Buscar

06 abril 2015

Metade das obras de água e esgoto do país financiadas pelo PAC está parada


Uma auditoria feita pelo Tribunal de Contas da União (TCU) no programa de água e esgoto do Ministério das Cidades, financiado com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), mostra que, de 491 contratos analisados, 283 (57,6%) estão com obras paralisadas, atrasadas ou não iniciadas.

Segundo reportagem do jornal O Globo desta segunda-feira (6), só os projetos parados correspondem a investimentos de R$ 1,4 bilhão. A principal causa de paralisação ou atraso é a deficiência nos projetos de engenharia.  A região Nordeste concentra a maior quantidade de contratos de obras paralisadas.

SANEAMENTO NO PAÍS

De acordo com dados do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento de 2013, no Brasil, 51,4% das pessoas não têm acesso a coleta de esgoto e 51% não sabem o que é ter o esgoto tratado.

A falta de acesso à água tratada é uma realidade para 17,5% da população. Se mantido o ritmo de investimentos definido para 2011, o 1º ano de mandado da presidente Dilma, a universalização dos serviços de esgoto só ocorreria em 2060 e de água, em 2039.


Fonte: CN7

Nenhum comentário:

Postar um comentário