Buscar

27 julho 2015

Prefeituras fazem paralisação contra cortes e atrasos em repasses da União

Banner Movimento Municipalista Ceará - 318 X 270Prefeituras de todo o País organizam para esta sexta-feira, 31, paralisação em protesto contracortes e atrasos de repasses federais para os municípios. Para articular a mobilização no Ceará, a Associação de Prefeitos do Ceará (Aprece) convocou assembléia geral para as 9h desta terça-feira, 28.

Segundo a Aprece, as Prefeituras do Ceará devem fechar as portas por toda a sexta. Não haverá expediente interno e somente a emergência hospitalar continuará funcionando normalmente. A meta é chamar a atenção de parlamentares, governo federal e estadual, imprensa e população sobre as dificuldades enfrentadas por gestores municipais.

Articulação política
A ideia do evento desta terça é acertar detalhes e fazer uma convocação para que todos os gestores cearenses participem do movimento. Deve ser também assinada um manifesto – intitulado “Carta em Defesa dos Municípios Cearenses” –, que será entregue ao governador Camilo Santana (PT). 

A carta será apresentada também à Confederação Nacional dos Municípios (CNM). Nos últimos anos, prefeitos de todo o Estado têm reclamado de sucessivos cortes nos repasses federais, principalmente do Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

"Para denunciar a atual situação de crise financeira das administrações municipais devido à seca e políticas nacionais e estaduais que impactam sobre a economia municipal, as prefeituras do Ceará fecharão as portas no dia 31 de julho", diz nota da Aprece.

Nenhum comentário:

Postar um comentário