Buscar

02 outubro 2015

Governador afirma que Raio atuará em todo estado do Ceará até 2016

raio
A segurança pública do Ceará é a área que o governador Camilo Santana (PT) afirmou em entrevista nesta quinta-feira, 01, à Radio O Povo CBN, que mais tem se dedicado. O gestor enumerou ações como contratação de policias e diálogo constante com a categoria como fatores responsáveis pela diminuição em Fortaleza de 19,3% do número de homicídios nos primeiros oito meses de 2015, comparado com o mesmo período do ano anterior. Para o Ceará, o governador anunciou que Batalhão da Ronda de Ações Intensivas e Ostensivas (Raio) deverá estar presente em todo o Estado até 2016.

O governador comentou ainda em entrevista os dados do Anuário Brasileiro de Segurança Pública que apontam Fortaleza como tendo sido, em 2014, a capital do Brasil com maior número de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs).
Segundo Camilo, o quadro de segurança pública apontado pela pesquisa tem mudado com a contratação este ano de mais de 1.200 policiais militares e 200 bombeiros, além da realização de concurso público, que está em curso para policiais civis.
“Isso (a redução de 19,3 do índice de homicídio da Capital) representa que salvamos 329 vidas este ano. E no Ceará todo, foram 11,1% de queda do índice de homicídios. No Estado, o número de homicido vinha crescendo ao longo dos anos e neste ano conseguimos diminuir”, afirma o governador.
Camilo Santana garante que até o fim do mês deve implementar o Batalhão do Raio e a Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) na Região Norte do Estado. “Em Fortaleza, além de reforçar o efetivo das polícias, nós estamos criando as Unisegs (Unidades Integradas de Segurança) e reestruturando o Ronda do Quarteirão. Já era pra ter lançado as primeiras 5 áreas (Áreas Integradas de Segurança), mas por um atraso na compra de equipamentos, até outubro nós estaremos implementando as novas unidades com as delegacias 24 horas e o novo sistema de base de monitoramento de câmera”, garantiu.
Fonte: Ceará Agora

Nenhum comentário:

Postar um comentário