Buscar

27 outubro 2015

Sejus tem recorde de inscritos no Enem Prisional

Sejus Banner
A Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado (Sejus), por meio da Coordenadoria Educacional do Sistema Penitenciário (Cespe), atingiu mais um recorde na inscrição de internos do sistema prisional no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) Prisional. Ao todo, 58 unidades prisionais aderiram ao exame, com 1.698 alunos inscritos no Enem. Neste ano, houve um acréscimo de 44,3% no número de inscritos em relação ao ano passado (1.167). As provas serão realizadas nos dias primeiro e dois de dezembro, nas próprias unidades prisionais dos inscritos.

“Ano após ano percebemos o interesse dos internos do sistema penitenciário em participar do exame nacional de certificação. No caso do Enem, é muito gratificante trabalhar e ver os alunos se envolvendo e se interessando pela educação e pelo conhecimento”, cita o assessor educacional da Sejus, Rodrigo Moraes.

A Sejus, em parceria com a Secretaria de Educação do Estado (Seduc) tem como objetivo certificar os alunos que não conseguiram a certificação de conclusão do Ensino Médio na idade apropriada e também dar a oportunidade de acesso às faculdades através da seleção do Programa Universidade para Todos (Prouni), Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec).

O estudo é também uma das formas que o apenado tem para remir sua pena. De acordo com a legislação, o preso tem o benefício da remição autorizado pelo juiz quando comprovadas 12 horas de estudo. A cada 12 horas, ele reduz um dia de pena.


Nenhum comentário:

Postar um comentário