho de fluência em leitura entre o 4º e o 5º ano; a implantação de um total de 28 escolas de tempo integral até 2016; o aperfeiçoamento dos professores de Língua Portuguesa e Matemática e o investimento na formação de coordenadores pedagógicos. "Além disso, o Município firmou uma parceria com o Instituto Ayrton Senna, por meio do programa Fórmula da Vitória, para trabalhar com alunos em dificuldade em Matemática e Português, com aulas no contra turno".
Renato Bezerra
Repórter
d
Fonte: DN