Buscar

05 outubro 2015

Vocalistas do Aviões do Forró abandonam palco durante show para não serem presos; veja vídeo

maxresdefault
Solange e Xandinho, vocalistas do Aviões do Forró.
Quem foi ao show “Aviões Pra Todo Mundo!”, ocorrido neste sábado no Espaço Reserva, não esperava pelo desfecho que poria ladeira abaixo toda uma noite de diversão. O Motivo foi que o último grupo a se apresentar no evento, a banda cearense de forró, Aviões do Forró, teve que interromper as suas atividades para que não fossem presos pela polícia.
De acordo com o produtor do festival, Jef Lauande, existe a Lei Municipal nº 200/2009, no artigo 177, inciso VI, que não permite nenhum tipo de aparelhagem de som depois das 3h, e que por isso a apresentação da banda precisou ser interrompida a pedido da polícia.
“A Lei é clara ao dizer que não se pode ir além das 3h da manhã. De qualquer forma, eles tiveram cerca de uma hora e meia de show. Todas as outras atrações se apresentaram normalmente, nenhum dos artistas convidados deixou de subir no palco”, disse o produtor.
A Lei Municipal nº 200/2009 assegura que bares, restaurantes, boites, buffets, casas de eventos e de recepções, bem como shows musicais em locais privados ou com isolamento acústico, precisam encerrar suas artividades diariamente às 3h. A Lei ainda contempla lojas de conveniências (às 24h), shows musicias a céu aberto (às 2h) e festejos juninos e de carnaval (às 3h).
Lauande também informou que o evento estava marcado para começar às 19h, mas que tinha ciência do atraso do público, coisa que acontece em qualquer festival, mas que influencia diretamente nos horários das atrações.
“Aqui em São Luís nós temos esse problema com horário. Nós marcamos para iniciar às 19h, mas o grande público só foi aparecer por volta das 23h. Apesar disso, a nossa programação teve início às 19h30, mesmo com uma quantidade reduzida de pessoas”, observou.
Ele ainda comentou que “as demais atrações subiram ao palco e se apresentaram normalmente. Apenas que para cumprir a Lei, quando o relógio marcou 3h da manhã a polícia precisou mandar interromper o show, senão nós da produção e a banda seríamos presos por não cumprir uma determinação legal”. A banda Aviões do Forró, principal grupo musical da noite, subiu ao palco por volta das 1h30min da madrugada.
Em um registro de vídeo feito por uma das pessoas que estiveram no evento, mostra os vocalistas Solange Almeida e Alexandre Avião (também conhecido como Xandinho) se justificando para uma plateia lotada que a apresentação da banda precisaria ser suspensa em cumprimento da Lei.
“Eu gostaria de pedir desculpas”, disse Solange. “A culpa não foi nossa, mas se a gente continuar a gente vai ser preso. A gente não pode ser preso. Eu tenho quatro meninos para criar, ele mais quatro (referindo-se ao segundo vocalista, Xandinho) e uma infinidade de pessoas aqui. São Luís, desculpa de verdade, a culpa não foi nossa. Chegaram aqui, mandaram a gente parar ou a gente seria preso”, lamentou.
Xandinho também aproveitou a situação pedindo desculpas e agradecendo o carinho dos fãs. “Desculpa, a gente tem que respeitar a Lei. Palma pra São Luís. Obrigado, gente. Deus abençoe vocês. Valeu!”, destacou.
Em seguida as luzes do palco são apagadas por completo, deixando o público inconformado sob muita reclamação.
Confira abaixo o vídeo feito por um cinegrafista amador:

Nenhum comentário:

Postar um comentário