Buscar

12 abril 2015

Após polêmica, Ed Motta fala pela primeira vez e se defende: "ninguém erra?"

Após polêmica, Ed Motta fala pela primeira vez e se defende: "ninguém erra?"

O cantor Ed Motta, após criar polêmica na sua página do Facebook, se redimiu na tarde desta sexta-feira e pediu desculpas pela publicação que desmerecia o público brasileiro em seus shows na Europa – no mesmo post ele pediu para que parassem de pedir "Manuel", a canção mais famosa da sua carreira, por só falar e cantar músicas em inglês nas apresentações. 
Ed afirmou ainda que seu texto foi escrito de forma equivocada e deixou claro que não o faria novamente.
Por não ter medo de se expor, Motta disse que não se amendronta por suas fraquezas e pediu desculpas a quem tenha se sentido ofendido “pela forma raivosa e equivocada” sobre algo que atrapalha seus shows no exterior, quando, segundo ele, se está num momento frágil emocionalmente no palco. 
Confira a nova mensagem publicada por Ed abaixo:
"Uma retratação sobre meus erros. Ninguém erra? Sim todo mundo erra, e em diferentes escalas, a pessoa pública não é Deus, está no mundo para errar assim como todos. A forma que escrevi muitas coisas eu mesmo repudio, mas é fruto da minha cabeça lotada de revoltas, decepções na arte, paranóias etc que me fazem me entupir de um monte de remédios para ansiedade, depressão etc. Não estou me vitimizando, estou me abrindo com vocês, porque assim como não tenho medo de me expor escrevendo merda, não me amedronto por minhas fraquezas que não são poucas. Depois que se erra, existe um preço a pagar e eu sou completamente ciente disso. Escrevi de forma raivosa e equivocada sobre algo que realmente atrapalha meus shows no exterior, quando se está no palco que é algo frágil emocionalmente, a sensação é de desespero quando ocorre um equívoco. Peço desculpas a todos que se sentiram ofendidos com minhas frustrações. Peço a Deus que eu não repita algo do gênero", disse ele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário