Buscar

02 outubro 2015

CRISE: Presidente do hospital de Aratuba anuncia a primeira greve da história

DIRETORIA RESOLVE REDUZIR 70% DO QUADRO DE FUNCIONÁRIOS POR TEMPO INDETERMINADO.

A direção da Sociedade Hospital Padre Dionísio, resolveu interromper parcialmente suas atividades a partir do início da manhã da próxima sexta-feira (2). A informação é do Presidente da SHPD, João Paulo Cruz da Silva. O hospital é o único da cidade e atende toda população nos serviços de urgência e emergência. 

Segundo o próprio presidente da instituição, 70% dos trabalhadores vão parar as atividades por falta de condições de funcionamento da instituição.

Os servidores precisam de melhores condições de trabalho, além do pagamento de salários com nove meses de atraso.

Técnicos e auxiliares de enfermagem, administrativos, operadores de serviços gerais e limpeza, concordaram com a decisão da diretoria e aderiram ao movimento que a própria presidência denominou como GREVE POR TEMPO INDETERMINADO. Além da falta de pagamentos, os funcionários alegam a falta de materias básicos para de trabalho. 

Assembleia
A decisão de paralisar as atividades por tempo indeterminado ocorreu em uma assembleia realizada nesta quinta-feira (1). Logo em seguida foi expedido um ofício circular endereçado a Promotoria Pública, a Prefeitura de Aratuba e outros órgãos. O comunicado se reporta a redução no número de atendimentos, mas não esclarece como será executado os serviços de urgência e emergência.

Manifestação
Angustiados e sem horizonte os Servidores da Sociedade Hospitalar Padre Dionísio de Aratuba, fizeram duas manifestações para chamar atenção das autoridades competentes e da sociedade civil, com a finalidade de pediu socorro para que o único hospital de Aratuba não feche as portas. E AGORA? 

OFÍCIO CIRCULAR 048/2015

Nenhum comentário:

Postar um comentário