Buscar

02 agosto 2015

Em noite de lambanças defensivas, Ceará perde para o Bragantino e segue na lanterna da Série B

O Ceará foi a Bragança Paulista enfrentar o Bragantino e saiu de lá com uma derrota de 3 a 0, após sequência de falhas defensivas do time. Com o resultado, o Vovô permanece na lanterna da Série B com 11 pontos ganhos. O Ceará volta a campo, sábado, 8, contra o Vitória, no Castelão.

O Vovô começou jogando melhor e manteve o ritmo durante todo o primeiro tempo. O torcedor alvinegro até chegou a gritar gol aos 11 minutos do primeiro tempo, quando Sandro cabeceou para o gol, mas o zagueiro estava impedido.Este foi o melhor lance do Ceará na primeira etapa da partida.

O Vovô seguiu soberano, mesmo sem fazer grande partida. Faltou criatividade ao Alvinegro e as poucas jogadas que justificaram o domínio do time, se traduziram em chutes de fora da área e cruzamentos buscando a dupla de ataque do Ceará.O primeiro tempo acabou com o placar sem gols.De positivo mesmo, só a maior vontade do Ceará em vencer a partida.

O segundo tempo começou com o Bragantino tentando jogar mais, mas sem muito sucesso. Mesmo jogando muito mal, o time paulista abriu o placar aos 14 minutos após rifar bola para a área. O atacante alvinegro Rodrigo Silva, que não havia marcado gol pelo Ceará desde que foi contratado, mandou a bola para o próprio gol. 1 a 0, Bragantino. Um minuto depois, o atacante Lincon, que entrou no segundo tempo mandou para as redes e aumentou a vantagem do time de Bragança Paulista: 2 a 0.

Nada é tão ruim que não possa piorar. Após falha bisonha de todo o sistema defensivo do Ceará, Lincon, aos 24 minutos, recebeu a bola de frente para o goleiro Tiago e sem marcação. Não foi difícil para o atacante do Bragantino anotar seu segundo gol no jogo e o terceiro da equipe paulista.

Faltou futebol
Após tomar o terceiro gol o Ceará tentou pressionar , mas o fez de forma estabanada. Só não foi mais atrapalhado que o goleiro Douglas, do Bragantino que deu uma voadora em Rodrigo Silva na entrada da área. O goleiro foi expulso e o Ceará ficou o restante da partida com um jogador a mais.

O Alvinegro não soube aproveitar a vantagem numérica e seguiu sem causar grandes sustos no adversário. Os atacantes careciam de consistência técnica para tentar dribles, tabelas e até mesmo chutar a gol parecia uma tarefa difícil demais para os homens de frente do Ceará. O time até melhorou um pouco com a entrada do atacante Muller Fernandes, que ao menos conseguiu finalizar duas vezes a gol.

O Ceará volta para Fortaleza, neste domingo, com mais uma derrota na bagagem, a 9ª na Série B. O time também não conseguiu dar sequência de resultados positivos após a vitória no meio de semana e o técnico Geninho volta a estaca zero na tarefa de livrar o Vovô do primeiro rebaixamento para a Série C de sua história.

Fonte: O POVO

Nenhum comentário:

Postar um comentário