Buscar

19 janeiro 2015

Homem é flagrado andando sem roupas na região central de Curitiba

Policiais deram um saco plástico para que o homem se cobrisse (Foto: Julio Garrido/Arquivo Pessoal)Policiais deram um saco plástico para que o homem se cobrisse (Foto: Julio Garrido/Arquivo Pessoal)
Um homem foi flagrado andando sem roupas no final da tarde de domingo (18) próximo a Praça Doutor João Cândido, no Alto do São Francisco, região central de Curitiba. De acordo com o fotógrafo Julio Garrido, que presenciou a cena, o homem disse ter sido assaltado. A Polícia Militar informou que foi até o local, abordou o jovem e entregou uma sacola para que ele se cobrisse. Um dos policiais apontou uma arma para o homem nu.
Poucas pessoas notaram a presença do homem, que aparentemente estava calmo, segundo Garrido. “Ele estava tranquilo e pouca gente notou o rapaz nu, porque ele estava do outro lado da praça enquanto a maioria das pessoas estava aproveitando a festa pré-carnaval do bloco Garibaldi e Sacis”, relatou aoG1.
A PM informou ainda que acionou a Guarda Municipal de Curitiba, que monitorou a situação através das câmeras de vigilância. A polícia não soube informar a identidade do homem, pois não foi aberta nenhuma ocorrência policial. A Guarda, por sua vez, informou que não tem registros do caso.
Segundo testemunha, homem nu disse ter sido assaltado (Foto: Julio Garrido/Arquivo Pessoal)Segundo testemunha, homem nu disse ter sido assaltado (Foto: Julio Garrido/Arquivo Pessoal)
Testemunha diz que poucas pessoas perceberam o homem nu na rua (Foto: Julio Garrido/Arquivo Pessoal)Testemunha diz que poucas pessoas perceberam o homem nu na rua (Foto: Julio Garrido/Arquivo Pessoal)Fonte: G1

Sisu registra 1,2 milhão de candidatos cadastrados no 1º dia de inscrições

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) registrou 1.283.251 inscritos candidatos inscritos até as 19 horas desta segunda-feira (19), data de abertura do prazo de inscrição. O prazo vai até as 23h59 desta quinta-feira (22) pelo sisu.mec.gov.br. O resultado da primeira chamada regular será divulgado no dia 26 de janeiro.
De acordo com balanço parcial, São Paulo, com 156.385, é o estado que teve o maior número de inscritos até agora. Em seguida, aparece Minas Gerais, com 156.170 inscritos.
O Sisu usa, para fazer a seleção para as vagas, as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2014, disponibilizadas na última terça-feira (13). No total, são 205.514 vagas em 5.631 cursos de 128 instituições públicas de educação superior.
Para concorrer, o estudante precisa informar o número de inscrição e a senha usados no Enem. Quem não lembra a senha pode solicitá-la no site do Enem. Cada candidato poderá escolher duas opções de vagas em qualquer instituição participante.
  •  



TOTAL DE INSCRITOS NO SISU 2015
(até 19h desta segunda-feira, dia 19/01)
UF Candidato
Inscritos
Acre
10.520
Alagoas
28.176
Amazonas
25.459
Amapá
6.301
Bahia
89.388
Ceará
80.717
Distrito Federal
28.451
Espírito Santo
17.728
Goiás
41.526
Maranhão
40.859
Mato Grosso
26.379
Mato Grosso do Sul
21.833
Minas Gerais
156.170
Pará
51.480
Paraíba
48.782
Paraná
54.332
Pernambuco
90.215
Piauí
37.269
Rio de Janeiro
125.398
Rio Grande do Norte
43.126
Rio Grande do Sul
61.290
Rondônia
7.961
Roraima
3.540
Santa Catarina
15.681
São Paulo
156.385
Sergipe
20.217
Tocantins
10.005
Fonte: MEC/Inep 
Toda madrugada o sistema informará a nota de corte dos cursos. Por isso, é importante que o estudante monitore a nota de corte dos cursos escolhidos até o fim do prazo de inscrição.
Do total de vagas ofertadas por universidades federais, institutos tecnológicos e universidades estaduais nesta primeira edição do Sisu, 82.879 (ou 40%) estão destinadas a estudantes que atendam aos quesitos da Lei de Cotas, ou seja, que tenham cursado todo o ensino médio em escolas públicas.
Pela lei, neste processo seletivo do Sisu, pelo menos 37,5% de suas vagas são para cotistas. Até 2016, as instituições deverão atingir o percentual de 50% de vagas reservadas.
Além da Lei de Cotas, algumas instituições promovem reserva de vagas por ações afirmativas, como vaga para deficientes, quilombolas ou um índice maior para alunos negros, pardos ou indígenas. No total, 12.825 vagas do Sisu são reservadas para ações afirmativas das universidades e institutos.
VEJA DEZ PASSOS PARA SE INSCREVER NO SISU
1) Escolha dos cursos
Ao efetuar sua inscrição, você deve escolher, por ordem de preferência, até duas opções entre as vagas ofertadas pelas instituições participantes do Sisu. A escolha não precisa seguir uma lógica, um aluno pode escolher cursos que não têm nada a ver entre si, como medicina e letras. Também pode escolher cursos de instituições diferentes.
2) Tem direito às cotas?
Você fez todo o ensino médio em escola pública? Então é preciso definir se deseja concorrer às vagas de ampla concorrência, às vagas reservadas de acordo com a Lei nº 12.711/2012 (Lei de Cotas) ou às vagas destinadas às demais políticas afirmativas das instituições. Ao todo, 82.879 (ou 40%) estão destinadas a estudantes que atendam aos quesitos da Lei de Cotas, ou seja, que tenham cursado todo o ensino médio em escolas públicas.

3) Como é a divisão das vagas para cotistas?
Das vagas reservadas para estudantes que cursaram o ensino médio em escolas públicas, metade é destinada para alunos com renda familiar bruta mensal por pessoa de até um salário mínimo e meio. E ainda há um percentual das vagas que são reservadas para estudantes autodeclarados pretos, pardos ou indígenas.
4) Monitore a nota de corte
Durante o período de inscrição, uma vez por dia, o Sisu calcula a nota de corte (menor nota no Enem 2014 para ficar entre os potencialmente selecionados) para cada curso com base no número de vagas disponíveis e no total dos candidatos inscritos naquele curso, por modalidade de concorrência. Veja se com sua nota é possível entrar naquele curso. O ideal é monitorar até o final do prazo de inscrição.
VEJA A SUA NOTA NO ENEM

5) Você pode mudar de ideia
É possível mudar os cursos escolhidos quantas vezes quiser durante o período de inscrição. O que vale são os cursos definidos ao final do processo.
6) Onde vai estudar?
Se você escolheu um curso de uma universidade de outro estado, converse com sua família para ver como será possível estudar em outra cidade, e veja se a universidade oferece recursos como auxílio moradia para quem é de fora.
7) O que vai estudar?
As instituições oferecem quatro tipos de curso de graduação: licenciatura, bacharelado, tecnológico e Área Básica de Ingresso (ABI).
Na licenciatura, o curso dá diploma para atuar na educação básica. No bacharelado, o curso é de formação científica ou humanística, que confere ao diplomado competências em determinado campo do saber para o exercício de atividade profissional, acadêmica ou cultural, com o grau de bacharel.
O curso tecnológico confere ao diplomado competências para atuar em áreas profissionais específicas, caracterizadas por eixos tecnológicos, com o grau de tecnólogo. No curso ABI, após a conclusão de um conjunto básico de disciplinas, é possível escolher entre duas ou mais formações acadêmicas.
8) Fazer o que quer ou fazer o que dá?
Muitos estudantes sonham com um curso muito disputado, mas a nota de corte é muito maior do que a nota alcançada no Enem. E agora? Vale analisar se realmente uma opção que não estava nos planos pode ser uma boa solução ou apenas um "quebra galho". Muitos alunos entram em cursos só porque a nota permite, mas acabam se arrependendo e nem chegam a fazer a matrícula.

9) Quando sai o resultado?
A primeira chamada de aprovados sai no dia 26. Os estudantes aprovados terão de 30 de janeiro a 3 de fevereiro para efetuar a matrícula na instituição onde passou. E deverão levar os documentos exigidos para a matrícula exigidos por cada instituição. Quem não foi chamado na primeira chamada pode se inscrever na lista de espera no site do Sisu e concorrer às vagas do curso que colocou como primeira opção que não tiverem sido preenchidas. A partir de 11 de fevereiro as instituições vão realizar novas chamadas para preencher as vagas.
10) Prouni, Fies e outras opções
Quem não entrou pelo Sisu poderá se inscrever no Prouni, que oferece bolsas de estudos em universidades particulares. As inscrições serão abertas dia 26. Também podem concorrer ao financiamento estudantil (Fies) e cursar uma universidade particular pagando pelo curso depois de formado. O Ministério da Educação ainda oferece o Sisutec e o Pronatec, para quem quer cursar o ensino técnico profissionalizante.
Fonte: G1

Levy dobra imposto sobre crédito, anuncia alta da gasolina e prevê arrecadar R$ 20 bi

O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, anuncia aumento de tributos nesta segunda-feira (19) (Foto: Agência Brasil)O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, anuncia aumento de tributos nesta segunda (19) (Foto: Agência Brasil)
O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, anunciou nesta segunda-feira (19) aumento de tributos sobre combustíveis, sobre produtos importados e, também, sobre operações de crédito. A expectativa da equipe econômica é arrecadar R$ 20,6 bilhões neste ano com as alterações.
Essas medidas tendem a tornar o crédito ao consumidor mais caro e, caso a Petrobras não reduza o preço que cobra das distribuidoras, a gasolina e o diesel vão subir.
Segundo Levy, as medidas fazem parte do esforço do governo para ajustar as contas públicas "com o menor sacrifício possível". "As medidas têm por objetivo aumentar a confiança da economia, a disposição das pessoas e dos investidores em tomarem risco, e dos empresários em começarem a tentar novas coisas", explicou o ministro, acrescentando que elas tendem a baixar a curva de juros de longo prazo.
Desde que foi anunciada a nova equipe econômica, no fim de novembro, o governo vem anunciando medidas para ajustar as contas públicas, que registraram forte deterioração em 2014 – ano em que a arrecadação registrou comportamento fraco, devido às desonerações e ao baixo ritmo de crescimento da economia, e no qual os gastos públicos continuaram a avançar.

crédito (Foto: G1)
Entre as medidas anunciadas nesta segunda-feira, Levy informou que haverá alta no Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) que incide sobre as operações de crédito para o consumidor. A alíquota passará de 1,5% para 3% ao ano (o equivalente à alta de 0,0041% para 0,0082% por dia). Esse valor será cobrado além dos 0,38% que incidem na abertura das operações de crédito. Com essa medida, o governo espera arrecadar R$ 7,38 bilhões neste ano.

Combustíveis (Foto: G1)
De acordo com o ministro da Fazenda, estão sendo elevados o PIS, a Contribuição para Financiamento da Seguridade Social (Cofins) e a Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide) sobre os combustíveis.
Segundo ele, o impacto será de R$ 0,22 para a gasolina e de R$ 0,15 para o díesel. O PIS e a Cofins terão alta imediata, mas o aumento da Cide só terá validade daqui a noventa dias. A expectativa do governo é arrecadar R$ 12,18 bilhões com esta medida em 2015.
"Daqui a três meses [quando começar a valer o aumento da Cide], temos intenção de reduzir o PIS e a Cofins", declarou ele. Questionado qual será o impacto no preço dos produtos para o consumidor, ele informou que "isso vai depender da evolução do mercado e da politica de preços da Petrobras".

Importações (Foto: G1)
No caso das importações, o ministro da Fazenda informou que está elevando o PIS e a Cofins. As alíquotas avançarão de 9,25% para 11,75%. O objetivo, segundo Levy, é compensar a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que excluiu o ICMS das importações. "A gente ajusta a alíquota para que não se prejudique a produção doméstica. Correção da própria economia", declarou ele. A expectativa é arrecadar R$ 694 milhões neste ano.

Cosméticos (Foto: G1)
O governo também anunciou que um decreto presidencial vai equiparar o setor atacadista e o industrial no Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI) incidente sobre cosméticos. A medida, informou ele, não implica em aumento da alíquota e apenas "equaliza" a tributação ao longo da cadeia de produção e distribuição desse setor. Mesmo assim, o governo espera arrecadar R$ 381 milhões com a medida neste ano e R$ 653 milhões em 2016.

Meta para 2015
Para este ano, o governo estabeleceu uma meta de superávit primário (economia feita para pagar juros da dívida pública) de 1,2% do Produto Interno Bruto (PIB), o equivalente a R$ 66,3 bilhões para todo o setor público – que inclui também os estados, municípios e empresas estatais.
Desse montante, R$ 55,3 bilhões correspondem à meta para o governo e R$ 11 bilhões são uma estimativa para estados e municípios.
De janeiro a novembro do ano passado (último dado disponível), as contas do setor público registraram um déficit primário – receitas ficaram abaixo das despesas, mesmo sem contar juros da dívida – de R$ 19,64 bilhões, segundo números divulgados pelo BC.
Foi a primeira vez desde o início da série histórica do BC (em 2002 para anos fechados), que as contas do setor público registraram um déficit nos 11 primeiros meses de um ano. Até o momento, o pior resultado, para este período, havia sido registrado em 2002 (superávit de R$ 53,73 bilhões).
Medidas anunciadas anteriormente
Nos últimos meses, a nova equipe econômica já tinha anunciado medidas. São elas: mudanças nos benefícios sociais, como seguro-desemprego, auxílio-doença, abono salarial e pensão por morte, que ainda têm de passar pelo crivo do Congresso Nacional. Além disso, também subiram os juros do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para o setor produtivo, como forma de diminuir o pagamento de subsídios pelo governo.
Outra medida foi a alta do IPI para automóveis no início deste ano. O Ministério do Planejamento, por sua vez, anunciou a redução dos limites temporários de empenho para gastos no orçamento de 2015. Na semana passada, o novo secretário do Tesouro Nacional, Marcelo Saintive, confirmou que não haverá mais repasses do governo ao setor elétrico, antes estimados em R$ 9 bilhões para este ano, o que deverá elevar ainda mais a conta de luz.
Fonte: g1

Governo reajusta remuneração de profissionais do Mais Médicos

mais-médicos-792x600
Portaria dos Ministérios da Saúde e Educação publicada nesta segunda-feira (19/01), no Diário Oficial da União reajusta de R$ 10 mil para R$ 10.513,01 o valor da bolsa-formação paga a profissionais do programa Mais Médicos.
Ainda de acordo com o texto, a bolsa poderá ser paga pelo prazo máximo de 36 meses e entra em vigor hoje com efeitos financeiros a contar da competência de janeiro deste ano.
Criado em 2013, o programa Mais Médicos tem como meta ampliar a assistência na atenção básica fixando médicos em regiões com carência de profissionais. Dados do governo indicam que 14.462 médicos do programa passaram a atender uma população de 3.785 municípios, o equivalente a 68% dos municípios do país, além de 34 distritos sanitários indígenas.
Na semana passada, o Ministério da Saúde lançou um edital para ampliar o programa. O novo edital abrange 1.500 municípios, dos quais 424 ainda não participavam da iniciativa.
Com informações da Agência Brasil
Fonte: Ceará Agora

Inscrições para o Sisu começam hoje; entenda como a nota do Enem é usada


Estão abertas, a partir de hoje (19), as inscrições no Sistema de Seleção Unificada (Sisu). O procedimento deve ser feito pela internet, no site do Sisu, até o dia 22. Podem participar aqueles que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2014 e não tiraram nota 0 na redação. Ao todo, serão ofertadas 205.514 vagas no ensino superior público, em 5.631 cursos de 128 instituições.

Durante o período de inscrição, o candidato poderá consultar, em seu boletim na página do Sisu, a classificação parcial na opção de curso escolhido e, se desejar, mudar de opção até o fim do prazo. O sistema vai informar a nota de corte em cada curso a partir de amanhã (20).

Neste ano, haverá apenas uma chamada. Os demais processos tiveram duas chamadas regulares. O resultado será divulgado no dia 26.

Como a nota do Enem é usada

Na hora da inscrição, o candidato insere o número de inscrição e a senha do Enem 2014 e o Sisu resgata, automaticamente, as notas obtidas no exame. Caso tenha esquecido a senha, é possível recuperá-la na página do Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira.

Cada instituição pode adotar pesos diferenciados para as provas do Enem. A nota pode variar de acordo com o curso escolhido. Ao se inscrever, o sistema calcula automticamente e informa a nota para o candidato.

Além disso, as instituições participantes do Sisu podem, eventualmente, adotar um bônus, a ser atribuído à nota dos candidatos, como forma de política afirmativa. Com isso, a nota desse candidato vai variar caso ele opte pela modalidade de ampla concorrência ou pela modalidade de ação afirmativa. Para cumprir a Lei de Cotas (12.711/2012), as instituições federais deverão reservar, no mínimo, 37,5% das vagas para os estudantes de escolas públicas. As instituições também podem ter ações afirmativas próprias.

Feita a inscrição, o candidato deve acompanhar diariamente, a partir de amanhã (20), a nota de corte do curso. A nota serve como referência, não é uma garantia de que o candidato será aprovado. Ela é calculada uma vez por dia, com base no número de vagas disponíveis e no total dos candidatos inscritos naquele curso, por modalidade de concorrência. O candidato também tem acesso a uma classificação parcial, que deve servir apenas como referência.

É possível mudar de opção de curso até o fim do período de inscrição, no dia 22. O sistema considera a última opção escolhida. Na página do Sisu, os estudantes podem consultar uma série de perguntas e respostas sobre o processo seletivo.

Vagas

Nesta edição, são ofertadas 205.514 vagas no ensino superior público, em 5.631 cursos de 128 instituições. Para participar, é preciso ter feito o Enem 2014 e não ter tirado nota 0 na redação.

Fonte: Agência Brasil. 

Fonte: CN7

TCM realiza ação para fiscalizar contratos de carnaval de municípios


O Tribunal de Contas dos Municípios do Estado do Ceará (TCM) iniciou, nesta segunda-feira (19), a Operação Especial de Fiscalização, responsável por fiscalizar a contratação de eventos para o Carnaval de 2015 pelos municípios cearenses. A ação segue até a próxima sexta-feira (23).

“A nossa ideia é no sentido de que os recursos municipais sejam substituídos por patrocínios privados, profissionalizando ainda mais os festejos”, argumenta o presidente do TCM, conselheiro Francisco Aguiar. “Nos locais onde isso não for possível, e mesmo assim os gestores entendam que devem fazer esse tipo de gasto, a despeito da conjuntura econômica adversa, desde já devem ficar cientes de que os contratos serão submetidos a rigoroso pente fino para verificação de todos os aspectos da legalidade”.

No total, são oito equipes do TCM engajadas na operação, somando 20 técnicos que atuarão em todas as regiões do Ceará, cobrindo, inicialmente 47 municípios pré-selecionados. A ação visa a inibir a possível utilização de recursos públicos em municípios em situação de calamidade para financiar atividades carnavalescas.

Nos municípios em que for verificado que já há carnaval programado, será solicitada toda a documentação pertinente, incluindo os respectivos editais de licitação. Caso o processo licitatório ainda não tenha sido iniciado, serão requisitadas declarações circunstanciadas acerca do fato. O mesmo será exigido com relação à caracterização de não realização do evento por parte da municipalidade fiscalizada.

Conclusão

Após o retorno das equipes, o órgão usará os dados adquiridos para elaborar a conclusão dos relatórios técnicos em até uma semana, o prazo final fixado é até o dia 30 deste mês. Os relatórios deverão apontar possíveis níveis de irregularidades que venham a ser observadas. Em caso de irregularidade, as ocorrências podem resultar na abertura de processos de tomadas de contas especiais, e, em alguns casos, ações cautelares para prevenir riscos relacionados ao não cumprimento de dispositivos e princípios legais.

Antes de enviar os técnicos para fiscalização de campo o TCM já encaminhara às 184 Prefeituras do Estado, no início da semana anterior, ofício circular em que constam recomendações tratando da observância aos preceitos legais. Da mesma forma houve alerta para situações de dificuldades financeiras, seca, encargos, equilíbrio das contas públicas e lembrete de prioridades na aplicação dos recursos. Todos os prefeitos receberam, igualmente, e-mails institucionais do Tribunal com o inteiro teor da correspondência, que foi ainda disponibilizado no sítio do TCM.

Carnaval 2014

Em 2014 o TCM requisitou a 52 prefeituras os documentos alusivos às contratações com o mesmo foco, totalizando aproximadamente R$ 23,5 milhões de recursos públicos investidos. Em função da análise realizada foram abertos 44 processos que resultaram em 39 Tomadas de Contas Especiais.

A avaliação sobre a execução desse trabalho antecipatório é considerada positiva, “e devidamente apropriada”, entende o conselheiro Francisco Aguiar, vez que faltando cerca de um mês para o início dos eventos só haviam sido divulgados oficialmente pouco mais de 05 editais até o último dia 15/01, número extremamente inferior ao ano de 2014, em que foram observados pelo menos 85 procedimentos dessa natureza em igual período.


Fonte: CN7

Tatá Werneck sensualiza nas redes sociais

Tatá Werneck resolveu sensualizar neste sábado (17). A atriz global esbanjou beleza e carisma ao postar um registro de bastidor de um ensaio fotográfico realizado recentemente.
"#semphotoshopainda #acúçarbranco #sedentarismo #televisão", escreveu Tatá na legenda da imagem publicada em seu perfil no Instagram.
A atriz se prepara para atuar em 'Lady Marizete', trama que a Globo exibirá no horário das sete da noite. Enquanto as gravações não começam, ela curte o tempo livre ao lado do novo affair, o advogado Vitor Porto.
Fonte: CNews

Record reserva estúdio para Xuxa no Rio de Janeiro

Quando procurados para comentar a possível contratação de Xuxa, os diretores da Record afirmam que já fizeram tudo o que era possível para ter a loira no elenco. Agora, segundo eles, falta apenas a decisão da apresentadora, informa a coluna "Canal 1". 
Nesse sentido, é interessante destacar que, se Xuxa aceitar a proposta da emissora de Edir Macedo, seu programa deve ser apresentado diretamente do complexo RecNov, criado no Rio de Janeiro com o intuito de abrigar as novelas e séries. 
Por lá, um estúdio já estaria reservado para ela. 
Fonte: CNews