Buscar

11 junho 2015

Sejus nega que homem preso em São Paulo tenha participação no roubo ao Banco Central

A prisão de Antônio Reginaldo de Araújona região do Morumbi, estado de São Paulo, na noite desta terça-feira, 9, ganhou repercussão na imprensa nacional após o criminoso ser apontado como um dos integrantes do roubo milionário ao Banco Central, ocorrido em 2005 em Fortaleza.

Porém, a Secretaria de Justiça e Cidadania do Ceará (Sejus) nega a participação de Antônio no crime cinematográfico. De acordo com a Sejus, o homem responde por roubo a um banco de Jijoca de Jericoacoara, litoral cearense.
A única relação do preso com o roubo ao Banco Central seria a fuga dele junto com um dos integrantes envolvidos no crime, afirma a Sejus. O caso ocorreu em 2011, quando 10 detentos foram resgatados do Instituto Penal Professor Olavo Oliveira (IPPOO II), em Itaitinga.
Em matéria publicada pelo jornal O Globo, de São Paulo, nesta quarta-feira, 10, a Polícia relata que Antônio confessou participação no roubo ao Banco Central. Ele foi apontado ainda como um dos chefes do tráfico de drogas em Paraisópolis, comunidade da região do Morumbi.

Nenhum comentário:

Postar um comentário